O que fazer em Morro de São Paulo (BA): Melhores praias e passeios

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 21/12/2022

Morro de São Paulo é um dos destinos de praia mais bonitos e animados da Bahia. E já te adianto que há muito o que fazer em Morro de São Paulo. Por isso, neste post eu vou te ajudo a escolher entre as praias e passeios.

Antes de mais nada, é preciso dizer que os turistas precisam pagar uma taxa de R$ 30 ao entrar na ilha (valor de novembro de 2022). Crianças com menos de 5 anos e idosos acima de 60 anos são isentos. Estudantes pagam meia. Também vale esclarecer que todos os preços mencionados neste texto são de novembro de 2022. Dito isso, vamos ao índice deste post:

Onde fica 
Como ir
O que fazer durante o dia
Noite em Morro de São Paulo
O que fazer com chuva
Quantos dias passar em Morro de São Paulo
Onde se hospedar
Quando ir
Onde comer?
Morro de São Paulo vale a pena?

Onde fica Morro de São Paulo

Morro de São Paulo fica na ilha de Tinharé, no Sul da Bahia, na região Costa do Dendê, e é um distrito da cidade de Cairu.

Fica a 248km de Salvador e 48 km de Valença, cidade no continente de onde saem lanchas e barcos para a ilha. Os aeroportos mais próximos são os de Salvador e de Itacaré, mas é mais fácil ir até lá partindo do aeroporto da capital baiana.

Como chegar a Morro de São Paulo

Antes de falar sobre o que fazer em Morro de São Paulo, preciso dizer que chegar lá pode ser meio chatinho. Você pode optar pela dupla carro (ou ônibus) e barco  ou pegar um catamarã direto, que também tem prós e contras. Por fim, avião também é uma alternativa. Para saber preços e como reservar, leia o post sobre Como chegar a Morro de São Paulo.

O que fazer em Morro de São Paulo de dia?

Praias de Morro de São Paulo

Na ilha de Tinharé fica Morro de São Paulo (que tem 5 praias e um centrinho) e também outras “vilas praianas” próximas, que são Garapuá e Gamboa.

Primeira praia

Se você tiver pouco tempo na ilha, ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo, deixe essa de fora do roteiro. Ela é própria para banho, bonita e bem pequena, mas de todas, é a menos linda. Além disso, há poucas barracas de praia e elas são bem mais simples que as de outras praias.

A Primeira Praia fica bem pertinho do centrinho de Morro de São Paulo e tem algumas pousadas. Você pode ir até ela pela areia da Segunda Praia, se a maré estiver baixa. Ou então pode descer por escadas escondidinhas a partir do centrinho.

Na Primeira Praia é que é finalizado o passeio de tirolesa, como explico mais adiante.

primeira praia o que fazer em morro de são paulo

Primeira Praia e montanha de onde desce a tirolesa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Segunda praia

Já achei a Segunda Praia a melhor praia de Morro de São Paulo, mas mudei de opinião. É uma praia pequena, cheia de pousadas, barracas (que viram restaurantes à noite), cadeiras e guarda-sóis. A água  do mar é quentinha e paradinha e azulzinha.

Porém, ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo, recomendo que você vá na Segunda Praia em dias de semana, porque nos finais de semana e feriados ela fica lotada e muito barulhenta (com guerra de caixinha de som).

Um par de espreguiçadeiras com 1 guarda-sol na beira do mar custa entre R$ 30 (dia de semana) e R$ 70 (finais de semana). Já se você não se importar de sentar mais distante do mar (mas ainda na faixa de areia), os restaurantes de lá não cobram pela estrutura nem consumação mínima. Nós gostamos da barraca Funny, onde tem comida gostosa e a bom preço.

Dá para alugar caiaque (R$ 40 por 30 minutos) e Stand Up Paddle (R$ 30 por 30 minutos) lá.

mulher segunda praia o que fazer em morro de são paulo

Segunda Praia vista de mirante. Foto: Maridão.

Na ponta esquerda da Segunda Praia fica a Ilha da Saudade, que é linda, cheia de coqueiros. Ali tem uma área de sombra grátis da vegetação.

ilha da saudade o que fazer em morro de são paulo

Ilha da Saudade, na ponta da Segunda Praia. Foto: Marcelle Ribeiro.

Terceira praia

A Terceira praia é maior que a Primeira e a Segunda e tem pousadas também. Se for passar o dia lá, saiba que tem pouquíssimas barracas, mas dá para almoçar nos restaurantes na parte de cima do calçadão.

É uma praia bem bonita, com um mar azulzinho, calmo e transparente. Porém, como tem muitas pedras, ela só vale a pena na maré baixa, para tomar aquele banho sentado nas piscininhas. Além disso, há muitos barcos nessa praia, porque dela sai o passeio mais famoso da ilha, o da Volta à Ilha.

cachorro Terceira Praia o que fazer em morro de são paulo

Terceira Praia na maré baixa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Quarta praia

Ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo, não deixe de incluir a Quarta Praia no seu roteiro. Na maré baixa ela tem piscininhas naturais com muitos peixinhos (não precisa nem de snorkel pra ver). A água é bem transparente e clarinha.

Como não fica muvucada e é linda, atualmente ela é a melhor praia de Morro de São Paulo na minha opinião. Ela tem 4 Km de extensão e você chega após 20 minutos andando a partir da Segunda Praia. Dá para ir mesmo na maré alta.

Lá tem algumas barracas de praia bacanas, como a Basílico, que tem uma trilha sonora muito boa, chuveiro, banheiro e até stands de massagem. A comida é excelente (prove as massas!). Outra barraca bacana é a Piscinas Naturais.

Ah, na Quarta Praia ficam os hotéis maiores da ilha e os resorts.

mulher sorrindo quarta praia morro de são paulo

Quarta Praia num momento de maré enchendo. Foto: Maridão.

Quinta Praia (Praia do Encanto)

A Quinta Praia também tem mar com águas claras e calmas e 1,6 Km de extensão. Porém, por ser bem mais distante do centro, ela é menos frequentada. Nós fomos até ela num passeio que levava também à praia de Garapuá no mesmo dia e tivemos apenas 30 minutos lá.

Contudo, se você quiser passar mais tempo, pode ir até a Quinta Praia pedalando. Alugue sua bike na Terceira Praia. Porém, saiba que se a maré estiver alta você terá que ir pela estrada de terra interna, que é feia, calorenta e empoeirada.

Na Quinta Praia tem ao menos uma barraca, que tem redes, comida, e estrutura completa. Na maré alta é uma delícia!

redes dentro do mar quinta praia morro de são paulo

Na maré alta as redes da Quinta Praia ficam dentro d’água. Foto: Marcelle Ribeiro.

Atrações em Morro de São Paulo

Agora que você já sabe que as praias são indispensáveis quando o assunto é o que fazer em Morro de São Paulo, vamos para as outras atrações que valem a visita.

Tirolesa

Quem gosta de aventura não pode deixar de fora a tirolesa ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo. Ela começa no alto do Centrinho (a entrada é perto do cais de Morro) e acaba na Primeira Praia. Nela, você salta da tirolesa na água do mar. Custa R$ 80.

Centrinho

O centro da vila tem muitas lojas de roupas e lembrancinhas, além de restaurantes e bares. No fim da tarde rola uma feirinha com barraquinhas de artesanato. Outra atração é a Igreja Nossa Senhora da Luz, que é bonitinha por dentro e por fora.

igreja morro de são paulo o que fazer

Igrejinha no centro de Morro de São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Pôr do sol em Morro de São Paulo

Ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo, não deixe de ir a um dos vários points da ilha para ver o pôr do sol. Todos ficam bem próximos uns dos outros, virados para o mesmo lado da ilha, no centro, próximo à Igreja Nossa Senhora da Luz e do cais.

Mirante do Farol

O Mirante do Farol é um dos locais onde você pode ver o cair da tarde sem gastar nada. Porém, é o local em que você terá mais trabalho de chegar, porque é preciso subir uma ladeira com escadarias. Nós levamos entre 15 e 20 minutos para chegar.

Você passa por uma área com muitas árvores, mas tem iluminação à noite. E, como o nome já diz, passa pelo Farol da ilha. Lá no mirante há sempre uns músicos tocando por um trocado e um senhorzinho vendendo bebidas. Leve repelente.

pôr do sol mirante do farol morro de são paulo

Pôr do sol no Mirante do Farol. Foto: Marcelle Ribeiro.

Mirante da Fortaleza

Também dá pra ver o pôr do sol sem gastar nada no Mirante da Fortaleza de Tapirandu ou Mirante do Forte, que fica logo após a primeira subida do cais de Morro. Lá você vê também canhões e o movimento dos barcos.

pôr do sol mirante da fortaleza morro de são paulo

Pôr do sol visto do Mirante da Fortaleza. Foto: Marcelle Ribeiro.

Toca do Morcego

Ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo não deixe de ir ao lugar mais descolado para ver o pôr do sol na ilha, a Toca do Morcego, que tem uma bela vista para o mar. Ele atrai muita gente bonita, com bandas, djs e drinks. Nós “almojantamos” lá e gostamos. Pedimos dois risotos a R$ 70 cada (preço similar ao de outros locais da ilha).

O valor do ingresso muda a cada dia. Pagamos R$ 60 de entrada (não consumíveis) numa sexta-feira. A Toca do Morcego abre às 16h30, mas tente chegar lá antes, porque sempre tem fila. Além disso, os melhores lugares são disputados. Nós chegamos às 16h e ainda não tinha fila, mas não era feriado.

mulher com drink vendo mar morro de são paulo

A  Toca do Morcego tem bela vista para o mar. Foto: Maridão.

Bossa Nova Bistrô (Pousada Passárgada)

O melhor pôr do sol em Morro de São Paulo na minha opinião é o do restaurante Bossa Nova Bistrô, que fica na Pousada Passárgada, mas é aberto a não hóspedes.

A vista é muito semelhante à dos demais locais, mas lá tem mesinhas e cadeiras e o melhor: a entrada é grátis. Você paga apenas o que consumir (não há consumação mínima) e o couvert artístico da ótima banda. Um drink custa de R$ 25 a R$ 30.

pôr do sol o que fazer em morro de são paulo

Pôr do sol do Bossa Nova Bistrô (em dia mais claro que os demais). Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeios em Morro de São Paulo

Além dos pontos turísticos de Morro de São Paulo mesmo, você pode fazer passeios para atrações próximas. Vale dizer que os preços dos passeios são meio que tabelados, porque todas as agências de lá cobram o mesmo valor para eles.

Eu comprei todos os meus passeios pelo site da Civitatis e gostei de todos. Os preços do site da Civitatis são os mesmos praticados pelas agências em Morro. Se você gosta do conteúdo aqui do blog e quer nos ajudar, compre pelos links da Civitatis que coloquei aqui no texto. Você não paga nada a mais por isso.

 

 

Ilha de Caitá

Nós fizemos snorkel na Ilha de Caitá e vimos mais peixes do que em outras piscinas naturais famosas da região, como as de Boipeba e a de Moreré. Vimos até uma cobra aquática! É um passeio pouco divulgado, mas muito bacana. Por isso, ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo, não deixe ele de fora!

Você contrata o passeio na Zimbo Dive Tour, na Terceira Praia. Escolha ir de lá até a Ilha de Caitá remando de caiaque (R$ 40) ou de Stand Up Paddle (R$ 50). Os preços incluem equipamento de snorkel.

Um guia local nos mostrou por onde remar. Tem que ter cuidado pra não cair do SUP ou virar o caiaque, porque tem pedras debaixo d’água no caminho. No total o passeio durou umas 2h. Porém tem que ir na maré baixa, tá?

mulher remando stand up paddle

Remando até a Ilha de Caitá. Foto: Maridão.

cobra no mar ilha de caitá morro de são paulo

Cobra marinha na Ilha do Caitá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Mergulho de cilindro (batismo)

Também dá pra explorar a vida marinha da ilha de Caitá num mergulho de cilindro. Neste caso, você não vai remando, mas sim de lancha até lá. O passeio custa R$ 270 e você descer a uma profundidade de até 10 metros.

Praia da Gamboa

A praia da Gamboa é uma praia bonita, menos badalada que as praias de Morro, com algumas barracas, e hospedagem mais barata. O mar por lá quase não tem ondas, mas a cor é um pouco mais escura que a de outras praias da região.

Ao lado da praia da Gamboa tem uma enorme falésia de onde a galera tira argila para passar no corpo. Dizem que faz bem à pele.

Vale a pena ir à Praia da Gamboa a pé, porque no caminho entre Morro e a Gamboa ficam prainhas lindas, bem verdinhas, calmas e transparentes. Achei essas prainhas até mais bonitas que a Praia da Gamboa propriamente dita, mas elas não têm estrutura de barraca nem nada.

praia no caminho para gamboa morro de são paulo

Praia no caminho para a Gamboa. Foto: Marcelle Ribeiro.

São 40 minutos de caminhada entre o cais de Morro de São Paulo e a praia da Gamboa (só ida). Porém, você tem que ir (e voltar) na maré baixa, porque na maré alta parte da faixa de areia some.

Outra opção é ir e/ou voltar de táxi-boat. A passagem nestas pequenas lanchas custa R$ 10 por pessoa por trecho, mas é preciso ter no mínimo 6 pessoas para a lancha sair. Não tem horário fixo de saída ou retorno. Basta você perguntar no cais (ou na praia da Gamboa) pelo táxi-boat.

Também é possível ir à praia da Gamboa num tour de barco, que sai da Segunda Praia e faz uma parada nas piscinas naturais da ilha de Caitá. Além disso, ele para na Praia da Argila e, depois, vai para a Praia Linda (na Gamboa). Esse passeio custa R$ 80.

Na praia da Gamboa nós comemos uma moqueca de camarão maravilhosa por R$ 130 na barraca Portaló Beach.

praia da gamboa o que fazer em morro de são paulo

Praia da Gamboa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio para a praia de Garapuá + Quinta Praia

A Praia de Garapuá foi uma das minhas preferidas da região, porque o mar é bem verdinho, transparente e quentinho. Além disso, há um coqueiral enorme e a praia é ampla e sem muvuca. Por isso, ao analisar o que fazer em Morro de São Paulo, eu não deixaria ela de fora.

Lá tem barracas de praia bem gostosas pra almoçar. Nós comemos um peixe frito delicioso com acompanhamentos por R$ 120 por lá (vou ficar devendo o nome da barraca).

Para ir à Praia de Garapuá você tem que contratar um passeio, que pode ser de 4×4 ou de quadriciclo. Nós compramos no site da Civitatis o passeio de 4×4, de dia inteiro, que custou R$ 130 por pessoa.

O 4×4 é, na verdade, a caçamba de uma picape adaptada, com bancos e uma cobertura pra proteger do sol. O veículo sai da Segunda Praia e leva uns 40 minutos por uma estrada de terra bem esburacada. Sacoleja um pouco, mas dá pra ir de boa. Se você for de quadriciclo, um guia vai te mostrando o caminho.

mar praia garapuá o que fazer em morro de são paulo

Praia de Garapuá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Tivemos umas 3h a 4h livres na Praia de Garapuá. Dá tempo de fazer um passeio complementar opcional, de barco até as piscinas naturais de Garapuá, pra fazer peixinhos. Mas só vale a pena na maré baixa. Você contrata os barquinhos na praia mesmo e eles saem a todo tempo. Custa R$ 20 por pessoa ida + volta.

piscinas naturais praia de garapuá morro de são paulo

Piscinas naturais da praia de Garapuá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Outro passeio complementar opcional é o de caiaque pelos mangues numa ponta da praia de Garapuá, que custa R$ 80 por pessoa. A água ali é bem clarinha. Esse também você contrata no local e vai um guia com você.

mulheres remando caiaque mangue garapuá

Passeio de caiaque em mangue de Garapuá. Foto: Wesley dos Santos Leal.

Na ida ou na volta o passeio a Garapuá também para por uns 30 minutos na Quinta Praia de Morro de São Paulo. Nós tivemos tempo apenas de curtir as redes dentro da água do mar na Quinta Praia.

Volta à Ilha

O passeio mais famoso da região é o Volta à Ilha, em que você conhece praias e piscinas naturais.

Cerca de 40 minutos após sair da Terceira Praia, nossa lancha chegou às piscinas naturais da Praia de Garapuá, onde vimos peixinhos com snorkel. A segunda parada foi nas piscinas naturais de Moreré, na ilha de Boipeba. A água do mar é surreal de linda lá, mas não deu para ver muitos peixinhos porque a maré já estava subindo.

piscina natural moreré o que fazer em morro de são paulo

Piscinas naturais de Moreré com maré enchendo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Depois, nossa lancha parou em outra praia de Boipeba, a de Cueira, que tem um belo coqueiral. Comemos na barraca do Guido, que é famoso pelas lagostas. Elas custam entre R$ 200 e R$ 240 para 2 pessoas, mas são gostosas. Pena que havia muitas moscas.

Em seguida, andamos com um guia (R$ 30 por pessoa) até outra praia de Boipeba, a da Boca da Barra. O percurso é leve e dura 30min. Passamos por coqueirais e até pelo centrinho pacatíssimo de Boipeba.

Na Praia da Boca da Barra embarcamos na lancha até Canavieiras, um ponto no rio onde você pode comer ostras frescas (R$ 50 a dúzia). Não curto ostras e, por isso, não provei. Por fim, paramos no centro de Cairu para ver uma igrejinha. A vista é bonita do alto, mas o interior da igreja não tem nada demais.

mulher igreja cairu o que fazer em morro de são paulo

Igreja em Cairu. Foto: Maridão.

Esse passeio sai todos os dias, a não ser quando chove. Contudo, é fundamental fazê-lo na maré baixa para poder ver peixinhos nas piscininhas. Quando a maré está alta, as lanchas não param nas piscininhas de Garapuá e Moreré e sim nas praias de mesmo nome.

Porém, fique atento, porque as agências de lá não explicam isso direito. Por isso, veja a tábua de marés e vá num dia em que a maré esteja entre 0.0 e 0.6 no fim da manhã.

Eu comprei esse passeio no site da Civitatis e curti bastante. Paguei R$ 250 por pessoa.

Boca da Barra (Boipeba) + Garapuá

Se você tem pouco tempo, ao decidir o que fazer em Morro de São Paulo pode ser interessante fazer um passeio em que você conhece, num mesmo dia, as praias de Garapuá e Quinta Praia (sobre as quais já falamos aqui) e também a praia de Boca da Barra, na ilha de Boipeba.

A praia da Boca da Barra tem águas calmas e barracas onde você pode almoçar. Não é das praias com mar mais claro de Boipeba, porque suas águas se misturam com a de um rio. É na Boca da Barra que você vai passar mais tempo nesse passeio. Ele custa R$ 240 e dura o dia inteiro.

Veja os posts sobre Boipeba

praia boca da barra boipeba

Trecho da Praia da Boca da Barra sem barracas. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio a Boipeba: Moreré + Bainema + Cueira

Esse é um passeio interessante para quem quer conhecer o máximo possível de praias da ilha de Boipeba mesmo estando hospedado em Morro de São Paulo. O barco faz as seguintes paradas:

  • Piscinas naturais da praia de Moreré (em Boipeba);
  • Na praia e piscinas naturais de Bainema (em Boipeba);
  • Praia de Cueira (em Boipeba);
  • Canavieiras para comer ostras.

Ele custa R$ 380. Mas antes de dizer que é caro, note que ele percorre distâncias maiores que os demais.

praia da cueira boipeba

Praia da Cueira, em Boipbea. Foto: Letícia Mascarenhas.

Pacotes de passeio em Morro de São Paulo

Eu comprei todos os meus passeios pelo site da Civitatis e deu tudo super certo. Recebi comprovante por e-mail com dados da empresa local que ia prestar os serviços. E paguei o mesmo preço do que se tivesse comprado lá na hora. Com a vantagem de que no site da Civitatis você consegue ler a opinião de pessoas que já contrataram os passeios.

 

 

O que fazer em Morro de São Paulo à noite

Tem muito o que fazer em Morro de São Paulo à noite!

Você pode fazer compras nas lojinhas e feirinha de artesanato do Centro e comer nos bares e restaurantes de lá, por exemplo.

Outra opção são os bares e restaurantes da Segunda Praia. Quase todos têm música ao vivo (assim como no Centro). Além disso, a Segunda Praia também tem muitas barraquinhas que vendem bebidas ou gulodices.

Também vale a pena assistir ao pôr do sol num dos lugares que já indicamos anteriormente.

Além disso, as baladas são uma opção para quem busca o que fazer em Morro de São Paulo e quer algo bem animado. A Toca do Morcego tem festas que começam à meia-noite, após o pessoal que foi assistir ao pôr do sol sair. Com entrada paga.

Outra opção para a vida noturna de Morro de São Paulo é o Mama Iate Club, que tem djs, bandas, piscina de borda infinita e também cobra ingresso. Para chegar lá é preciso pegar um barquinho que sai do cais de Morro (incluso na entrada).

centro morro de são paulo o que fazer

Centro de Morro de São Paulo à noite. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Morro de São Paulo com chuva?

Não tem muito o que fazer em Morro de São Paulo com chuva, porque a maioria das atrações é ao ar livre. Minha sugestão é que você vá ver as lojinhas e a igrejinha do centrinho e bebericar num dos muitos bares da ilha.

Quantos dias ficar em Morro de São Paulo

Fique no mínimo de 3 a 4 dias inteiros lá. Até porque dá trabalho pra chegar na ilha! Mas como tem muito o que fazer em Morro de São Paulo, o ideal é ficar entre 6 e 7 dias por lá.

Na minha última viagem meu roteiro para Morro de São Paulo foi assim:

  • 1º dia: Chegada no início da tarde e ida à Segunda Praia.
  • 2º dia: Quarta Praia + Pôr do sol no Mirante do Farol + Lojas e igrejinha do centrinho.
  • 3º dia: Passeio para a praia de Garapuá e Quinta Praia.
  • 4º dia: Passeio de Volta à Ilha. Pôr do sol no Mirante da Fortaleza.
  • 5º dia: Passeio de Stand Up Paddle para a Ilha de Caitá + Pôr do Sol na Toca do Morcego.
  • 6º dia: Praia da Gamboa + Pôr do sol no Bossa Nova Bistrô.
  • 7º dia: Primeira Praia + Segunda Praia + Ilha da Saudade. Se você tiver mais pique que eu, sugiro o passeio mais completo a Boipeba (Moreré + Bainema + Cueira).
  • 8º dia: Quarta Praia + Almoço na Terceira Praia. Retorno à tarde.
peixes piscina natural moreré boipeba

Peixes na piscina de Moreré, atração do Volta à Ilha. Foto: Marcelle Ribeiro.

Quando ir

A melhor época para ir a Morro de São Paulo é de dezembro a fevereiro, que é a menos chuvosa. Outros meses que são bons, porque chove menos que 150mm, são setembro, outubro, novembro e fevereiro. Evite ir nos meses mais chuvosos, que são abril, maio e junho. Nesses meses, chove 273 mm, 269 mm e 251 mm em média, respectivamente.

Porém, já te aviso que a previsão do tempo erra bastante em Morro de São Paulo. Fui em novembro, tinha previsão de chover um pouco todos os dias e não choveu em nenhum. Ah, faz calor o ano todo.

Você pode consultar os históricos de temperatura e chuvas no site da Climatempo.

Onde se hospedar

Agora que você já sabe o que fazer em Morro de São Paulo, vou listar algumas boas opções de hotéis e pousadas.

Veja mais dicas no post especial sobre onde se hospedar em Morro de São Paulo.

Onde comer em Morro de São Paulo?

Agora que você já tem uma boa ideia de o que fazer em Morro de São Paulo, seguem algumas dicas de restaurantes  que gostamos por lá:

  • Barraca Funny (Segunda Praia): Carne do sol deliciosa para 2 pessoas por R$ 130. Crepes deliciosos e fartos no jantar por cerca de R$ 30;
  • Café das Artes (Centro): Saladona por R$ 35;
  • Basílico (italiano no Centro e Quarta Praia): Massas caseiras perfeitas por R$ 50 a R$ 70 (individuais). Saladão a R$ 40;
  • Top Grill (Centro e Segunda Praia): Salada farta com frango grelhado: R$ 40;
  • Le Blon Gastrobar (Centro): Prato executivo (PF) gostosinho entre R$ 30 e R$ 40;
  • Maré Bar e Grill (Terceira Praia): Carne do sol muito boa para 2 pessoas por R$ 110. Com vista pro mar.
macarrão o que fazer em morro de são paulo

Massa do Basílico, nosso restaurante preferido em Morro. Foto: Marcelle Ribeiro.

Morro de São Paulo vale a pena?

Sim, Morro de São Paulo vale a pena demais. Apesar de ter algumas praias muvucadas e mais voltadas para o turismo de massa (como a Segunda Praia), a ilha tem praias bem tranquilas (como a Terceira Praia, a Quarta Praia, Gamboa e Garapuá). Além disso, dá para conhecer muito de Boipeba (ilha vizinha) a partir de Morro de São Paulo.

Morro de São Paulo é bacana especialmente para quem gosta de ter um centrinho cheio de lojinhas e muitas opções de bares e restaurantes. Porém, se você quer um lugar suuuuper pacato, sugiro que você fique em Boipeba e não em Morro.

Conclusão

Em conclusão, pode não ser fácil decidir o que fazer em Morro de São Paulo ou chegar a esse destino. Apesar disso, essa viagem vale muito a pena.

E você, tem mais dicas de Morro de São Paulo? Escreva nos comentários!

Leia também: 

Comentários

  1. Anonymous
    19 maio 2011

    Morro só tem um problema: os turistas. Rsrsrs. É que o turismo lá tem sido predatório… da última vez que fui era muito lixo, descuido. Fiquei co o coração partido de ver aquele paraiso ser mal tratado.
    Camille

  2. Anonymous
    19 maio 2011

    Outro passeio obrigatório é ir ver o por do sol do Forte. É daqueles que o pessoal bate palmas qd o sol vai embora. Para chegar lá é só pegar uma peque trilha (uns 15 min) a partir do cais, margeando o rio em direção ao mar.
    Camille

  3. Anonymous
    05 nov 2012

    Qual pousada costuma ficar?

  4. 05 nov 2012

    Peço desculpas, mas não me lembro os nomes das pousadas em que fiquei lá em Morro. Na última vez que fui, não tinha o blog ainda, então não guardava esse tipo de informação. Sorry…

  5. ANTONIO ASSIS DE OLIVEIRA
    08 dez 2021

    Do ventre da mamãe, de toda infância e juventude, minha vida foi o Morro de São Paulo.
    Morro dos passeios, Morro das pescarias com saudoso pai, Morro das curtições com os amigos, Morro dos banhos na Fonte Grande, Morro de buscar água-de-beber na bica, Morro do aguardado passeio na barra e ida ao farol, Morro do suado pão-de-Zé preto, ENFIM, SOU DO MORRO DE SÃO PAULO, QUE NÃO EXISTE MAIS !!.. Fico no puro saudosismo, PREFIRO MINHA GAMBOA !!.. É mais natíva, é mais nossa !!.. O Morro não é mais nosso, foi entregue ao turismo !!.. Não aguento ver !!..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *