Roteiro em Santa Catarina de carro: Quantos dias em cada praia?

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 19/11/2020

Santa Catarina é um destino perfeito para quem quer fazer uma viagem de carro pelo Brasil e quer começar pelo Sul. E olha que eu só visitei as cidades de praia! Mas calma, neste post eu também dou dicas de outras cidades fora do litoral do estado que são lindas e devem ser incluídas no roteiro em Santa Catarina!

Em resumo, listei os programas que não podem faltar quando você planejar o que fazer em Santa Catarina, assim como as praias mais bonitas do estado. As minhas sugestões de passeios garantem um mês inteiro de diversão no estado da Região Sul. Apesar disso, você pode pegar as melhores dicas para montar um roteiro com menos dias e com a sua cara! Vamos lá?

roteiro santa catarina praia mais bonita floripa

Ilha de Campeche: a praia mais bonita de Florianópolis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Mapa de Santa Catarina

A seguir, um mapa com lugares incríveis em Santa Catarina par você ir.

Roteiro Santa Catarina

Esse roteiro com as praias mais belas de Santa Catarina foi pensado para 1 mês viajando de carro. Saindo do Rio ou São Paulo, por exemplo, o ideal é pegar um voo até o Aeroporto de Florianópolis e alugar um carro em Santa Catarina.

Alugar carro em Santa Catarina é super fácil. Eu recomendo o site RentCars, em que você reserva em grandes e médias locadoras, ganha desconto e pode pagar em até 12 vezes!

Como o nosso roteiro em Santa Catarina é focado em praias, o ideal é ir no final da primavera, no verão ou no início do outono. Os melhores meses são novembro, março e abril, em que a temperatura para ir à praia é agradável (não está frio ainda e dá para curtir um sol).

Além disso, para ir a Florianópolis, é altamente recomendável evitar ir de dezembro a fevereiro, porque neles os engarrafamentos na capital são insuportáveis. Só para exemplificar: é pior que São Paulo. Em outras palavras: você leva 2h para fazer um trajeto que normalmente levaria 30min de carro.

Roteiro Santa Catarina – Florianópolis

Na minha opinião, a melhor maneira de começar o roteiro em Santa Catarina é pela capital. O voo entre Rio de Janeiro e Florianópolis é rapidinho, com 1h30 de duração.

Procurando com certa antecedência, você consegue descontos ótimos em passagens aéreas para o Aeroporto Internacional de Florianópolis.

Como economizar na passagem aérea

Nós costumamos comprar passagens com desconto na MaxMilhas, Viajanet e Passagens Promo. Todos esses sites são parceiros aqui do blog e indicados por nós. Vale ler o post “Passagens Promo é confiável?”.

Quantos dias em Florianópolis?

Só em Floripa você pode ficar 1 semana.

roteiro santa catarina jurere

Jurerê, a praia mais famosa de Floripa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Roteiro de 1 semana em Florianópolis

Algumas das praias mais bonitas em Santa Catarina estão em Floripa. Abaixo, veja o que eu recomendo por lá. Clicando nos links você é direcionado a posts do blog com mais informações sobre os locais. Também vale a pena a leitura do posts sobre as melhores praias de Florianópolis.

Dia 1 – Norte de Floripa: Praia de Jurerê + visita ao Forte São José da Ponta Grossa. Almoço no fim da tarde no bairro de Santo Antônio de Lisboa. Noite na Lagoa de Conceição;

Dia 2 – Novamente Norte e depois Leste: Praia na Lagoinha de Ponta das Canas. Depois, pegue o barco para passear na Costa da Lagoa de Conceição e almoce por lá;

Dia 3 – Parte Leste: Praia Mole + fim de tarde na Lagoa da Conceição;

Dia 4 – Novamente no Leste de Florianópolis: Praia da Joaquina + tarde no centro histórico, com parada no Mercadão;

Dia 5 – Sul da ilha: Fique na Praia do Campeche;

Dia 6 – De novo parte Sul de Floripa: Dia na Ilha do Campeche + Pôr do Sol na praia de Ribeirão da Ilha;

Dia 7 – Sul de Floripa: Se você estiver disposto a fazer uma trilha para uma praia selvagem , vá na Lagoinha do Leste, super famosa. Ou então passe o dia na praia do Matadeiro. De qualquer forma, almoce na praia do Pântano Sul.

Veja todos os posts sobre Florianópolis

Onde ficar em Florianópolis

Para escolher onde ficar em Florianópólis, você deve decidir se vai querer ficar em um bairro só, ou dividir a estadia em mais de 1 bairro. É que a ilha é comprida (são 54 Km de comprimento). Por isso, mesmo em épocas sem muito engarrafamento, ir de uma ponta à outra da ilha pode demorar bastante.

Se for passar uma semana lá, divida a sua estadia. Fique uns dias em alguma praia do Norte ou na Lagoa do Conceição e o restante do tempo em outra praia no Sul (Campeche é perfeita pra isso).

Se tiver 4 ou 5 dias apenas, fique em um só bairro. Neste caso, recomendo as pousadas da Lagoa da Conceição. Além de ser um pólo de bares e restaurantes (você vai poder ir à pé), essa região é próxima de praias famosas como a Joaquina e Jurerê.

Quando fui pela primeira vez a Floripa foi na Lagoa da Conceição que fiquei hospedada, no delicioso Hotel Hola.

Da Lagoa da Conceição dá para ir às praias do Norte (as que eu mais gostei) e às do Sul (mais para surfistas) e para a Ilha do Campeche, onde você vai curtir a melhor praia de Florianópolis.

No Sul, o melhor é ficar na Praia do Campeche. Eu fiquei hospedada em um pousada ótima e super bem localizada lá, a Ilha Faceira.

Veja o post sobre Onde Ficar em Florianópolis.

Se preferir, confira todas as pousadas da cidade no Booking, ou, ainda, casas de temporada em Floripa no Airbnb.

Como se locomover em Florianópolis

Ter um carro para circular em Florianópolis é super importante. O sistema de ônibus de lá é muito cheio de baldeações e você vai ter que conciliar os horários de vários ônibus para se locomover. E olha que lá eles divulgam os horários e os ônibus até que seguem o previsto! Ainda assim, você terá que ficar trocando de terminal de ônibus local com alguma frequência. Eu fui de carro a primeira vez e foi ótimo.

Para alugar carro, eu indico e uso a Rentcars. Você compara preços em diversas locadoras e paga parcelado.

Na segunda vez, fui sem carro e sozinha e justamente porque sabia dessa restrição de transporte, montei base no Sul, na praia de Campeche, e só fiz passeios no Sul, de ônibus. E pegando uber ou táxi eventualmente.

Roteiro Santa Catarina – Região de Guarda do Embaú e Praia do Rosa

Depois de conhecer as melhores praias de Florianópolis, hora de continuar a viagem.

Desça até a Guarda do Embaú, a 54 Km de Floripa. A Guarda é uma vila praiana bem rústica, onde você pega um barco para ir à praia.

Hospede-se ali por 5 dias. Em um deles, você deve ir de carro até a Praia do Pinheira fazer a trilha.

Além disso, da Guarda do Embaú dá para fazer um bate-volta até Garopaba (a distância é de 54 Km) ou até mesmo ficar hospedado por lá. É que em Garopaba tem uma vila de praia gostosa, com muitas pousadas e restaurantes.

Na sequência, hora de ir ainda mais para o Sul de Santa Catarina, da Guarda do Embaú para famosa Praia do Rosa (são 47 Km de distância). Fique 2 dias nesse vilarejo charmoso, onde os ricos catarinenses costumam veranear. Eu fiquei numa pousada incrível na Praia do Rosa e conto tudo aqui.

Em conclusão, essa parte do roteiro de viagem para Santa Catarina ficaria assim:

Dia 8 – Praia de Guarda do Embaú. Dorme em Guarda do Embaú.

Dia 9 – Trilha na Praia de Pinheira (bate-volta de Guarda do Embaú). Dorme em Guarda do Embaú.

Dia 10 – Bate-volta de Guarda do Embaú para Garopaba (que fica a 54km). Per noite em Guarda do Embaú.

Dia 11 – Praia do Rosa – Lado Norte. Dorme na Praia do Rosa.

Dia 12 – Praia do Rosa – Lado Sul + Praia do Luz. Pernoite na Praia do Rosa.

roteiro santa catarina guarda embau

Guarda do Embaú. Foto: Marcelle Ribeiro.

Roteiro Santa Catarina – Bombinhas

Após conhecer o Sul, hora de ir ao Norte do Estado.

Suba da Praia do Rosa até a cidade de Bombinhas, que tem as praias mais bonitas de Santa Catarina. (Veja aqui um resumo das melhores praias de Bombinhas).

Fique hospedado lá por 6 dias (leia sobre meu hotel em Bombinhas aqui).

Sugiro o seguinte roteiro:

Dia 16 – Bombinhas – Tour a pé por praias pequenininhas: Praia do Embrulho + Praia da Lagoinha + Praia da Sepultura. Almoce e caminhe na praia de Bombinhas;

Dia 17 – Bombinhas – Mirante Eco 360 + Praia da Tainha. Almoce na Praia de Zimbros;

Dia 18 – Bombinhas – Praia de Quatro Ilhas. Almoço e caminhada na praia de Bombas;

Dia 19 – Bombinhas – Bate-volta para um passeio de barco pra ilha de Porto Belo;

Dia 20 – Bombinhas – Praia de Canto Grande de Fora ou Mariscal. Almoço na praia de Canto Grande de Dentro, com pôr do sol;

Dia 21 – Bombinhas – Se você curte mergulho de cilindro, vá à Ilha do Arvoredo;

Veja todas as nossas dicas sobre Bombinhas.

roteiro santa catarina

Praia da Sepultura, em Bombinhas. Foto: Marcelle Ribeiro.

Roteiro Santa Catarina – Balneário Camboriú

Em seguida, vá de Bombinhas até Balneário Camboriú (são apenas 37 Km), cidade onde você deve passar 2 dias inteiros. Sem dúvida, hospede-se no centro (veja aqui onde se hospedar em Balneário Camboriú).

Considere 3 dias se quiser conhecer o Parque Beto Carreiro. Como eu tenho problema de coluna, eu não conheci, mas os blogs Viajo com Filhos, Atravessar Fronteiras, Destinos por Onde Andei, Viagem em Detalhes e Mochilão Barato foram e contam como foi.

Em resumo, continuando nosso roteiro, a viagem de carro ficaria assim:

Dia 22 – Balneário Camboriú – Parque Unipraias (bondinho) + Praia de Laranjeiras. Caminhada no Molhe Sul. Almoço no centrinho de Balneário;

Dia 23 – Balneário Camboriú – Praia de ondas de Estaleirinho + almoço no centro da cidade + caminhada na Passarela Pontal Norte;

Dia 24 – Balneário Camboriú – Bate-volta ao Beto Carrero World;

roteiro santa catarina balneario camboriu

Praia das Laranjeiras, em Balneário Camboriú. Foto: Marcelle Ribeiro.

Bônus: Dicas de onde ir no interior do estado

De Balneário Camboriú você pode retornar para Floripa e encerrar seu roteiro em Santa Catarina.

Porém, o estado também reserva ótimas opções no interior para continuar sua viagem de carro. Por isso, listei mais algumas dicas sobre o que fazer em Santa Catarina.

Vale do Itajaí

Você pode continuar sua viagem para Santa Catarina indo em direção ao Norte, para conhecer o Vale do Itajaí e cidades como Blumenau e Pomerode, de colonização alemã, cachoeira em Doutor Pedrinho e rafting em Apiúna. Eu não fui ainda, mas o site Viagem e Turismo tem um roteiro de 5 dias prontinho para essa região. Além disso, eu indico a leitura dos blogs Vida de Turista e Casa de Doda.

Especificamente sobre a Rota do Enxaimel, em Pomerode, vale a leitura do blog Expedições em Família. Essa rota passa por estradas de terra da zona rural da cidade onde há várias construções no estilo Enxaimel, que é de origem dos imigrantes alemães, uma graça!

Outra dica é ir conhecer Joinville, que fica a 146km de Florianópolis. Veja no blog Diário de uma Viajante, da Débora, o que fazer em Joinville.

Sul do estado

O Sul de Santa Catarina também tem cidades no interior que valem a visita. Uma delas é Praia Grande, de onde saem passeios para os Parques Nacionais da Serra Geral e de Aparados da Serra. Confira minhas dicas de como organizar um roteiro pelos cânions e cachoeiras da região.

Já a cidade de Orleans fica aos pés da Serra do Rio do Rastro. As atrações da região incluem passeios como museu da imigração, igreja bonita e cervejaria.

Outra cidade fofa é Nova Veneza, que tem gôndola, museu do imigrante, construções históricas lindas e mais. A Daniela, do blog D&D Mundo Afora, conta o que fazer em Nova Veneza.

Pacote de viagem

Se você está sem tempo de organizar a viagem sozinho, pode valer a pena contratar um pacote de viagem para Santa Catarina.

Conclusão

Em conclusão: lugares para ir em Santa Catarina não faltam! Tanto que você pode passar um mês inteiro lá! E olha que se você quiser curtir cada praia, vai levar ainda mais tempo. Vale a pena demais! Ah, e a água é fria, mas eu, que sou baiana, curti bastante mesmo assim. Dá para entrar na água sim!! Eu garanto que é só um pouquinho mais fria que o água da praia do Rio.

E você, quantas viagens para Santa Catarina já fez? Tem dicas? Deixe nos comentários!

Leia mais:

Comentários

  1. Oi Marcelle,

    O post ficou ótimo, bem completo e com dicas dos principais lugares. Obrigada por citar o Casa de Doda!
    Beijo,
    Márcia

  2. Estou indo pela primeira vez para Florianópolis e o post me ajudará bastante a fazer as melhores escolhas na ilha. Pena que só ficarei dois dias, mas já prevejo um retorno para ver tantas atrações e belezas.
    Obrigada pela menção ao Destinos por onde andei… e por compartilhar este verdadeiro guia sobre Floripa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *