Marcelle Ribeiro

Marcelle Ribeiro, jornalista e viajante

Já acampei de mochila, barraca e saco de dormir. Já dividi banheiro com desconhecido na Europa (mas nunca o quarto!). Já fiquei em pousadinha simples na praia, mas também já fiquei em hotelão e em all-inclusive. Não posso saber que estarei de folga num feriado que já corro para os sites das companhias aéreas. Não curto muito excursão nem city tour e gosto de decidir quando e como vou fazer os passeios que quero.

Praias da Bahia: Roteiro de 1 mês de viagem de carro

1 de outubro de 2017, por Marcelle Ribeiro

 

Praia em Barra Grande, na Península de Maraú, Bahia. Foto: Marcelle Ribeiro.

A Bahia, meu estado natal, tem lindezas para um mês de viagem. Se você curte fazer viagens de carro, pode ir parando e conhecendo cada uma das belas praias da Bahia. Para te ajudar a decidir o que ver e quantos dias ficar em cada lugar, preparei uma sugestão de roteiro, que você aproveita bem se alugar um carro. Isso porque nem sempre há transporte público entre essas cidades (ou às vezes até há, mas é meio perrengue).

Uma dica: invés de alugar o carro numa cidade de um extremo e devolver em outra do extremo oposto (normalmente fica caro pacas fazer isso!), alugue em uma cidade grande, como Salvador ou Porto Seguro, e vá, primeiro para o Sul e depois para o Norte do estado (ou vice-versa). Por exemplo: faça o aluguel do carro em Salvador, vá subindo para conhecer as praias ao Norte, volte para Salvador, curta a capital e só então desça para as cidades do Sul. Terminou de conhecer o Sul da Bahia? Retorne de carro para a capital e devolva o carro.

Ah, mas saiba que as estrada da Bahia não são essa lindeza das do Sudeste. Muitos têm trechos cheios de buraco. Além disso, os pontos de parada para ir ao banheiro ou fazer um lanche são normalmente meio precários. Não existem aqueles postos super limpinhos e organizados como o Graal de São Paulo. Pare para ir ao banheiro na parada menos feia, compre um biscoito e uma água e siga viagem.

(Alugando seu carro pelo Rentcars você ganha desconto e ajuda o blog)

Agora que eu já dei essa dica, te explico: apenas por uma questão de organização geográfica, coloquei a minha sugestão de roteiro de viagem de carro na Bahia começando no Sul do estado e seguindo para o Norte, ok? A maneira como você vai combinar cada destino ou se vai começar pelo Sul e depois ir para o Norte, fica a seu critério, ok?

Para fazer esse roteiro completo, você vai precisar de algo entre 30 e 35 dias, contando apenas os dias úteis de passeios (sem contar os períodos de deslocamento na estrada).

Vumbora?

 

 

Bem ao Sul da Bahia, a região de Caraíva atrai quem curte uma praia mais “roots”, com menos multidão. Bom lugar para quem gosta de stand up padle e um sambinha no final da tarde também. Eu ainda não conheço, mas minha irmã recentemente passou 3 dias lá e deu todas as dicas neste post aqui.

Mas atenção, para ir de carro até lá o ideal é que seja de 4×4, porque a estrada é bem ruim, cheia de buracos, especialmente se tiver chovido. De Porto Seguro até Caraíva, os últimos 40 km são de estrada de terra. Ah: e saiba que você terá que deixar o carro estacionado no rio que tem logo antes da vila, e pegar um barco. Não entra carro na vila, que é super pequena e pode ser explorada a pé.

Se você não está a fim de alugar um 4×4, alugue um carro normal para ir até Trancoso e deixe ele lá durante os dias em que estiver em Caraíva. De Trancoso a Caraíva dá para ir de transfer (cerca de R$ 300 cada trajeto pelo carro).

(Veja onde se hospedar em Caraíva no Booking.com e ajude o blog)

Pôr do sol em Caraíva. Foto: Ticianne Ribeiro.

Entre Caraíva e Trancoso, a Praia do Espelho vale um bate-volta. Apontada como uma das mais bonitas do país, ela tem meia dúzia de restaurantes e merece, com certeza, 1 dia de sua viagem. Mas o mais fácil é conhecê-la quando você estiver hospedado em Trancoso, porque para ir de Caraíva até lá você terá que caminhar um bocado pela praia.

Subindo para o Norte, depois de Caraíva fica Trancoso, o vilarejo mais chique da região, onde artistas internacionais e milionários têm mansões. Mas mesmo se esse não é o seu caso, vale passar pelo menos um dia curtindo a praia e almoçar num dos gostosos (e caros!) restaurantes do “Quadrado”, como é chamada a praça onde fica uma charmosa igrejinha da vila. Eu conheci apenas a praia de Rio Verde, e recomendo. Se puder, fique 2 dias em Trancoso.

(Onde ficar em Trancoso? Veja opções de hotéis em Trancoso aqui)

A seguir, o próximo vilarejo de praia é Arraial d’Ajuda, que tem uma vibe charmosa mas é mais acessível que Trancoso, com lojinhas e restaurantes gostosos e bonitos em um centrinho. A praia também é uma delícia. Há, ainda, um parque aquático ecológico, com piscinas para a criançada na alta estação.

(Reserve sua pousada em Arraial D’Ajuda por este link do Booking e ajude o blog)

Outra estratégia é, invés de dividir a hospedagem entre Arraial e Trancoso, ficar hospedado em Arraial e de lá fazer bate-voltas para Trancoso (que é mais cara) e para a Praia do Espelho.

De Arraial você pode pegar a balsa para ir a Porto Seguro, destino que atrai multidões (de famílias inteiras a estudantes do Ensino Médio), em pacotes de agências a preços generosos. Além das praias com mega-barracas e shows de axé na alta estação, tem passeios históricos, como igrejas, e a famosa Passarela do Álcool, cheia de bares. Vale ficar 2 dias.

(Veja quanto custam os hotéis em Porto Seguro)

 

Praia de Arraial d’Ajuda. Foto: Ticianne Ribeiro.

 

Leia neste post mais detalhes sobre meu roteiro de 1 semana de viagem para Porto Seguro, Arraial d’Ajuda, Trancoso e Praia do Espelho.

Suba mais um pouco no mapa e passe de 3 a 4 dias em Itacaré, destino perfeito para quem curte praias mais selvagens e trilhas. Calma, tem praia com barraca estilosa e bonita também. E, olha que maravilha, ainda por cima tem cachoeira! Na dúvida sobre o que fazer em Itacaré? Leia as dicas da cidade aqui.

(Reservando sua pousada em Itacaré pelo Booking você ajuda o blog).

Praia de Itacarezinho, em Itacaré. Foto: Marcelle Ribeiro.

Depois de Itacaré, é hora de conhecer a Península de Maraú, onde fica a vila de Barra Grande e a famosa praia de Taipus de Fora, com suas piscinas naturais incríveis, que sempre aparece em rankings das praias mais bonitas do Brasil. Para ir até lá, dirija de Itacaré até a cidade de Camamu, onde você vai deixar o carro em um estacionamento privado e pegar a lancha rápida no cais para Barra Grande. Não perca tempo com Camamu, não tem nada pra ver lá.

Já em Barra Grande, você vai pirar com as piscinas naturais cheias de peixinhos, água quentinha e sem onda. Fique 3 dias inteiros para conhecer as praias mais bacanas e ainda fazer um passeio de lancha. Veja quais são as melhores praias de Barra Grande e também os melhores passeios aqui.

(Dê um pulo lá no site do Booking e veja quanto custam as pousadas em Barra Grande)

 

Praia de Taipus de Fora, em Maraú. Foto: Marcelle Ribeiro.

Volte de lancha de Barra Grande para Camamu, e dirija até a cidade de Valença. Deixe o carro estacionado mais uns dias em Valença e, lá, pegue uma lancha para a ilha de Morro de São Paulo, que é um dos meus lugares preferidos no mundo. Passe de 3 a 4 dias conhecendo a Segunda, a Terceira e a Quarta praias e também a Praia da Gamboa. Curta os bares e restaurantes da vila e o mar sem ondas e quentinho. Quer mais dicas? Veja neste post aqui tudo que você precisa saber sobre Morro de São Paulo.

(Quer reservar pousada em Morro de São Paulo e de quebra ajudar o blog? Vá lá neste link do Booking)

Segunda Praia, em Morro de São Paulo. Foto: Camille Magalhães.

Cansou de Morro de São Paulo? De lá mesmo, pegue uma lancha para a ilha vizinha, Boipeba. Com menos opções de pousadas e restaurantes que Morro de São Paulo, em Boipeba também não entra carro. As praias são bem desertas e o sossego reina. Você pode conhecer tudo fazendo caminhadas e passeando de barco, em 3 ou 4 dias. Leia aqui as dicas para montar seu roteiro em Boipeba e reserve por esse link sua pousada lá.

Piscina natural da ilha de Boipeba. Foto: Antônio |Carlos de Souza.

Se você quiser todas as dicas detalhadinhas sobre como se locomover de todas as maneiras possíveis na região de Boipeba, Morro de São Paulo, Barra Grande, Itacaré e Salvador, a leitura deste post do blogueiro Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, é obrigatória! 🙂

Depois de conhecer estas ilhas, bora voltar pra Valença de barco e dirigir até Salvador, para passear não só pelas praias (a do Flamengo é a melhor), como também pelo Pelourinho, com suas igrejas, ladeiras e muito mais.

Na capital, a dica de praia mais “central” para dias de semana é a do Porto da Barra, que tem mar quentinho e parado. Mas atenção: esta mesma praia é inviável em finais de semana, pela farofada e muvuca. Aproveite e fique para o pôr do sol e visite o Farol da Barra, que é uma beleza!

No final de semana (ou dia de semana também!), vá para a melhor praia da capital, a praia do Flamengo. Ela fica já no finalzinho de Salvador, quase na divisa com a cidade de Lauro de Freitas, onde também tem uma praia ótima que vale um dia da sua viagem: Vilas do Atlântico. Para visitar a Praia do Flamengo + Vilas do Atlântico + Praia da Barra + fazer os passeios obrigatórios (Pelourinho, Mercado Modelo, e centro histórico) você vai precisa de 4 dias em Salvador. Veja as dicas para montar seu roteiro para Salvador neste post aqui.

(Salvador tem mil opções de hotéis. Compare os preços pelo Booking)

Elevador Lacerda, em Salvador. Foto: Marcelle Ribeiro.

Cansou de Bahia? Cansa não que tem mais! De Salvador, dirija em direção à vila de Praia do Forte, famosa por seus resorts (veja as opções de hospedagem aqui), coqueiral, vila de restaurantes charmosos e pelas tartarugas do Projeto Tamar. A praia de lá também é uma delícia, com águas calmas.

Faça de Praia do Forte a sua base neste pedaço da Bahia. Além da praia de lá ser bonita, é o local da região com a melhor oferta de restaurantes e bares para a noite, com uma vila charmosa. Além disso, estacionando sempre dentro da sua pousada, você evita de ter que ficar procurando vaga na vila, tarefa cada vez mais difícil.

Minha sugestão: fique os 2 primeiros dias conhecendo apenas Praia do Forte. Em um terceiro, faça um bate-volta para a praia de Guarajuba, que é vizinha, 22km ao Sul. Vale a pena passar um dia na praia de Guarajuba, que tem ótimos restaurantes na beira da praia, e um banho de mar bem gostoso.

Outra sugestão de bate-volta ao Sul de Praia do Forte é para Itacimirim, praia com ondas fracas e beeeeem rasa, com mais casas veraneio também. Porém, saiba que a praia tem menos infraestrutura na orla que Guarajuba. Há poucas pousadas e praticamente zero vida noturna. Em 1 dia você conhece.

Praia do Forte, na Bahia. Foto: Marcos Brito.

Uma segunda sugestão de bate-volta a partir de Praia do Forte é para Imbassaí, 15km ao Norte. A praia de Imbassaí tem muitas ondas, assim como a praia do resort Costa do Sauípe, que fica mais 25km ao Norte, que não é boa pra banho.

Mas a vantagem de Imbassaí é que lá o rio encontra com mar. O banho de rio é gostoso e é possível fazer alguns esportes como stand up, caiaque. Além disso, em Imbassaí você pode aproveitar a vila, que apesar de rústica tem muitas pousadas e alguns barzinhos e restaurantes à noite. Curta 2 dias.

Rio da praia de Imbassaí, na Bahia. Foto: Camille Magalhães.

Já no extremo norte do estado, quase na divisa com o Espírito Santo, fica a praia de Mangue Seco, famosa pela novela Tieta. Para chegar lá, você terá que dirigir até a cidade de Pontal, no estado de Sergipe, deixar o carro estacionado e pegar um barco para a vila de Mangue Seco. Ao saltar do barco, pegue um buggy para ir até a praia e a vila (andar pela areia fofa e quente é péssima ideia).  A vila é bem rústica e deserta, com pouquíssimas pousadas e restaurantes, e com ruas de areia. Mas há várias opções de passeios de barco pelo rio pra fazer e a paisagem é bonita. Vale ficar 1 ou 2 dias.

Praia de Mangue Seco, na Bahia. Foto: Camille Magalhães.

 

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

 

Leia também:

 

Dicas práticas para alugar carro barato em qualquer lugar do mundo

Como economizar na reserva de hotéis

Chapada Diamantina: as cachoeiras mais incríveis da Bahia

 

Reserve no Booking e ajude o blog.

Receba os posts por e-mail

Desconto no Seguro Viagem

Curta nossa fanpage