Onde ficar em San Francisco (e onde não ficar)

postado por Marcelle Ribeiro em 19/04/2015 - Atualizado em: 07/09/2018
Compartilhar este artigo:

Quando a pergunta é o onde ficar em San Francisco, nos Estados Unidos, a resposta não é tão fácil. Esta bela cidade da Califórnia tem três fatores importantes que devem ser levados em consideração na escolha do bairro e do hotel: a proximidade das atrações turísticas, as ladeiras e a quantidade de moradores de rua.

Onde ficar em San Francisco: melhores opções

Os hotéis se concentram em duas regiões. A Union Square (no Centro de San Francisco, onde ficam as lojas) e Fisherman’s Wharf (a região do cais). Ficar em Fisherman’s Wharf é uma ótima opção! Você estará na área mais turística, pertinho da Golden Gate e do Píer 39. Além disso, a região tem muitos restaurantes. É uma região bastante segura, com algumas ladeiras e poucos moradores de rua. Mas achar um hotel barato aqui não é das tarefas mais fáceis.

Quer garantir um bom hotel em San Francisco sem estourar o orçamento? Entre no Booking, faça a sua reserva e ajude o blog!

O mais provável é que você opte por ficar na região de Union Square, onde há muuuiittos hotéis e alguns hostels. É no Centro, mas as ruas mais próximas da praça mesmo não “morrem” à noite. Há muitas lojas que ficam abertas até as 22h, o que garante um fluxo de gente andando na rua até mais tarde.

Também há restaurantes e uma estação de metrô e dos trens BART ali pertinho. Basta andar até a estação Powell Street. E a região da Union Square é melhor servida de ônibus que Fisherman’s Wharf. Há ladeiras nesta região também, mas elas não são um pesadelo de subir e descer.

Union Square, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Union Square, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Cuidado com as ladeiras e os moradores de rua

Falando em ladeiras, prepare-se para subir pelo menos algumas durante sua viagem. San Francisco tem muitas, algumas inacreditavelmente inclinadas. Aquela máxima de “são só 3 quadras, dá para ir andando” muitas vezes não se aplica à cidade. Isso porque essas “3 quadras” podem ser subidas muito íngremes. E os mapas não mostram isso. E o mais chato: uma mesma rua pode ter trechos planos e trechos inclinados. Então, na hora de escolher o hotel, dê uma olhada no Google Street View.

Se você vai alugar carro em San Francisco, use a Rentcars. Você garante o menor preço ao comparar várias locadoras e ainda colabora com o Viciada em Viajar.

Mas o fator mais importante na hora de escolher a localização do seu hotel tem a ver com a enorme quantidade de moradores de rua de San Francisco. É algo que muitos guias de viagem não falam, mas o município californiano atrai uma multidão de moradores de rua.

Muitos são dependentes químicos ou pessoas com problemas mentais e psiquiátricos. Você os verá nas ruas de boa parte dos bairros e talvez se sinta inseguro pela presença deles. Alguns abordam os pedestres pedindo dinheiro, mas em geral, não são perigosos. Diga apenas que não pode ajudar e continue andando.

E por que eu estou falando disso se o tema é a escolha do hotel? Porque você vai se sentir tentado a se hospedar em um hotel “pertinho da Union Square” com um preço mais em conta que outros na mesma região. Muitas vezes, você não vai ser informado de que a rua desse hotel pode já estar numa área com muitos moradores de rua.

Um seguro de viagem é fundamental em uma viagem para os Estados Unidos! Faça com a Sul América, em parceria com a Conset Seguros e o Viciada em Viajar! 

A blogueira Mariane, do Hotel Califórnia, tem um post que é leitura obrigatória antes de reservar hotel em San Francisco, justamente por esse fator “morador de rua”. Moradora do estado há anos, ela mapeou as quadras onde você NÃO deve se hospedar. Nesses trechos de ruas, não apenas há uma grande quantidade de sem teto, como também há insegurança.

Eu defendo que os moradores de rua recebam atenção, moradia e tratamento adequado para retomarem suas vidas. Mas como turista, prefiro me hospedar em uma área em que não me sinta insegura, principalmente à noite. No post da Mariane, ela explica diz que os moradores de rua ficam perto dos hotéis porque é no entorno que ficam os abrigos e serviços de atendimento.

Uma dica rápida e fácil é não se hospedar nos bairros chamados Tenderloin e Civic Center, justamente onde há maior concentração de dependentes químicos e sem teto.

A Get Your Guide ajude você a evitar filas nas principais atrações de San Francisco. Clique neste link e compre seus ingressos com antecedência e todo o conforto!

Onde me hospedei em San Francisco

Eu passei o mês de março de 2016 estudando inglês em San Francisco e morei em um hostel que super indico, o USA Hostel, na 711 Post Street, a poucas quadras da Union Square.

Não é dos albergues mais baratos, mas vale a pena. É super organizado, limpo e agradável. Tem café da manhã incluído na diária (pães, cream cheese, panquecas, 2 frutas, geleia, suco artificial e café), wifi grátis e excelente. Tem áreas de convívio bacanas, lavanderia, salas de ioga, estudos, cinema, mesa de sinuca e cozinha toda equipada.

Um bom hotel pode tornar a sua viagem para San Francisco ainda mais agradável! Com o Booking, você reserva o seu quarto e ainda colabora com o Viciada em Viajar!

Além disso, eles também promovem vários passeios, como Pub Crawls gratuitos e caminhadas. Em menos de 10 minutos andando você chega à Union Square. Há vários restaurantes e cafés perto e na mesma rua há vários hotéis mais chiques. Me hospedaria lá novamente com certeza.

Para quem quer ficar mais perto do Fisherman’s Wharf e ter um belo visual da janela, a dica é o hotel Comfort Inn By the Bay, que fica na 2775 Van Ness, no bairro de Russian Hill. Fica a poucas quadras do cais, mas você terá que pegar um ônibus para chegar até o “miolinho” de Fisherman’s Wharf.

Alugue o seu carro para rodar a Califórnia com a Rentcars. Você compara os preços de várias locadoras, economiza e ainda ajuda o blog!

Meu marido passou alguns dias comigo em San Francisco e ganhamos algumas diárias grátis no hotel, que tem belas vistas para a baía. O nosso quarto era bem confortável e limpo, com duas camas de casal, vários travesseiros, banheiro grande e TV. O sinal de wifi, no entanto, poderia ser melhor. O café da manhã era bem farto e agradou: pães, iogurte, suco, café, cream cheese, ovos, frutas, panquecas, waffles, donuts, cereais, geleia e leite.

Hotel Comfort Inn By the Bay. Foto: Divulgação

Hotel Comfort Inn By the Bay. Foto: Divulgação

A região é bem tranquila, de classe média alta, com prédios residenciais, e sem moradores de rua. Pegar ônibus nessa região também é fácil, pois há ponto na porta. Há alguns restaurantes próximos, mas os que eram mais facilmente alcançáveis a pé não eram do nosso gosto ou bolso. Preferimos andar um pouco mais (uns 15 a 20 minutos) para escolher algo que nos agradasse mais. A algumas quadras dali, há pizzarias e restaurantes variados.

Onde ficar em San Francisco: outras opções

Outros bairros que estão começando a atrair turistas, principalmente os mais descolados e em busca de aluguel por temporada a preços às vezes convidativos são o Castro e Mission.

Quer comprar ingressos sem enfrentar filas para as melhores atrações de San Francisco! A Get Your Guide te ajuda! Comprando por este link, você ainda colabora com o blog!

Castro é o bairro mais gay de San Francisco e tem ruas bem bonitinhas e calmas, com casinhas lindinhas, alguns restaurantes e o Twin Peaks, montanha de onde se tem uma vista linda da cidade. Está bem perto de Mission e de atrações como o Dolores Park e do pólo gastronômico de Mission. Mas em algumas ruas do Castro achar um ônibus é um desafio, então escolha bem antes de reservar.

Mission é “o” bairro descolado de San Francisco, pois é cheio de bares e restaurantes. É a região mais boêmia da cidade, mas também requer atenção.

Originalmente é um bairro de migrantes latinos, e lá ficam duas belíssimas igrejas (o complexo da Mission Dolores) e ruas com painéis grafitados incríveis. Mas nos últimos dois anos, muitos profissionais do Facebook e Google resolveram morar lá.

Isso talvez tenha feito o bairro ter ainda mais restaurantes, mas criou uma richa entre os antigos moradores latinos. Eles se sentem “expulsos” pelos “nerds” que podem pagar mais por moradia. Nada, no entanto, que vá atrapalhar você de se hospedar lá.

Mas preste atenção! Nem todas as ruas de Mission são seguras. Evite a Mission Street, pois nela você verá muita gente mal encarada. Fique no quadrado entre a Church Street, a Valencia Street, a 16th Street e a 20th Street. É aí que você vai encontrar grande parte dos restaurantes (principalmente na Valencia Street).

Reserve sua hospedagem em San Francisco pelo Booking ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Quer garantir os ingressos para as melhores atrações de San Francisco antes de sair de casa? Entre na Get Your Guide e compre suas entradas sem  enfrentar filas!

Já tem seguro de saúde internacional? Faça com a Sul América, em parceria com a Conset Seguros e conosco! 

Leia também:

Mais fotos e curiosidades de San Francisco no nosso Facebook, Instagram , Twitter e Pinterest

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Comentários

  1. neto mesquita
    01 fev 2018

    Bom dia!

    Marcelle, San Mateo, é um bom lugar p ficar? sei que é um pouco distante do centro de SF.
    nome do hotel: Best Western Plus Coyote Point Inn
    localização: 480 N Bayshore Boulevard, São Francisco

    Obrigado.

    • 03 fev 2018

      Oi, Neto, San Mateo é muito longe de San Francisco, outra cidade. EU não recomendo, porque você vai ter que viajar todos os dias.
      Abs

  2. Rafael
    09 maio 2018

    Boa tarde marcelle,

    Funston Ave é um bom lugar em SF? Seguro? Poderia citar alguns bairros perigosos?

    Obrigado

    • 10 maio 2018

      Oi Rafael,
      A Funston Avenue é gigantesca, depende do trecho em que você vai ficar.
      Abraço,
      Marcelle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *