Países abertos para brasileiros em 2022: Veja regras atualizadas

postado por Emanuelle Bordallo e atualizado em: 04/07/2022

São mais de 100 os países abertos para brasileiros. Neste post, listamos as regras de entrada para maiores de 18 anos de idade para os que estão com as fronteiras abertas para turistas brasileiros.

Porém, não incluímos nesta lista países que apenas aceitam brasileiros que tenham algum vínculo no destino, como trabalho, cidadania ou família. Também não colocamos países que até aceitam brasileiros, desde que eles tenham ficado um período X de dias fora do Brasil imediatamente antes de entrar no destino.

As informações foram apuradas com a Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo), que representa cerca de 290 companhias aéreas no mundo, embaixadas, consulados, governos locais e grandes veículos de comunicação.

Se preferir, veja o índice por continente:

África
América Central e Caribe
América do Norte
América do Sul
Ásia e Oriente Médio
Europa
Oceania

Passagem mais barata para os países abertos para brasileiros

Cheque em sites agregadores de passagens aéreas como MaxMilhas e Passagens Promo. Eu mesma já comprei na Passagens Promo e conto se ela é confiável nesse post.

 

praia punta cana países abertos para brasileiros

Punta Cana, na República Dominicana. Foto: Divulgação República Dominicana.

Países abertos para brasileiros na África

África do Sul

Atualizado em 26/08/21: Para entrar na África do Sul é preciso ter PCR negativo feito até 72 horas da partida do primeiro ponto de embarque. Além disso, é preciso preencher um “questionário de saúde do viajante” na chegada.

Benin

Atualizado em 01/09/21: Para visitar o país, é preciso preencher um formulário online antes da viagem e, na chegada, pagar por PCR.

Botsuana

Atualizado em 01/09/21: O visitante tem que levar um PCR negativo feito até 72h antes da partida de seu primeiro local de embarque.

Burkina Faso

Atualizado em 01/09/21: Para entrar, basta apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem.

Burundi

Atualizado em 01/09/21: Os turistas precisam mostrar um teste negativo realizado 72 horas antes da chegada. Além disso, os viajantes pagam por um novo PCR na chegada. Também é preciso cumprir uma quarentena de 3 dias em um dos hotéis selecionados pelo governo.

Cabo Verde

Atualizado em 04/05/22: Turistas devem ter se vacinado completamente entre 14 dias e 270 dias antes da chegada. Caso haja dose de reforço, não há prazo. Não há restrições quanto ao fabricante da vacina.

Caso o viajante não tenha completado o ciclo vacinal, ele pode entrar desde que apresenta uma dessas 3 coisas:  antígeno negativo 48h antes da viagem, RT-PCR negativo 72h antes ou comprovante de recuperação da doença emitido com 90 dias de antecedência do embarque.

Todos os turistas devem preencher um registro online pelo menos 5 dias antes da viagem e podem ser submetidos a exames médicos.

Chade

Atualizado em 01/09/21: O Chade exige um teste negativo feito até 72h antes da chegada e quarentena de 7 dias.

Comores

Atualizado em 01/09/21: É preciso apresentar exame negativo para o novo coronavírus feito até 72h antes do embarque.

Congo

Atualizado em 01/09/21: O turista precisa apresentar um teste negativo para Covid-19. Se isso não for possível, o viajante deve pagar por um teste na chegada ao país e por uma quarentena.

Costa do Marfim

Atualizado em 01/09/21: Viajantes devem apresentar um teste negativo de coronavírus feito até 7 dias antes da viagem e preencher um formulário de saúde online.

Egito

Atualizado em 08/06/22: Para entrar no Egito é preciso estar completamente vacinado 14 dias antes da chegada. Todas as fabricantes de vacina aplicadas no Brasil são aceitas no país.

Quem não está com o ciclo vacinal completo deve mostrar teste de antígeno ou RT-PCR negativo para Covid-19 realizado até 72h antes chegada.

É importante ler sobre seguro viagem para o Egito.

Veja dicas de viagem ao Egito no blog Cumbicão.

Essuatíni

Atualizado em 01/09/21: O país exige PCR negativo feito até 72 horas antes da chegada. Caso isso não seja possível, os turistas pagam por exames no desembarque. Mesmo assim, é preciso cumprir uma quarentena de 14 dias.

Etiópia

Atualizado em 01/09/21: Para entrar no país, basta apresentar um teste negativo para a Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem.

Gabão

Atualizado em 01/09/21: O Gabão exige a apresentação de teste negativo para o novo coronavírus feito até 5 dias antes da viagem e quarentena de 14 dias.

Gâmbia

Atualizado em 01/09/21: Os turistas precisam apresentar PCR negativo realizado até 72 horas antes do embarque.

Gana

Atualizado em 01/09/21: Os passageiros precisam mostrar um PCR negativo feito até 72h antes da viagem e fazer outro PCR na chegada. Esse exame precisa ser pago com antecedência. Todos precisam preencher um formulário online.

Guiné

Atualizado em 01/09/21: Para visitar o país, basta mostrar um exame negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem.

Guiné-Bissau

Atualizado em 01/09/21: Os turistas precisam apenas apresentar um teste negativo para Covid-19 feito 72 horas antes do embarque.

Guiné Equatorial

Atualizado em 01/09/21: basta apresentar um exame negativo para o novo coronavírus feito até 48 horas antes da chegada. Se isso não for possível, o turista precisa pagar por um PCR.

Lesoto

Atualizado em 01/09/21: Na chegada ao país, todos os viajantes têm que fazer um teste para o novo coronavírus e cumprir quarentena de 14 dias.

Libéria

Atualizado em 01/09/21: A Líbéria exige que os passageiros façam o download de um aplicativo e preencham um formulário. Além disso, quem chegar sem PCR negativo feito até 96h antes da chegada terá que pagar por um teste.

Malawi

Atualizado em 01/09/21: Passageiros devem apresentar teste negativo para coronavírus feito até 10 dias antes da viagem e preencher formulário no desembarque. Além disso, os turistas passam por uma avaliação médica e devem ficar em quarentena por 14 dias.

Mali

Atualizado em 01/09/21: O Mali exige a apresentação de um teste negativo para Covid-19 feito até 7 dias antes da chegada. Se isso não for possível, os turistas fazem um PCR e passam por quarentena. Além disso, turistas devem preencher uma declaração de saúde.

Marrocos

Atualizado em 31/05/2022: Brasileiros podem entrar desde que tenham concluído sua vacinação com pelo menos 4 meses da chegada e ou que tenham recebido dose de reforço. O Marrocos aceita todos os imunizantes aplicados no Brasil.

Não vacinados podem entrar se apresentarem PCR negativo feito até 72h antes do primeiro voo.

Além disso, é preciso preencher formulário de “Saúde Pública do Passageiro“.

Mauritânia

Atualizado em 01/09/21: Não há qualquer exigência para a entrada no país.

Namíbia

Atualizado em 01/09/21: Um dos países que estão aceitando brasileiros, a Namíbia exige PCR negativo feito até 3 dias antes da chegada e seguro saúde.

Como escolher seguro viagem? Veja o vídeo abaixo!

Niger

Atualizado em 01/09/21: exige apenas a apresentação de um exame negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. Se o documento não for apresentado, o turista precisa pagar por uma avaliação médica.

Quênia

Atualizado em 01/09/21: Passageiros que chegarem no Quênia precisam ter um PCR negativo feito até 96h antes da viagem. Os brasileiros passam por avaliação médica,  têm que ficar em quarentena e preencher um formulário médico online.

República Centro-Africana

Atualizado em 01/09/21: É preciso ter teste negativo para coronavírus feito até 7 dias antes do embarque e ficar em quarentena por 14 dias.

República Democrática do Congo

Atualizado em 01/09/21: O país exige exame negativo para Covid-19 feito até uma semana antes da viagem e realização de outro teste logo na chegada. Além disso, todo turista precisa preencher um formulário online e apresentar um QR Code gerado por este site.

Ruanda

Atualizado em 01/09/21: Ruanda exige um teste negativo para Covid 19 feito 120 horas antes da chegada. Também exige que o viajante preencha um formulário online e faça um novo teste na chegada. Até o resultado, o turista precisa ficar em um hotel designado pelas autoridades.

São Tomé e Príncipe

Atualizado em 01/09/21: A ilha aceita brasileiros com PCR negativo feito até 72h antes do embarque.

Serra Leoa

Atualizado em 01/09/21: É preciso preencher um formulário eletrônico, ter PCR negativo feito até uma semana antes da viagem. Mesmo assim, os turistas passam por avaliação médica e podem ter que fazer novos exames.

Seychelles

Atualizado em 30/11/21: Brasileiros precisam de autorização de saúde para entrar e estão sujeitos a avaliação médica.

Sudão

Atualizado em 01/09/21: Os passageiros precisam apresentar um exame negativo para a Covid-19 feito até 96 horas antes da chegada.

Sudão do Sul

Atualizado em 01/09/21: exige um exame negativo para o novo coronavírus feito até 96 horas antes da chegada e uma quarentena de 14 dias. No entanto, o governo suspendeu a emissão de vistos na chegada.

Ou seja, tecnicamente o Sudão do Sul é um dos países abertos para brasileiros, mas entrar é outra história.

Tanzânia

Atualizado em 01/09/21: Todos os turistas precisam passar por uma avaliação médica na chegada e preencher um formulário.

Togo

Atualizado em 01/09/21: é preciso preencher um formulário online no site do governo do país. Além disso, é preciso ter teste negativo para Covid-19 feito até 7 dias antes da chegada, passar por avaliação médica e quarentena.

Tunísia

Atualizado em 01/09/21: é preciso preencher uma declaração de saúde, que vai gerar um QR Code a ser apresentado na chegada. Além disso, é preciso PCR negativo emitido até 72h antes da chegada. A Tunísia pode solicitar que os visitantes façam quarentena de 14 dias.

Uganda

Atualizado em 01/09/21:  Passageiros que não apresentarem teste negativo para covid emitido até 72h antes da partida terão que fazer um PCR na chegada. Os turistas estão sujeitos a quarentena.

Zâmbia

Atualizado em 01/09/21: Brasileiros precisam ter PCR negativo feito até 14 dias antes da chegada, preencher um formulário de saúde e fazer quarentena por 2 semanas.

Zimbábue

Atualizado em 01/09/21: Turistas devem ter exame negativo para a Covid-19 feito até 48 horas antes do embarque. Se isso não for possível, é preciso passar por um PCR e por uma quarentena.

Países abertos para brasileiros na América Central e Caribe

Anguilla

Atualizado em 06/04/2022: Turistas brasileiros precisam estar completamente vacinados ao menos 14 dias antes da chegada no país e terem um seguro viagem que cubra despesas médicas com Covid-19. Além disso, deve-se apresentar teste de Covid-19 negativo, coletado 2 dias antes do embarque, se for antígeno, e 3 dias antes, em caso de RT-PCR.

Doses de AstraZeneca, Janssen, Pfizer-BioNTech e Sinovac (Coronavac) são aceitas, incluindo combinações entre elas.

Turistas não vacinados devem preencher um formulário online (exceto jovens até 17 anos acompanhados de responsáveis completamente vacinados). Nesses casos, o viajante sem vacina também deverá realizar um teste de Covid-19 ao chegar no país e pode ser submetido a uma quarentena de 5 dias.

Veja no blog A Janela Laranja o que fazer em Anguilla, especialmente em lua de mel.

Antígua e Barbuda

Atualizado em 01/09/21: é preciso passar por avaliação médica e entregar um formulário sobre o estado de saúde. Além disso, o turista tem que mostrar um teste negativo para o novo coronavírus feito até 7 dias antes da chegada.

Aruba

Atualizado em 19/03/22: É preciso apresentar comprovante de Febre Amarela e baixar o aplicativo de saúde de Aruba para preencher a ficha de embarque e desembarque (“ED card”). Além disso, o viajante tem que fazer o seguro viagem criado pelo Governo local, que custa US$ 30 para maiores de 15 anos.

mar aruba países abertos para brasileiros.

Praia em Aruba, um dos países abertos para brasileiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

Bahamas

Atualizado em 20/06/22: Brasileiros completamente vacinados não precisam apresentar teste negativo para Covid-19 antes da entrada. O país aceita todas as vacinas aplicadas no Brasil, mas pede que a segunda dose tenha sido aplicada no mínimo 2 semanas antes do desembarque.

Já os turistas não totalmente imunizados devem mostrar PCR ou teste rápido negativo feito até 72h antes da chegada.

Barbados

Atualizado em 01/09/21: Os passageiros precisam preencher um formulário disponível no site do governo de Barbados 24 horas antes da chegada. Além disso, você terá que apresentar um exame negativo para o novo coronavírus feito 72 horas antes do embarque.

Veja o que fazer em Barbados em uma semana no blog Viagens que Sonhamos.

Belize

Atualizado em 01/09/21: Os turistas devem baixar o aplicativo Belize Health Travel App, que vai gerar um QR Code e um Número de Viagem para serem apresentados no desembarque. Além disso, é preciso fazer reserva em hotéis pré-selecionados. Quem tiver PCR negativo feito até 72h antes do embarque vai ter o processo de entrada acelerado na chegada.

Bermudas

Atualizado em 01/09/21: As Bermudas exigem o preenchimento de um formulário no site do governo  e PCR negativo feito 7 dias antes da viagem.

Mesmo assim, todos os viajantes podem ser testados na chegada e, nesse caso, precisam respeitar uma quarentena até a divulgação do resultado.

Costa Rica

Atualizado em 08/06/22: A Costa Rica retirou todas as medidas restritivas de viagem relacionadas ao coronavírus. Agora, brasileiros que queiram entrar no país devem apresentar apenas um certificação de vacinação contra a febre amarela.

rafting costa rica países abertos para brasileiros

Rafting na Costa Rica. Foto: Jose Conejo Saenz / Pixabay.

Cuba

Atualizado em 07/04/22: Todos os turistas precisam preencher a “Declaracion de Sanidad del Viajero” ao chegar e podem ser submetidos, aleatoriamente, a exames médicos e teste RT-PCR no desembarque.

Curaçao

Atualizado em 08/06/22: Não há mais restrições de entrada relacionadas ao novo coronavírus. No entanto, turistas brasileiros devem preencher o Cartão de Imigração Digital online.

praia curaçao países abertos para brasileiros

Curaçao. Foto: Jorgen Hendriksen / Unsplash.

Dominica

Atualizado em 01/09/21: É preciso preencher um formulário no site do governo  da Dominica 24h antes do desembarque, além de ter PCR negativo feito entre 24h e 72 antes da chegada.

El Salvador

Atualizado em 01/09/21: É preciso mostrar PCR negativo emitido até 72h antes da viagem.

Granada

Atualizado em 01/09/21:  Os turistas precisam mostrar um exame negativo para o novo coronavírus feito até 7 dias antes da viagem. Além disso, é preciso preencher um formulário online, baixar um aplicativo e ter reserva em um hotel pré-aprovado por 5 dias.

Mesmo assim, os viajantes podem ter que passar por avaliação médica e até uma quarentena.

Guatemala

Atualizado em 01/09/21: Na América Central, a Guatemala engrossa a lista de países abertos para brasileiros. Exige-se um PCR negativo emitido há no máximo 72h e o preenchimento de formulário online. Esse documento vai gerar um QR Code que precisa ser apresentado na chegada.

Haiti

Atualizado em 01/09/21: É necessário preencher um formulário de saúde para entrar e os passageiros passam por uma avaliação médica na chegada.

Honduras

Atualizado em 01/09/21: Os passageiros precisam apresentar teste negativo pra coronavírus feito há menos de 72h e preencher um formulário no Instituto Nacional de Migración.

Jamaica

Atualizado em 16/04/22: Não há mais restrições envolvendo a Covid-19 em vigor.

Nicarágua

Atualizado em 01/09/21: A Nicarágua exige apenas exame negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada.

Panamá

Atualizado em 24/11/21: Passageiros que não apresentarem teste negativo para Covid-19 feito até 72h antes do voo podem ser testados na chegada, pagando do próprio bolso. Quem está completamente vacinado não precisa fazer quarentena nem apresentar o teste.

Também é preciso preencher o formulário “Declaración Jurada de Salud”.

República Dominicana

Atualizado em 09/09/21: O país exige teste negativo feito até 72h antes da chegada. Porém, quem já tiver sido totalmente vacinado pelo menos 3 semanas antes da chegada não precisa apresentar teste negativo.

Além disso, os viajantes precisam preencher um formulário eletrônico de saúde, que gerará um QR Code que será escaneado pelas autoridades.

Santa Lúcia

Atualizado em 01/09/21: Para visitar Santa Lúcia os brasileiros precisam de PCR negativo feito até uma semana antes do começo da viagem e preencher um formulário online.

São Cristóvão e Neves

Atualizado em 01/09/21: É preciso apresentar um teste negativo para Covid-19 feito 3 dias antes da chegada. Além disso, é preciso preencher um formulário no site do governo e mostrar uma reserva confirmada em um dos hotéis aprovados pelas autoridades. Para completar, é preciso instalar um aplicativo feito pelo governo.

São Vicente e Granadinas

Atualizado em 01/09/21: Para visitar as ilhas, o turista precisa ter um teste negativo para a Covid-19 realizado até 5 dias antes do embarque e preencher um formulário online. Mesmo assim, os passageiros podem ter que fazer um novo PCR e quarentena na chegada.

Turks e Caicos

Atualizado em 01/09/21: Os turistas devem preencher autorização de viagem 24 horas antes do embarque e ter teste negativo para Covid-19 feito até 5 dias antes da viagem. Mesmo assim, todos os visitantes são avaliados na chegada e precisam fazer quarentena por 14 dias.

O blog Viva o Mundo tem todas as dicas para que você conheça Turks.

Países abertos para brasileiros na América do Norte

Canadá

Atualizado em 08/06/22: A entrada no país está aberta para brasileiros completamente vacinados 15 dias antes da chegada. O comprovante de vacina precisa ser enviado ao site ArriveCan 72 horas antes do embarque.

Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas, inclusive o mix entre elas. Todos podem ser submetidos aleatoriamente a um teste na chegada.

Estados Unidos

Atualizado em 13/06/22: Os brasileiros devem estar completamente vacinados contra o novo coronavírus.  O país aceita todas as vacinas aplicadas no Brasil, inclusive o mix de vacinas. Os Estados Unidos consideram vacinadas as pessoas que receberam a segunda dose ou dose única da vacina há 14 dias.

Outra exigência é o preenchimento de um formulário antes do embarque.

nova york países abertos para brasileiros

Nova York. Foto: Marcelle Ribeiro.

México

Atualizado em 24/10/22: Para entrar no México, os brasileiros devem preencher uma Autorização Eletrônica. Entretanto, essa exigência não é feita para quem tem visto válido para os Estados Unidos, Canadá, Japão, Reino Unido, Irlanda do Norte ou qualquer dos países europeus que integram o Espaço Schengen.

Confira como escolher seguro viagem para o México sem errar.

Veja um roteiro de viagem para o México no blog Quase Nômade.

praia hotel méxico países abertos para brasileiros

Hotel no México. Foto: Aman / Unsplash.

Países abertos para brasileiros na América do Sul

Argentina

Atualizado em 08/06/22: A Argentina aboliu todas as restrições de vacinação e testes de Covid-19 necessárias para entrar no país. Agora, brasileiros precisam apenas apresentar a Declaración Jurada de Migraciones e ter um seguro viagem com cobertura contra o coronavírus. 

casa rosada buenos aires países abertos para brasileiros

Casa Rosada, na Argentina. Foto: Maridão.

Bolívia

Atualizado em 26/08/21: É preciso mostrar um PCR negativo emitido até 72h antes do embarque e a  “Declaração Juramentada do Viajante para o Acompanhamento da Covid-19”. Além disso, é preciso ter seguro viagem com cobertura para Covid-19.

Os passageiros estão sujeitos a quarentena de 10 dias.

Chile

Atualizado em 20/06/22: O Chile retirou as exigências de vacinação, testagem e quarentena para entrar no país, mas turistas podem ser submetidos aleatoriamente a um teste no aeroporto.

Todos os brasileiros devem preencher o formulário Declaración Jurada de Viajeros pelo menos 48h antes do embarque.

palacio de la moneda países abertos para brasileiros

Palácio de La Moneda, no Chile. Foto: Marcelle Ribeiro.

Colômbia

Atualizado em 08/06/22: Brasileiros que queiram viajar para a Colômbia precisam preencher o “Check Mig” com 72h de antecedência do embarque.

Além disso, todos turistas maiores de 18 anos devem estar completamente vacinados há pelo menos 14 dias antes da viagem ou então apresentar teste negativo para Covid-19. Em caso de PCR, o prazo é de 72h antes do desembarque; se for antígeno, o intervalo passa para 48h.

bogotá países abertos para brasileiros

Bogotá, na Colômbia. Foto: Marcelle Ribeiro.

Equador

Atualizado em 04/05/22: Para entrar no Equador, brasileiros devem apresentar comprovante de vacinação com duas doses aplicadas pelo menos 14 dias antes do embarque. Quem não está completamente vacinado precisa de PCR negativo feito em até 72h.

Viajantes que testaram positivo para Covid-19 no período de 30 dias que antecedem a viagem precisam de um atestado médico que garanta que não têm mais nenhum sintoma de Covid-19.

Mesmo com a documentação, os passageiros podem ser submetidos a exames médicos, teste de antígeno e quarentena de 14 dias se autoridades do país considerarem necessário. Além disso, todos devem preencher uma declaração de saúde e apresentar no aeroporto.

igreja equador países abertos para brasileiros

Igreja em Quito, no Equador. Foto: Georley / Pixabay.

Guiana

Atualizado em 01/09/21: A Guiana é um dos países abertos para brasileiros com poucas exigências, porque é preciso apenas apresentar um resultado negativo para Covid-19.

Paraguai

Atualizado em 05/08/21: Os turistas precisam apresentar  teste negativo para Covid-19 feito até 3 dias antes da viagem.

Porém, não há necessidade de apresentação de teste negativo para passageiros que testaram positivo para Covid entre 14 e 90 dias antes do embarque.

Todos devem preencher um formulário de saúde 24 horas antes de chegar ao país. Esse documento vai gerar um QR Code para ser apresentado no desembarque.

Mesmo assim, os viajantes estão sujeitos a uma quarentena de 5 dias.

Peru

Atualizado em 05/05/22: Quem planeja ir ao país precisa ter completado o ciclo vacinal contra a Covid-19 pelo menos 14 dias antes de viajar. Pessoas não vacinadas ou com vacinação incompleta só podem entrar com teste molecular para Covid-19 negativo feito até 48h antes da chegada.

Além disso, todos os viajantes precisam preencher a Declaración Jurada de Salud del Viajero y Autorización de Geolocalización com 72h de antecedência do embarque e podem ser examinados ao chegar no país.

Uruguai

Atualizado em 09/06/22: Para entrar no Uruguai  é preciso estar  completamente vacinado com qualquer vacina aprovada no Brasil. Outra opção é ter tido Covid entre 10 e 90 dias antes da viagem. Ou ainda, mostrar teste negativo para Covid-19 (PCR ou antígeno) realizado no máximo 72h antes do início da viagem.

Além disso, todos devem preencher a “Declaración jurada de ingreso” e possuir seguro viagem que cubra coronavírus.

 

teatro solis uruguai

Teatro Solís, no Uruguai. Foto: Maridão.

Países abertos para brasileiros na Ásia e Oriente Médio

Armênia

Atualizado em 01/09/21: De fronteiras abertas para brasileiros, a Armênia exige quarentena de 14 dias, segundo o governo do país. Se testarem negativo durante o isolamento, podem ser liberados antes.

Bahrein

Atualizado em 01/09/21: As entradas só são permitidas se você conseguir um visto, que pode ser solicitado no site do governo. Na chegada ao país, você precisa pagar por um teste e é preciso ficar em quarentena até a divulgação do resultado.

Camboja

Atualizado em 17/11/21: O Camboja é um dos países abertos para brasileiros, desde que eles atendam a todos os pré-requisitos abaixo:

  • Apresentem um PCR negativo feito até 72h antes da chegada;
  • Estejam completamente vacinados há no mínimo 14 dias da chegada;
  • Tenham um seguro viagem emitido pelo “FORTE” com cobertura médica mínima de US$ 50 mil;
  • Depositem US$ 2 mil em um banco na chegada ao Camboja.

Os turistas estão sujeitos a teste e quarentena de até 2 semanas.

Coréia do Sul

Atualizado em 08/06/22: Brasileiros que queiram viajar para a Coréia do Sul precisam apresentar teste negativo para Covid-19. Em caso de PCR e outras formas de testagem laboratoriais, o teste deve ser feito em até 48h antes do primeiro ponto de embarque. Para teste de antígeno, o prazo limite é de 24h.

Emirados Árabes Unidos

Atualizado em 12/03/22: Para entrar no país é preciso preencher 1 dos 3 requisitos abaixo:

  • Estar completamente vacinado. Os Emirados Árabes Unidos aceitam todas as vacinas aplicadas no Brasil.
  • Apresentar PCR negativo feito nas 48h que antecedem o voo.
  • Ter se recuperado da Covid-19 no período de um mês antes da data de chegada.

Além disso, é obrigatório ter um seguro de viagem que cubra casos de novo coronavírus. Porém, quem comprou passagem aérea pelas companhias Emirates ou FlyDubai ganha um seguro viagem gratuito.

Os brasileiros podem ter que fazer teste na chegada ao país.

O visto é obtido na chegada ao país.

dubai países abertos para brasileiros

Prédio em Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Filipinas

Atualizado em 10/02/2022: As Filipinas exigem PCR negativo feito com antecedência máxima de 48h do primeiro ponto de embarque para o país. Além disso, é preciso ter concluído a vacinação há pelo menos 15 dias da viagem e instalar o aplicativo “Traze” no celular antes do embarque.

Hong Kong

Atualizado em 02/05/22: Brasileiros que desejam viajar para Hong Kong precisam de teste RT-PCR/PCR negativo até 48h antes do último voo direto para a região e preencher um formulário de declaração de saúde. Além disso, também é necessário estar completamente vacinado pelo menos 14 dias antes da chegada. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.

No aeroporto, as autoridades solicitam um novo teste de Covid-19 e examinam o estado de saúde dos passageiros. Com tudo ok, ainda é preciso ter reserva confirmada em um hotel por no mínimo 7 noites para fazer a quarentena obrigatória, que pode durar até 14 dias. A hospedagem precisa estar nesta lista.

Índia

Atualizado em 18/05/22: Todos os turistas com viagem marcada para a Índia devem preencher um formulário de autodeclaração no AirSUVIDHA, site do aeroporto de Nova Delhi. Viajantes com todas as doses da vacina contra Covid-19 precisam fazer o upload do comprovante no site.

Para quem não tiver completado o ciclo vacinal, é necessário apresentar teste negativo para Covid-19 (RT-PCT, RT-LAMP ou CRISPR) e anexar o resultado também no AirSUVIDHA. O período de validade do teste é de 72h antes do primeiro ponto de embarque.

Todos os viajantes, vacinados ou não, podem ser submetidos aleatoriamente a exames médicos no aeroporto. Além disso, a Índia exige visto (e-visa).

templo india países abertos para brasileiros

Templo em Bangalore, na Índia. Foto: Caio Ribeiro.

Indonésia

Atualizado em 12/03/22: Brasileiros precisam de PCR negativo feito com no máximo 48h de antecedência do primeiro voo com destino ao país. Além disso, também precisam ter concluído sua vacinação há pelo menos 14 dias do embarque.

Outras exigências são mostrar comprovante de pagamento de hospedagem e um visto “E-Visit Turist Visa” com o número que termine em LN. No entanto, brasileiros podem obter o “visto na chegada” (visa on arrival), que voltou a estar disponível.

A Indonésia também está exigindo seguro viagem com cobertura mínima de US$ 25 mil para Covid-19 e que os turistas preencham um formulário chamado E-Hac (Eletronic Health Awareness Card). Esse formulário pode ser encontrado num aplicativo para celular chamado “Pedulilindungi”.

Os turistas podem estar sujeitos a testagem na chegada.

Passageiros completamente vacinados que chegarem pelo aeroporto de Bali e tiverem reserva de hotel por 4 noites não estão sujeitos a quarentena ao chegar. Já os vacinados que não tiverem reserva de pelo menos 4 noites podem ter que fazer quarentena de 1 dia.

Irã

Atualizado em 24/11/21: Para entrar no Irã é preciso PCR negativo feito até 96h antes do embarque. Além disso, os brasileiros precisam ter recebido a segunda dose ou dose única da vacina 14 dias antes da chegada ao Irã.

Os passageiros podem estar sujeitos a novo teste e quarentena, pagos do próprio bolso.

Outras exigências são preencher um formulário antes do embarque e ter um visto do tipo “e-visa”.

Iraque

Atualizado em 01/09/21: O Iraque exige um teste negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. Além disso, quem chega ao país passa por uma avaliação médica e precisa ficar em quarentena.

Israel

Atualizado em 23/05/22: Brasileiros em viagem para Israel devem preencher um formulário de entrada até 48h antes de embarcarem no último voo direto para a região. Caso tudo esteja ok, um passe verde do Ministério da Saúde local vai liberar o acesso.

Passageiros também devem ter um seguro viagem com cobertura para gastos médicos relacionados à Covid-19.

Não é mais necessário fazer teste ou ficar em quarentena após desembarcar no país. O governo exige apenas um teste de Covid-19 negativo pré-voo, que pode ser tanto um PCR com 72h de antecedência quanto um teste de antígeno feito 24h antes.

Japão

Atualizado em 10/06/22: Brasileiros viajando para o Japão devem apresentar teste  negativo feito até 72h antes do primeiro ponto de embarque (antígeno ou molecular).  Além disso, é preciso ter visto e vir num grupo de agência turística. Os brasileiros vacinados com a terceira dose não precisam fazer teste ao desembarcar nem fazer quarentena. O Japão não aceita a Coronavac.

Todos os turistas precisam fazer o download do app MySOS e completar o questionário de quarentena. O preenchimento vai gerar um QR code ao final, que deverá ser apresentado no aeroporto.

Mais detalhes sobre as restrições na fronteira japonesa podem ser encontrados no site do governo.

Jordânia

Atualizado em 04/03/22: É preciso preencher um formulário online e apresentar o QR Code obtido no site na imigração. Além disso, viajantes precisam ter um seguro viagem.

Líbano

Atualizado em 01/09/21: os turistas precisam preencher uma declaração de saúde em um site do governo libanês e apresentar um PCR negativo feito até 96 horas antes da viagem. Se o turista não tiver um teste para a Covid-19, terá que passar por avaliação médica.

Malásia

Atualizado em 05/05/22: Todos os turistas precisam instalar o app MySejahtera e completar um formulário de pré-embarque para ingressarem no país.

Quem está completamente vacinado não precisa fazer teste nem antes nem depois de chegar ao país. Porém, é  necessário ratificar o comprovante de vacinação completa no site MySafeTravel.

Brasileiros com ciclo vacinal incompleto devem apresentar PCR negativo feito até 48h antes do primeiro ponto de embarque. No entanto, caso o viajante mostre um atestado comprovando que se recuperou do coronavírus nos últimos seis meses que antecedem a viagem, o RT-PCR pode ser substituído por um teste rápido de antígeno, também realizado em até 48h. A mesma condição vale para passageiros que venham direto de Singapura.

Além disso, quem não mostrar comprovante de vacinação com pelo menos duas doses deverá fazer um teste de Covid-19 ao chegar no país e ficar em quarentena por cinco dias. Todos os custos serão arcados pelo próprio viajante.

Maldivas

Atualizado em 21/03/22: Os turistas precisam apresentar um comprovante de hospedagem aprovada pelo governo para todo o período da viagem e obterão o visto na chegada.

Viajantes que tiverem a vacinação completa (2 doses ou dose única, no caso da Janssen) podem entrar sem ter que apresentar PCR negativo na chegada. No entanto, é preciso que tenham se passado 14 dias entre a imunização e o desembarque. As Ilhas Maldivas aceitam todos os imunizantes aplicados no Brasil.

Quem se hospedar em ilhas inabitadas não precisa fazer PCR quando sair destas ilhas.

Turistas que não estiverem completamente vacinados terão que ter PC negativo para entrar no país. A amostra deve ter sido coletada nas 96h que antecedem o voo no primeiro ponto de embarque.

No blog Live More, Travel More você vê mais sobre o que fazer nas Ilhas Maldivas.

Myanmar

Atualizado em 25/05/22: O acesso ao país é feito exclusivamente pelo Aeroporto Internacional de Yangon. Brasileiros devem comprovar que estão completamente vacinados pelo menos 14 dias antes da chegada. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.

Além do comprovante, também é necessário mostrar teste RT-PCR negativo feito até 72h antes do embarque e ter um seguro de viagem com cobertura para despesas médicas com Covid-19.

Ao chegar no país, viajantes podem ter que arcar com mais exames médicos e testes de Covid-19. E só são liberados após o resultado.

Outra exigência é preencher uma Declaração de Saúde na chegada a Myanmar.

Nepal

Atualizado em 01/09/21: Quem tem visto de turista precisa ter um teste negativo feito até 72h antes do embarque do último voo direto para o país. O turista também precisa reservar um dos hotéis selecionados pelo governo por 7 dias.

Os passageiros estão sujeitos a uma quarentena de 7 dias. Além disso, é preciso apresentar um Cartão Localizador do Passageiro e preencher o Formulário do Passageiro Internacional.

Singapura

Atualizado em 26/04/22: Para entrar em Singapura, é preciso ter completado o ciclo vacinal ou apresentar teste negativo, feito em até 48h antes do primeiro ponto de embarque.

O resultado deve seguir algumas regras. Todas as fabricantes de vacina aplicadas no Brasil são aceitas pelo país, incluindo o mix entre elas.

Todos os viajantes devem ter um seguro de viagem (SG arrival card) antes de chegar em Singapura. Em alguns casos, as autoridades podem pedir para que o viajante fique em quarentena.

Tailândia

Atualizado em 04/07/22: A Tailândia permite a entrada de turistas vacinados e não vacinados.

Para ser considerado vacinado é preciso ter duas ou mais doses, sendo a segunda aplicada pelo menos 14 dias antes da chegada. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas no país, incluindo o mix entre elas.

Os não vacinados precisam apresentar teste de antígeno ou RT-PCR negativo feito pelo menos 72h do embarque para poderem circular livremente no país. Se não tiverem o teste negativo, eles terão que seguir algumas instruções da autoridade de controle sanitário no ponto de chegada na Tailândia.

templo tailândia países abertos para brasileiros

Templo na Tailândia. Foto: Marcelle Ribeiro.

Vietnã

Atualizado em 09/06/21: O Vietnã é um dos países abertos para brasileiros que não exigem nada relacionado ao novo coronavírus para a entrada de estrangeiros.

Países abertos para brasileiros na Europa

Albânia

Atualizado em 17/11/21: Para entrar é preciso atender a um dos seguintes pré-requisitos:

  • Estar completamente vacinado com pelo menos 2 semanas de antecedência do desembarque;
  • Ter um teste de antígeno negativo realizado até 48h antes da chegada ou um PCR negativo emitido até 72h do desembarque;
  • Possuir um certificado comprovando que se recuperou há no máximo 6 meses de Covid-19.

Alemanha

Atualizado em 08/06/22: Os turistas brasileiros que tenham recebido pelo menos 2 doses de qualquer vacina aplicada no Brasil podem entrar. A partir de 1º de outubro de 2022 será exigida uma terceira dose.

Veja também: Seguro viagem é obrigatório para entrar na Alemanha. Veja pré-requisitos.

catedral berlim paises abertos para brasileiros

Catedral de Berlim. Foto: Marcelle Ribeiro.

Andorra

Atualizado em 01/09/21: Brasileiros precisam fazer quarentena de 14 dias para entrar no país, segundo o governo.

Áustria

Atualizado em 09/06/2022: A Áustria não tem mais nenhuma restrição de entrada relacionada ao vírus.

castelo áustria países abertos para brasileiros

Castelo na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro.

Bélgica

Atualizado em 03/09/21: A Bélgica não tem mais nenhuma restrição de entrada relacionada ao novo coronavírus.

palácio bélgica países abertos para brasileiros

A Bélgica é um dos países abertos para brasileiros na Europa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Bielorússia

Atualizado em 01/09/21: Os turistas precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes da chegada. O país exige quarentena de 10 dias.

Bósnia

Atualizado em 01/09/21: Mais um dos países abertos para brasileiros, a Bósnia exige PCR negativo emitido até 48h antes da chegada.

Croácia

Atualizado em 09/06/22: Não há mais restrições de entrada relacionadas ao novo coronavírus.

Dinamarca

Atualizado em 03/02/22: Quem está completamente vacinado ou já se infectou (entre 11 e 180 dias do desembarque) não precisa fazer quarentena nem fazer teste para o novo coronavírus.

Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas. A Dinamarca considera completamente imunizadas as pessoas que têm as 3 doses ou que receberam a 2ª dose há no máximo 270 dias. Os turistas que receberam a vacina da Janssen também são aceitos, desde que tenham recebido a dose única entre 14 e 280 dias da viagem.

Eslováquia

Atualizado em 04/08/21: Os brasileiros devem ter PCR negativo emitido até 72h antes da chegada. Também é preciso preencher um formulário online no site do governo do país e se registrar online.

Além disso, os brasileiros estão sujeitos a uma quarentena de 14 dias, independentemente do resultado do PCR que deve ser feito após 8 dias da chegada. Com isso, apesar de ser um dos países abertos para brasileiros, a quarentena pode dificultar as visitas.

Escócia

Atualizado em 08/06/22: A Escócia não tem mais exigências relacionadas ao novo coronavírus para permitir a entrada de turistas.

Eslovênia

Atualizado em 04/08/21: A Eslovênia aceita a entrada de brasileiros que se encaixem em um dos pré-requisitos abaixo:

  • Tenham PCR negativo feito até 72h antes da chegada.
  • Apresentem teste tipo antígeno negativo realizado 48h antes do desembarque.
  • PCR positivo emitido entre 11 dias e 6 meses antes da chegada.
  • Receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus há no máximo 8 meses de ter testado positivo para a doença. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.
  • Tenham testado positivo há no máximo 6 meses antes da chegada ao país, desde que possuam um certificado comprovando que se recuperaram da doença.
  • Receberam:
    • A primeira dose da vacina Astrazeneca há pelo menos 21 dias da chegada;
    • Ou a vacina da Janssen há pelo menos 14 dias da chegada no país;
    • Alternativamente, a segunda dose da vacina da Pfizer há pelo menos 7 dias do desembarque;
    • Ou a segunda dose da vacina da Moderna, Sinopharm, Sinovac (Coronavac) e Sputnik V há pelo menos 14 dias da chegada no país.

Quem atende a um desses critérios não precisa fazer quarentena de 10 dias.

Espanha

Atualizado em 09/06/22: Um dos países abertos a brasileiros, a Espanha aceita quem estiver totalmente vacinado entre 14 e 270 dias antes da chegada, ou quem apresentar teste negativo para Covid-19 ou ainda quem tiver se recuperado da doença.

Após esses 270 dias da aplicação da segunda dose, é preciso ter uma dose de reforço para ser considerado vacinado. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.

Já quem decidir entrar portando teste negativo, deve realizar um PCR até 72h antes do embarque ou um teste de antígeno em até 24h.

Além disso, os passageiros precisam preencher um formulário de controle sanitário antes do embarque.

prédio espanha países abertos para brasileiros

Prédio histórico em Madri. Foto: Marcelle Ribeiro.

Finlândia

Atualizado em 05/08/21: Os turistas devem estar completamente vacinados pelo menos 14 dias antes da chegada. A Finlândia aceita todas as vacinas aplicadas no Brasil.

Todos passam por exame de saúde obrigatório na chegada e precisam apresentar um dos seguintes documentos no aeroporto de Helsinque:

  • Comprovante de vacinação completa;
  • Comprovante de vacinação da primeira dose;
  • PCR ou antígeno negativo realizado nas 72h que antecedem a chegada;
  • Laudo com diagnóstico de COVID-19 nos últimos seis meses.

Caso o passageiro não tenha nenhum dos documentos listados acima, as autoridades vão pedir que ele faça dois PCR na Finlândia (serviço gratuito).

França

Atualizado em 09/06/22: Quem está completamente vacinado não precisa apresentar teste negativo para entrar.

Já quem não concluiu a imunização precisa mostrar PCR negativo feito nas 72h que antecedem o embarque, ou teste antígeno realizado nas 48h que antecedem o voo. Outra opção para os não vacinados é comprovar que tiveram Covid-19 com PCR ou teste de antígeno realizado há mais de 11 dias e há menos de 6 meses. Este certificado vale por seis meses contando da data do exame ou teste.

A França considera que o viajante está completamente vacinado se ele tiver recebido uma dose de reforço de uma vacina de RNA mensageiro em até 9 meses após a aplicação da segunda dose ou da dose única.

Os turistas não precisam cumprir quarentena.

Leia também: Seguro para entrar na França é obrigatório. Saiba como escolher.

catedral paris países abertos para brasileiros

Paris é um dos locais que brasileiros podem visitar. Foto: Marcelle Ribeiro.

Grécia

Atualizado em 10/02/22: Turistas vindos do Brasil devem apresentar PCR ou teste antígeno negativo para entrar na Grécia. O PCR deve ter sido realizado com antecedência máxima de 72h do desembarque e o teste de antígeno, com antecedência máxima de 24h.

Não precisam apresentar teste negativo as pessoas que:

  • completaram as doses da vacina até 14 dias antes da viagem. A Grécia aceita todos os imunizantes aplicados no Brasil;
  • ou que se recuperaram da Covid-19 nos últimos 9 meses. Neste caso, o turista precisa mostrar uma certidão emitida pela autoridade pública ou laboratório reconhecido ou um PCR feito entre 2 e 9 meses antes do desembarque, confirmando que está recuperado do vírus.

Segundo o Consulado Geral da Grécia em São Paulo, todos os turistas vindos do Brasil têm sido submetidos a teste rápido para Covid-19 na chegada. Eles precisam ficar em quarentena até receberem o resultado negativo.

Outra exigência é o preenchimento de um formulário antes da viagem.

Holanda

Atualizado em 08/10/21: A Holanda permite a entrada de pessoas que:

  • Foram vacinadas com Janssen pelo menos 28 dias antes da chegada e com certificado de vacinação emitido a partir de 14 de agosto de 2021;
  • Ou que foram vacinados com Janssen pelo menos 14 dias antes do desembarque e com certificado emitido antes de 14 de agosto de 2021 ou;
  • Que foram totalmente vacinados pelo menos 14 dias antes da chegada com AstraZeneca, Moderna, Pfizer, Sinopharm ou Coronavac.

Além disso, os turistas também precisam apresentar teste negativo para COVID-19 e um formulário de declaração de saúde.

Passageiros já completamente vacinados não precisam fazer quarentena.

campo tulipas mulher países abertos para brasileiros

Campo de tulipas na Holanda. Foto: Maridão.

Inglaterra

Atualizado em 08/06/22: Não há mais nenhuma restrição de entrada em relação ao novo coronavírus.

Saiba mais sobre o Seguro Viagem Inglaterra.

inglaterra reino unido países abertos para brasileiros

Londres, no Reino Unido, entre os países abertos para brasileiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

Irlanda

Atualizado em 08/06/22: A Irlanda retirou todas as exigências relacionadas à Covid-19 para a entrada no país. Você deve apenas atentar às exigências de outros países, se for visitar ou passar por algum outro antes de ir para a Irlanda.

Leia no Nosso Blog de Viagem sobre o que fazer em Dublin.

Irlanda do Norte

Atualizado em 19/03/22: A Irlanda do Norte não tem mais nenhuma exigência relacionada ao novo coronavírus para a entrada de estrangeiros.

Islândia

Atualizado em 01/09/21: Um dos países abertos para brasileiros é a Islândia, que tem regras diferentes para cada viajante.

Para pessoas já vacinadas:

  • Ter tomado as duas doses da vacina (ou dose única da Janssen) 14 dias antes da chegada. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.
  • Fazer um registro online prévio.
  • Não é necessário apresentar PCR, fazer quarentena nem fazer o exame ao chegar.

Pré-requisitos para pessoas que já se infectaram:

  • Ter comprovante de que já se infectou.
  • Fazer um registro online prévio.
  • Se você tem comprovação de que se infectou, não precisa apresentar PCR, fazer quarentena ou exame ao chegar.

Itália

Atualizado em 08/06/22: Não há mais restrições de entrada relacionadas à Covid-19.

Kosovo

Atualizado em 01/09/21: Entre os países abertos para brasileiros, o Kosovo é um dos que faz menos exigências. Os turistas precisam apenas passar por uma avaliação médica ainda no aeroporto.

Liechtenstein

Atualizado em 31/08/21: Para entrar no país  os turistas precisam estar totalmente vacinados no máximo 12 meses antes do desembarque. As vacinas aceitas são Astrazeneca, Pfizer, Janssen, Moderna, Coronavac e Sinpharm.

O Liechtenstein também aceita turistas com apenas 1 dose das vacinas de dose dupla, desde que com comprovação  de que já teve o novo coronavírus.  Neste caso, exige-se teste positivo realizado pelo menos 4 semanas antes da primeira dose.

Além disso, os visitantes precisam apresentar um teste negativo feito até 48 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque. No entanto, essa exigência não se aplica a:

  • passageiros com certificado de recuperação COVID-19 emitido 6 meses antes da chegada;
  • Quem já estiver totalmente vacinado;

Todos os passageiros precisam fornecer os detalhes de contato ou preencher o formulário “Cartão de rastreamento de contato“.

Não é necessário fazer quarentena.

Macedônia do Norte

Atualizado em 01/09/21: Atualmente, a Macedônia do Norte é um dos países abertos para brasileiros mais fáceis de entrar, já que não faz qualquer exigência de entrada.

Montenegro

Atualizado em 01/09/21: Montenegro exige PCR negativo emitido até 72 horas antes da chegada.

Noruega

Atualizado em 22/02/22: A Noruega removeu todas as restrições relacionadas à Covid-19. Atualmente valem as mesmas regras que já existiam antes da pandemia. A exceção é para quem vai para o arquipélago de Svalbard.

País de Gales

Atualizado em 08/06/22: Não há mais exigências de entrada em relação ao novo coronavírus.

país de gales paises abertos para brasileiros

País de Gales está aberto a brasileiros. Foto: Daniel Valle.

Portugal

Atualizado em 04/07/22: Portugal não faz mais nenhuma exigência relacionada ao novo coronavírus para permitir a entrada de turistas no país.

padrão do descobrimento países abertos para brasileiros

Portugal está entre os países abertos para brasileiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

República Tcheca

Atualizado em 07/12/2021: Brasileiros completamente vacinados com Janssen, Astrazeneca, Moderna ou Pfizer podem entrar no país.

Além disso, os viajantes precisam apresentar o formulário preenchido online e PCR negativo realizado até 72 horas antes do começo da viagem. Quem estiver vacinado não precisa fazer testes após chegar ao país nem ficar em quarentena.

Sérvia

Atualizado em 01/09/21: Um dos países abertos para brasileiros mais fáceis de entrar é a Sérvia, que não faz qualquer exigência para os brasileiros visitarem o país.

Suíça

Atualizado em 08/06/22: O país acabou com todas as restrições de viagem relacionadas ao coronavírus.

É obrigatório ter seguro Viagem para a Suíça.

montanhas nevadas suíça

Suíça é um dos países abertos para brasileiros. Foto: Angelo Jesus / Unsplash.

Turquia

Atualizado em 17/11/21: A Turquia é mais um dos países abertos para brasileiros que exigem a apresentação de um PCR negativo feito até 72h antes da chegada. Quem estiver completamente vacinado não precisa fazer quarentena. A segunda dose ou dose única deve ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes da chegada. Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas.

Quem não estiver completamente vacinado precisa fazer quarentena de pelo menos 10 dias.

Os passageiros podem ser testados aleatoriamente pelo governo turco.

aya sofia turquia países abertos para brasileiros

Turquia também está entre os países abertos para brasileiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

Ucrânia

Atualizado em 16/08/21: Brasileiros precisam de um PCR ou teste rápido de antígeno negativo emitido no máximo 72h antes da chegada ou um certificado comprovando que está totalmente vacinado.

Além disso, devem ter um seguro viagem para cobrir qualquer despesa médica. Quem não estiver totalmente vacinado deve baixar o aplicativo Vdoma.

Países abertos para brasileiros na Oceania

Austrália

Atualizado em 13/05/22: A Austrália é um dos países abertos para brasileiros completamente vacinados. O país aceita todos os imunizantes aplicados no Brasil e também a combinação entre eles. A segunda dose (ou dose única, no caso da Janssen) deve ter sido tomada ao menos 7 dias antes da viagem.

Todos os turistas devem preencher a Declaração Digital do Passageiro antes da viagem.

Além disso, os turistas podem precisar ficar em quarentena por 14 dias após chegarem ao país, dependendo da região de destino. Cheque as exigências locais antes da viagem.

Fiji

Atualizado em 07/12/21: Brasileiros precisam de uma pré-aprovação da Força Tarefa de Mitigação de Riscos para Covid-19 para entrar, além de estarem totalmente vacinados. Fiji aceita as vacinas Moderna, Janssen, Astrazeneca ou Pfizer.

Os turistas do Brasil também precisam apresentar PCR negativo feito até 3 dias antes do embarque, ter seguro de viagem com cobertura para Covid-19 e comprovante de pagamento de estadia por 10 dias em hotel pré-selecionados para quarentena.

Micronésia

Atualizado em 01/09/21: Passageiros precisam apresentar um atestado médico e ficar em quarentena por 14 dias.

Nova Zelândia

Atualizado em 11/05/22: Brasileiros que planejam viajar para o país devem preencher uma declaração de saúde que garantirá um passe livre para transitar pela Nova Zelândia.

Turistas com mais de 18 anos precisam comprovar que completaram o ciclo vacinal. Todas as fabricantes aplicadas no Brasil são aceitas, inclusive a combinação entre elas.

Além disso, é preciso apresentar teste negativo para Covid-19. Em caso de RT-PCR/PCR, ele deve ser feito 48h antes do primeiro ponto de embarque. Já para teste de antígeno, com 24h de antecedência.

Ao chegar no país, turistas brasileiros vão precisar fazer dois novos testes de Covid-19.

Foi a algum dos países abertos para brasileiros?

Se você foi a algum dos países abertos para brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus, deixe nos comentários como foi a sua experiência.

E para saber como é fazer o teste do Covid-19 no aeroporto de Guarulhos, vale a leitura do blog Voyajando.

Leia também:

Comentários

  1. Luiz Eduardo Lima Miranda
    07 set 2021

    Oi Marcelle, tudo joia? Lendo o site do governo holandês que você deixou linkado, fica bem claro que passageiros chegando de países da União Europeia/Espaço Schengen que já estejam vacinados, não precisam fazer quarentena. Caso você entrar na Europa pela Alemanha por exemplo, ficar alguns dias (até mesmo um dia somente) e ir para a Holanda, não precisaria de quarentena.

    No https://www.government.nl/topics/coronavirus-covid-19/visiting-the-netherlands-from-abroad/checklist-entry é só ler as regas que estão em https://www.government.nl/topics/coronavirus-covid-19/visiting-the-netherlands-from-abroad/checklist-entry/from-the-eu. O que você deixou é somente o de entrada diretamente de países fora da União Europeia/Espaço Schengen.
    Não está relacionado a nacionalidade, e sim de onde o passageiro está vindo, se é de dentro da EU/Schengen ou não.

    Ou seja, se alguém planejar uma Eurotrip entrando por algum país que já aceita brasileiros vacinados sem quarentena (Alemanha, França) e no segundo dia por exemplo, for para a Holanda, não precisaria fazer quarentena.

  2. ítalo favero
    31 out 2021

    O governo peruano emitiu novo decreto hoje, 31/10/2021, permitindo a entrada de estranheiros mediante apresentação de certificado de vacina com as 2 doses completas há mais de 14 dias, não sendo necessários apresentar teste de PCR.
    Para os não vacinados, segue a necessidade do pcr negativo.

    DECRETO SUPREMO
    Nº 167-2021-PCM

  3. Augusto Veloso
    14 nov 2021

    Olá, eu e minha esposa estamos indo pro IRÃ agora em novembro, ligamos na embaixada e me disseram que está permitido a entrada de brasileiros. Não identifiquei aqui pelo site.

  4. Marco Antonio
    23 fev 2022

    Olá Marcelle
    Pretendo fazer um cruzeiro pelo mediterrâneo ou norte da Europa. Se você pudesse explorar um pouco o assunto em relação a exigências sanitárias, seria interessante.
    Estive no Egito e Dubai em novembro passado.
    Egito: Embora o site do consulado não inclua a vacina da astrazeneca chinesa – ela vale.
    o funcionário no aeroporto, mal leu o certificado.
    Dubai: Mesmo com um PCR (vai ser checado pela companhia aérea quando da sua ida), vão fazer outro teste (gratuito). Mais nada. Esqueça os aplicativos locais.
    Anvisa: Péssimo site. Precisei entrar durante a madrugada para fazer a declaração. Não funciona.
    Eles enviam a declaração por email ( em português) o funcionário árabe que foi conferir, não sabe português, ou seja eu embarcaria para o Brasil, mesmo que tivesse uma receita de bolo intitulada “bolo Anvisa”

1 3 4 5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.