5 dicas práticas para economizar em sua viagem a San Francisco

postado por Marcelle Ribeiro em 25/10/2015 - Atualizado em: 08/02/2019
Compartilhar este artigo:

Com o dólar nas alturas, é preciso saber economizar para curtir com menos preocupação. Em San Francisco, assim como em outras cidades dos Estados Unidos, é possível evitar gastos em pequenas coisas, mas que ao final de uma viagem, podem fazer a diferença. Abaixo, vou dar algumas dicas gerais de como economizar lá, que podem servir, em alguns casos, em outros lugares.

 

1 – Carregue sempre uma garrafinha de água descartável

Em vários lugares de San Francisco e da Califórnia há filtros e bebedouros em que você pode encher a sua garrafa e economizar vários dólares em água (que costuma ser cara!). Há bebedouros em shoppings, atrações turísticas, museus e no aeroporto (no de San Francisco, há até uma pia imediatamente antes do raio-X, especialmente para você esvaziar a sua garrafa e passar com ela vazia).

Procurando hotel? O Booking  tem opções para todos os bolsos. Reserve por  esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.
IMG_0218

Filtro que sai água geladinha para encher a sua garrafa. Foto: Marcelle Ribeiro

 

2 – Atenção aos mapas: eles têm coupons de desconto

Viu um mapa gratuito da cidade nos balcões de informação do aeroporto, serviço de informação ao turista, hotéis e hostels? Pegue! Os mapas estão cheios de coupons que dão desconto de até 20% em restaurantes, sorvetes e chocolates em lanchonetes famosas, compras na loja de departamentos Macy’s… É só apresentar o coupon no estabelecimento e ganhar o desconto.

Veja onde comer (e onde não comer!) em San Francisco

Pensando em alugar um carro? Compare em mais de 100 locadoras com a Rentcars! Pague em reais, sem IOF e parcelado em até 12X!
IMG_4348

Lori’s Diner, que tem coupon de desconto em mapas. Foto: Marcelle Ribeiro

 

3 – Compre refeições em supermercados

San Francisco tem supermercados com comidas gostosas, saladas, sucos e sanduíches prontos, que você pode comprar e comer em uma praça agradável ou mesmo em seu hotel. Eu indico o Whole Foods (especializado em comidas orgânicas, um pouco mais caro) e o Trader Joe’s (um pouco mais barato que o Whole Foods), pois esses são especializados em comidas orgânicas, e têm mais sabor. Há supermercados mais baratos que esses na cidade, mas muitos têm comida muito processada ou não-orgânica (que muitas vezes significa sem sabor e com uso intensivo de agrotóxico na plantação). A rede de farmácia Wallgreens, que está em todo canto de San Francisco, também vende saladas prontas, mas não sei se é gostosa. Aliás, a Wallgreens é uma ótima opção para comprar aquela garrafinha de água gelada quando a sua já acabou: é super barato, muito mais em conta do que em lanchonetes.

 

Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 5% de desconto! Atendimento 24h em português!

4 – Não aceite sacolas em lojas

Na cidade de San Francisco, todos os estabelecimentos comerciais cobram pelas sacolas que te oferecem para carregar suas compras, seja em lojas de roupas, restaurantes, supermercados ou farmácias. É lei. Por isso é que muitas vezes o funcionário do caixa te pergunta: “você gostaria de uma sacola?”. Mesmo as sacolas de papelão são cobradas. Se você estiver carregando uma mochila ou já tiver uma sacola, use-as para carregar os produtos que você acaba de adquirir. A economia de centavos (acho que de US$0,10 ou US$ 0,20 por sacola) fará diferença no seu bolso ao final da sua viagem (e certamente ao meio ambiente!).

10989205_10203490136485277_4855931547075585474_n

Sacola e produtos do supermercado Trader Joe’s. Foto: Marcelle Ribeiro

 

5 – Economize com tíquetes de transporte

Usar transporte público é uma dica universal para economizar em qualquer viagem e é especialmente válida para uma cidade bem servida de ônibus, metrô e trens como San Francisco. Mas você sabia que uma passagem “single”, de uma viagem, pode ser usada em alguns meios de transporte por diversas vezes no período de algumas horas em San Francisco? Pois é, isso muitas vezes vale mais a pena que comprar um tíquete diário. É como acontece em São Paulo e no Rio de Janeiro, em que o “bilhete único” te dá direito a fazer várias baldeações no intervalo de 2h ou 3h. Só que em San Francisco esse período é maior!

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

Outra dica relacionada ao transporte público é evitar andar nos bondes históricos, a cabo. Eles são bonitinhos e bacanas para tirar fotos, mas são caros! Uma passagem para apenas uma pessoa em um único trajeto custava US$ 6 em março.

Veja todas as dicas de transporte público em San Francisco neste post aqui.

recibo_bus

Tíquete de transporte vantajoso para economizar em San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

 

Veja também:

9 passeios grátis em San Francisco

 Aluguel de carros nos Estados Unidos: como encontrar bons preços

Índice de posts sobre San Francisco

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *