Melhor seguro viagem: como escolher?

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 31/07/2019
Compartilhar este artigo:

Não precisa ser o mais caro, nem o mais abrangente de todos: o melhor seguro viagem é aquele que se adequa às suas necessidades, seu bolso e a destino que você vai viajar. Sim, o destino interfere, até por que tem países em que ter um seguro viagem é obrigatório. Em outros, a rede de saúde pública é precária e/ou a particular é caríssima. Mas como funciona o seguro viagem e como escolher? Neste post eu vou dar todas as dicas!

Por que fazer um seguro viagem
Seguro Viagem – Como Funciona
Seguro viagem obrigatório – Onde você não entra sem ele
Melhores seguros viagem – critérios para definir qual contratar
Quanto custa um seguro viagem
Seguro viagem barato
Diferença entre contratar um seguro e usar o seguro do cartão de crédito
Como foi quando eu precisei de médico no exterior
Conclusão

 

Por que fazer um seguro viagem

De maneira geral, o seguro viagem te protege no exterior e em estados do Brasil (desde que não cobertos pelo seu plano de saúde regular) com o seguinte:

  • Indenização por perda de bagagem, atraso na chegada dela ou danos à mala. Ou seja, a seguradora paga os objetos pessoais que você tiver que comprar caso sua mala seja perdida ou chegue atrasada ao seu destino. E te paga um valor caso sua mala seja danificada pela companhia aérea durante a viagem;
  • Seguro de bagagem extraviada – A seguradora paga um valor complementar ou suplementar para te indenizar pelas coisas que estavam na sua mala extraviada (Veja abaixo a diferença entre seguro de bagagem complementar e suplementar);
  • Assistência na localização da bagagem – A seguradora fica em contato constante com a companhia aérea para achar a sua mala e quando achar, manda entregar para você;
  • Atendimento médico, hospitalar, inclusive com internação, cirurgia e fisioterapia se necessário;
  • Traslado médico – Se você sofrer um acidente ou ficar doente durante a viagem e precisar ser levado ou transferido até uma clínica ou hospital próximo, a seguradora reembolsa o valor que você gastar com despesas de trasporte;
  • Atendimento odontológico durante a viagem;
  • Ajuda em caso de perda de documentos ou cartão de crédito;
  • Auxílio financeiro no caso de você ficar doente e não puder sair do hotel – A seguradora paga pelas diárias e sua alimentação;
  • Assistência jurídica para se você for multado no trânsito – A seguradora paga os honorários com advogado caso você seja multado no trânsito;
  • Auxílio financeiro para gastos em caso de atraso de voo. Ou seja, dá direito à indenização, por meio de reembolso, de despesas com hospedagem, transporte, alimentação, e despesas telefônicas que não tenham sido pagas pela companhia aérea, decorrentes do atraso de embarque superior a 6 horas;
  • Cancelamento de viagem – Caso você tenha que cancelar a viagem por que um parente de primeiro grau morreu, ou por que você teve que ser internado nas 48h antes da viagem, a seguradora te reembolsa o valor da multa que você pagar para cancelar a viagem;
  • Se você estiver viajando sozinho e precisar ser internado por mais de 48h, a seguradora paga as despesas de passagem e hospedagem para um acompanhante vir ficar com você te acompanhando no hospital;
  • Garantia de viagem de regresso – Se sua casa no Brasil for incendiada ou roubada ou se você ou seu companheiro de viagem ficarem doentes na viagem, a seguradora paga um valor pela passagem aérea de volta ao Brasil;
  • Traslado de corpo em caso de falecimento;
  • Indenização em caso de invalidez permanente por acidente ocorrido durante a viagem;
  • Indenização ao beneficiário do segurado caso o segurado morra por causa de acidente durante a viagem;
  • Assistência 24h em português para resolver todos esses problemas acima

A gente sabe que toda viagem tem despesas imprevistas, mas pequenas (preço de alimentação que pode ser maior do que imaginávamos, custo com transporte), etc.  Sem um seguro, se você tiver um problema com mala, médico e estas outras situações que eu listei acima, você terá que pagar caro por um imprevisto ou acidente.

>>Com cupom VICIADAEMVIAJAR5 você tem desconto de 5% em todos os planos da Seguros Promo<<

 

Seguro viagem – Como funciona

Problemas médicos

Mas como funciona o seguro viagem? Você adquire um antes do início da sua viagem (pode ser horas antes) e ele te dá toda essa proteção que eu listei acima durante os dias exatos da sua viagem e no destino para o qual você vai viajar. E o preço varia de acordo com a quantidade de dias, o local, sua idade e a cobertura que você contratar.

Se você ficar doente ou sofrer um acidente durante a viagem, você entra em contato com o seguro (por telefone, e-mail), fala o seu problema, e a seguradora te fala algumas opções de médicos mais próximos de você. A seguradora tem, em geral, atendimento 24h, em português. Algumas atendem inclusive por chat ou Whatsapp.

Chegando no local de atendimento, você informa que tem o seguro e é atendido sem pagar nada. Só paga algo se as suas despesas médicas ultrapassarem o valor total previsto no contrato do seguro (explico mais abaixo).

Caso você queira ir a um médico que não estava na lista que a seguradora te passou, você pode ir, paga o atendimento no local e depois recebe o reembolso à seguradora.

No caso de você ter que comprar remédios durante a viagem, você paga por eles e depois é reembolsado pelo seguro.

 

Perda de bagagem

No caso de perda de bagagem, o seguro viagem te dá uma indenização que se soma à que a empresa aérea dá. Existem duas possibilidades:

Seguros Bagagem Complementar: Caso você tenha contratado um seguro viagem com valor para extravio de bagagem de R$500 e a companhia aérea te der apenas R$200 pela perda da bagagem, por exemplo, você receberá do seguro ima indenização de R$300.

Seguro Bagagem Suplementar: Neste caso, você recebe o valor pago pela companhia mais o valor descrito na apólice do seguro. Nesse exemplo, você recebe R$ 300 da companhia aérea + R$ 500 da seguradora = R$ 700.

melhor seguro viagem aviao

Viajar com tranquilidade é sempre a melhor opção.

Seguro viagem obrigatório – Onde você não entra sem ele

Como eu disse, o melhor seguro viagem é aquele que se adequa ao seu destino. Tem países em que o seguro é obrigatório, ou seja, você nem entra se não tiver seguro viagem. São eles:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Austrália
  • Bélgica
  • Chipre
  • Cuba
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Equador
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Suécia
  • Suíça
  • Venezuela

E um detalhe importante: quase todos os países dessa lista (com exceção do Equador, Venezuela, Austrália e Cuba) fazem parte do Tratado Schengen, que determina que os turistas não apenas têm que ter seguro, mas que esse seguro tem que cobertura mínima de 30 mil euros.

Em Cuba, o seguro deve ter cobertura mínima de US$ 10 mil para assistência médica. Austrália e Equador não estipulam um valor mínimo. Já para Venezuela, o seguro deve ser de no mínimo US$ 40 mil para assistência médica, e repatriação médica e funerária. E para ir à Venezuela você deve ter, também um seguro adicional no valor de US$ 1 mil específico para roubos, furtos ou extravio de bagagem.

Seguro Viagem: Europa
GTA 60 EUROMAX GTA 60 EUROMAX Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 22/dia*
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 9/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*

 

Melhores seguros viagem – critérios para definir qual contratar

Para escolher o melhor seguro viagem para você, preste atenção nos seguintes critérios.

Valor da cobertura

Como eu disse, se você vai para um dos países que assinaram o Tratado Schengen, a cobertura tem que ser de no mínimo 30 mil euros. Cuba e Venezuela também têm valores mínimos, como eu expliquei acima.

Se por um lado um valor menor de cobertura total significa em geral preços menores, por outro, pode gerar uma despesa para você se seu atendimento médico no exterior for muito caro. Por exemplo: se o valor da sua apólice de seguro for de 30 mil dólares, e a sua conta no hospital for de US$ 31 mil, você vai ter que pagar essa diferença de US$ 1 mil. Isso mesmo se você for num hospital indicado pelo seguro, ou seja, conveniado.

 

O que está incluído no contrato

Se você vai fazer esportes durante a viagem, por exemplo, deve contratar um seguro que cubra acidentes durante a prática de atividades esportivas, como surf, maratona ou esqui. Um amigo do meu irmão, por exemplo, tomou uma queda enquanto esquiava em Bariloche, na Argentina, e teve que ter atendimento de emergência.

Nem todos os planos têm cobertura para acidentes durante a prática de esporte. E há alguns que até têm, mas a cobertura para isso é baixa. Já imaginou precisar de um helicóptero para sair da montanha num acidente de esqui? Isso é real, acontece mesmo.

A dica que eu dou é procurar planos que tenham a palavra “ESPORTE” e checar que tipo de esporte está coberto pelo plano. Artes marciais e lutas normalmente não estão cobertos, por isso você tem que olhar com atenção. Ah, e dê preferência aos que têm cobertura mais ampla.

Se você estiver grávida, por exemplo, é preciso contratar um seguro viagem específico, porque nem todos os planos das seguradoras cobrem atendimento para gestantes. E os preços dos planos variam de acordo com o tempo de gestação da grávida.

 

Reputação da empresa contratada

Outro fator para decidir qual é o melhor seguro viagem para você é se a empresa que você está contratando é confiável. Veja em sites como Reclame Aqui e converse com quem já usou.

A Seguros Promo, parceira do blog, tem uma ótima avaliação no site Reclame Aqui. A Seguros Promo é um portal que reúne e consolida as informações de diversas seguradoras conhecidas, e compara preços. Lá você contrata seu seguro viagem na hora.

>>Garanta seu desconto de 5% em todos os planos da Seguros Promo com o cupom VICIADAEMVIAJAR5<<

 

melhor seguro viagem nota seguros promo reclame aqui

Nota da Seguros Promo no Reclame Aqui.

Uma das seguradoras vendidas pelo site da Seguros Promo é a Assist Card, que tem nota 8 no Reclame Aqui:

Melhor seguro viagem Avaliação Assist Card no Reclame Aqui

Avaliação da Assist Card no Reclame Aqui.

 

Quanto custa um seguro viagem

É claro que não adianta ser o melhor seguro viagem do mundo e não caber no seu bolso, certo?

Mas quanto custa um seguro viagem?

Para a Europa, o seguro sai a partir de 10 reais diários. Para a África, como o custo de vida é mais barato, os seguros viagem também costumam ter melhores preços que para a Europa.

Se você compara com o custo que vai ter se precisar pagar pelo atendimento em outro país, o seguro viagem é vantajoso. Nos Estados Unidos, mesmo no sistema público de saúde os turistas têm que pagar. De acordo com o site The Kaiser Family Foundation, uma diária em hospital nos Estados Unidos pode passar de US$ 3 mil, dependendo do estado. Uma consulta pode sair a US$ 200.

 

Seguro viagem barato

Para conseguir seguro viagem barato, damos as seguintes dicas:

  • Compare preços de forma fácil, vendo lado a lado os preços e o que cada um oferece;
  • Veja qual é a cobertura mais adequada para você;
  • Use cupons de desconto, como o que oferecemos aqui no blog para a Seguros Promo, de 5% com o código VICIDAEMVIAJAR5 por esse link;
  • Pague em boleto bancário, para economizar nas taxas. Na Seguros Promo, por exemplo, você ganha mais 5% de desconto ao escolher essa forma de pagamento (além dos 5% que você ganha com o meu cupom acima);
  • Se você viaja com frequência ao exterior (mais de duas vezes ao ano), vale a pena analisar a contratação de um seguro viagem anual. Oferecido por algumas seguradoras, esse seguro pode gerar uma economia de até 60%. Ele vale em todos os países do mundo, atende às exigências do Tratado Schengen e vale por viagens de 30 a até 60 dias, dependendo do plano, pelo ano todo.

A Assist Trip é um exemplo de seguradora que oferece esse seguro pela Seguros Promo. O plano que prevê cobertura com assistência médica hospitalar de US$ 120 mil e 30 dias por viagem custa em média R$ 2,53 por dia, por exemplo.

 

Diferença entre contratar um seguro e usar o seguro do cartão de crédito

De maneira geral, só quem tem cartão de crédito platinum ou black tem direito a seguro. Além disso, para usufruir do benefício, é preciso que a passagem aérea tenha sido comprada pelo cartão de crédito em questão e que a viagem dure no máximo 30 dias.

O melhor seguro viagem para você é o do cartão? Depende. A cobertura do seguro do cartão pode ser insuficiente para você, por exemplo, se você for viajar por mais de 30 dias. Além disso, práticas de esportes e complicações na gravidez nem sempre estão cobertas. É preciso apurar com o cartão as coberturas e condições.

Quando você viaja usando o seguro do cartão de crédito, quem escolhe o plano que você pode usar é o cartão.

Outro fator é que na maioria das vezes o seguro dos cartões de crédito funciona com o serviço de reembolso. Ou seja, você paga lá no exterior os custos que tiver pelas despesas médicas e depois pede reembolso. Mas lembre-se de sempre pegar recibo de tudo, pois você precisará comprovar o gasto para ter direito a seu dinheiro de volta.

 

Como foi quando eu precisei de médico no exterior

Eu já precisei acionar o seguro viagem em duas viagens internacionais. Ambas em países em que o seguro viagem internacional não é obrigatório.

A primeira vez foi quando uma queda na minha estreia numa posta de esqui me deixou com os joelhos inflamados em Bariloche. A segunda foi quando achei que estava tendo um troço no coração na Indonésia. Veja por que o seguro viagem foi importante para mim nestas duas ocasiões e como foi ser atendida no exterior.

queda esqui bariloche

Quedas no esqui são bem comuns!

Conclusão

Com tudo isso, a conclusão é que para decidir qual contratar dentre os melhores seguros de viagem, você tem que avaliar a sua necessidade, os produtos e preços. O que não dá é para viajar sem seguro viagem, certo?

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *