Países abertos para brasileiros na pandemia são 98 (em 12/07/21)

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 14/07/2021

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) mudou os planos de viagem de muitos brasileiros por causa das restrições à entrada de estrangeiros em vários países. Aos poucos, alguns lugares estão permitindo a retomada do turismo. Em 12/07/21 eram 98 os países abertos para brasileiros. Neste post, vamos listar as nações que estão reabrindo as fronteiras. E a cada novidade, este texto será atualizado.

Para saber a situação específica de um dos países abertos para brasileiros é só clicar no índice abaixo.

Afeganistão
Albânia
Andorra
Anguilla
Antígua e Barbuda
Armênia
Aruba
Bahamas
Bahrein
Barbados
Belize
Benin
Bermudas
Bielorússia
Bolívia
Bósnia
Botsuana
Burkina Faso
Burundi
Cabo Verde
Camboja
Chade
Colômbia
Comores
Congo
Costa do Marfim
Costa Rica
Croácia
Cuba
Curaçao
Dominica
Egito
El Salvador
Emirados Árabes Unidos
Equador
Eslováquia
Eslovênia
Essuatíni
Etiópia
Gabão
Gâmbia
Gana
Granada
Guatemala
Guiana
Guiné
Guiné-Bissau
Guiné Equatorial
Haiti
Honduras
Irã
Iraque
Irlanda
Islândia
Jamaica
Jordânia
Kosovo
Líbano
Libéria
Macedônia do Norte
Malawi
Maldivas
Mali
Marrocos
Mauritânia
México
Micronésia
Montenegro
Namíbia
Nepal
Nicarágua
Niger
Panamá
Paraguai
Quênia
República Centro-Africana
República Democrática do Congo
República Dominicana
Ruanda
Samoa
Santa Lúcia
São Cristóvão e Neves
São Tomé e Príncipe
São Vicente e Granadinas
Serra Leoa
Sérvia
Sudão
Sudão do Sul
Suíça
Tailândia
Tanzânia
Togo
Tunísia
Turks e Caicos
Ucrânia
Uganda
Zâmbia
Zimbábue

Já é hora de viajar para os países abertos para brasileiros?

Acreditamos que esse ainda não é o momento de viajar para o exterior. Nosso intuito com este post é apenas manter viajantes informados para ajudar a sonhar com viagens no futuro, quando a questão do coronavírus estiver mais calma.

Além disso, vale dizer que muitas vezes um país permite a entrada de turistas, mas eles não podem circular para qualquer cidade. Ou mesmo muitas atrações seguem fechadas.

Mas tem voo para os países abertos para brasileiros?

É importante dizer que o fato de haver vários países abertos para brasileiros no momento, não significa que você encontrará voos para eles saindo do Brasil, uma vez que as companhias aéreas ainda estão retomando as partidas aos poucos.

Além disso, mesmo que haja voos, pode ser que eles façam paradas em países que não permitem sequer a escala de voos internacionais com destino a outros países. Cheque em sites agregadores de passagens aéreas como MaxMilhas e Passagens Promo.

Qual a fonte das informações deste texto?

As informações deste post foram apuradas com a Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo), que representa cerca de 290 companhias aéreas em 82% do território aéreo global. E complementadas com buscas em sites oficiais dos governos locais, de embaixadas como as dos Estados Unidos e do Reino Unido e de grande veículos de comunicação dos países.

praia punta cana países abertos para brasileiros

Punta Cana, na República Dominicana. Foto: Divulgação República Dominicana.

Quais são os países abertos para brasileiros?

1 – Afeganistão

O Afeganistão é um dos países abertos para brasileiros e não há qualquer exigência para os turistas.

2 – Albânia

A Albânia, na Europa, é um dos países abertos para brasileiros, e nem é preciso de visto para entrar no país. Apesar disso, exige-se o uso de máscara em áreas públicas.

3 – Andorra

Brasileiros precisam fazer quarentena de 14 dias para entrar em Andorra, segundo o governo.

4 – Anguilla

Essa pequena ilha do Caribe exige que o turista, antes de viajar, preencha um formulário online e imprima um certificado, que deve ser apresentado no desembarque. Além disso, ele deve mostrar um exame negativo para Covid-19 feito 5 dias antes da viagem e ter um seguro viagem que cubra despesas contra o novo coronavírus.

Para completar, os turistas passam por exames PCR na chegada e outro 10 dias depois. Durante este período, é preciso cumprir quarentena.

Leia também: Qual seguro viagem cobre coronavírus?

Veja no blog A Janela Laranja o que fazer em Anguilla, especialmente em lua de mel.

5 – Antígua e Barbuda

Os turistas que vão para Antígua e Barbuda, no Caribe (América Central), passam por avaliação médica e precisam entregar um formulário com informações sobre o estado de saúde. Além disso, também têm que mostrar um atestado médico com um resultado negativo para o novo coronavírus feito, no máximo, 7 dias antes da chegada ao país. Menores de 12 anos não precisam apresentar o exame para Covid-19.

6 – Armênia

Visitantes precisam fazer quarentena de 14 dias, segundo o governo do país. Se testarem negativo para covid enquanto estão isolados lá, podem ser liberados antes.

7 – Aruba

Aruba é mais um dos países abertos para brasileiros. É preciso apresentar comprovante de Febre Amarela e baixar o aplicativo de saúde de Aruba para preencher a ficha de embarque e desembarque (“ED card”). Para completar o documento o turista deve fazer upload do teste de PCR negativo para o novo coronavírus feito entre 72h a 12h antes do embarque.

O “ED card” tem 5 etapas, que devem ser cumpridas para que o turista possa entrar em Aruba. Ele inclui questionário de dados pessoas e também sobre contato com pessoas possivelmente infectadas e condições de saúde.

Além disso, o viajante tem que fazer o seguro viagem de Aruba criado pelo Governo local para cobrir eventuais custos relacionados a Covid-19 na ilha. O seguro custa US$ 30 (para maiores de 15 anos de idade) ou US$ 10 (para crianças de até 14 anos).

Mais dados detalhados sobre todas as exigências e sobre o seguro você encontra na página do governo de Aruba.

mar aruba países abertos para brasileiros.

Praia em Aruba, um dos países abertos para brasileiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

8 – Bahamas

As Bahamas, no Caribe, estão entre os países abertos para brasileiros. Quem já foi totalmente vacinado (recebeu as 2 doses ou dose única, dependendo da vacina) não precisará de teste de Covid para entrar no país, desde que já tenha passado 2 semanas após a aplicação da segunda dose (ou da dose única) da vacina. É preciso apresentar comprovante de vacinação.

As únicas vacinas que estão sendo aceitas são Pfizer, Moderna, Johnson & Johnson (Jansen) e AstraZeneca.

Quem ainda não se vacinou precisa mostrar um PCR negativo para o novo coronavírus para entrar, feito há no máximo 5 dias da data de chegada. O resultado do teste negativo deve ser enviado online para poder completar o pedido de visto de turista (Bahamas Travel Health Visa) e ser apresentado também na chegada ao país. Crianças com 11 anos de idade ou menos não precisam apresentar teste.

Porém, pessoas de todas as idades devem preencher formulário online, com pelo menos 48h de antecedência do voo.

Além disso, tanto turistas vacinados quanto os não vacinados são obrigados a aceitar um seguro viagem que cobre coronavírus . O custo do seguro está incluído na taxa do visto para entrar nas Bahamas (Bahamas Travel Health Visa). O valor do visto varia de acordo com a duração da permanência nas Bahamas e se o turista já foi ou não vacinado.

Mais informações no site do governo das Bahamas.

9 – Bahrein

Os voos para o Bahrein foram retomados, mas as entradas só são permitidas se você conseguir um visto, que pode ser solicitado no site do governo. Na chegada ao país, você precisa pagar por um teste para a Covid-19 e é preciso ficar em quarentena até a divulgação do resultado.

10 – Barbados

Barbados, no Caribe, é outro dos países abertos para brasileiros. Os passageiros precisam preencher um formulário disponível no site do governo de Barbados 24 horas antes da chegada ao país. Além disso, você terá que presentar um exame negativo para o novo coronavírus feito 72 horas antes do embarque.

Se o exame não for apresentado, os visitantes passam por uma avaliação médica e têm que ficar em quarentena até a realização do teste.

Veja o que fazer em Barbados em uma semana no blog Viagens que Sonhamos.

11 – Belize

Os turistas devem baixar o aplicativo Belize Health Travel App, que vai gerar um QR Code e um Número de Viagem para serem apresentados no desembarque. Além disso, ele precisa fazer reserva em hotéis pré-selecionados. Quem tiver resultado negativo em teste PCR feito até 72h antes do embarque para Belize vai ter o processo de entrada acelerado na chegada.

Dependendo da medição de temperatura feita no desembarque, as autoridade podem escolher passageiros aleatoriamente para fazer um outro PCR. Veja mais no site do governo de Belize.

12 – Benin

O Benin é mais um dos países abertos para brasileiros. Para visitar o país, é preciso preencher um formulário online antes da viagem e, na chegada, pagar por um exame PCR contra o novo coronavírus.

13 – Bermudas

Mais um dos países abertos para brasileiros, as Bermudas exigem o preenchimento de um formulário no site do governo, que deve ser apresentado na hora do embarque. Além disso, todo passageiro com mais de 10 anos precisa apresentar um teste de PCR negativo para o coronavírus feito 7 dias antes da viagem.

Mesmo assim, todos os viajantes podem ser testados na chegada ao país e, nesse caso, precisam respeitar uma quarentena até a divulgação do resultado.

14 – Bielorússia

Os turistas brasileiros que quiserem conhecer a Bielorússia precisam apresentar um laudo de um teste negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. Esse documento precisa estar em inglês, russo ou bielorusso. Além disso, é preciso realizar uma quarentena de 10 dias.

15 – Bolívia

É preciso mostrar um teste negativo PCR para Covid emitido há no máximo 7 dias antes da viagem. Apesar de as fronteiras estarem abertas, o país ainda passa por grandes medidas restritivas de circulação de pessoas.

16 – Bósnia

Passageiros devem apresentar PCR negativo emitido há no máximo 48h.

17 – Botsuana

Para entrar na Botsuana, na África, o visitante tem que levar um certificado negativo de PCR para coronavírus feito até 72h antes da partida de seu primeiro local de embarque. Isso não é necessário para crianças de até 5 anos.

18 – Burkina Faso

O Burkina Faso é mais um dos países abertos para brasileiros. Para conhecer o país africano, basta apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem. Caso isso não seja possível, o viajante precisa pagar por uma avaliação médica na chegada ao país.

19 – Burundi

Para entrar no país africano, os turistas precisam mostrar um teste negativo para o novo coronavírus em inglês ou francês realizado 72 horas antes da chegada. Além disso, os viajantes passam por um novo exame PCR na chegada (pago pelo turista). Também é preciso cumprir uma quarentena de 3 dias em um dos hotéis listados no site do governo do Burundi.

20 – Cabo Verde

Os turistas precisam apresentar um teste negativo para o novo coronavírus feito até 72 horas antes do embarque.

21 – Camboja

No papel, o Camboja até é um dos países abertos para brasileiros, mas, na prática, tudo é feito para dificultar a chegada dos turistas. Para entrar no país, os viajantes precisam apresentar um resultado negativo para Covid-19 feito 3 dias antes do embarque.

Além disso, é preciso apresentar um seguro viagem de US$ 50 mil dólares e depositar US$ 3 mil (R$ 15.455) em um banco na chegada ao Camboja. Para completar, todos os turistas passam por uma avaliação médica e precisam cumprir uma quarentena de 2 semanas.

Leia também: Qual seguro viagem cobre coronavírus?

Como escolher seguro viagem? Veja o vídeo abaixo!

22 – Chade

O Chade, na África, também é um dos países abertos para brasileiros. Ele exige um teste negativo de Covid 19 feito até 72h antes da chegada. Os visitantes também devem cumprir quarentena de 7 dias.

23 – Colômbia

Para entrar na Colômbia, é preciso enviar o “Check Mig” no máximo 24h antes do embarque.

Apesar de não ser obrigatório contratar seguro para lá, não é esperto ir sem um. Tire suas dúvidas sobre o seguro viagem para a Colômbia.

bogotá países abertos para brasileiros

Bogotá, na Colômbia. Foto: Marcelle Ribeiro.

24 – Comores

Para entrar nesse país da África é preciso apresentar exame teste negativo para o novo coronavírus feito há 72h antes do embarque. O documento precisa estar em francês.

25 – Congo

O Congo é mais um dos países abertos para brasileiros. Segundo as regras do país, o turista precisa apenas apresentar um teste negativo para Covid-19. Se isso não for possível, o viajante deve pagar por um teste na chegada ao país e também precisa pagar por uma quarentena. Contudo, as regras só valem para pessoas com mais de 11 anos.

26 – Costa do Marfim

Viajantes devem apresentar um teste negativo de coronavírus feito há no máximo 7 dias e preencher um formulário de saúde online.

27 – Costa Rica

A Costa Rica é um dos poucos países que não exige um exame negativo para o novo coronavírus para os turistas. Mesmo assim, os visitantes precisam preencher um documento de saúde online e guardar o QR Code que será gerado para apresentar na imigração. Além disso, é preciso contratar um seguro viagem que cubra despesas médicas contra a Covid-19.

Leia também: Entenda bem sobre o seguro viagem exigido pela Costa Rica

Seguro Viagem: América do Sul
CORIS 30 BASIC +COVID19 CORIS 30 BASIC +COVID19 Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 21/dia*
GTA 12 BRONZE AMÉR. LATINA COVID-19 PREMIUM30 GTA 12 BRONZE AMÉR. LATINA COVID-19 PREMIUM30 Assistência médica USD 12.000 Bagagem extraviada USD 450 (SUPLEMENTAR) R$ 48/dia*

28 – Croácia

Passageiros que chegarem do Brasil precisam apresentar PCR negativo para covid-19 emitido até 48h antes da chegada. Eles estão sujeitos a quarentena obrigatória de até 14 dias. Mais detalhes no site do governo da Croácia.

Além disso, todos devem preencher o formulário “Enter Croatia Form”. Ele pode ser preenchido na hora ou com antecedência online. Outro formulário que deve ser preenchido é o “Passanger Locator Form“, que o turista deve apresentar na chegada à Croácia.

29 – Cuba

Apenas algumas regiões de Cuba estão abertas para os turistas. Atualmente, os voos internacionais estão liberados apenas para Cayo Coco e é preciso apresentar uma reserva em um dos hotéis aprovados pelo governo. Os turistas têm que passar por avaliação médica na chegada, assim como precisam preencher uma declaração de saúde.

30 – Curaçao

Para entrar em Curaçao, brasileiros devem apresentar uma versão impressa do Cartão Digital de Imigração e de um Cartão Localizador de Saúde Pública preenchido no máximo 48h antes do embarque. Também é preciso levar teste PCR com resultado negativo emitido há no máximo 72h antes da saída do primeiro ponto de embarque. Essas exigências não valem para quem tem até 7 anos de idade.

Além disso, é preciso ter seguro viagem (Veja o post: Seguro Viagem Curaçao: Como escolher)

Os passageiros estão sujeitos a PCR na chegada.

31 – Dominica

Dominica, no Caribe, é um dos países abertos para brasileiros. É preciso preencher um formulário no site do governo da Dominica 24h antes do desembarque e apresentá-lo na chegada. É necessário ter feito um teste do tipo PCR para Covid-19 entre 24h e 72 antes da chegada e ter dado negativo. Uma vez já no país, os viajantes passarão por medição de temperatura.

32 – Egito

Os brasileiros precisam ter um visto para visitar o país. Além disso, é obrigatório o preenchimento de um “Cartão de Saúde Pública” na chegada e a apresentação de um seguro viagem para cobrir eventuais despesas médicas.

Outra exigência é apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 4 dias antes da viagem. Porém, crianças menores de 6 anos não precisam mostrar o exame.

Veja dicas de viagem ao Egito no blog Cumbicão.

Leitura importante: Qual seguro viagem cobre coronavírus?

33 – El Salvador

El Salvador é mais um dos países abertos para brasileiros. É preciso mostrar resultado negativo de exame de Covid (PCR) impresso emitido há, no máximo, 72h.

34 – Emirados Árabes Unidos

Os Emirados Árabes Unidos são mais um dos países abertos para brasileiros, com chegada e saída para os aeroportos de Dubai e Sharjah.

Na chegada, os viajantes precisam apresentar uma declaração de saúde, um seguro viagem que arque com possíveis tratamentos de saúde. E também um resultado negativo de um teste PCR para o novo coronavírus feito até 96 horas antes da chegada ao país. O exame deve ser feito em uma dos laboratórios pré-aprovados.

Os passageiros podem ter que fazer outro PCR na chegada e ficar em quarentena. Além disso, todos os turistas precisam baixar e se registrar no aplicativo COVID-19 DXB.

Se você estiver voando pela Emirates, a companhia aérea está garantindo cobertura de saúde e de custos da quarentena caso você fique doente durante a viagem. Isso vale para qualquer passagem e para qualquer destino atendido pela empresa, mas há algumas condições. Você encontra todos os detalhes no site da Emirates.

Leia também: Todas as dicas sobre viagens para os Emirados Árabes

dubai países abertos para brasileiros

Maior prédio do mundo, em Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

35 – Equador

Os turistas que quiserem viajar para o Equador precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 3 dias antes da chegada ao país ou uma comprovação de vacinação contra o novo coronavírus. Além disso, quem vier do Brasil está sujeito a uma quarentena de 10 dias no Equador paga pelo próprio passageiro.

Os turistas também passam por uma avaliação médica logo depois do desembarque e precisam preencher uma declaração de saúde.

Lembrando que mesmo antes da pandemia do novo coronavírus já exigia de turistas a contratação de seguro viagem para entrar no país.

Leia também: Dicas para não errar ao comprar seguro viagem para o Equador

36 – Eslováquia

Para entrar na Eslováquia os brasileiros devem ter feito teste PCR com resultado negativo em laboratórios nos seguintes países: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Tchéquia, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hunguia, Islândia, República da Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslovênia, Espanha, Suíça, Suécia ou Reino Unido.

O teste deve ter sido feito até 72h antes da chegada.

Também é preciso preencher um formulário online no site do governo do país e se registrar online antes da partida em outro site. Além disso, eles estão sujeitos a terem que fazer um teste PCR para o novo coronavírus na chegada ou quarentena de 10 dias.

Mais informações nos sites https://www.mzv.sk/web/en/covid-19, http://www.uvzsr.sk/ e https://korona.gov.sk/en/travelling-to-slovakia-and-covid19/.

37 – Eslovênia

Brasileiros podem entrar na Eslovênia desde que se submetam a uma quarentena de 14 dias, segundo o governo.

38 – Essuatíni

Para entrar neste pequeno país africano, que fica perto da África da Sul, é preciso apresentar um resultado negativo para o novo coronavírus feito 72 horas da chegada. Caso isso não seja possível, os turistas passam por exames (pagos pelos viajante) no desembarque. Porém, mesmo assim, é preciso cumprir uma quarentena de 14 dias.

39 – Etiópia

A Etiópia é mais um dos países abertos para brasileiros e há voos diretos entre São Paulo e Addis Abeba pela Ethiopian Airlines. Para entrar no país, basta apresentar um teste negativo para a Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem. Entretanto, essa exigência vale apenas para maiores de 12 anos.

A Ethiopian Airlines dá de graça um seguro viagem para quem comprar passagem com a companhia para o país. Saiba mais no site da companhia aérea.

40 – Gabão

Mais um país africano aberto para brasileiros, o Gabão exige a apresentação de um teste negativo para o novo coronavírus feito até 5 dias antes da viagem. Além disso, é preciso cumprir uma quarentena de 14 dias. Porém, as exigências são para quem tem mais de 6 anos de idade.

41 – Gâmbia

Os turistas brasileiros precisam apresentar um certificado médico com um resultado negativo para o novo coronavírus realizado até 72 horas antes do embarque.

42 – Gana

Os passageiros precisam mostrar um teste negativo de PCR feito há no máximo 72h da partida, e fazer um outro PCR na chegada e esse exame é preciso ser pago com antecedência. Porém, menores de 5 anos não precisam cumprir essas exigências. Todos os turistas precisam preencher um formulário online.

43 – Granada

Granada é uma das ilhas do Caribe reabertas para brasileiros. Os turistas precisam mostrar um exame negativo para o novo coronavírus feito até 7 dias antes da viagem. Além disso, é preciso preencher um formulário online, baixar um aplicativo e ter reserva em um hotel pré-aprovado por 5 dias.

Mesmo assim, os viajantes podem ter que passar por avaliação médica e até a uma quarentena. Mais informações no site do governo da Granada.

44 – Guatemala

Na América Central, a Guatemala engrossa a lista de países abertos para brasileiros. Exige-se resultado negativo de exame de Covid (PCR) emitido há no máximo 72h e o preenchimento de formulário online. Esse documento vai gerar um QR Code que precisa ser apresentado na chegada. Mais informações no site do governo.

45 – Guiana

A única exigência das autoridades é a apresentação de um documento médico com um resultado negativo para Covid-19.

46 – Guiné

A Guiné é mais um dos países abertos para brasileiros. Para visitar o país, basta mostrar um exame negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem. Os visitantes também passam por uma avaliação médica ainda no aeroporto.

47 – Guiné-Bissau

Os turistas precisam apenas apresentar um teste negativo para Covid-19 feito 72 horas antes do embarque.

48 – Guiné Equatorial

Para entrar no país, basta apresentar um exame negativo para o novo coronavírus feito até 48 horas antes da chegada. Se isso não for possível, o turista precisa pagar por um teste PCR.

49 – Haiti

É necessário preencher um formulário de saúde para entrar e os passageiros passam por uma avaliação médica na chegada ao país.

50 – Honduras

Os passageiros precisam apresentar teste negativo pra coronavírus (PCR ou rápido) feito há menos de 72h e preencher um formulário no Instituto Nacional de Migración.

51 – Irã

O Irã é mais um dos países abertos para brasileiros. Para entrar lá você deve apresentar certificado negativo para covid em inglês feito há no máximo 96h antes da chegada. Quem chegar com o teste feito fora desse prazo deve fazer um teste no Irã e quarentena. Não é mais possível conseguir o visto na chegada. É preciso pedir com antecedência pelo site do governo.

52 – Iraque

O Iraque está aberto para turistas brasileiros, mas é preciso seguir algumas regras. Os viajantes precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada e esse laudo precisa estar em inglês ou árabe.

Além disso, quem chega ao país passa por uma avaliação médica e precisa ficar em quarentena. Porém, menores de 6 anos não precisam apresentar o exame porque fazem um teste PCR ao entrar no país.

53 – Irlanda

A Irlanda também é um dos países abertos para brasileiros, mas exige uma quarentena de 14 dias. Além disso, todos os turistas com mais de 16 anos precisam passar por uma avaliação médica e preencher um formulário de saúde online.

Entretanto, existem algumas exceções para a quarentena obrigatória. Para saber quais são, basta visitar o site do governo irlandês.

54 – Islândia

Um dos países abertos para brasileiros na Europa é a Islândia, que permite a entrada de pessoas já totalmente vacinadas ou que tenham um comprovante de que já se infectaram com coronavírus.

Pré-requisitos para pessoas já vacinadas:

  • Ter tomado as duas doses da vacina (ou dose única no caso da Janssen) há pelo menos 14 dias antes da chegada na Islândia. As vacinas aceitas são as aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos para a União Europeia (EMA) ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS): Pfizer BioNTech, AstraZeneca, Serum Institute of India, Moderna, Janssen, Sinovac (a nossa Coronavac) e Sinopharm.Neste link do site da OMS dá para saber se a entidade autorizou mais alguma vacina.
  • Mostrar comprovante de vacinação
  • Fazer um registro online prévio (Preregistration for visiting Iceland)
  • Não é necessário apresentar teste PCR, fazer quarentena nem fazer o exame ao chegar.

Pré-requisitos para pessoas que já se infectaram:

  • Ter comprovante de que já se infectou escrito em inglês, dinamarquês, islandês, norueguês ou sueco. Os testes aceitos para comprovação são: PCR positivo emitido há pelo menos 14 dias antes da chegada ou sorologia que mostre a presença de anticorpos medida pelo método ELISA.
  • Fazer um registro online prévio (Preregistration for visiting Iceland).
  • Se você tem comprovação de que se infectou, não precisa apresentar teste PCR, fazer quarentena nem fazer o exame ao chegar.

Pré-requisitos para menores de 18 anos não vacinados:

  • Entrar com um responsável que já esteja totalmente vacinado. Quem nasceu em 2005 ou após 2005 não precisa se submeter a testes ou quarentena.
  • Fazer um registro online prévio (Preregistration for visiting Iceland)

O Ministério das Relações Exteriores, em resposta a e-mail enviado pelo Viciada ao Viajar, informou que o melhor site para esclarecimentos é https://island.is/en/p/entry.

55 – Jamaica

Antes de viajar para o país, os turistas precisam obter uma autorização de viagem através do site da Visit Jamaica. Além disso, todos os viajantes passam por exames médicos na chegada ao país e precisam se submeter à uma quarentena. Os brasileiros ainda precisam apresentar um resultado negativo para Covid-19. O exame precisa ser feito, no máximo, 10 dias antes da viagem.

56 – Jordânia

A Jordânia é um dos países abertos para brasileiros que mais tem regras para entrar. É preciso mostrar um exame negativo para Covid-19 feito até 72h antes da viagem. Além disso, é preciso preencher um formulário online antes da viagem e apresentar o QR Code obtido após o preenchimento na imigração.

Mesmo assim, os turistas passam por exames PCR na chegada e precisam ficar em quarentena por 7 dias. Para completar, os viajantes precisam ter um seguro viagem e instalar um aplicativo do governo no celular.

Leia também: Qual seguro viagem cobre o novo coronavírus?

57 – Kosovo

Entre os países abertos para brasileiros, o Kosovo é um dos que faz menos exigências. Os turistas precisam apenas passar por uma avaliação médica ainda no aeroporto.

58 – Lesoto

Na chegada ao país, todos os viajantes têm que fazer um teste para o novo coronavírus e precisam cumprir uma quarentena de 14 dias.

59 – Líbano

Antes de viajar, os interessados em visitar o Líbano precisam preencher uma declaração de saúde em um site do governo libanês. Além disso, devem apresentar um resultado negativo de um teste PCR para o novo coronavírus feito até 96 horas antes da viagem, que precisa estar em árabe ou inglês.

Se o turista não tiver um teste para a Covid-19, terá que passar por avaliação médica. O teste e a avaliação médica só valem para passageiros com mais de 12 anos.

60 – Libéria

A Líbéria exige que os passageiros façam o download de um aplicativo e preencham um formulário. Além disso, quem chegar sem um exame negativo de PCR para a Covid-19 feito há no máximo 96h antes da chegada terá que fazer um no país, arcando com o custo. Entretanto, isso não é exigido de crianças até 5 anos.

61 – Macedônia do Norte

Atualmente, a Macedônia do Norte não faz qualquer exigência de entrada para turistas brasileiros.

62 – Malawi

Passageiros devem apresentar teste negativo para coronavírus feito há no máximo 10 dias e preencher formulário no desembarque, segundo o governo do país. Além disso, os turistas passam por uma avaliação médica na chegada e devem ficar em quarentena por 14 dias.

63 – Maldivas

As Ilhas Maldivas são um dos países abertos a brasileiros. Os turistas precisam apresentar um comprovante de hospedagem para todo o período da viagem. O governo do país passou a exigir teste PCR negativo feito no máximo 96h antes do embarque. Se você ficou em trânsito por mais de 24 horas, será preciso fazer um novo teste na chegada.

Além disso, todos precisam preencher uma declaração de saúde online 24 horas antes de chegar ao país. Mesmo assim, você pode ter que cumprir quarentena de 14 dias.

No blog Live More, Travel More você vê mais sobre o que fazer nas Ilhas Maldivas.

64 – Mali

O Mali é um dos países abertos para brasileiros e exige a apresentação de um teste negativo para Covid-19 feito até 7 dias antes da chegada. Se isso não for possível, os turistas fazem um teste PCR e passam por uma quarentena. Além disso, uma declaração de saúde precisa ser preenchida e apresentada na imigração.

65 – Marrocos

Para entrar no Marrocos os brasileiros devem ter exame PCR negativo para covid feito há no máximo 48h do primeiro ponto de embarque. O resultado deve estar em árabe, francês ou inglês. Isso não se aplica para crianças de até 10 anos de idade.

Além disso, os turistas estão sujeitos a uma quarentena de 10 dias num dos hotéis listados pelo governo do Marrocos. É preciso mostrar um comprovante de pagamento das diárias. E no décimo dia de quarentena, o governo exige um PCR.

Contudo, quem tiver comprovante de que está totalmente vacinado contra o novo coronavírus não precisa fazer quarentena (mas têm que apresentar PCR negativo). Porém, a segunda dose (ou primeira, em caso de dose única) deve ter sido aplicada há no mínimo duas semanas da chegada no Marrocos.

Segundo o site da Embaixada do Brasil em Rabat, as vacinas aceitas são de Astrazeneca-SK Bio, Covishield (Serum Institute of India), Janssen (Johnson & Johnson), Moderna, Pfizer/BioNTech, Sinopharm, Sinovac (a nossa Coronavac) e Sputnik.

Outra exigência é que todos os passageiros devem apresentar, na chegada ao país, o “Formulário de Saúde Pública do Passageiro” preenchido e impresso.

O Marrocos divide os países em duas listas: A e B. O Brasil atualmente está na lista B.

66 – Mauritânia

No continente africano, a Mauritânia é mais um dos países abertos para brasileiros. Não há qualquer exigência para a entrada no país.

67 – México

O México é um dos maiores países abertos para brasileiros neste momento. Não há muitas exigências para entrar no país. É preciso apenas preencher um formulário online de saúde e apresentá-lo na imigração do aeroporto.

Veja um roteiro de viagem para o México no blog Quase Nômade.

Confira como escolher seguro viagem para o México sem errar.

68 – Micronésia

Os passageiros não podem entrar via Pohnpei e possuir bilhetes de ida e volta. Passageiros que viajam para Pohnpei precisam apresentar um atestado médico e ficar em quarentena por 14 dias.

69 – Montenegro

Segundo a IATA, Montenegro exige de brasileiros teste negativo para covid (PCR) emitido há no máximo 72 horas antes da chegada.

70 – Namíbia

Os aeroportos foram reabertos, mas é preciso mostrar um teste PCR negativo feito, no máximo, 3 dias antes da chegada. Além disso, é preciso ter um seguro saúde para cobrir eventuais despesas médicas.

Importante leitura: Como descobrir qual seguro viagem cobre coronavírus

71 – Nepal

Quem tem visto de turista pode entrar no Nepal, desde que tenha um teste negativo para o novo coronavírus emitido há no máximo 72h antes do embarque do último voo direto para o país. O teste tem que ter foto e QR Code. O turista também tem que ter reserva em um dos hotéis selecionados pelo governo por 7 dias.

Para crianças de até 5 anos de idade não há essa exigência.

Os passageiros estão sujeitos a uma quarentena de 7 dias. Além disso, é preciso apresentar um Cartão Localizador do Passageiro na chegada e preencher o Formulário do Passageiro Internacional antes do embarque e apresentar uma versão impressa desse formulário com código de barras no check-in.

72 – Nicarágua

A Nicarágua exige apenas a apresentação de um exame negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada.

73 – Niger

O Niger exige apenas a apresentação de um exame negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. Se o documento não for apresentado, o turista precisa pagar por uma avaliação médica.

74 – Panamá

Os turistas precisam apresentar um resultado negativo para o novo coronavírus realizado 2 dias antes da viagem. O laudo precisa estar em inglês ou espanhol. Se o exame não for apresentado, o viajante precisa passar por um teste pago do próprio bolso na hora do desembarque.

75 – Paraguai

Os turistas precisam apresentar um relatório médico com um teste negativo para Covid-19 feito até 3 dias antes da viagem. Ou então ter teste positivo para Covid emitido entre 14 e 90 dias antes do embarque.

Também é preciso preencher um formulário de saúde 24 horas antes de chegar ao país. Esse documento vai gerar um QR Code para ser apresentado no desembarque. Mesmo assim, os viajantes estão sujeitos a uma quarentena.

76 – Quênia

Passageiros que chegarem no Quênia precisam ter um teste PCR negativo para Covid 19 feito no máximo a 96h antes da data da viagem. Os brasileiros e turistas de outros países com altas taxas de transmissão do novo coronavírus passam por avaliação médica e têm que ficar em quarentena.

Para completar, é preciso preencher um formulário médico online. Mais informações no site do Ministério dos Transportes do Quênia.

77 – República Centro-Africana

Para entrar, é preciso ter teste negativo para coronavírus feito há no máximo 7 dias do embarque e ficar em quarentena por 14 dias.

78 – República Democrática do Congo

Para entrar no país, é preciso apresentar um exame negativo para Covid-19 feito até uma semana antes da viagem. Além disso, é preciso pagar por um outro teste logo na chegada.

Para completar, todo turista precisa preencher um formulário online e apresentar um QR Code gerado por este site na imigração.

79 – República Dominicana

Conhecida pelas praias de Punta Cana, a República Dominicana, no Caribe, é um dos países abertos para brasileiros. O país exige a apresentação de teste negativo tipo PCR ou antígeno para o novo coronavírus feito há no máximo 72h antes da chegada.

Além disso, os viajantes precisam preencher um formulário eletrônico de saúde antes de passar na imigração.

Quando o turista completar o formulário eletrônico, receberá um QR Code que será escaneado pelas autoridades no portão de entrada ou pelas companhias aéreas na hora do check-in.

O governo da República Dominicana disponibilizou um tutorial de como preencher o formulário. O passageiro pode ter que fazer outros testes para COVID na República Dominicana ao chegar.

O Ministério do Turismo do país está dando seguro viagem gratuito para turistas que se hospedem em hotel até dia 31 de julho de 2021. O seguro vale desde que é feito o check-in no hotel e cobre todo tipo de emergência médica, incluindo as causadas por contágio de Covid-19. Exemplo: fornecimento de remédios no atendimento em internações, transporte médico de emergência, despesas com hotel em caso de hospitalização, gastos por alteração de voos por causa da emergência médica e assistência legal.

Caso você ainda tenha dúvidas, basta acessar o site do governo dominicano.

80 – Ruanda

Ruanda, na África, exige um teste negativo para Covid 19 feito 120 horas antes da chegada ao país. Também exige que o viajante preencha um formulário online e faça um novo teste para o novo coronavírus na chegada. Até o resultado, o turista precisa ficar em um hotel designado pelas autoridades.

81 – Santa Lúcia

Para visitar Santa Lúcia, no Caribe, é preciso apresentar um teste PCR negativo para o novo coronavírus feito até uma semana antes do começo da viagem. O teste precisa ser enviado para um e-mail do governo, que responde com uma carta de autorização para entrar no país.

Além disso, os turistas precisam preencher um formulário online antes de embarcar. Viaje com o teste, os e-mails e todos os formulários impressos para evitar contratempos. Em caso de dúvida, consulte o site do governo de Santa Lúcia.

82 – São Cristóvão e Neves

É preciso apresentar um laudo em inglês com um resultado negativo para Covid-19 feito 3 dias antes da chegada. Além disso, é preciso preencher um formulário no site do governo e também mostrar uma reserva confirmada em um dos hotéis aprovados pelas autoridades. Para completar, é preciso instalar um aplicativo feito pelo governo.

83 – São Tomé e Príncipe

Essa ilha da África aceita brasileiros desde que eles tenham teste negativo para covid (PCR) feito há no máximo 72h antes do embarque.

84 – São Vicente e Granadinas

Essas ilhas do Caribe também estão entre os países abertos para brasileiros. Para visitar, o turista precisa ter um teste negativo para a Covid-19 realizado até 5 dias antes do embarque. É preciso preencher um formulário online. Mesmo assim, os passageiros podem ter que fazer um novo teste PCR e quarentena na chegada.

85 – Serra Leoa

Para entrar em Serra Leoa, na África, é preciso preencher um formulário eletrônico antes da viagem e desembarcar com um laudo que comprove que um exame PCR para covid-19 deu negativo há no máximo uma semana. Mesmo assim, os turistas passam por avaliação médica e podem ter que fazer novos exames para o novo coronavírus na chegada.

Mais informações na fanpage do Ministério da Informação e da Comunicação de de Serra Leoa.

86 – Sérvia

Não há qualquer exigência para os brasileiros visitarem o país, que também não pede visto de entrada.

87 – Sudão

Os passageiros precisam apresentar um exame negativo para a Covid-19 feito até 96 horas antes da chegada ao Sudão e o documento precisa estar em árabe ou inglês. Porém, os menores de 6 anos não precisam apresentar o laudo.

88 – Sudão do Sul

Quem quiser visitar o Sudão do Sul precisa apresentar um exame negativo para o novo coronavírus feito até 96 horas antes da chegada. O documento precisa estar em árabe ou inglês. Além disso, é preciso cumprir uma quarentena de 14 dias. No entanto, o governo suspendeu a emissão de vistos na chegada para quem tem um passaporte normal.

89 – Suíça

Brasileiros que tenham tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19 (ou, no caso da vacina da Janssen, que é de dose única, apenas 1 dose) podem entrar na Suíça. A viagem pode ocorrer logo após ter tomado a segunda dose. Não é preciso esperar passar nenhum dia depois da segunda dose, mesmo em caso de ter tomado a vacina da Janssen.

Quem já foi totalmente vacinado não precisa fazer quarentena nem apresentar PCR negativo para Covid. Também não é necessário fazer PCR ao chegar na Suíça. Contudo, precisará apresentar o comprovante de vacinação traduzido para o inglês ou um dos idiomas falados na Suíça.

Além disso, o turista precisará preencher um formulário antes da entrada na Suíça.

As vacinas aceitas são as aprovadas pela European Medicines Agency for the European Union (EMA – Agência Europeia de Medicamentos para a União Europeia) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). As aceitas pela OMS são: Pfizer BioNTech, AstraZeneca, Serum Institute of India, Moderna, Janssen, Sinovac (a nossa Coronavac) e Sinopharm.

Neste link do site da OMS dá para saber se a entidade autorizou mais alguma vacina.

E se o comprovante de vacinação do brasileiro disser “Coronavac” ou “Butantan” ao invés de Sinovac, ou “Fiocruz” ao invés de Astrazeneca, o que fazer?

O importante é que o certificado seja traduzido, já que a Anvisa ainda não prevê um certificado internacional no momento para a vacina da Covid-19. O Consulado Geral da Suíça no Rio de Janeiro recomenda que a tradução do certificado digital do Ministério da Saúde confirmando a vacinação seja feita por um tradutor juramentado.

Regras diferentes para menores de idade

Menores de 18 anos de idade que não tenham sido totalmente vacinados podem entrar na Suíça, desde que estejam viajando na companhia de maiores de 18 anos já totalmente vacinados. As crianças que tenham até 12 anos não precisam apresentar PCR negativo ao embarcar. Já as que têm entre 12 e 18 anos de idade precisam apresentar PCR negativo na hora do embarque.

Todas as informações acima foram enviadas ao blog pelo Consulado Geral da Suíça no Rio de Janeiro.

Mais informações no site do órgão de migração da Suíça.

90 – Tailândia

Para entrar na Tailândia, brasileiros devem ter teste PCR negativo para Covid-19 emitido há no máximo 72h antes do embarque no primeiro ponto de embarque. Além disso, é preciso ter um seguro saúde com cobertura mínima de US$ 100 mil.

Os passageiros precisam de Certificado de Entrada (Certificate of Entry – COE), emitido pela Embaixada Real da Tailândia e fazer o download do aplicativo ThailandPlus, e se registrar nele com o número do Certificado de Entrada.

Além disso, os turistas precisam ficar de quarentena por no mínimo 14 dias num hotel, às suas próprias custas.

Entretanto, a quarentena não é obrigatória se o turista for voar para Phuket e se ele tiver um comprovante mostrando que já foi totalmente vacinado, sendo que a segunda dose da vacina tem que ter sido aplicada há no mínimo 14 dias da entrada.

As vacinas aceitas são AstraZeneca (Vaxzevria), AZD1222 (SK Bioscience Co Ltd.), Covidshield (a Astrazeneca), Janssen, Moderna , Pfizer-BioNTech, Sinopharm and Sinovac (a nossa Coronavac).

Um bom site para ter informações atualizadas é o site Bangkok Post, em inglês. Já se você prefere ver as notícias em português, recomendo o site Passeios em Phi Phi, que tem atualizações frequentes sobre a quarentena obrigatória na Tailândia.

Atenção! Leia o post sobre quais seguros viagem cobrem coronavírus!

templo tailândia países abertos para brasileiros

Tailândia: aberto, mas com muitas exigências. Foto: Marcelle Ribeiro.

91- Tanzânia

A Tanzânia é um dos países abertos para brasileiros. Todos os turistas precisam passar por uma avaliação médica na chegada. Além disso, os viajantes precisam preencher um formulário sobre o estado de saúde e apresentar o documento na imigração.

92 – Togo

Os brasileiros interessados em viajar para Togo precisam preencher um formulário online no site do governo do país. Além disso, é obrigatória a apresentação de um teste negativo para Covid-19 feito até 7 dias antes da chegada. Mesmo assim, os passageiros passam por uma avaliação médica e quarentena.

93 – Tunísia

Mais um dos países abertos para brasileiros na pandemia, a Tunísia exige que os passageiros preencham uma declaração de saúde antes do embarque. Uma vez preenchida, será gerado um QR Code, que deve ser apresentado antes do embarque e também na chegada, na Imigração.

Além disso, é preciso apresentar um comprovante impresso do teste PCR negativo para Covid-19 emitido até 72h antes da chegada, que deve estar em árabe, inglês ou francês. Contudo, não se exige teste de passageiros com menos de 12 anos nem daqueles que estiverem em um tour “all inclusive”.

A Tunísia pode solicitar que os visitantes façam quarentena de 14 dias na chegada.

94 – Turks e Caicos

Essas ilhas do Caribe exigem que os turistas preencham uma autorização de viagem 24 horas antes do embarque e apresentar o documento na imigração. O documento está no site do bureau de turismo das ilhas. Além disso, é preciso apresentar um resultado negativo de um teste para o novo coronavírus feito até 5 dias antes da viagem.

Mesmo assim, todos os visitantes são avaliados na chegada e precisam fazer um isolamento por 14 dias.

O blog Viva o Mundo tem todas as dicas para que você conheça Turks.

95 – Ucrânia

Brasileiros precisam de um PCR negativo para Covid emitido no máximo 72h antes da chegada para entrar. Além disso, devem ter um seguro viagem para cobrir qualquer despesa médica. Os turistas estão sujeitos a quarentena. Todos os detalhes estão no site Visit Ukraine.

Leia também: Qual seguro viagem cobre coronavírus?

96 – Uganda

Passageiros que não apresentarem teste negativo para covid emitido há no máximo 72h da partida para Uganda terão que fazer um PCR na chegada. Os passageiros estão sujeitos a quarentena.

97 – Zâmbia

Localizada na África, a Zâmbia aceita brasileiros desde apresentem teste PCR negativo feito há no máximo 14 dias antes da chegada. Além disso, na chegada, eles terão que preencher um formulário de saúde e precisam fazer quarentena por 2 semanas.

98 – Zimbábue

O Zimbábue é um dos países abertos para brasileiros. Para conhecer o país, é preciso apresentar um exame negativo para a Covid-19 feito até 48 horas antes do embarque. Se isso não for possível, é preciso passar por um teste PCR e por uma quarentena na chegada ao país.

Foi a algum dos países abertos para brasileiros?

Se você foi a algum dos países abertos para brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus, deixe nos comentários como foi a sua experiência.

E para saber como é fazer o teste do Covid-19 no aeroporto de Guarulhos, vale a leitura do blog Voyajando.

Leia também:

Comentários

  1. Melissa Capinan
    28 jun 2021

    Bom dia, Marcelle!
    Onde obteve essa informação sobre a liberação da entrada de brasileiros em Porto Rico?
    Tem algum site oficial do governo, para eu me certificar?
    Obrigada,
    Melissa

    • 28 jun 2021

      Oi, Melissa, tudo bem?
      A informação estava no site da IATA: https://www.iatatravelcentre.com/world.php. A IATA é a Associação Internacional de Transporte Aéreo, que representa cerca de 290 companhias aéreas em 82% do território aéreo global. Ela é a principal fonte de informação sobre países abertos e fechados no mundo atualmente. Mas pelo visto já mudou. Agora as regras dos EUA se aplicam a Porto Rico. Portanto, não dá pra entrar lá sem aquela quarentena de 14 dias que os EUA exigem. Por isso, tirei aqui do post. Obrigada por me alertar. O site do governo de Puerto Rico é https://pr.gov/Pages/default.aspx.
      Abraço,
      Marcelle

  2. Juanita
    01 jul 2021

    Ola Marcelle Bom dia!
    Os requisitos de entrada as Bahamas estao errados, ja que o destino nao exige quarentena como informa.
    Obrigada.

  3. Alexsandro Luiz Julio
    05 jul 2021

    Sempre tive curiosidade de visitar países do leste europeu. Como a Servia, a Bósnia, Montenegro e Kosovo estão com poucas exigências, acho que pode ser o momento. Minha duvida é: Se eu transitar entre estes países, vou precisar refazer exames ou ficar de quarentena. Exemplo: Montenegro exige PCT de 72 horas, já a Bósnia,de 48h. Se eu for a um deles primeiro, como fica. Pois são países pequenos, vale a pena sair daqui e aproveitar a viagem.

    • 05 jul 2021

      Oi, Alexsandro, tudo bem?
      Para você esclarecer esses pontos, recomendo que você busque a embaixada ou consulado desses países no Brasil, se houver. Se não houver, mande e-mail para embaixada ou consulado desses países nos EUA, porque certamente eles têm representação diplomática por lá.
      As informações que eu tenho estão no post.
      Abs,
      Marcelle

  4. Fabrício
    05 jul 2021

    Mas no caso da Suíça por exemplo, quem é que fará essa tradução no comprovante da vacina na língua deles pra entrar no país????? Eu mesmo num pedaço qq de papel e caneta????

    • 06 jul 2021

      Oi, Fabrício. Tudo bem? Estou apurando pra vc, posto aqui quando tiver a informação.
      Abs,
      Marcelle

    • 06 jul 2021

      Oi, Fabrício, tudo bem?
      Consultei o Consulado da Suíça no Rio de Janeiro sobre a sua dúvida e a resposta que tive foi “Recomendamos que a tradução do certificado digital do Ministério da Saúde confirmando a vacinação seja feita por um tradutor juramentado”.
      Abraço,
      Marcelle

  5. Cristiane
    11 jul 2021

    Posso entrar pela Suiça, e ir para outro país na Europa. Alemanha ou França?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *