Aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro: Testei bikes Itaú e dou dicas

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 24/06/2021

Uma maneira diferente de conhecer o Rio de Janeiro é de bicicleta. Eu já tive a oportunidade de testar, “quase” como turista, o serviço Bike Rio. A minha nota geral para esse sistema de aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro foi 7 (passou raspando), e eu explico a razão neste post. Uma novidade é que além das tradicionais bicicletas, agora também é possível alugar bicicletas elétricas na cidade.

Tá, mas como é que faz para pegar as bikes? Te conto tudo sobre o aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro, veja o índice:

Aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro – Onde encontrar
Como alugar bicicleta Itaú RJ
Aluguel de bicicleta com cadeirinha
Onde passear de bicicleta no Rio de Janeiro

 

Aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro – Onde encontrar

Primeiramente, deixa eu explicar o conceito do Bike Rio, caso vocês ainda não tenham lido sobre esse serviço. Funciona assim: em vários pontos da cidade, a Tembici (concessionária que administra o projeto) e o Itaú instalaram “estações” de bicicletas, com várias bikes presas a um suporte.

Moradores da cidade e turistas podem pegar uma bicicleta numa estação e devolver em outra estação. E podem fazer isso diversas vezes ao longo de um mesmo dia.

Eu uso sempre esse serviço de compartilhamento de bike para ir à praia, passear na Lagoa Rodrigo de Freitas ou mesmo como meio de transporte pra ir ao médico.

Nas estações onde ficam as bicicletas não há nenhum funcionário da concessionária. Há apenas as bikes e um painel de metal com um mapa das estações e da cidade e números de telefones do serviço.

A ideia do serviço é ótima. Pode ficar até mais barato do que usar o ônibus ou o metrô.

A propósito, a Tembici também oferece o aluguel de patinetes no Rio de Janeiro. Ao contrário das bikes, essa iniciativa não é uma parceria com o Itaú.

Onde alugar bicicleta no Rio de Janeiro – Bike Rio/Tembici

O serviço cresceu muito nos últimos anos. Hoje, há diversas estações das bicicletas laranjinhas no Centro do Rio e Região Portuária, inclusive perto de pontos turísticos como Museu do Amanhã, AquaRio, Theatro Municipal, Confeitaria Colombo, etc.

Na Zona Norte, você encontra Bike Rio no Maracanã, Tijuca, Andaraí e Vila Isabel. Também há duas estações no Parque Madureira.

As estações da Zona Sul ficam na Glória, Catete, Flamengo, Botafogo, Ipanema, Copacabana, Leme, Humaitá, Jardim Botânico, Lagoa, Gávea, Leblon e São Conrado.

A Bike Rio também atende os bairros da Barra da Tijuca (inclusive com estação perto do Metrô Jardim Oceânico) e Recreio dos Bandeirantes.

Dica importante: eu sugiro que você se cadastre antes de sair de casa ou do hotel para já conferir a localização das estações pelo app Bike Rio.

Onde alugar bicicleta no Rio de Janeiro – Outras empresas

Em tempo: em locais como Lagoa Rodrigo de Freitas, Ipanema, Leblon e Copacabana continua sendo possível alugar bicicletas “à moda antiga”. Paga-se em dinheiro, sem necessidade de cadastro, nada nada (de boca mesmo). O importante é lembrar que você terá que devolver no mesmo local em que pegou a bike.

Na Lagoa Rodrigo de Freitas, por exemplo, você pode pagar uns R$ 10 por hora para uma pessoa perto do Parque dos Patins ou dos Pedalinhos, só que terá que devolver no mesmo lugar.

Como alugar bicicleta Itaú RJ

Primeiro, você têm que baixar o App Bike Itaú e fazer seu cadastro, inclusive, informando seu cartão de crédito.

Em seguida, escolha um plano de pagamento. Depois, no mapa, veja quais as estações próximas a você e quantas bicicletas disponíveis existem em cada uma delas (ou quantas vagas livres tem, no caso de devolução da bike).

Já está na estação? Então clique para o aplicativo gerar um código e digite ele nos botões que ficam no terminal, ao lado de cada roda fronteira, do lado esquerdo. Você pode também optar por usar o leitor de QRCode, no caso das bicicletas elétricas. Espere alguns segundos e você verá o painel acender uma cor verde e ouvirá um barulho. Puxe a bicicleta e pode passear.

As viagens podem ser feitas em todos os dias da semana, das 7h às 22h.

Cada passe só permite a retirada de uma bicicleta por vez. Ou seja, se você está com mais uma pessoa, cada uma tem que ter seu próprio passe da Tembici/Itaú.

Quanto custa o aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro

A opção mais barata da Bike Rio é de R$ 3 para uma viagem única de até 15 minutos, de bike elétrica ou normal. Se for de bike normal, o usuário paga mais R$ 2 a cada 15 minutos extras. A multa é de R$ 3 para as bikes elétricas.

O plano Lazer custa R$ 20 para viagens ilimitadas por 48h. É possível usar as laranjinhas por até 2 horas sem custos adicionais, ou seja, a melhor opção para o turista que quer passear de bicicleta no Rio. No caso das elétricas, a pessoa paga mais R$4 a cada 15 minutos de uso.

O plano mensal básico custa R$ 29,90 dá para fazer até 4 viagens por dia de até 45 minutos sem custos adicionais com as bikes normais. Nas elétricas, há cobrança de mais R$ 3 a cada 15 minutos de uso. Já o passe mensal completo sai por R$ 39,90 (para usar as bicicletas por até 4 vezes por dia, por até uma hora. A cada 15 minutos com a bike elétrica, você paga mais R$ 2).

Há também um plano profissional, focado nos entregadores, com pagamento de R$ 12,90 por semana e regras específicas.

aluguel de bicicletas rio de janeiro

Foto de quando as bicicletas tinham cestinhas: não tem mais. Foto: Marcelle Ribeiro

Aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro – O que checar antes de retirar sua bike

Mas atenção!!! Antes de digitar o código para liberar a bicicleta, veja se ela está com os pneus cheios, se o banco está emperrado (ou seja, se dá mesmo para regular a altura do banco) e se está tudo ok com a magrela. Eu já tive a surpresa de pegar uma bicicleta sem um pedal (!!) porque não chequei isso!

E se acontecer de não haver nenhuma laranjinha na estação onde você está? Dirija-se à estação mais próxima. E se você for devolver a bicicleta e não tiver vaga para você engatá-la na estação desejada? Procure uma vaguinha numa estação próxima. Essa é a vantagem de usar o aplicativo do Bike Rio para celular: ele te mostra quantas bikes e quantas vagas para bicicletas estão disponíveis em cada estação, a qualquer tempo.

Então, às vezes, basta caminhar poucos metros para achar uma.

O que poderia melhorar no serviço Bike Rio

Um ponto forte do serviço de aluguel de bicicletas no Rio de Janeiro é que são muitas estações na Zona Sul e Centro, bem próximas umas das outras. Por outro lado, o sistema não está sendo gerenciado como deveria.

Já vi bicicletas que o sistema mostra como disponíveis, mas com bancos impossíveis de serem ajustados, de tão emperrados que estão. Numa estação em Ipanema, o sistema me permitiu liberar uma bike que estava sem pedal (provavelmente alguém havia roubado).

Além disso, algumas vezes peguei bicicletas que aparentemente estavam boas, mas só depois que comecei a usar é que vi que o banco estava com problemas ou que a danada estava fazendo um baita barulho!

Enfim, para um turista que não tem compromisso com horários no Rio, vale a pena experimentar o serviço. Sem dúvidas, é importante saber que a liberação da bike pode levar mais tempo do que o planejado.

aluguel de bicicletas rio de janeiro

Painel com mapa e instruções. Foto: Marcelle Ribeiro

Telefone da Bike Rio

O telefone da Bike Rio é o (21) 4003-6054, com atendimento das 5h às 23h. O contato com a central também pode ser feito pelo e-mail: [email protected].

Aluguel de bicicleta com cadeirinha

No serviço Bike Rio não dá para alugar cadeirinha para criança. Na verdade, sequer é possível encaixar uma se você conseguir alugar em outro lugar.

Dessa forma, quando a cadeirinha for necessária, é mais indicado procurar o aluguel de bicicleta no Rio de Janeiro com outra empresa.

Onde passear de bicicleta no Rio de Janeiro

A Lagoa Rodrigo de Freitas é um dos locais mais procurados pelos cariocas para pedalar. A linda paisagem e o ambiente agradável fazem da região sempre uma boa pedida para passear de bicicleta no Rio de Janeiro. Aliás, temos uma ótima lista de dicas sobre o que fazer na Lagoa Rodrigo de Freitas para se divertir.

As praias do Rio de Janeiro também são perfeitas para um passeio de bicicleta. Você não vai se arrepender de aproveitar as ciclovias nas orlas de Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca. Você pode ver mais detalhes sobre as praias do Rio aqui no blog.

Quer aproveitar a natureza na sua viagem ao Rio? Veja o vídeo com as 11 melhores trilhas!

Leia também:

Comentários

  1. Elinara
    11 set 2013

    Marcelle, amei o post, super informativo e fofo. Gostoso de ler, detalhado, esclarecedor. Deixa quem vai visitar o Rio a par de mais uma opção de serviço, e quem pretende usar o serviço totalmente a par das particularidades (falhas e benefícios) que o mesmos pode apresentar.

  2. Daniela
    15 ago 2016

    Olá Marcelle!!
    Adorei a sua postagem…não sabes me dizer como está a situação atualmente? Vou pro Rio pela primeira vez em outubro, e como ir de taxi para todos os cantos não dá, queria ver se é uma boa optar pela bicicleta.

    Obrigada pela atenção!

    • 18 ago 2016

      Daniela,
      Tem tempo que não pego essas bicicletas, justamente porque me frustrei bastante. Dá para pegar, desde que você não tenha horário marcado para ir a lugar nenhum.
      Abraço,
      Marcelle

  3. Carlos Gondim
    22 abr 2017

    Muito esclarecedor o seu post. Tirou todas as minhas dúvidas sobre o Bike Rio, coisa que o site deles não explica direito.
    Muito obrigado. Vou testar esse serviço de bike.

  4. Karin
    22 jan 2018

    Estive em janeiro de 2017 no Rio e usei bastante o bike Rio, mas muitas vezes encontrei as estações perto da casa onde estive morando em Botafogo completamente vazias. Várias vezes tive q ir de carro! à procura de uma bicicleta disponível.
    A procura pelas bicicletas é grande, infelizmente o serviço de remanejamento e manutenção é péssimo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *