Para fugir do óbvio no Rio de Janeiro: passeio pela Ilha Fiscal e em submarino

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 29/07/2019
Compartilhar este artigo:

Quem passa pela Ponte Rio-Niterói repara: tem um castelinho numa mini ilha no meio da Baía de Guanabara. O prédio é um dos itens mais bacanas da lista de “atrações não óbvias do Rio de Janeiro”. Estou falando da Ilha Fiscal.

Foi neste palácio com paredes esverdeadas que foi realizado o último baile da Corte imperial, dias antes da proclamação da República. Ou seja, o lugar é cheio de história! E o melhor é que pode ser visitado, depois de um breve passeio de barco pela Baía de Guanabara. Na Ilha Fiscal, um guia te contará um pouco da história do prédio, que foi construído para funcionar como um entreposto alfandegário.

Mas o mais legal é saber sobre o último baile do império, que foi uma festança pra ninguém botar defeito e que ocorreu quando a Corte sabia que a República já se avizinhava. Foram cerca de 4 mil convidados para a festa, que teve banquete e dança.O castelinho é uma gracinha por fora e, por dentro, tem salões com mesas antigas e prataria, além de roupas da época do Império. Os vitrais com escudos da família real e o teto trabalhado com estrelas também chamam a atenção.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Castelinho da Ilha Fiscal. Foto: Antônio Carlos de Souza

Vitral com símbolos do Império. Foto: Antônio Carlos de Souza

Para chegar à Ilha Fiscal, você terá que pegar um barco que sai de dentro do Espaço Cultural da Marinha, no Centro do Rio. Mas preste atenção: há poucos horários de visita por dia e o passeio é concorrido. Eu sugiro que você telefone para lá antes e se informe com quanto tempo de antecedência deve chegar. Daí você chega mais cedo e aproveita para conhecer as outras atrações bacanas do Espaço Cultural da Marinha. A mais interessante delas é o submarino Riachuelo, que pode ser visitado por dentro. As crianças e adultos vão adorar ver como é que os militares passam dias dentro dessa embarcação, apertadinhos e cheios de rádios e aparelhinhos à sua volta. Mas aviso aos navegantes: o submarino é bem apertado, então não é recomendável para quem tem claustrofobia nem problemas de coluna.

O Espaço Cultural da Marinha tem também carruagens antigas e barcos da família real. Enfim, é programa para a família toda.

Ilha Fiscal
Saídas: Espaço Cultural da Marinha, Av. Alfredo Agache s/n , próximo à Praça XV, Centro, Rio de Janeiro.
Horário de visitação: As visitas acontecem de quinta-feira a domingo, às 12h30, 14h e 15h30. O embarque começa 15 minutos antes do horário da saída da embarcação.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

O Espaço Cultural da Marinha não abre nos seguintes dias: 1° de janeiro, Carnaval, Sexta-feira da Paixão, 2 de novembro e 4, 24, 25, e 31 de dezembro.
Ingressos: Só podem ser comprados nos dias de passeio das 11h às 16h, no Espaço Cultural da Marinha. O preço é R$ 15 para adultos e R$ 7 para estudantes, crianças até 12 anos e adultos com mais de 60 anos.
Telefones:(021) 22339165 / (021) 21046992.

Espaço Cultural da Marinha
Endereço: Av. Alfredo Agache s/n , próximo à Praça XV, Centro, Rio de Janeiro.
Horário de funcionamento: De terça a domingo, das 12h às 17h. O Espaço Cultural da Marinha não abre nos seguintes dias: 1° de janeiro, Carnaval, Sexta-feira da Paixão, 2 de novembro e 4, 24, 25, e 31 de dezembro.
Telefones: (21) 2104-5592 / 2104-6025
Ingressos: Grátis.

 

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. leidimar
    04 abr 2016

    Amo esse passeio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *