O que fazer em João Pessoa (PB): Dicas preciosas para 1 a 7 dias

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 17/11/2019
Compartilhar este artigo:

Quando falamos sobre o que fazer em João Pessoa, não podemos esquecer que as atividades legais não ficam só na capital, mas também nas cidades vizinhas. Os municípios de Conde e Cabedelo são muito próximos e também guardam boas praias e outras atrações muito conhecidas do estado.

As três cidades são tão perto uma das outras que nem é possível perceber que saímos de um município e entramos em outro quando estamos dirigindo, por exemplo. Então, na verdade, esse post fala de o que fazer em João Pessoa mas também de o que fazer na Paraíba!

Coloquei todas as distâncias partindo do bairro de Cabo Branco, em João Pessoa, porque foi onde ficamos durante a nossa viagem. Se preferir, clique no índice abaixo para ir direto ao que te interessa.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Melhores praias de João Pessoa e arredores
Pontos turísticos de João Pessoa e região
O que fazer em João Pessoa com chuva
Roteiro João Pessoa – 1 a 7 dias

 

O que fazer em João Pessoa e arredores

Melhores praias de João Pessoa e arredores

1 – Praia de Tambaú (João Pessoa)

Essa é uma das principais praias de João Pessoa e tem águas claras, calmas e uma grande faixa de areia. Ela fica a apenas 1 quilômetro da praia de Cabo Branco, onde ficam muitos hotéis de João Pessoa. Mesmo sendo uma praia mais urbana, a movimentação era bem tranquila.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Algumas pessoas oferecem serviço de guarda-sol e cadeira de praia a preços bem acessíveis. Aproveitamos o clima tranquilo para também caminhar pela areia.

praia_de_tambau_joão_pessoa (Copy)

A tranquila praia de Tambaú, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro

2 – Praia de Cabo Branco (João Pessoa)

Eu e o maridão não chegamos a tomar banho de mar nessa praia, mas como estávamos hospedados nela, demos uma corridinha matinal no calçadão. O calçadão de Cabo Branco  é bem gostoso, cheio de quiosques vendendo água de côco. A praia em si parece muito a praia de Tambaú, tanto na cor do mar, quanto na faixa de areia bem ampla. Tem muitas cadeirinhas e guarda-sóis na areia, mas não chega a ficar lotado nem no feriadão, pois há bastante espaço.

Se você se hospedar por lá, sugiro que inclua na sua lista de o que fazer em João Pessoa, nem que seja para dar uma caminhada.

Leia também: Onde comer em João Pessoa

Praia de Cabo Branco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Praia de Cabo Branco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Piscinas naturais da Penha/do Seixas (João Pessoa)

Dizem que as piscinas naturais do Seixas são lindas, cheias de peixinhos numa água azul incrível. As embarcações partem da Ponta do Seixas. Como tivemos apenas 3 dias para conhecer João Pessoa, preferimos usufruir ao máximo do carro que alugamos na Rentcars e fizemos os passeios que dependiam de carro. Deixamos as piscinas naturais para uma próxima oportunidade.

Importante dizer que esse passeio só vale a pena na maré baixa. Quanto mais perto da maré zero melhor. Ideal ir com a maré até 0,5.

Para saber como ver a tábua das marés, acesse este site do INPE, desça a barra de rolagem até “Tábua de Marés” e em seguida escolha a cidade onde fica o porto mais próximo (no caso da Paraíba, é “Porto de Cabedelo – PB”). Em seguida, selecione o mês e o ano, que aparecerá um popup com as marés para cada dia.

Você pode contratar o passeio para as piscinas do Seixas online, pelo site da Viator, por R$ 38 por pessoa (preço de nov/19).

4 – Piscinas naturais de Picãozinho (João Pessoa)

Esse é outro conjunto de piscinas naturais com peixinhos de João Pessoa. Os barcos partem da praia de Tambaú, perto do Hotel Tropical Tambaú. Nós também não fizemos, mas é um passeio bem famoso na cidade.

Assim como o passeio para as piscinas naturais da Penha/do Seixas, é preciso observar a tábua de marés.

É possível contratar o passeio para as piscinas do Picãozinho pelo site da Viator, por R$ 41,80, em um barco que tem até toboágua e tranpolim.

5 – Ilha da Areia Vermelha (João Pessoa)

A “ilha” na verdade é um banco de areia que aparece na maré baixa em frente à praia de Camboinha, atraindo muitos catamarãs e lanchas. Para ir ao banco de areia, é possível acertar com embarcações nos bares das praias de Camboinha e Poço.

6 – Praia do Poço (cidade de Cabedelo)

Definitivamente a Praia do Poço não pode ficar de fora na hora de decidir o que fazer em João Pessoa. Nela, o mar tem uma cor verde azulada lindo, e o clima é bem tranquilo, com águas calmas, mas um vento gostoso constante.

Tecnicamente ela fica no município de Cabedelo, que é muito perto, a cerca de 14 quilômetros de Cabo Branco. O acesso é bem tranquilo. Basta seguir pela BR-230 no sentido de Cabedelo e pegar a saída da Rua Carolino Cardoso.

Por lá, é possível ficar na areia ou também aproveitar uma barraca de praia (que parece um restaurante) chamada Lovina. Nós alugamos uma barraca com cadeirinhas em frente à Lovina (R$ 20) e ficamos na areia. A praia é bem tranquila, e mesmo em feriadão fica bem vazia, sem muvuca.

Leia também: Onde ficar, quando ir e como chegar a João Pessoa

A praia do Poço tem águas tranquilas e um vento gostoso. Foto: Marcelle Ribeiro

A praia do Poço tem águas tranquilas e um vento gostoso. Foto: Marcelle Ribeiro

7 – Praia de Tambaba (Conde)

A praia de Tambaba é uma das mais bonitas da região, tanto que não deixei de fora ao decidir o que fazer em João Pessoa. É uma das mais distantes da capital e fica a cerca de 40 quilômetros de Cabo Branco, na cidade de Conde. Mesmo assim, é fácil chegar nela. Basta seguir pela PB-008 e seguir as placas para Tambaba.

Chegando lá, um pouco antes da praia tem um mirante onde é possível estacionar e apreciar a vista deslumbrante.

praia_de_tambaba_joão_pessoa2 (Copy)

A vista deslumbrante da praia de Tambaba. Foto: Marcelle Ribeiro.

Depois de tirar muitas fotos, é só continuar a descida até o estacionamento, que é de terra batida, mas bem amplo.

A praia tem duas áreas. A primeira é para todos os banhistas, onde é possível aproveitar pequenas piscinas naturais formadas pela maré e caminhar por algumas pedras que ficam expostas com a maré baixa.

Já a outra é uma área de praia naturista (onde os banhistas ficam sem roupas), mas confesso que não tivemos coragem de entrar. O sol estava forte e ficamos com medo de nos queimarmos onde o sol normalmente não bate (se é que vocês me entendem…). Mas fiquem tranquilos: tudo é muito bem sinalizado!

praia_de_tambaba_joão_pessoa1 (Copy)

As piscinas naturais da praia de Tambaba. Foto: Marcelle Ribeiro

8 – Praia de Tabatinga (Conde)

A praia de Tabatinga também fica no município de Conde, mas é um pouco mais próxima de João Pessoa. Fica a 34 quilômetros de Cabo Branco. Basta usar a PB-008 e seguir a sinalização.

Logo no início dela, à direita, há um trecho de encontro de rio, com uma “piscina”. Mas é bem farofa, preferimos não ficar lá.

Praia de Tabatinga, perto de encontro com rio. Foto: Marcelle Ribeiro.

Praia de Tabatinga, perto de encontro com rio. Foto: Marcelle Ribeiro.

Chegando em Tabatinga, você desce uma escada esculpida nas pedras e tem acesso à praia. Quando estivemos lá, fomos para o trecho da esquerda (o lado oposto da piscininha de rio), mas a primeira parte da praia estava com muitas algas. Além disso, essa área tem um quiosque e muita gente levava até churrasqueiras pequenas para a areia.

praia_de_tabatinga_joão_pessoa1 (Copy)

A primeira parte de Tabatinga, onde tem mais gente e mais alga. Foto: Marcelle Ribeiro.

Por isso, preferimos caminhar um pouco mais para o lado direito. Pouco depois da muvuca, você faz uma “curva” e consegue ficar em um lugar bem mais tranquilo, com sombras formadas pelos coqueiros e bem menos gente. O mar estava um pouco mais agitado, mas o azul continuava lindo e as ondas não assustavam tanto assim.

praia_de_tabatinga_joão_pessoa2 (Copy)

A praia de Tabatinga tem sombras formadas pelos coqueiros. Foto: Marcelle Ribeiro

9 – Praia de Coqueirinho (cidade de Conde)

Essa praia tem duas partes: uma onde ficam as barracas de praia com maior estrutura, que funcionam quase como restaurantes, mas num trecho onde o mar é mais forte. Caminhando um pouco para a sua esquerda, você chega rapidinho em um trecho de água bem paradinha e quentinha, mas em que há bem menos espaço para sentar e poucas pessoas alugando guarda-sol.

Os dois trechos são bem muvucados e cheios no final de semana. Fica a 33k de Cabo Branco (em João Pessoa). Tem gente que vem caminhando da praia de Tabatinga até ela, mas a gente preferiu ir de carro.

Ou seja, como é linda, eu recomendo que você inclua a Praia de Coqueirinho na sua lista de o que fazer em João Pessoa, mas que chegue lá beeem cedo, para evitar a muvuca.

Praia de Coqueirinho, em Conde. Foto: Marcelle Ribeiro.

Praia de Coqueirinho, em Conde. Foto: Marcelle Ribeiro.

Pontos turísticos de João Pessoa e região

10 – Praia fluvial do Jacaré (cidade de Cabedelo)

Depois das praias, esse é um dos maiores pontos turísticos de João Pessoa e a região e item “obrigatório” na hora de bater o martelo sobre o que fazer em João Pessoa. O pôr do sol na praia fluvial do Jacaré, em Cabedelo, ficou super famoso por causa de um saxofonista chamado Jurandy.

Para atrair mais pessoas para a região, ele decidiu tocar “Bolero de Ravel” em uma canoa todos os dias na hora em que o sol se põe. A ideia deu tão certo que o Jurandy criou um evento imperdível (e gratuito) para qualquer pessoa que visita a capital paraibana.

por_do_sol_praia_jacaré

Jurandy e seu saxofone: dupla de sucesso na praia do Jacaré! Foto: Marcelle Ribeiro

As muretas do Rio Jacaré ficam cheias de gente todos os dias e um comércio foi criado na região. Várias barraquinhas, lojinhas de artesanato e bares foram surgindo por lá só por causa do Jurandy. Tudo bem bonitinho.

Se você quiser, pode aproveitar o show dentro de um dos barcos que navegam próximos da canoa do Jurandy. Cada ingresso custa R$ 35. Eu e Guilherme preferimos ver da mureta mesmo e é bem tranquilo. Algumas caixas de som garantem que a música chegue a todos por lá.

Para chegar lá, basta seguir pela BR-230 e fazer um retorno para pegar a Avenida Pôr do Sol. São apenas 12 quilômetros de Cabo Branco. Chegando lá, é possível parar o carro em um dos vários estacionamentos por cerca de R$ 10.

Se você não for de carro, pode contratar uma excursão em grupo para ver o pôr do sol lá, por R$ 51,63 por pessoa, com saída do hotel, pelo site da Viator.

praia_do_jacaré_joão_pessoa (Copy)

A orla da praia do Jacaré tem várias lojinhas e lanchonetes. Foto: Marcelle Ribeiro

11 – Centro Cultural de São Francisco (João Pessoa)

Pesquisando o que fazer em João Pessoa mas não quer só ir a praias? Vale a pena dar ao menos uma passada no centro histórico de João Pessoa. Por lá, o principal ponto turístico é o Centro Cultural de São Francisco. É uma das igrejas mais antigas e tradicionais da cidade, que hoje funciona como um espaço cultural e abriga também um museu de artes sacras. Ela não está tão bem conservada, como muitas outras do Brasil, mas tem seu charme.

Uma pena que fica tão distante de Cabo Branco: são 10 km até lá. Recomendo ir de carro, porque a região é bem feinha e esquisita para ir de ônibus. Ou ir num city tour, que inclui outras atrações do centro (R$ 120 por pessoa).

O Centro Cultural de São Francisco fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h, e aos sábados e domingos, das 9h às 14h e fica na Ladeira de São Francisco, S/N, no Centro. A entrada custa cerca de R$ 5.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Centro Cultural de São Francisco, em João Pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

12 – Farol de Cabo Branco

Localizado em cima de uma falésia, de onde se tem vista para a praia de Cabo Branco, o Farol simboliza o local onde o sol nasce primeiro em nosso continente. Na hora de decidirmos o que fazer em João Pessoa, o farol acabou ficando de fora, pois nosso roteiro estava apertado.

13 – Estação Cabo Branco

Este prédio circular projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer abriga exposições de arte temporárias e fixas e também projetos voltados para astronomia. Vira e mexe tem outras atrações lá, como aula de Tai Chi Chuan. Veja a programação no site oficial. Fica na Avenida João Cirilo da Silva, na praia de Cabo Branco.

O que fazer em João Pessoa com chuva

Como a cidade e os municípios vizinhos têm nas praias as suas principais atrações, decidir o que fazer em João Pessoa com chuva não é moleza. Eu recomendo que você se concentre nos passeios em que há atrações fechadas, como centro histórico de João Pessoa e suas igrejas e a Estação Cabo Branco.

Roteiro João Pessoa – 1 a 7 dias

Quantos dias ficar em João Pessoa?

Para conhecer apenas João Pessoa, 2 dias inteiros dá. Eu passei 3 dias inteiros e bem intensos e diria que é o mínimo que você deve ficar se quer conhecer não só João Pessoa, mas também um pouco das cidades vizinhas da Paraíba (que foi o que fiz). O ideal teria sido passar 4 dias para poder incluir um passeio e a uma piscina natural, ou 5, para fazer tudo menos corrido.

Roteiro João Pessoa 1 dia

Com apenas um dia, a sua lista de o que fazer em João Pessoa tem que se concentrar no imperdível: uma praia próxima (na capital ou em Cabedelo) e à tarde o pôr do sol na praia fluvial do Jacaré.  Dependendo do horário em que a maré estiver baixa, dá para fazer um passeio a uma piscina natural também. Das praias que listei acima, a mais bonita é a do Poço, em Cabedelo.

Roteiro João Pessoa 2 dias

No dia 1, visite a Praia do Poço em Cabedelo e depois do almoço vá ver o pôr do sol na Praia do Jacaré.

No dia 2, pegue o carro e vá cedo para a praia do Coqueirinho, que enche. Depois, dê uma passada na praia de  Tabatinga.

Roteiro João Pessoa 3 dias

Nós ficamos 3 dias na capital e nosso roteiro de viagem em João Pessoa foi assim:

Dia 1 – Saímos de Cabo Branco, onde nos hospedamos, e fomos de carro para a praia do Poço, em Cabedelo. Depois, almoço no bairro de Manaíra, banho no hotel e seguimos para a Praia do Jacaré para ver o pôr do sol. Lanche noturno na Praia do Jacaré.

Dia 2 – Depois de dar uma corridinha bem cedo na orla da praia de Cabo Branco, partimos de carro para a praia de Tabatinga. Ficamos um pouquinho lá, mas o mar estava muito batido. Pegamos o carro e seguimos mais um pouquinho até a praia do Coqueirinho, que é vizinha. Curtimos praia até mais tarde e depois fizemos um almoço tardio em João Pessoa. O lanche noturno foi na capital mesmo.

Dia 3 – Dia de conhecer a praia de nudismo de Tambaba. Depois de muitas fotos e piscininhas, retornamos a João Pessoa e ficamos um pouco na praia de Tambaú. De novo, almoço no bairro de Manaíra. Depois de um banho no hotel, pegamos o carro e fomos conhecer o Centro Cultural de São Francisco, no afastado centro da capital. À noite, seguimos viagem para Recife.

Como eu disse, nós não fizemos nenhum passeio a piscina natural, porque os horários de maré baixa eram ruins para o período em que estivemos lá e porque acabamos preferindo usufruir ao máximo do carro que alugamos.

Roteiro João Pessoa 4 dias

Com 4 dias na cidade, eu repetiria o roteiro de 3 dias e, no quarto, incluiria um passeio de barco a uma das piscinas naturais (Picãozinho ou Seixas) na minha lista de o que fazer em João Pessoa.

Roteiro João Pessoa 5 dias

Você pode fazer o roteiro de 4 dias acima e usar o quinto dia para visitar a piscina natural que não tiver visitado no quarto dia. Ou conhecer as atrações do roteiro de 4 dias com menos correria, visitando apenas 1 praia por dia, por exemplo.

Roteiro João Pessoa 6 dias

Com 6 dias, sua lista de o que fazer em João Pessoa pode incluir um bate-volta a um estado próximo, como uma day trip para:

Roteiro João Pessoa 7 dias

Com 7 dias, você pode fazer dois bate-voltas a estados vizinhos.

 

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *