Um museu cheio de ouro em Bogotá

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 03/09/2019
Compartilhar este artigo:
bogota-museo-oro2

Máscara mortuária no Museo del Oro de Bogotá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Se você tem pouco tempo para conhecer Bogotá e quer ir a 1 museu bacana e diferente da grande maioria dos museus que já visitou, não pense duas vezes: vá ao Museu do Ouro (Museo del Oro).

Lá estão peças que mostram como o ouro era usado para fazer objetos de decoração, coroas, máscaras mortuárias, moedas e até para adornar povos primitivos em partes do corpo impensáveis hoje. Tem narigueira, enfeite para a cintura e até para os órgãos genitais. Cada coisa mais linda! Impossível não bater um milhão de fotos.

bogota-museo-oro

Objetos de decoração e adornos para o corpo no Museo del Oro. Foto: Marcelle Ribeiro.

bogota-museo-oro3

Enfeites para nariz no Museo del Oro de Bogotá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Não deixe de entrar num cantinho do museu onde os visitantes vivem uma “experiência” diferente: entram numa sala circular e, com sons e um jogo de luzes sobre peças de ouro, sentem um pouco de como é estar numa jangada num rio em uma tribo. É bem bacana, gostei bastante.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.
bogota-museo-oro4

A experiência de som, luz e ouro do Museo del Oro de Bogotá. Foto: Marcelle Ribeiro.

O museu, administrado pelo Banco de La República, é bem grandinho e cheio de explicações sobre as peças. Eu levei mais de uma hora para conhecê-lo, mas se você quiser ler os textos com mais calma, vai levar mais tempo. Ah, e tem uma lojinha embaixo do museu que tem umas coisas bem interessantes. A mulherada que estava comigo adorou!

Museu do Ouro (Museo del Oro):
http://www.banrepcultural.org/museo-del-oro
Endereço: Parque de Santander, na Carrera 5ª, esquina da Calle 16, no Centro de Bogotá.
Horário de funcionamento: De terça a sábado, das 9h às 18h; e domingos e feriados, das 10h às 16h. Não abre às segundas.
Preço: 3 mil pesos colombianos (aos domingos é grátis).

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *