Marcelle Ribeiro

Marcelle Ribeiro, jornalista e viajante

Já acampei de mochila, barraca e saco de dormir. Já dividi banheiro com desconhecido na Europa (mas nunca o quarto!). Já fiquei em pousadinha simples na praia, mas também já fiquei em hotelão e em all-inclusive. Não posso saber que estarei de folga num feriado que já corro para os sites das companhias aéreas. Não curto muito excursão nem city tour e gosto de decidir quando e como vou fazer os passeios que quero.

Dubai: Como ir do aeroporto ao hotel e outras dicas de transporte

7 de junho de 2017, por Marcelle Ribeiro

Dubai é uma cidade maior do que parece nos mapas. Mas nem por isso andar por lá é complicado. Eu experimentei vários tipos de transporte, do aeroporto até o centro da cidade e também por outros bairros e vim aqui para contar para vocês.

 

Metrô

O metrô de Dubai te leva para boa parte dos pontos turísticos de Dubai. Há estações muito próximas, por exemplo, do Burj Khalifa e do Dubai Mall (estação Dubai Mall); do Dubai Museum (Al Fahidi); do aeroporto; e do bairro histórico de Deira. Para os lugares em que não há metrô tão próximo, eu combinei metrô + Uber ou metrô + bonde e deu super certo.

O metrô de Dubai é limpo, seguro e organizado. Todas as estações têm escada rolante ou elevador, o que é uma mão na roda para quem está com malas. Todas as placas e sinalizações estão em inglês. Há vagões especiais só para mulheres (como no Rio de Janeiro) e vagos para todos os sexos.

Os bilhetes são vendidos em máquinas automáticas e também em cabines com funcionários em todas as estações. Em todas as vezes eu comprei com os funcionários, achei mais simples.

O valor do tíquete varia conforme a quantidade de zonas que você quer percorrer. Há tíquetes em cartões, destinados aos usuários frequentes, e os de papel, mais usados por turistas. Para percorrer apenas 1 zona, em maio de 2017, o tíquete individual, de um trecho em um sentido, estava custando 6 AED por pessoa na classe comum (há uma classe “gold”, que é como se fosse uma primeira classe do metrô, que é mais cara). Eu só andei na classe comum e achei ótima.

Há também o Daily Pass, que dá direito a passagens ilimitadas durante um dia inteiro, em todas as zonas, para metrô, trem e ônibus. Por esse, nós pagamos 20 AED por pessoa (ele é vendido nos mesmos lugares que o tíquete individual). Um passe diário só pode ser usado por uma pessoa. Mas lembre-se: preços podem ser reajustados. Para informações super atualizadas, entre no site do metrô de Dubai: http://www.dubaimetro.eu/stations/

Os tíquete são chamados de NOL, então, quando você ler uma plaquinha com esse nome, já saiba o que é.

O metrô funciona de sábado a quarta-feira, das 5h30h à meia-noite; às quintas-feiras das 5h30 à 1h da manhã; e às sextas das 10h às 13h (fecha mais cedo porque eles sexta não é dia útil em Dubai). Achei um bom mapa imprimível do metrô de Dubai neste link. Ah, para sair da estação, você tem que passar o cartão na roleta. Ou seja, passa ele duas vezes: uma para entrar e outra para sair.

 

Metrô de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Metrô de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Reserve seu hotel em Dubai por este link do Booking e ajude o blog.

 

Bonde

A gente pegou o bonde para ir à praia de Jumeirah Beach Residence, que fica meio longe do metrô. A estação do bonde é colada na do metrô e foi bem fácil pegar. Descemos na estação Dubai Marina do metrô e pegamos o bonde até a estação de Jumeirah Beach Residence 1. Foi super tranquilo, mesmo à noite. O bilhete do bonde você valida dentro do vagão ou em maquininhas na estação, como estas da foto. O esquema é o mesmo do metrô: tem que validar na chegada e na saída.

Trem de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Trem de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Máquina para validar o bilhete do trem de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Máquina para validar o bilhete do bonde de Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Uber

Usamos o serviço do Uber duas vezes em Dubai e em ambas foi ótimo. Os carros eram novos, motoristas atentos e chegaram no horário previsto, cumprindo a rota do GPS. Basta você abrir o mesmo aplicativo que usa no Brasil, ligar o GPS e usar exatamente como usa no Brasil. Dá inclusive para pagar em dinheiro (é só escolher essa opção no aplicativo).

Nós usamos Uber para ir do hotel Ibis One Central (ao lado do metrô World Trade Center) ao aeroporto, porque o metrô estaria fechado no horário e pagamos 47 AED pela corrida. E também usamos para ir da praia de Kite Beach até a estação de metrô mais próxima (deu uns 12 AED).

Procurando hotel em Dubai? Reserve por este link do Booking e ajude o blog.

 

Ônibus

Não chegamos a usar ônibus em Dubai, mas achei interessante que os pontos de ônibus da cidade são fechados, com ar-condicionado, de tanto calor que faz lá. Ah, e eles também são integrados ao metrô e ao bonde (tram). Não usei ônibus porque li que não é fácil utilizar esse meio de transporte por lá. Leia mais sobre ônibus em Dubai neste post aqui.

 

Táxi

Também não chegamos a usar táxi em Dubai, mas li que não é tão caro. É mais caro que andar de Uber, é claro, mas os preços não são proibitivos. Leia mais sobre táxi em Dubai aqui.

 

Carro alugado

Essa foi a nossa opção para sair do aeroporto e passar um dia em Abu Dhabi, cidade a 2h de carro de Dubai. Alugamos nosso carro na Alamos, uma locadora que tem em vários países. Pagamos o equivalente a R$ 85 pela diária de um carro simples, com ar-condicionado, 4 portas, com GPS que funcionava mesmo sem internet. Gastamos cerca de 25 AED em pedágio e a mesma quantia em gasolina.

Não espere ver cabines de pedágio com pessoas cobrando a tarifa. Você só sabe que está passando por um posto do pedágio quando olha para o alto e vê uma espécie de passarela acima da pista, com os dizeres “Toll” (que é pedágio em inglês). Não é preciso parar para pagar nada. Todos os carros de lá têm um chip e quando você passa no pedágio, isso gera uma cobrança automática da tarifa. Você só vai descobrir quanto custou o pedágio depois que devolve o carro. No caso da Alamo, a locadora só informou uma semana depois que devolvemos o carro (!!!). Muito louco.

No site Rentcars você reserva nas maiores operadoras do mundo, ganha desconto e ajuda o blog.

 

Há muitos postos de gasolina por Dubai e região.

Dirigir em Dubai e Abu Dhabi não foi fácil pro maridão, mas também não foi impossível. A cidade tem muitas vias expressas, que se cruzam várias vezes. Demos algumas erradas, mesmo com o GPS.

Os motoristas de lá pressionam uns aos outros para andarem rápido e constantemente percebemos que eles estavam acima da velocidade permitida. Andamos no limite e deixamos eles reclamarem sozinhos.

Eles também não costumam dar a vez ou fazer qualquer tipo de gentileza com outros motoristas.

Valeu a pena alugar o carro? Valeu. Saiu bem mais barato do que contratarmos uma excursão em grupo para ir a Abu Dhabi + pagar o táxi do aeroporto até o nosso hotel. Dá um pouco de dor de cabeça, porque dirigir em outro país é sempre tenso, mas nos deu liberdade em relação aos nossos horários também.

Cruzamento de pistas expressas em Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

Cruzamento de pistas expressas em Dubai. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Como ir do aeroporto até o seu hotel em Dubai

Há várias maneiras de ir do aeroporto de Dubai até seu hotel. Dentro do terminal tem duas estações de metrô, a Airport Terminal 1 e a Airport Terminal 3, nos terminais 1 e 3, como indicam os nomes. Elas ficam abertas nos mesmos horários do resto do metrô (mencionei eles acima).

O aeroporto não é muito distante da cidade. Eu me hospedei no Ibis One Central, no bairro de Trade District, e de lá (estação WTC, linha vermelha) para o aeroporto de metrô, a estimativa era de 40 minutos. Para pegar o metrô você paga o equivalente a quantas zonas vai percorrer, como num trajeto normal pela cidade. Não há um tíquete especial só para ir ou voltar do aeroporto. Ou você pode usar o Daily Pass, que citei acima.

De Uber do meu hotel até o aeroporto levamos cerca de 30 minutos, em um horário sem engarrafamento, e paguei 47 AED. De táxi, acho que eu gastaria cerca de 70 AED.

No aeroporto também tem um ônibus especial que leva até a cidade, chamado Sky Bus. Ele tem várias linhas, que param em alguns hotéis. Veja as rotas e itinerários aqui. O bilhete custa 15 AED e é vendido em estações de metrô, de ônibus, no aeroporto e em hotéis. Mais informações no site oficial do Sky Bus: http://dubai-buses.com/skybus.aspx

 

Reserve seu hotel em Dubai por este link do Booking e ajude o blog.

Pensando em alugar um carro para conhecer Dubai e Abu Dhabi? Pelo Rentcars você reserva nas maiores operadoras do mundo, ganha desconto e ajuda o blog.

 

Leia mais:

Dubai: Quando ir, onde ficar e quantos dias ficar

Veja tudo que já escrevi sobre Dubai

Mais curiosidades de Dubai no nosso Facebook (https://www.facebook.com/viciadaemviajar/), Instagram (https://www.instagram.com/viciada_em_viajar) e Twitter (https://twitter.com/viciadaemviajar).

Reserve no Booking e ajude o blog.

Receba os posts por e-mail

Desconto no Seguro Viagem

Curta nossa fanpage