Como visitar a Ilha de Porto Belo (SC) a partir de Bombinhas

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 23/12/2020

Visitar a ilha de Porto Belo é um programa “obrigatório” para quem vai a Bombinhas (SC). A ilha, que pertence à cidade de Porto Belo, coladinha em Bombinhas, tem uma praia pequena, mas lindíssima, com águas verdinhas e paradas. Mas como fazer um passeio na ilha de Porto Belo? Neste post eu dou todas as dicas!

Veja o índice e planeje sua viagem:

Onde fica a Ilha de Porto Belo
Como ir à Ilha de Porto Belo
Preço da Ilha de Porto Belo
O que fazer na Ilha de Porto Belo
Quando ir
Onde se hospedar em Porto Belo

 

ilha de porto belo praia

Ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Onde fica a ilha de Porto Belo

A ilha pertence à cidade de Porto Belo, que fica a 11 Km de Bombinhas (15 minutos de carro). A ilha é pertinho da cidade de Porto Belo: fica a cerca de 10 minutos de barco do cais. Além disso, fica a 60 km de Florianópolis e a 25 km de Balneário Camboriú.

ilha de porto belo precos

Ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Como ir à Ilha de Porto Belo

Existem duas maneiras de chegar à ilha. Ou você vai com um dos passeios de barco estilo “pirata” até lá (porque eles são decorados como uma embarcação pirata) ou pega um barco na associação de barqueiros. No total, são 5 pontos de embarque e eu dou detalhes dos principais abaixo, ok? Mais informações estão disponíveis no site da empresa que opera a ilha.

Barco pirata em Porto Belo

Existem duas empresas que operam “barcos piratas” para lá: a Porto dos Piratas e a Piratas do Caixa D’Aço. Eles têm recreação durante a viagem, com pessoas fantasiadas de piratas fazendo brincadeiras e música. As embarcações comportam dezenas de pessoas.

Esses passeios não saem do cais central de Porto Belo e sim de píeres próprios, em outras praias de Porto Belo. Eles costumam zarpar por volta das 10h e passam por outros pontos bonitos de Porto Belo, como Cachadaço, e depois seguem para a ilha propriamente dita.

Na primeira empresa, por exemplo, o passeio Ilha de Porto Belo e Bombinhas sai por R$ 90 em 2020 (crianças de 5 a 12 anos pagam R$ 25). Já Ilha e Caixa D’Aço sai por R$ 45 para adultos (e R$ 25 para crianças). Na Viator, você também encontra o passeio Ilha de Porto Belo e praia do Caixa D’Aço por cerca de R$ 40. Todos esses valores foram verificados em dezembro de 2020, tá?

Se você quiser fazer um passeio de barco em Bombinhas para a ilha de Porto Belo, saiba que há uma empresa que oferece o passeio, chamada Pirata Passeoo. O passeio sai da praia de Bombinhas, passa pelas praias de Sepultura, Bombas (em Bombinhas), Estaleiro, Cachadaço (em Porto Belo) e depois vai para a ilha. Ele dura 4h e custa R$ 75 por pessoa (em 2016). Mas eles só operam na alta temporada.

Os passageiros têm a opção de descer na ilha e ficar até um horário pré-determinado (normalmente às 16h) ou voltar para a cidade. Caso decidam ficar na ilha, o barco volta na hora combinada para buscá-los.

ilha de porto belo barco pirata

Barco pirata que leva à ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Barco da Associação de barqueiros

Eu acabei não fazendo esse passeio de “barco pirata” porque achei caro. Além disso, fiquei desconfiada que ia ser “obrigada” a ficar muito tempo na ilha e que ia acabar ficando meio entediada lá.

Por isso, fui para o cais central da cidade de Porto Belo (a 5 minutos de caminhada da rodoviária da cidade) e, no guichê de informações da associação de barqueiros, paguei para ir de barco até a ilha.

Opções de passeio

A associação oferece 4 tipos de “passeios” de barco para a ilha de Porto Belo.

Em primeiro lugar, há o passeio mais completo. Nele, há paradas para banho em Caixa D’Aço (15min) e na praia do Estaleiro (15min). Em seguida, a embarcação vai para a ilha. Este custa R$ 45.

Outro, permite banho em Cachadaço por 15 minutos antes de ir para a ilha e custa R$ 30 por pessoa. Um terceiro, dá a volta na ilha de Porto Belo e depois para na ilha. Este custa R$ 20. E o último não é propriamente um passeio, apenas o transfer de ida e volta do cais da cidade até a ilha (R$ 15). Todos esses preços são de 2016.

Nos quatro casos, você é encaixado em um barco com outras pessoas, mas as embarcações não são grandes. E optando por qualquer uma das alternativas você volta na hora em que quiser. Basta ir até o cais da ilha e avisar ao funcionário da associação (que fica o dia todo lá). Assim, ele chama um barqueiro pelo rádio.

Ah, e o embarque pode ser na hora em que você desejar, pois há barcos da associação indo para a ilha o dia inteiro, até o fim da tarde. Desse modo, eles partem à medida que surgem pessoas interessadas em ir à ilha. Na ida, os barcos partem com no mínimo 2 pessoas. Porém, achei interessante que, na volta, não há número mínimo de pessoas.

Eu gostaria de ter feito o passeio mais completo oferecido pela associação, mas como era baixa temporada, não apareceu nenhum outro turista interessado em fazer o passeio comigo e acabei apenas optando pelo transfer direto para a ilha.

ilha de porto belo esportes

Ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Preço da Ilha de Porto Belo

O ponto turístico é operado por uma empresa, mas não é necessário pagar nada para ENTRAR na ilha. Você paga apenas o seu transporte até lá e o que consumir ou alugar. A ilha é bacana para adultos e crianças, pois tem infraestrutura de lazer, com banheiro, bar e restaurante e aluguel de armários (R$ 20), guarda-sol (R$ 17), cadeira (R$ 10) e espreguiçadeira (R$ 12). Todos esses preços são de 2020.

A capacidade máxima de visitantes na ilha é de 1.879 pessoas por dia.

Ah, é bom saber que a faixa de areia é pequena, mas há trechos em que a vegetação faz sombras e, se você achar um espacinho por ali, economiza no aluguel de guarda-sol.

Sugiro que você leve um lanche, pois o restaurante de lá é meio caro para almoçar. Veja abaixo o cardápio (preços de abril de 2016).

ilha de porto belo restaurante

Cardápio da restaurante da ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

ilha de porto belo restaurante

Cardápio da restaurante da ilha de Porto Belo. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer na Ilha de Porto Belo

Além do banho de mar, banana boat (R$ 30), mergulho de snorkel (R$ 100), tirolesa (R$ 50), wakeboard (R$ 200) e passeio de lancha (R$ 500 para 5 pessoas) estão entre as opções para os visitantes.

Além disso, você pode fazer uma trilha ecológica (R$ 20), curtir o caiaque (R$ 20 por pessoa) e praticar Stand Up Paddle (R$ 40). Todos esses preços são de 2020. Aliás, o quiosque de esportes náuticos aceita cartões de crédito e débito para pagamentos.

Lá, fiz a trilha ecológica, mas achei que não compensa. Apesar de ser uma trilha leve, curta e em sua maioria plana, as únicas atrações da trilha são um mirante com vista para o mar (que é bonito, mas não é isso tudo) e inscrições rupestres numa pedra. Só que eu achei essas inscrições uma piada, pois elas quase não são perceptíveis.

ilha de porto belo trilha

A vista da trilha ecológica. Foto: Marcelle Ribeiro.

ilha de porto belo trilha ecologica

A vista da trilha ecológica. Foto: Marcelle Ribeiro.

Quando ir

Essa estrutura toda que acabei de descrever só funciona em alta estação (de 1º de dezembro até 31 de março), das 9h às 18h.

Nos demais meses também é possível visitar a ilha, mas você vai encontrar essa estrutura de bar/restaurante e atividades de lazer fechada. Porém, ainda assim é possível curtir a praia sem problemas.

Onde se hospedar em Porto Belo?

Não faltam opções de hospedagem em Porto Belo. No Booking, por exemplo, você encontra desde um resort, como o Resort Refúgio do Estaleiro, super elogiado pelos casais e com mais infraestrutura, a até apartamentos com 3 quartos e ótimo custo benefício para temporada.

Quando estive em Bombinhas e visitei a Ilha de Porto Belo, optei pela Pousada Canário Azul*, que fica em Bombas. Acima de tudo, achei o quarto bem equipado, com TV, frigobar, ar-condicionado, micro-ondas, grill para pão, pia, pratos e alguns utensílios de cozinha. No entanto, estava precisando de uma reforma nas paredes. A cama era confortável e pousada é bem limpa, com roupas de cama e banho novas. (Veja todos os detalhes sobre onde ficar em Bombinhas).

*O Viciada em Viajar se hospedou por 5 noites na Pousada Canário Azul como cortesia da pousada.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *