Restaurantes em Boston: onde comer

postado por Marcelle Ribeiro em 16/11/2018 - Atualizado em: 07/02/2019
Compartilhar este artigo:

Quer aproveitar bons restaurantes em Boston sem gastar muito dinheiro? Então esse post é para você! A cidade tem fama de ser cara, mas alguns lugares têm boa comida e ótimos preços. O maridão Guilherme Calil esteve lá em setembro de 2018 e eu aproveitei algumas dicas dele. É claro que ele não ia escapar, né?

restaurante_boston

O Quincy Market é ótimo para quem quer gastar pouco. Foto: Guilherme Calil.

Sempre que viajamos, nós colocamos uma “meta” de quanto vamos gastar por dia com alimentação. Não perseguimos bater essa meta todos os dias, mas ela é um ótimo indicador para planejarmos nossos custos. Nessa viagem, o Guilherme colocou um gasto médio de US$ 50 por dia. E ele me disse que conseguiu gastar até menos do que isso, mesmo comendo quase todas as noites nos estádios, onde a comida é sempre mais cara.

Hora das dicas. E vou começar pelo lugar preferido do Guilherme durante esta viagem.

Procurando hotel? O Booking  tem opções para todos os bolsos. Reserve por  esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

 

Quincy Market

É o principal mercado de comida de Boston. Construído no século XIX, o Quincy Market se tornou um marco da cidade e ponto turístico e gastronômico.

O mercado é um grande corredor com lojas de comida dos dois lados. Você encontra de tudo: da tradicional Clam Chowder (sopa de mariscos) à comida chinesa e todo o tipo de sobremesa.

Pensando em alugar um carro? Compare em mais de 100 locadoras com a Rentcars! Pague em reais, sem IOF e parcelado em até 12X!

Um destaque é a filial da famosa Magnolia Bakery, que tem um Banana Pudding delicioso, e apareceu no seriado Sex and The City.

Boston tem muitas atrações incríveis. Quer garantir ingressos para os melhores passeios da cidade? A Get Your Guide te ajuda!

restaurante_boston03

Mesas coletivas dentro do Quincy Market. Foto: Guilherme Calil.

Comer lá pode ser um barato para quem viaja sozinho. No centro do mercado, existem várias mesas coletivas e todo mundo come junto e pode aproveitar para tirar alguma dúvida sobre a cidade e até pegar dicas de onde comer.

Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 5% de desconto! Atendimento 24h em português!

O melhor de tudo são os preços: a Clam Chowder dentro de um pão sai por cerca de US$ 9 (R$ 34) e é um almoço delicioso (especialmente nos meses mais frios). Mas é possível comer até por menos do que isso, principalmente nas barracas de comida asiática.

O Quincy Market fica na South Market, número 4, e fica perto de estações do metrô de todas as linhas de Boston. O mercado funciona todos os dias. De segunda a sábado, está aberto das 10h às 21h. No domingo, abre das 12h às 18h.

Boston Burger Company

Gordinho como ele só, o Guilherme descobriu essa lanchonete nas pesquisas dele para a viagem.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!
restaurante_boston02

Hambúrguer grande e gostoso no Boston Burger Company. Foto: Guilherme Calil.

A Boston Burger Company é uma pequena rede de 4 hamburguerias espalhadas pelo estado de Massachusetts. Ela é famosa pelos sanduíches e pelos frapês gigantescos! O lugar é super descolado e você pode sentar no balcão ou nas mesas.

Ele pediu um Killer Bee, um hambúrguer com bacon, queijo americano, cebolas empanadas na cerveja e molho barbecue. O sanduíche é imenso e delicioso! E ainda vinha com batatas chips e uma pequena porção de feijão (?!), que ele não comeu.

Foi tanta comida que ele nem aguentou pedir o frapê, uma espécie de milk shake, de sobremesa. Isso porque ele só é vendido em um tamanho gigantesco! Ficou para a próxima viagem.

A conta de um sanduíche, um refrigerante refil e a gorjeta (de, no mínimo, 15%) ficou em US$ 23 (R$ 87). Não é barato, mas cabe no orçamento de um dia de almoço no Quincy Market, por exemplo…

Rock Bottom

Sabe aqueles famosos bares onde os americanos se reúnem para ver esportes e tomar cervejas? O Rock Bottom é exatamente assim, mas com um cardápio super gostoso.

As diversas cervejas estão lá e você pode aproveitar para conhecer algumas que são produzidas na região, como a Samuel Adams e a Harpoon. No cardápio, você pode escolher massas, saladas e, claro, aquelas friturinhas deliciosas!

Você pode escolher sentar na mesa ou no balcão. O cardápio é o mesmo. Várias televisões em diferentes canais de esporte estão espalhadas por todo o bar e é impossível ficar fora do alcance de visão delas.

Quando esteve lá, o Guilherme estava em um dia light (ou com a consciência pesada) e comeu uma salada ceasar com frango. Mas, como tudo tem limite, ele pediu uma cerveja da Samuel Adams para acompanhar. Ele disse que tudo estava muito gostoso.

A conta (incluindo a gorjeta) ficou em US$ 27,50 (R$ 104). É importante lembrar que as bebidas alcoólicas são sempre mais caras nos bares.

 

Panera Bread

O Panera Bread é uma rede de cafés, como o Starbucks, que atrai muita gente para tomar um café da manhã gostoso sem gastar muito dinheiro.

Existem dezenas de lojas espalhadas por Boston e é possível tomar qualquer tipo de café da manhã. Desde aqueles sanduíches enormes que os americanos adoram, com muito ovo e queijo, até opções mais lights, como iogurtes naturais batidos com frutas e sem adição de açúcar.

A cadeia de restaurantes também pode ser uma boa opção para uma refeição rápida, como um sanduíche ou até mesmo uma sopa. E o melhor: os preços são ótimos!

O Guilherme tomou um iogurte natural com banana e morango por menos de US$ 5 (R$ 18,90). Considerando que Boston é um lugar caro, o preço é super convidativo.

Até por isso, não espere garçons ou coisa parecida. O esquema de atendimento é como uma loja de fast food. O que pode ser uma vantagem para aqueles que querem logo começar o dia de turista!

 

Leia também:

Mais fotos e curiosidades de Boston no nosso Facebook, Instagram , Twitter e Pinterest

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *