Cinzas de vulcão ainda deixam Bariloche suja

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 10/02/2019
Compartilhar este artigo:

Meu irmão “snowboarder” mandou mais dicas de Bariloche, na Argentina.

O principal, que ele não tinha falado sobre o vulcão chileno que perturbou as férias de quem quer curtir a neve em Bariloche: a maioria das ruas ainda tem areia das cinzas.

“Todos os dias quando chegamos no hostel as solas dos tênis deixam o quarto todo sujo de areia. Ainda tem muita areia na cidade, nas vias secundárias, e próximo às calçadas. O aeroporto de Bariloche continua fechado”, diz meu irmão.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.
bariloche_vulcao

Rua de Bariloche suja com cinzas do vulcão. Foto: Caio Ribeiro

 

bariloche_alto_cerro_2

Mas no Cerro Catedral, a neve estava branquinha. As cinzas do vulcão não atrapalharam. Foto: Caio Ribeiro

 

caio_bariloche

Meu irmão e os amigos fazendo snowboard no Cerro Catedral.

No sábado, meu irmão disse que rolaram ventos muito fortes lá em Bariloche e, por isso, muitos teleféricos estavam fechados, “o que ainda gerou fila nos teleféricos que estavam abertos. Mesmo assim, conseguimos aproveitar bastante, pois descobrimos um que estava aberto e ficamos subindo por ele praticamente o dia todo”.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Outras dicas dele:

RESTAURANTE E COMIDINHAS: Meu irmão jantou no Friends, restaurante na Calle Mitre, 302, no Centro, em frente à chocolateria Mamuscka. “Muito bom lá. Os sanduíches de lá são muito bem servidos. Fui querer comer alguma coisa saudável e acabei pedindo um frango aos 4 queijos. Estava gostoso, mas perto dos sanduíches de lá… Lá também tem uma porção de anéis de cebolas empanadas que são maravilhosas”.

Os restaurantes do alto da montanha do Cerro Catedral têm praticamente o mesmo preço dos da base. Ontem, comemos no restaurante perto do topo do “Lynch” (um dos teleféricos de lá). Anteontem, comemos em um perto do topo do “Princesa 3” e hoje em um perto da entrada da “Punta Nevada” todos muito bons. Desses, o do “Princesa 3″ era o maior e mais arrumado. Não vale a pena descer a montanha somente para ir almoçar”.

Black November até 21/11! Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 15% de desconto com o cupom BLACK! Atendimento 24h em português!
caio_bariloche_2

Olha a cara das criaturas da neve…. O meu irmão é o da esquerda.

DICA DE SNOWBOARDER: “Leve um par de meias extra quando for pra o Cerro Catedral. Nos primeiros dias estava voltando sempre com os pés molhados, por conta da neve que entra nas botas. Quando você aluga o equipamento, seu tênis fica na loja. Passei a deixar dentro do tênis o par de meias extra. Assim, quando vou calçar o tênis pra voltar pra casa, sempre tenho meias secas me esperando. Ah, e leve botas, ou tênis de cano altos. Qualquer outro calçado vai acabar molhando. Na base da montanha tem ficado muitas poças de água, ou da neve que derreteu, ou da chuva que caiu ontem e anteontem”.

“Levar um kit médico é importante, nem que seja só um analgésico, antiinflamatório e um relaxante muscular”.

 

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

INDISPENSÁVEIS NA MALA – “Meias: traga todas ou já venha sabendo que vai ter que lavá-las. Fazendo snow, sempre saio com a meia molhada. E como fico com ela de 9:00 até as 18:00… não adianta só colocar pra secar. Segunda pele: nos primeiros dias de snow como você cai mais, cansa mais, acaba tranpirando mais também e precisando usar outras ou no meu caso, lavando a única que tinha. Pra fazer snow, só ela e o casaco aguentam bem o frio. Mas sem uma outra blusa por baixo, a camisa da segunda pele pode acabar ficando molhada. Então é bom ter um outro casaco mais fino, ou mesmo uma blusa de malha.

Óculos: o Bruno no primeiro dia alugou um por 30 pesos, mas viu que era melhor comprar um óculos. Os preços de um óculos novo pode variar muito, entre 100 a 900 pesos. A qualidade também varia, mas não necessariamente junto com o preço”.

 

MOEDA –  É possível trocar reais e dólares por pesos dentro do mini shopping que tem dentro do Cerro Catedral. Foi uma alternativa importante, principalmente porque chegamos aqui num sábado à noite e a casa de câmbio do Centro da cidade só abriria na segunda. Trocamos cada R$ 1 por 2,4 pesos”.

LEIA OS OUTROS POSTS SOBRE A ARGENTINA

Até dia 30/11/19 tem 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom NOVEMBER.

 

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Paula Toscano
    08 set 2011

    Perai’… R$1 real e’ igual a $2.4 Pesos, certo?

  2. 09 set 2011

    Sorry, Caiio escreveu errado. R$ 1 = 2,44 pesos. Vou consertar lá no texto, tks

  3. 25 set 2011

    me ajude!!! estou com passagem comprada para Bariloche, mas muita gente está me mandando cancelar por causa das cinzas do vulcão. A cidade está decente? Está mais ou menos limpa?

    Katia
    Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *