Melhores restaurantes de Belém (PA): 8 dicas de onde comer

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 16/11/2020

A comida é, sem dúvida, umas das maiores atrações da cidade de Belém. São tantos sabores e ingredientes diferentes, desconhecidos para boa parte dos brasileiros, que experimentar a gastronomia paraense é programa obrigatório. Deixe a frescura em casa e viva experiências incríveis nos melhores restaurantes de Belém.

A comida paraense é uma delícia. Eu provei de tudo um pouco (e em alguns casos, “de tudo um muito! rsrsrs) e gostei de 90%! Vou explicar um pouco sobre as comidas e falar dos melhores restaurantes de Belém, ok? Apertem os cintos (ou melhor, afrouxem!)!

Comidas típicas do Pará

Açaí

Enquanto boa parte dos brasileiros come açaí com coisas doces (granola, banana, mel, etc) em um lanche reforçado, os paraenses comem açaí com a refeição principal e com farinha de mandioca misturada!

Eu confesso que odeio açaí com coisas doces, mas provei o açaí “à moda paraense”. Tenho certeza que para quem curte o fruto, os pratos devem ser gostosos, mas não ao meu paladar. Provei de todas as maneiras: puro, com farinha de mandioca, tradicional, com farinha tipo “pipoquinha”, com açúcar, etc.

Farinha

Os paraenses usam muitas farinhas e são apaixonados por farofa. Para exemplificar, em um restaurante havia um cozinheiro com frigideiras a postos ao lado de ingredientes diversos (peixe, linguiça, ovo, bacon, temperos, cebola, frango, etc) para personalizar a farofa dos clientes! Como muitas comidas típicas são meio pastosas, elas “pedem” mesmo uma farofa.

melhores restaurantes de belem farofa crocante

Opções de farofas no Lá em Casa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Peixes: tambaqui e filhote

Os peixes chamados tambaqui e filhote (filhote é o nome do peixe mesmo, não quer dizer que é um peixe pequeno de outra espécie) são típicas comidas de Belém do Pará. Prove e se delicie!

Pato com tucupi

Eu nunca tinha comido pato na vida e adorei. O gosto lembra um pouco galinha. Tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca antes de ela ser processada, que é a base para a culinária do norte. Está presente em várias receitas.

melhores restaurantes de belem la em casa gastronomia tipica

Pato com tucupi e jambu no Lá em Casa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Vatapá

É diferente do baiano. Sem dúvidas, gostei do vatapá de Belém (e não curto muito o baiano). Achei mais leve.

Jambu

É uma erva cujo aspecto lembra um pouco o do agrião e que provoca uma leve sensação de dormência na língua e nos lábios. Jambu é tudo nessa vida! Comi salgadinho com jambu, pato com jambu e até cachaça de jambu. Me apaixonei!

Maniçoba

Lembra um pouco feijoada, pois leva paio e carnes e é bem pastosa. No lugar de feijão, o ingrediente principal é a maniva (folha da mandioca). Esse prato demora até uma semana para ser preparado, pois é preciso tirar totalmente o ácido cianídrico da folha, que é tóxico. Eu achei bem gostoso.

Frutas

Cupuaçu, cajá (chamado pelos paraenses de taberebá) e bacuri estão entre frutas típicas. Outra fruta que eu não conhecia, mas amei: muruci.

Tacacá

É uma espécie de sopa amarelada e quente, que leva tucupi, goma de mandioca, jambu e camarões. Os moradores de Belém comem no fim de tarde e à noite, apesar do calor. Há muitas barracas de tacacá pelas ruas da capital. Me lembrou muito o hábito de comer acarajé na Bahia.

melhores restaurantes de belem onde comer a noite

Tacacá da Dona Maria é famoso em Belém. Foto: Marcelle Ribeiro

Melhores restaurantes de Belém

Agora o que você sabe sobre algumas das comidas típicas do Pará, veja minhas dicas sobre os melhores restaurantes em Belém para jantar, almoçar, fazer um lanche… Os preços abaixo são todos de 2015, ok?

Point do Açaí

À primeira leitura, o nome desse restaurante em Belém do Pará me fez pensar que ele era uma lanchonete, mas é bem bonito, nem de longe lembra uma biboquinha. Foi no Point do Açaí, um dos melhores restaurantes de Belém, onde eu comi um dos mais deliciosos peixes.

melhores restaurantes de belem point do acai

Restaurante Point do Açaí. Foto: Marcelle Ribeiro

Pedi o clássico: filhote com açaí, acompanhado de arroz, farofinha de mandioca na manteiga e vinagrete. O garçom me ensinou a comer: prove primeiro o peixe com os acompanhamentos, já no final da refeição, o açaí. O peixe estava divino. Por outro lado, o açaí não agrada ao meu paladar, mas a refeição continuou memorável. Ainda assim, vale dizer que este restaurante tem fama de ter melhor açaí de Belém.

O preço R$ 48 a refeição individual (bem servida).

Fica pertinho da Estação das Docas, na Avenida Boulevard Castilho França, 744, Campina e funciona de terça a sábado, das 11h às 22h30 e aos domingos e segundas, das 11h às 16h. Tem ar condicionado.

melhores restaurantes de belem acai salgado

Peixe filhote e açaí no Point do Açaí. Foto: Marcelle Ribeiro

Lá em Casa

Minha sugestão para quem quer saber onde almoçar em Belém, pois todos os os dias há um buffet livre e caprichado com pratos típicos (e também com comidas “normais”, caso você não queira experimentar as delícias de Belém). É incrível para conhecer a gastronomia paraense!

Pedi uma farofa “personalizada” com cubinhos de peixe, caiu super bem com os pratos. Isso mesmo, você escolhe entre 3 tipos de farinha, além de outros ingredientes. Optei pela mais crocante. Simplesmente dos deuses, o que me fez indicar o Lá em Casa como um dos melhores restaurantes de Belém.

melhores restaurantes de belem vatapa paraense

Vatapá paraense, no buffet do Lá em Casa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Primeiro, provei o pato com tucupi e jambu, uma perdição de tão bom. Em seguida, comi o vatapá paraense e a deliciosa maniçoba.

melhores restaurantes de belem manicoba

Maniçoba do restaurante Lá em Casa. Foto: Marcelle Ribeiro.

O buffet também tem filhote grelhado (delicioso) e açaí. Ah, custa cerca de R$ 60 por pessoa, inclui sobremesa e shots de caipirinha.

Jantar

Estive duas vezes no local, um dos melhores restaurantes de Belém. À noite, funciona com menu a la carte. Como estava meio sem fome, pedi mussarela de búfala com geleia e pimenta. Gostoso, mas achei caro (uns R$ 25) para a quantidade servida.

melhores restaurantes de belem do para la em casa

Mussarela de búfula do Lá em Casa. Foto: Marcelle Ribeiro.

O Lá em Casa fica no galpão 2 da Estação das Docas (Avenida Boulevard Castilho França, s/n, no bairro de Campina). Funcionamento: de segunda a quarta-feira das 12h às 0h; de quinta a sábado das 12h às 2h; e domingo das 12h às 0h.

Estação das Docas

O local funcionava como porto mesmo, mas foi revitalizado: os galpões ganharam restaurantes, bares, lojinhas e espaços para eventos. Estão lá os guindastes amarelos, mantidos para dar um charme. Há mesas no calçadão, com vista para a baía da capital, super agradável. É um dos melhores lugares onde comer em Belém do Pará.

melhores restaurantes de belem estacao das docas

Estação das Docas, em Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

Além disso, há mesas na parte de dentro, com música ao vivo e ar-condicionado. O legal é que o artista fica em uma plataforma no alto, que se move pelo galpão. Ou seja, não tem “briga sonora” entre restaurantes, já que um único músico toca para todos. Nas 3 vezes em que estive lá, a música era bem bacana.

melhores restaurantes de belem docas

Estação das Docas, em Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

melhores restaurantes de belem estacao das docas para

Estação das Docas, em Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

A Portinha

É por servir salgados deliciosos com sabores exóticos que essa micro-lanchonete tem grande clientela, e atrai inclusive gente endinheirada com carrão importado. A biboquinha tem uma porta, um balcão com duas estufas e banquinhos.

melhores restaurantes de belem salgadinhos jambu

Salgadinhos exóticos da lanchonete Portinha. Foto: Marcelle Ribeiro.

A esfiha de pato com jambu é dos deuses: a massa, como a de todos os salgados servidos, é super leve e fina. A combinação é muito saborosa.

melhores restaurantes de belem portinha

Lanchonete Portinha: é minúscula desse jeito mesmo! Foto: Marcelle Ribeiro.

Provei também os deliciosos salgado de mussarela de búfula, tomate seco e castanha e o pastelzinho açucarado com recheio de cupuaçu.

Um dos donos da lanchonete, muito simpático, me deu de brinde um pouco de suco de cupuaçu (uma delícia, como sempre) e de muruci.

Os salgados custam R$ 7, o pastelzinho doce, menor, uns R$4.

A Portinha fica num bairro não muito seguro, e apesar de eu ter saído do Mangal das Garças para lá (que fica pertinho), paraenses me desaconselharam a fazer o trajeto a pé. Por isso, fui de táxi. O endereço é Rua Doutor Malcher, 434, Cidade Velha, funcionando apenas de sexta-feira a domingo, das 17h às 22h.

Sorveteria Cairu

A sorveteria mais famosa da cidade tem dezenas de sabores, desde os tradicionais às frutas mais regionais e exóticas. Eu adorei o de cupuaçu com castanha e o de bacuri.

melhores restaurantes de belem sorveteria

Sorveteria Cairu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Uma bola na casquinha (enorme, quase do tamanho de 2 bolas) custa apenas R$ 6,50. Há unidades em vários bairros de Belém. Eu fui na Estação das Docas.

melhores restaurantes de belem cairu

Sorvete de uma (!) bola na Cairu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Remanso do Bosque

O Remanso do Bosque está no topo da lista dos melhores restaurantes de Belém do Pará, com pratos inesquecíveis. O chef, Thiago Castanho, já foi eleito pelas maiores revistas do país como o chef do ano, e é um dos responsáveis por tornar a gastronomia da cidade conhecida nacionalmente. Admirado por chefs famosos (como Roberta Sudbrack, Alex Atala e Claude Troigros), Thiago cria pratos modernos e incríveis com ingredientes típicos do Pará.

melhores restaurantes de belem remanso do bosque vale a pena

Ambiente agradável no Remanso do Bosque. Foto: Marcelle Ribeiro

Tudo é muito bem servido, com preço acessível na comparação com restaurantes renomados do Rio ou de São Paulo. O ambiente é bonito sem ser metido à besta, bem agradável (com ar-condicionado, claro!).

melhores restaurantes de belem

Tambaqui do Remanso do Bosque. Foto: Marcelle Ribeiro.

A especialidade da casa são os peixes, e o mais famoso é o filhote. Como eu já havia provado, escolhi o tambaqui com feijãozinho paraense (grãos pequenos, com tomates em cubinhos, lembra uma vinagrete de feijão), aipim cozido e farofa. Custou R$ 68, fiquei mais que satisfeita! Os pratos individuais custam em média R$ 65. Veja fotos do cardápio (preços de 2015).

melhores restaurantes de belem remanso do bosque precos

Cardápio do Remanso do Bosque, um dos melhores restaurantes de Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

melhores restaurantes de belem

Pratos do cardápio do Remanso do Bosque, em 2015. Foto: Marcelle Ribeiro.

melhores restaurantes de belem remanso do bosque

Cardápio do Remanso do Bosque, um dos melhores restaurantes de Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

Dicas de delícias de um dos melhores restaurantes de Belém

Prove a caipirinha com cachaça de jambu (R$ 19), que deixa a língua e os lábios levemente adormecidos. Muito saborosa!

A sobremesa é perfeita: mousse de chocolate com cupuaçu (R$17).

melhores restaurantes de belem remanso do bosque sobremesa

Sobremesa do Remanso do Bosque. Foto: Marcelle Ribeiro.

Na saída desse que é um dos melhores restaurantes de Belém, há uma lojinha em que você encontra ingredientes como chocolate, castanha, cachaça e vários tipos de farinha!

melhores restaurantes de belem remanso do bosque chef

Farinhas na loja do Remanso do Bosque,. Foto: Marcelle Ribeiro.

O Remanso do Bosque fica na Rua 25 de Setembro, 2350, Marco. Funciona de terça a sábado das 12h às 15h e das 19h às 22h30 e no domingo das 12h às 16h.

Remanso do Peixe

O Thiago Castanho também comanda o Remanso do Peixe, em que ele e a família servem pratos regionais com receitas mais tradicionais. Dizem que o Remanso do Peixe é mais barato.

Apesar de os dois ficarem no mesmo bairro (Marco), o Remanso do Peixe está localizado numa vila meio escondida, onde muitos taxistas não gostam de ir. Me senti mais segura indo ao Remanso do Bosque.

Tacacá da Dona Maria

O carrinho de tacacá mais famoso de Belém fica parado diariamente das 16h às 20h na Avenida Nazaré, em frente ao número 902, perto da Basílica de Nazaré. Custa cerca de R$ 10 (em 2015), a cuia bem grande.

melhores restaurantes de belem

Tacacá da Dona Maria: sucesso na gastronomia de Belém. Foto: Marcelle Ribeiro.

Dizem que é o tacacá menos ácido da cidade, mas essa foi uma das poucas iguarias de Belém que não gostei justamente por ser ácido para mim. Se você quiser provar, a dica está dada!

melhores restaurantes de belem

O povo comendo tacacá de Dona Maria. Foto: Marcelle Ribeiro.

Amazon Beer

Não cheguei a comer ou beber na Amazon Beer, mas resolvi dar a dica dessa cervejaria famosa pois vi que faz sucesso como um dos melhores restaurantes de Belém. Vale curtir o happy hour (preços convidativos). A marca produz sabores exóticos de cerveja, como de cajá (ou taperebá, como se diz em Belém) e açaí. Bacana também é a localização: estação das Docas.

melhores restaurantes de belem

Amazon Beer: cervejas exóticas. Foto: Marcelle Ribeiro.

Conclusão sobre os melhores restaurantes de Belém

Em conclusão, são muitos os restaurantes em Belém em que é bacana comer. E você, tem mais dicas de onde comer em Belém? Escreva nos comentários!

Leia também:

Comentários

  1. Aurélio Escudero
    25 out 2016

    Restaurantes em Belém – PA, indicados por Marcelle Ribeiro

  2. Danielle Leal
    22 abr 2017

    Vc correu mais risco no Remanso do Bosque, com certeza. O Remanso do Peixe é bem mais seguro. As comidas não seguem as receitas tradicionais de Belém. Todas têm o toque do Thiago Castanho.

  3. Ana Maria
    01 maio 2017

    Marcelle, no Flamengo (Barão do Flamengo) tem um pequeno lugar chamado Tacacá do Norte. Não chega a ser um restaurante, mais parece um boteco, mas lá vc encontra a verdadeira comida de Belém. Faz muito sucesso no bairro e chega a ficar lotado. Todas as vezes que estou no Rio eu vou lá (moro em São Paulo, mas de familia paraense)

    • 26 maio 2017

      Oi, Ana,
      Já passei pela frente, antes de conhecer a comida paraense. Agora que me apaixonei pelas delícias do Pará, vou conferir o Tacacá do Norte! 🙂
      Obrigada por me lembrar!
      Abraço,
      Marcelle

  4. Fernando Belens
    24 out 2019

    Ótimo site , principalmente por esclarecer os preços dos produtos, fiquei fã

  5. Sandra Pastana
    31 dez 2019

    Sou paraense e adorei o artigo.
    Ainda faltou provar a unha de caranguejo que é uma delícia!

  6. Que saudades de toda essa gastronomia maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *