Trilhas em Cabo Frio (RJ) levam a paraísos naturais quase secretos

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 07/09/2021

As trilhas em Cabo Frio são uma oportunidade incrível de conhecer lugares lindos e quase secretos. Sim, existe mais em Cabo Frio além das praias. Em trilhas muitas vezes curtas e/ou fáceis, eu conheci praias pequeninas e pouco exploradas, mirantes e dunas apaixonantes. E as fotos ficam lindas! Confira as dicas abaixo. Ah, e no final do post tem um mapa com a localização de cada ponto para te ajudar a se localizar.

Trilhas em Cabo Frio que conheci:

1 – Dunas do Peró / Lençóis do Peró (pin rosa no mapa)

Das dunas branquinhas próximas à praia do Peró você vê o mar do Peró ao fundo, além da mata verdinha da região, com alguns lagos (onde eu acho que não dá banho). Também dá pra agendar pra fazer sandboard lá, com o Rafael Marendino (22 – 98816-7324 / https://www.instagram.com/rafael_marendino/). Por 3h, custa R$ 150 por pessoa, já com o equipamento.

Porém, para fazer o sandboard é preciso agendar antes, porque não fica ninguém lá de forma fixa e não é possível contratar na hora.

Eu fui pra lá pelo caminho mais curto e fácil possível. Estacionamos o carro numa rua sem saída do bairro do Peró e, em seguida, subimos a duna de areia. Após 5 minutos chegamos. Porém, sei que há outra trilha que leva às mesmas dunas do Peró, que sai da praia e que demora mais pra chegar.

Não há cobrança de entrada. Eu fui com guia, e isso foi bacana porque ele nos mostrou o ponto de acesso mais fácil para chegar às dunas, que não é sinalizado. Aliás, eu até busquei no mapa para tentar explicar a vocês onde é exatamente, mas não consegui encontrar.

No tempo em que estivemos lá, vimos apenas mais um grupo além do nosso e era um sábado.

mulher dunas do peró

Dunas do Peró. Foto: Maridão.

mulher duna lagoa trilhas em cabo frio

Parte com lagoa das dunas. Foto: Maridão.

2 – Parque das Dunas / Duna Mãe (pin preto no mapa)

Outro lugar lindo para ver dunas branquinhas e mata verdinha é o Parque das Dunas, onde fica a Duna Mãe (ou Dama Branca). Fica nas proximidades da Praia das Dunas, em Cabo Frio. Eu fui com guia, mas achei fácil ir sem. Além disso, é um lugar bacana para ver o pôr do sol.

Para chegar, coloque no GPS “Condomínio Praia das Dunas”. Fica na Rodovia General Alfredo Gomes Martins (que é a estrada que liga Cabo Frio a Arraial do Cabo) e estacione em frente ao condomínio. Atravesse a estrada, pois do lado direito dela, logo em frente ao condomínio tem um caminho de areia que leva à Duna Mãe. Tem uma placa escrito “Parque Estadual da Costa do Sol – Bem-vindo” fincada na areia onde começa a trilha.

entrada duna mãe trilhas em cabo frio

Início da trilha para a Duna Mãe. Montagem: Marcelle Ribeiro com Google Maps.

A caminhada pela areia até o topo da Duna Mãe dura cerca de 20 minutos (mais o mesmo tanto pra voltar) e é de dificuldade média apenas porque é subida. Eu fui com um guia que é instrutor de sandboard (os contatos dele seguem abaixo), mas achei de boa ir sozinha. Até porque é um lugar em que toda hora aparece grupos de buggy. Ou seja, não é deserto (apesar de não ser muvucado).

mulher duna mãe trilhas em cabo frio

Paisagem vista do Parque das Dunas. Foto: Maridão.

Lá em cima você pode fazer sandboard também, mas só se tiver agendado antes, porque não fica ninguém lá de forma fixa e não é possível contratar na hora. Eu indico o Rafael Marendino (22 – 98816-7324 / https://www.instagram.com/rafael_marendino/).

homem sandboard trilhas em cabo frio

Rafael em ação no sandboard. Foto: Marcelle Ribeiro.

E por favor, não suba nas dunas de nenhum tipo de veículo motorizado, porque é proibido. Esta é uma área de proteção ambiental.

3 – Trilha do Morro do Vigia (pins verdes no mapa)

Essa é uma das trilhas em Cabo Frio que eu mais gostei, porque tem um visual lindo das praias do Peró e das Conchas, além de prainhas minúsculas escondidas e uma gruta ótima para fotos.

Ela tem 860 metros (é circular) e dificuldade média (por ter algumas subidas). É um passeio que dura de 1h30 a 2h no total. Não há cobrança de ingresso.

mulher praia peró trilhas em cabo frio

Admirando a Praia do Peró. Foto: Gracie Croce.

prainha morro vigia trilhas em cabo frio

Praia do Pesqueirinho, onde dá pra tomar banho. Foto: Marcelle Ribeiro.

mulher gruta trilhas em cabo frio

Gruta perto da praia do Pesqueirinho. Foto: Rafael Marendino.

praia morro do vigia trilhas em cabo frio

Praia do Buraco do Sargo, na trilha: difícil pra banho. Foto: Marcelle Ribeiro.

praia das conchas trilhas em cabo frio

Praia das Conchas. Foto: Rafael Marendino.

O Morro do Vigia fica entre as praias do Peró e das Conchas. Para chegar, ande pela areia até a ponta direita da praia do Peró. Na rocha, ao lado de um restaurante na praia, tem uma espécie de portal sinalizando o início do percurso.

entrada trilha vigia trilhas em cabo frio

Portal de entrada da trilha atrás dos fundos de restaurante. Foto: Marcelle Ribeiro.

O meu guia foi o Rafael Marendino (22 – 98816-7324 / https://www.instagram.com/rafael_marendino/). Ele cobra R$ 60 por pessoa.

Vi outros grupos lá sem guia, mesmo sendo dia de semana chuvoso. Por isso, achei seguro. Só que não recomendo ir sozinho à Gruta do Vigia, porque o acesso a ela não é muito óbvio na trilha e requer cuidado para passar por paredões rochosos enquanto o mar quebra ali.

4 – Trilha do Farol da Lajinha (pins vermelhos)

Esta também é uma das mais bacanas entre as trilhas em Cabo Frio na minha opinião, porque a vista do Farol da Lajinha, que foi inaugurado em 1913, é linda! De lá você pode apreciar a Boca da Barra, a Praia do Forte, a praia Brava (ao longe) e a Ilha do Japonês com o Canal de Itajuru.

A entrada é gratuita. Ela tem apenas 1,3 Km e dificuldade média, pois tem trecho de subida. Nós levamos cerca de 1h30 para fazer o percurso.

farol da lajinha trilhas em cabo frio

Vista do farol. Foto: Gracie Croce.

praia do forte trilhas em cabo frio

Praia do Forte vista da trilha. Foto: Marcelle Ribeiro.

O acesso ao início da trilha fica próximo à Ilha do Japonês, no Parque Municipal da Boca da Barra. Coloque no GPS “Avenida dos Espadartes” (bairro de Ogiva) e vá até o final dela. Estacione. Em seguida, caminhe pela estrada de terra bem aberta até uma placa que sinaliza sobre várias trilhas possíveis na região.

Depois, caminhe pela esquerda, passando por uma barraca/restaurante com cadeiras de plástico e mesas perto da água do canal de Itajuru. Após passar o restaurante, caminhando sempre junto à água, você verá uma placa sinalizando o início da trilha do Farol da Lajinha.

No caminho você verá enormes cactus cabeça branca, além de caranguejos e caravelas.

garça canal itajuru trilhas em cabo frio

Ave nas águas do Canal de Itajuru. Foto: Marcelle Ribeiro.

Eu fui com o guia Rafael Marendino* (22 – 98816-7324 / https://www.instagram.com/rafael_marendino/), que cobra R$ 60 por pessoa.

É importante dizer que de todas as trilhas que eu fiz essa foi a única que estava completamente vazia no período em que estivemos lá (um dia de semana super nublado de junho, ou seja, mega hiper baixa temporada). Apesar de o início da trilha ser bem demarcado, e não ter rolado dúvida sobre que caminho seguir, eu acho que a presença de um guia te deixará mais tranquilo.

Veja mais imagens da trilha do Farol da Lajinha no vídeo abaixo!

Trilhas em Cabo Frio que quero conhecer:

5 – Trilhas em Cabo Frio: Praia Brava (pin laranja)

A Praia Brava tem públicos diferentes. Um trecho dela é exclusivo para praticantes do nudismo (naturismo). O outro é para pessoas com roupa, mas mais procurado por surfistas. Ela tem cerca de 1 Km.

O acesso ao início da trilha é próximo ao ponto onde você faz a trilha do Farol da Lajinha e perto da Ilha do Japonês, também no Parque Municipal da Boca da Barra. Coloque no GPS “Avenida dos Espadartes”, que fica no bairro de Ogiva, e vá até o final dela. Lá, você vai estacionar. Depois, ande pela estrada de terra bem aberta até uma placa que sinaliza sobre várias trilhas possíveis na região.

Leia também: Quais as melhores praias de Cabo Frio (RJ)? Dicas valiosas

praia brava trilhas em cabo frio

Praia Brava vista da trilha do Farol da Lajinha. Foto: Marcelle Ribeiro.

6 – Pontal do Peró x Praia de Caravelas (pins cinza)

Uma das trilhas em Cabo Frio que não fiz, mas farei numa outra oportunidade é a que sai do Pontal do Peró (que fica numa ponta da Praia do Peró), passa na Praia das Amendoeiras e vai até a praia de Caravelas, no extremo da cidade de Búzios. O percurso completo tem 6 Km. É um passeio que dura de 3h a 4h e tem trecho de mata mais fechada.

Mas atenção à maré, pois pra curtir a Praia das Amendoeiras ela precisa estar baixa.

7 – Trilha da Praia Fofa (ou da Praia da Pedra Polida ou da Praia Secreta) – pin marrom

Essa é uma das trilhas em Cabo Frio que requer atenção à maré para fazer. Ela dura 1h a partir da entrada do Parque Municipal da Boca da Barra. A praia tem esse nome por causa da erosão do mar nas pedras, que fez com que elas ficassem lisas e polidas.

8 – Trilha da Caverna dos Escravos (pin azul)

Com 1,5 Km de extensão, esta é outra das trilhas em Cabo Frio que começam na entrada do Parque Municipal da Boca da Barra, pertinho da Ilha do Japonês. A caverna tem 50 metros de extensão e três de altura. Uma das lendas diz que ela foi aberta no tempo do Império para ser um depósito de munição. Depois, teria virado esconderijo de escravos.

Conclusão sobre as trilhas em Cabo Frio

Em conclusão, fazer uma das trilhas em Cabo Frio é uma oportunidade de conhecer a cidade além do óbvio. E. muitas vezes, em percursos fáceis e/ou curtinhos. Vale a pena!

* O Viciada em Viajar fez as trilhas do Farol da Lajinha, do Morro do Vigia, das dunas do Peró e do Parque das Dunas a convite do Cabo Frio Convention Bureau.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *