Liberfly: o que é como funciona? É confiável? Análise completa

postado por Caroline Limae atualizado em: 04/02/2020

Felicidade é achar dinheiro perdido no bolso da calça, não é mesmo? Agora imagine receber um dinheiro ao qual você nem sabia que tinha direito! O que muita gente não sabe – e fica surpreso quando descobre – é que em caso de voo atrasado, cancelado, problemas com bagagem, perda de conexão e outros é possível receber uma indenização da companhia aérea pelos danos causados. É isso que a Liberfly faz: corre atrás dos seus direitos de compensação financeira enquanto passageiro. Mas a Liberfly pode resolver isso por mim? Posso confiar? Tire suas conclusões aqui nesse post!

Se preferir, clique no índice abaixo e vá direito ao que mais te interessa:

Como proceder em caso de voo atrasado
Direitos em caso de voo cancelado
O que fazer em caso de extravio e dano de bagagem
Direitos quando há overbooking
Direitos em caso de greve e outras situações
Como pedir indenização via Liberfly
Quanto posso receber via Liberfly?
A Liberfly é confiável?
É certo que vou receber indenização?
Quanto tempo demora?

liberfly espera aeroporto

Foto: Reprodução Unsplash (VanveenJF)

Quais são os direitos do passageiro?

Como proceder em caso de voo atrasado

Os atrasos podem acontecer por inúmeros motivos, como condições climáticas, necessidade de manutenção da aeronave, intenso tráfego aéreo e outros. Mas em que casos você tem direito a receber assistência material? A resolução nº 400, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) determina que, dependendo do tempo de espera, a companhia aérea deverá prestar auxílio de algumas formas. São elas:

– O passageiro deverá poder se comunicar por meio de internet e telefone cedidos pela empresa a partir de 1 hora de espera;

– Com 2 horas, a companhia deverá fornecer refeição ao passageiro, de acordo com o horário (café da manhã, almoço e jantar, por exemplo);

– Se o voo atrasar 4 horas, é obrigação da empresa garantir ao passageiro sua hospedagem (em caso de pernoite no aeroporto) e transporte ida e volta até a acomodação. Se você estiver na cidade onde mora, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto;

– Acima de 4 horas de atraso, o passageiro poderá optar entre: reacomodação em outro voo (seja daquela empresa ou não), reembolso integral da passagem ou execução do transporte por outro meio (navio, trem ou ônibus, por exemplo), fora os outros direitos citados acima. A escolha é do passageiro.

Também é obrigação da companhia informar aos passageiros sobre qualquer situação.

E mesmo se a empresa prestar toda a assistência necessária, você pode pedir indenização. Guarde notas fiscais, recibos, enfim, tudo que servir como uma possível prova, para solicitar ajuda da Liberfly. Assim, suas chances de receber compensação aumentam!

“As indenizações são aceitas mesmo mediante a prestação de serviço reparatória da empresa. As situações de atraso de voo geram compensação financeira de R$ 2.000 a R$ 6.000. Se o passageiro perder a conexão, os valores chegam a R$ 8.000!”, informa o site da Liberfly.

Direitos em caso de voo cancelado

Assim como por atraso, os voos podem ser cancelados também por várias razões. Condições climáticas, manutenção, overbooking (as empresas vendem mais passagens do que o avião comporta), no-show (cancelamento quando o passageiro não se apresenta para o embarque), tráfego aéreo intenso… Ufa! No Brasil, as chances de uma companhia aérea cancelar um voo podem chegar até 9%, segundo a própria Liberfly.

Assim como temos os nossos direitos, a companhia aérea também tem os dela. Portanto, ela pode sim cancelar o voo por qualquer um dessas justificativas, desde que seja com 30 dias de antecedência. Caso contrário, além do reembolso integral da passagem ou realocação do voo, o passageiro poderá receber a indenização pelos danos ocasionados. Se você se encaixa nessa categoria, pode pedir uma avaliação à Liberfly aqui.

“A prestação de serviços reparadores provenientes do voo cancelado nem de qualquer outro problema aéreo impedem que o passageiro seja indenizado. A compensação financeira nesses casos varia de acordo com o motivo e os danos sofridos pelo passageiro”, informa o site da Liberfly.

Segundo a Liberfly, a média do valor da indenização pelo voo cancelado chega a R$ 6 mil. No caso de voo cancelado que tenha gerado perda de conexão, esse valor chega a R$ 8 mil. Em ambos os casos, eles correspondem ao dano moral do passageiro.

A ANAC estabelece regras rígidas para que as companhias aéreas executem seu serviço de forma justa. Confira todas aqui.

O que fazer em caso de extravio e dano de bagagem

Também é possível receber indenização da companhia aérea em caso de extravio e dano de bagagem. Para isso, você deverá seguir esse passo a passo:

1) Sabemos que a ansiedade de conhecer o destino é muita, mas, antes mesmo de sair do aeroporto, informe a empresa sobre o sumiço da sua bagagem. Preencha o formulário que eles te derem e guarde o número do protocolo.

2) A empresa tem três opções para seguir em caso de mala danificada: substituição, conserto ou reembolso do valor pago pelo produto.

3) Guarde todos os comprovantes possíveis de compras. Quanto maior for o período sem seus pertences, maior será a indenização.

4) Se sua mala tiver um aparelho de tracking, anote as coordenadas dos lugares onde ela esteve.

5) Anote tudo o que você levou para a viagem e, se possível, apresente a reclamação com recibos e provas de que os pertences eram seus. Uma boa dica é fotografar todas as roupas, eletrônicos e utensílios pessoais na mala.

Segundo a Liberfly, os passageiros devem fazer a reclamação escrita (RIB) no guichê da companhia aérea em até 7 dias após o embarque/desembarque.

O que a Anac fala sobre extravio de bagagens

A ANAC informa que “a bagagem poderá permanecer na condição de extraviada por, no máximo, 7 dias no caso de voos domésticos e 21 dias no caso de voos internacionais. Se a bagagem despachada não for encontrada ou não for entregue nos prazos acima indicados, a empresa deverá indenizar o passageiro em até 7 dias“. Fique esperto!

Além disso, de acordo com a agência, o passageiro tem o direito de receber da companhia aérea um ressarcimento por gastos emergenciais pelo período em que estiver sem os seus pertences, desde que esteja fora da cidade em que mora.

E caso a bagagem seja localizada pela empresa aérea, ela deve ser devolvida no endereço informado pelo passageiro.

Valor de indenização por mala extraviada

Segundo o site da ANAC, a empresa aérea deve pagar o ressarcimento destas despesas em até 7 dias, a contar da apresentação dos comprovantes de compra pelo passageiro.

Por sua vez, a Liberfly afirma que a indenização será mais alta se bagagem tiver sido extraviada na ida. “Se a companhia tiver um atraso de entrega superior a 72 horas desde seu desembarque, a empresa deve arcar com suas despesas com itens básicos. O valor é superior a R$ 350 em viagens nacionais e, nos casos de voos para o exterior, o preço chegar a R$ 5.300“, explica a Liberfly em seu site.

Já a indenização em caso de perda definitiva ou temporária varia conforme o caso. Os valores, somados com danos materiais e morais, vão de R$ 1.500 a R$ 25.000, de acordo com a Liberfly.

Direitos quando há overbooking

Essa prática é mais comum do que a gente pensa. Para tentar compensar o custo alto de uma viagem de avião, tem empresa que vende mais passagens do que pode, como uma forma de preencher todos os lugares disponíveis.

Se você foi impedido de voar e a empresa alegou um desses motivos (excesso de peso da aeronave, compartimento de carga cheio ou encerramento do embarque), ora, ora! Sherlock Holmes poderia dizer que possivelmente aconteceu um overbooking.

Nesse caso, você poderá reclamar os mesmos direitos de quando ocorre um voo atrasado e acionar a Liberfly também. Peça o serviço aqui.

Segundo a Liberfly, as indenizações em casos de overbooking variam, em média, entre R$ 2.000 e R$ 6.000. O valor vai depender do dano causado ao passageiro.

Direitos em caso de greve e outras situações

Muitas pessoas pensam que em casos de greves ou manifestações políticas, a empresa é obrigada a ressarcir seus passageiros pelo transtorno. Acontece que nem sempre é assim. Essa norma se aplica apenas se isso ocorrer dentro da empresa, por exemplo, em caso de pilotos, tripulação de bordo e engenheiros fazerem a paralisação.

Como pedir indenização via Liberfly?

Você não paga nada ao solicitar uma análise do seu caso no site da Liberfly. Se a equipe de consultores da Liberfly entender que o seu caso é elegível para reembolso, eles tentarão negociar a indenização com a empresa aérea. Dando certo, o valor é depositado na sua conta, mas 30% fica de comissão para a empresa. Mas, caso não dê, nenhuma taxa é cobrada pelo serviço.

O fato de não precisar procurar um bom advogado (nem sempre a gente conhece um), passar horas em ligações com ouvidorias e call centers e resolver tudo em casa pode compensar o valor de taxa pago à empresa.

Fizemos uma simulação de como ocorre esse pedido e os dados necessários. São apenas 6 passos. Veja abaixo.

liberfly passo a passo tela 1

Esses são os dados iniciais para entrar com o processo. Foto: Reprodução Liberfly

Liberfly passo a passo tela 2

Em seguida, você deverá informar o motivo da ocorrência. Foto: Reprodução Liberfly

Liberfly passo a passo tela 3

Mais algumas informações sobre a empresa. Foto: Reprodução Liberfly

Liberfly passo a passo tela 4

É necessário informar também se você recebeu algum benefício. Foto: Reprodução Liberfly

liberfly passo a passo tela 5

Depois, resuma a situação. Foto: Reprodução Liberfly

Liberfly passo a passo tela 6

Por fim, fazer o upload dos seus documentos. Foto: Reprodução Liberfly

Liberfly passo a passo tela 7

Pronto! Agora é só aguardar o contato. Foto: Reprodução Liberfly

A Liberfly é confiável?

Para analisar se a Liberfly é confiável, nós sugerimos que você analise os fatores abaixo.

Histórico

A Liberfly é uma start-up brasileira e a primeira da América Latina criada para ajudar passageiros a obterem seus direitos junto a companhias aéreas. Foi fundada por Ari Moraes, Cesar Ferrari e Gabriel Zanette, todos formados em Direito pela Universidade Federal do Estado do Espírito Santo (ES), onde fica a sede da Liberfly.

A empresa afirma ter facilidade de negociação com mais de 70 companhias aéreas pelo mundo. Assim, atua em todo território brasileiro e também na Europa, utilizando a legislação europeia. Ela pode obter indenizações para passageiros que enfrentem problemas em todos os voos que tenham chegada e partida do Brasil.

Desde seu início, em 2016, a fintech já conseguiu compensação para mais de 3 mil casos nacionais e internacionais. Ela afirma que a negociação com a companhia aérea é 80% mais rápida do que qualquer ação judicial.

Um dos planos da empresa é implementar bots (robôs inteligentes) para facilitar ainda mais o processo. A previsão dos sócios é que eles recebam investimentos externos no valor de R$ 5 milhões nos próximos períodos.

Reclame Aqui Liberfly

A Liberfly apresenta apenas uma reclamação no Reclame Aqui, um dos sites mais acessados do Brasil, que recebe mais de 600 mil visitantes por dia.

Vale lembrar que o portal é uma das principais fontes de informação para verificar se uma empresa é realmente confiável antes de realizar uma compra ou contratar um serviço.

liberfly no reclame aqui

A empresa possui apenas uma reclamação no portal. Foto: Reprodução Reclame Aqui

Depoimentos de clientes da Liberfly

Uma outra forma de verificar se a Liberfly é confiável é buscar as avaliações do site na página oficial da empresa no Facebook.

liberfly avaliação facebook

A Liberfly possui nota 4,9 no Facebook. Foto: Reprodução Facebook

Desde 2016, a Liberfly reuniu 83 avaliações na página, que lhe renderam a nota 4,9 de 5,0. Em 2019, eles receberam 6 avaliações, sendo 4 positivas e 2 negativas. Confira abaixo.

liberfly avaliações clientes facebook

Se levarmos em conta as avaliações recentes, 66% são positivas. Foto: Reprodução Facebook

Reportagens em meios de comunicação

Os serviços da Liberfly já foram divulgados por grandes veículos de comunicação, como Estado de S. Paulo, Exame e Infomoney. Veja algumas reportagens.

Startups fazem disparar ações na Justiça contra companhias aéreas no Brasil

Startups que indenizam passageiros de voos atrasados ou lotados decolam

Voo atrasou, foi cancelado ou lotou? Sites ajudam a conseguir indenização

Liberfly Telefone

O telefone da Liberfly, informado no Linkedin da empresa é o (27) 3376-7200.

É certo que vou receber indenização?

Cada caso é um caso. Se você se deparou com algum problema com voos nos últimos cinco anos, verifique no site se você pode ser compensado. Acesse aqui.

Lembre-se que problemas assim podem acontecer no mundo todo! Sendo assim, o reembolso pode acontecer em casos de voos nacionais e internacionais.

Ah, também não importa se as passagens foram adquiridas em dinheiro, cartão de crédito ou milhas. O direito continua sendo o mesmo.

Quanto posso receber via Liberfly?

A Liberfly indica que é possível receber de R$ 1.000 até R$ 10.000, dependendo do caso. Só uma graninha dessas em nossas vidas para planejar a próxima viagem, né?!

Quanto tempo demora?

A Liberfly garante que, em 5 dias úteis, um membro da equipe entrará em contato para tentar entender melhor a situação. É importante estar ciente de que cada caso é diferente. Algumas resoluções são mais rápidas, e podem ocorrer em 48 horas, outras mais lentas, em alguns meses.

Segundo a Liberfly, 60% dos casos são solucionados com menos de 3 meses e o trâmite é 80% mais rápido que um processo comum.

 

Leia mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *