Passeios em Singapura: Safári noturno e templos

postado por Marcelle Ribeiro em 22/04/2018
Compartilhar este artigo:
singapura-night-safari4

O Night Safari é uma das melhores atrações de Singapura. Foto: Marcelle Ribeiro.

Depois de um primeiro dia conhecendo um pouco da história e as árvores gigantes de Singapura, nosso segundo dia na cidade-estado foi reservado para conhecer templos e também um jardim zoológico completamente diferente (de noite!!!). Sim, passeios em Singapura é o que não falta!

Como foi formada por muitos imigrantes de diferentes partes da Ásia, Singapura tem várias religiões sendo praticadas, como budismo, hinduísmo e o islamismo. Aproveitamos a manhã e o começo da tarde de um dos 3 dias em que passamos lá para conhecer alguns dos lugares mais importantes para essas crenças.

Já garantiu o seu hotel em Singapura? Reservando por este link do Booking (que tem o meu código), você ajuda o blog.

 

Mas antes de falar sobre o que fazer em Singapura, um parêntese sobre transporte na cidade. Para rodarmos por lá, usamos o Singapore Tourist Pass, que permite que você use todos os transportes públicos por um preço fixo. O passe de 3 dias nos custou 20 SGD (R$ 51,66 ou US$ 15,20). Existem também passes de 1 ou 2 dias.

 

Sri Mariamman Temple

Construído em 1827, o Sri Mariamman é o templo hindu mais velho da Singapura. Ele fica em Chinatown e é bem próximo de outro templo sobre o qual falarei já já, o templo budista Tooth Relic Temple. Tanto que fomos andando.

singapura-hindu

O principal templo hindu de Singapura fica em Chinatown. Foto: Marcelle Ribeiro.

Até hoje, o Sri Mariammam Temple é considerado o principal ponto de encontro para os praticantes do hinduísmo na cidade-estado. Mesmo antiga, a construção ainda está em bom estado e dá pra ver que as estátuas são constantemente reformadas.

Chegamos lá e demos sorte de encontrar uma cerimônia sendo realizada. Dois músicos estavam tocando enquanto os religiosos faziam as orações em uma varanda coberta em frente às estátuas dos deuses hindus. Foi bem interessante!

singapura-hindu5

Hindus participando de uma cerimônia dentro do templo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Grande parte do teto do templo tem pinturas dos deuses hindus e você consegue conhecer um pouco da história da religião. Recomendo!

singapura-hindu3

Uma das pinturas do teto do templo mostra o deus Ganesha. Foto: Marcelle Ribeiro.

Para entrar, é preciso deixar o tênis na porta. Além disso, é proibido entrar de costas nuas e saias e shorts. Lá dentro, eles oferecem panos para os desavisados, mas é melhor prevenir, né?

O Sri Mariamman Templo fica na 244 South Bridge Road e abre todos os dias em dois horários: das 5h30 às 12 e das 18h às 21h. A entrada é gratuita.

Ter um seguro de saúde internacional é importante para garantir a sua tranquilidade durante a viagem. Faça pela Mondial por esse link e ganhe desconto.

Buddha Tooth Relic Temple

Construído em 2007 e inspirado na arquitetura chinesa, é um dos principais templos budistas da Singapura. Além das salas com centenas de estátuas de Buda e outras divindades, o complexo também conta com um museu com  relíquias e artefatos no terceiro andar. Esta foi a nossa segunda atração do dia.

singapura-budista3

O templo budista tem inspiração na arquitetura chinesa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Até por ser novo, o prédio está em excelente estado. Ao entrar, você percebe logo o cheiro de incenso. Além disso, o silêncio também chama a atenção. Outra coisa curiosa são as estátuas do Buda que ficam em grandes tigelas cheias de água. Vários praticantes do budismo usam conchas para molhar as estátuas para pedir boa sorte.

singapura-budista5

Budistas molhando a estátua de Buda para pedir boa sorte. Foto: Marcelle Ribeiro.

A entrada no templo é gratuita e é possível fazer um tour guiado (também grátis) aos sábados. É preciso tomar cuidado com a roupa. É proibido entrar de costas nuas, ombros de fora e vestindo saias ou shorts.

singapura-budista2

Um dos halls do Buddha Tooth Relic Temple. Foto: Marcelle Ribeiro.

O Buddha Tooth Relic Temple funciona todos os dias, das 07h às 19h. O endereço é 288 South Bridge Road. De transporte público, é só descer na estação Chinatown do Metrô e pegar a saída A.

 

Masjid Sultan

Depois do almoço, fomos conhecer a “Mesquita do Sultão”, considerada a mais importante de Singapura e que foi construída em 1824.

singapura-mesquita

Fachada da Masjid Sultan, em Singapura. Foto: Marcelle Ribeiro.

Apesar disso, ela não nos chamou tanto a atenção, talvez porque a gente tenha visitado a mesquita Sheikh Zayed, em Abu Dhabi, poucos dias antes. E porque as mesquitas da Turquia, que conhecemos em outra viagem, também eram mais impressionantes.

A Masjid Sultan é uma construção grande e em bom estado de conservação, mas muito simples. A decoração, assim como em outras mesquitas, não tem qualquer imagem, apenas figuras geométricas e caligrafia contando a história do profeta Maomé.

singapura-mesquita2

A decoração da “Mesquita do Sultão” é bem simples. Foto: Marcelle Ribeiro.

Como em outras mesquitas, é proibido entrar de sapato e lá existe um lugar para você colocar o seu calçado. Além disso, os homens só podem entrar de calça e camisa. Para as mulheres é bem mais complicado. Elas podem entrar apenas com roupas de manga longa, sem decote, e com saias ou calças que cubram até os tornozelos. Para ajudar, um funcionário da mesquita oferece roupas apropriadas ainda na entrada da mesquita.

A Mesquita do Sultão funciona de sábado a quinta, das 10h às 12h e das 14h às 16h. Às sextas, abre das 14h30 às 16h. O endereço é 3 Muscat Street. Para chegar, é preciso descer na estação Bugis do metrô e caminhar por cerca de 10 minutos. A entrada é gratuita.

Vai alugar um carro para conhecer Singapura? Pelo Rentcars, você reserva nas maiores operadoras do mundo, ganha desconto e ajuda o blog.

 

Night Safari

Para fechar o dia com chave de ouro, fomos conhecer uma das atrações mais incríveis de Singapura: o Night Safari, um zoológico que funciona apenas à noite, permitindo que a gente veja o comportamento dos animais depois que o sol se põe.

O lugar fica dentro de uma reserva natural e abriga mais de 120 espécies, várias delas ameaçadas de extinção. É possível ver leões, elefantes, tigres e outros animais menores como porcos-espinhos. Em alguns casos, os visitantes ficam a poucos metros dos animais e é possível ver alguns deles pastando sem qualquer grade ao redor. É muito interessante!

Existem duas maneiras de conhecer o parque: seguindo algumas trilhas muito bem sinalizadas e que se encontram em vários momentos ou com a ajuda de um carrinho elétrico dirigido por funcionários do zoológico. O ideal é misturar os dois. Por isso, é muito importante que você chegue cedo e compre ingressos para os primeiros horários do parque. Assim, dá pra ver tudo com calma.

singapura-night-safari3

Uma hiena participa do show dentro do Night Safari. Foto: Marcelle Ribeiro.

O zoológico é pouco iluminado e isso é proposital. A ideia é não deixar os animais estressados. Até por isso, é proibida qualquer foto com flash. Com isso, as fotos não fazem justiça à beleza do passeio.

singapura-night-safari

As melhores fotos do Night Safari são tiradas no anfiteatro. Foto: Marcelle Ribeiro.

Para completar a visita, o anfiteatro do Night Safari tem um show chamado “Creatures of the Night”. Ele dura cerca de 30 minutos e é realizado várias vezes ao dia. É legal para os adultos, mas uma verdadeira festa para a criançada, que ajuda a fazer o espetáculo em vários momentos.

O zoológico tem toda a infraestrutura, com lojas, restaurantes e banheiros muito bem conservados. Os preços são altos, mas dentro do que se espera pagar em outros parques temáticos.

singapura-night-safari2

O apresentador com um dos mascotes do zoológico no ombro. Foto: Marcelle Ribeiro.

O Night Safari fica na Mandai Lake Road, 80. É fácil chegar lá de transporte público, mas demora um pouquinho. É preciso pegar a linha Vermelha do metrô e saltar na estação Choa Chu Kang. Lá funciona um terminal de ônibus e é preciso procurar o ponto da linha 927. Outra alternativa é seguir na linha Vermelha do metrô até a estação Ang Mo Kio e pegar o ônibus 138. Só o trajeto de ônibus dura cerca de 30 minutos. Para voltar, é só fazer o mesmo trajeto na ordem invertida.

O zoológico funciona todos os dias, das 19h15 às oh. Pra quem quer chegar mais cedo, os restaurantes e lojas abrem às 17h30. Atualmente, a entrada custa 47 SGD (R$ 121,42 ou US$ 35,75), mas a compra online tem 15% de desconto. Se você quiser comprar um combo de ingressos para outros parques de Singapura, o desconto aumenta mais um pouco.

 

Reserve seu hotel em Singapura por este link do Booking (que tem o meu código) e ajude o blog.

Já tem seguro de saúde internacional? Faça pela Mondial por esse link e ganhe desconto

Pensando em alugar um carro para conhecer Singapura? Pelo Rentcars você reserva nas maiores operadoras do mundo, ganha desconto e ajuda o blog.

 

Leia também:

Mais fotos e curiosidades de Singapura no nosso Facebook, Instagram , Twitter e Pinterest

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *