Quanto custa viajar para Bali e outras ilhas + quanto tempo ficar

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 27/11/2019

Quando eu resolvi ir para a Indonésia, li em muitos lugares que era barato viajar para o Sudeste Asiático. Mas será que é mesmo? Afinal, quanto custa viajar para Bali e outras ilhas? E quanto tempo ficar em Bali e regiões vizinhas? Eu conto tudo nesse post. E mais: nesse post estão linkados todos os posts sobre a Indonésia, então tudo que você precisa está aqui! Fica comigo!

quanto custa viajar para bali dança

Dança folclórica de Bali. Foto: Marcelle Ribeiro.

Quanto custa viajar para Bali

Para ficar até 30 dias na Indonésia os brasileiros não precisam de visto. Ufa! Menos um custo!

 

Passagem para Bali é o mais caro

Antes de responder a essa dúvida é preciso dizer que os voos para Bali não são diretos. É preciso fazer escala em algum lugar. Eu fui para Bali pela Emirates, e fiz um stop gratuito de 4 dias em Dubai, que amei (veja todas as dicas para sua viagem para Dubai). Foi ótimo para dar uma “quebrada” na viagem, já que do Rio de Janeiro a Dubai são 14 horas de viagem. E de Dubai para Bali são mais 9 horas.

Aliás, me arrependo de não ter feito o stop em Dubai também na volta ao Brasil. Só não fiz porque na época brasileiros tinham que ter visto (caro!) para entrar em Dubai. E se eu fizesse 2 stops, teria que pagar 2 vezes pelo visto. Sem o stop, o voo de Bali para o Rio de Janeiro dura 25 horas. Massacrante, mesmo num avião ótimo como o da Emirates.

A passagem para Bali é com certeza o item mais pesado da viagem. Paguei R$ 4339 por pessoa (o que hoje equivale a US$ 1120). Minha dica é monitorar preços por sites comparadores, para achar uma passagem barata para Bali (veja neste post como encontrar passagens baratas).

Depois da passagem aérea para Bali, o maior custo será com hotéis. Mas acho melhor explicar sobre eles e sobre quanto custa viajar para Bali ao mesmo tempo em que explico quanto tempo ficar em Bali e como foi o meu roteiro.

 

Praia de Bali

Praia de Bali. Foto: Marcelle Ribeiro

Quanto tempo ficar em Bali

Meu roteiro foi assim:

 

Dia 1 – Saída do Brasil

Dias 2 a 4 – Chegada em Dubai. Fiquei em Dubai por 3 dias inteiros. Veja aqui todas as minhas dicas de viagem para Dubai.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

 

Gastos em Ubud

Dia 5 – Voo de Dubai para Bali. Chegada à noite e transfer direto para nosso hotel no centro de Ubud, o SenS Hotel. Preço do transfer: US$ 29,05 (ou 400 mil rúpias) no total do carro . Ficamos hospedados no SenS Hotel como cortesia. Para se hospedar nesse hotel agora em maio, o valor por 5 diárias para quarto duplo é de US$ 419 (ou 5.924.000 rúpias).

Dia 6 – Ubud – Passamos o dia quase inteiro em um passeio de bicicleta em Ubud e região, que custa US$ 50 por pessoa (ou 655 mil rúpias) e já inclui almoço e degustação de cafés. Depois, fomos para o Ubud Palace a pé, que é de graça. Compramos água e biscoitos no mercado (US$ 4 ou 55.700 rúpias). Jantamos no hotel por US$ 15,60 no total (220.000 rúpias)

Dia 7 – Ubud – Fomos a pé para a Floresta dos Macacos (entrada:  US$ 3,70 por pessoa ou 50 mil rúpias). Almoçamos por US$ 16,40 (ou 220 mil rúpias). Contratamos um motorista particular com carro com ar-condicionado (US$ 20 ou 225 mil rúpias por meio período, já com gasolina) para ir ao arrozal Teggalalang (US$ 0,75 ou 10 mil rúpias a entrada por pessoa) e depois para o templo Pura Tirta Empul (US$ 1,10 ou 15 mil rúpias por pessoa). Veja as dicas sobre esse dia de passeio em Ubud aqui. Lanchamos por US 8,50 (120 mil rúpias no total). Compramos água a US$ 2 (28 mil rúpias).

Dia 8 – Ubud – Escalamos o vulcão Batur, por US$ 47 (ou 625 mil rúpias) por pessoa, já com café, lanche e almoço. À tarde fizemos uma massagem tradicional balinesa de 1h no SangSpa por US$ 18 (185 mil rúpias) por pessoa. À noite assistimos a um show folclórico de Legong (US$ 5,50 por pessoa ou 80 mil rúpias). Jantamos a US$ 20,25 no total (286 mil rúpias).

Garanta 20% de desconto no chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom AUAU até 13/12.

Dia 9 – De carro particular (US$ 40 ou 565 mil rúpias), fomos para a cachoeira Git Git (US$ 1,50 ou 20 mil rúpias por pessoa),  lagos Tamblingan e Buyan e Templo Ulun Danu Bratan. A entrada no templo é US$ 3,80 (ou 50 mil rúpias) por pessoa. Almoçamos por US$ 19,50 no total para 2 pessoas (262 mil rúpias). Lanchamos à noite por US$ 3,70 no total para 2 pessoas (52.500 rúpias). Fomos na lavanderia lavar roupas e pagamos US$ 0,80.

Dia 10 – Novamente de carro particular (US$ 40 ou 565 mil rúpias), fomos de Ubud para o Templo Besakih (US$ 4,50 a entrada por pessoa + US$ 5 para o guia por 2 pessoas). Depois almoçamos na praia de Canggu, ao Sul de Ubud (US$ 12,95 para 2 pessoas ou 174 mil rúpias). Após, fomos para o templo Tanah Lot (entrada para 2: US$ 9,30 ou 120 mil rúpias). Veja o post sobre esse dia aqui. Nos mudamos para o hotel Vila Sabandari, onde ficamos como cortesia. O valor de uma diária nesse hotel para maio está US$ 112 (1.586.000 rúpias).

 

Gastos nas praias

Dia 11 – Saímos de Ubud com carro particular (US$ 40) e fomos para um dia de praias. Primeiro para Thomas Beach. Pagamos pelas cadeiras e guarda-sol US$ 3,70 ou 50 mil rúpias. Depois fomos para Uluwatu, onde almoçamos por US$ 15 (ou 200 mil rúpias no total). Em seguida fomos para o templo de Uluwatu (2 entradas custaram US$ 4,50 ou 120 mil rúpias ). Assistimos lá a um show folclórico de Kecak (US$ 7,40 por pessoa ou 100 mil rúpias). Fizemos check in no Hotel Ping, em Seminiak, onde 3 diárias custaram US$ 95 no total (1,3 milhão de rúpias).  Lanchamos a US$ 7,20 (102 mil rúpias) no total.

Dia 12 – De carro particular (US$ 40) fomos para a praia de Padang Padang (entrada: US$ 1,41 ou 20 mil rúpias por pessoa). Em seguida, fomos para a praia de Bingin. Almoçamos novamente em Uluwatu (US$ 15 ou 200 mil rúpias no total para 2 pessoas). Depois fomos tomar um drink vendo o pôr do sol em Seminiak no beach club Ku De Ta (US$20,60 ou 291 mil rúpias). Banho e jantar por US$ 20,55 (276 mil rúpias para 2 pessoas). Com táxi e Uber para o restaurante gastamos  US$ 2,13 (30.000 rúpias) ida e volta.

 

Gastos em Gili Trawangan

Dias 13 a 15 – Fomos para Cingapura. Voltamos no dia 15, pegamos um táxi no aeroporto de Bali para Seminyak (US$ 7,10 ou 100 mil rúpias) e dormimos no hotel Fave Sunset Seminyak, em Seminyak (diária: US$ 26,38 ou 372.680 rúpias).

Dia 16 – Pegamos uma lancha rápida para Gili Trawangan (US$ 94,45 ida e volta ou 1,3 milhão de rúpias, por pessoa). Fizemos check in no Marygio Resort (4 diárias a US$ 249 ou 3.510.000 de rúpias). Dia de praia. Almoço por  US$ 18,40 ou 260 mil rúpias, no total pra 2 pessoas. Lanches e água no supermercado por US$ 5,70 (80 mil rúpias). Jantar por US$ 17,60 (249 mil rúpias) no total.

(Veja as dicas de onde ficar em Gili Trawangan)

Dia 17 – Mergulho de cilindro em Gili Tranwangan por US$ 99 (1,4 milhão de rúpias) por pessoa. Aluguel de barraca e guarda-sol a US$ 7 (100 mil rúpias). Almoço com sobremesa a US$ 22,30 (315 mil rúpias) para 2 pessoas. Jantar a US$ 17,70 (ou 250 mil rúpias). Gastamos com água e chocolates mais US$ 2,84 (40 mil rúpias)

(Veja aqui todas as dicas de o que fazer em Gili Trawangan)

Dia 18 – Gili T – Resolvemos mudar para o hotel Vila Ombak, onde 2 diárias saíram a US$ 188 (2,6 milhões de rúpias). Dia na praia. Almoçamos no hotel a US$ 10,70 para 2 pessoas (150 mil rúpias). De lanche gastamos US$ 5 para 2 pessoas (7o mil rúpias). Jantamos a US$ 21,40 (310 mil rúpias).

Dia 19 – Gili T – Dia de bobeira na praia. Almoçamos a US$ 16,15 para 2 pessoas (234 mil rúpias). Tomamos um drink no pôr do sol a US$ 8,30 para 2 pessoas (117 mil rúpias). Jantamos a US$ 19,10 (270 mil rúpias).

Dia 20 – Fomos embora para Bali de lancha de manhã. Descansamos no hotel Ping, em Seminyak (US$ 31,50 a diária ou 445 mil rúpias). Fomos jantar em Seminiak (US$ 29,55 ou 398 mil rúpias, para 2 pessoas). O táxi de Seminyak para o aeroporto de Bali custou US$ 7,08 (100 mil rúpias).

 

Preços de táxis e transfers em Bali

O mais chato de tudo na hora de descobrir quanto custa viajar para Bali é descobrir o preço dos táxis e transfers, porque não há tabela, não há taxímetro e mesmo os taxistas do aeroporto cobram cada hora um valor diferente pro mesmo destino. E a chance de você se sentir enganado é grande.

Táxi do aeroporto de Bali (Denpasar) para hotéis em Seminyak: US$ 7,20 (100 mil rúpias) – Esse eu negociei bem e acho que não fui enganada.

Táxi do aeroporto de Bali (Denpasar) para hotéis no centro de Ubud: US$ 29,05 (ou 400 mil rúpias) – Esse meu hotel disse que paguei caro.

 

Escolha de hotéis:

É importante destacar que ao escolher hotel em Bali e também em Gili Trawangan, a gente tinha como pré-requisitos: nota mínima de 8 no Booking, ar-condicionado, quarto duplo com cama de casal, boa localização e boas reviews. Além de um banheiro bonito (eu sou chata com foto de banheiro feio, gente! Rsrsr).

 

Escolha de barcos e transportes

Nós não economizamos na hora de escolher nossos meios de transporte em Bali. Preferimos andar de carro privativo com ar-condicionado e com motorista porque li que as ruas e estradas de Bali são caóticas. E são mesmo, especialmente em Ubud. Não há sinais de trânsito ou placas. A internet do meu celular muitas vezes ficou fora do ar (ou seja, se eu dependesse do GPS dele, tava frita).

As estradas são super estreitas e sinuosas, e muitas vezes em ladeira. E na parte Sul da ilha os engarrafamentos são grandes e podem acontecer a qualquer hora do dia.

Sei que muitas pessoas alugam moto por lá e parece que os indonésios não são muito exigentes em relação a ter carteira de habilitação para motos. Mas eu tenho medo de motos no Brasil, que dirá na Indonésia. As motos costumam custar bem mais barato.

Como há muitos relatos de acidentes em barcos, na hora de escolher nossa lancha para Gili Trawangan, também fomos criteriosos (veja mais sobre como escolher seu transporte em Bali aqui).

 

Seguro viagem para Bali

Outro item fundamental para ir a Bali é contratar um seguro viagem internacional. Apesar de ele não ser exigido pelo país para entrada de estrangeiros, eu não viajaria a Bali sem um. Como a comida é muito diferente, há o risco de você passar mal e acabar tendo que ir ao médico. E se você for fazer atividades como escalar vulcão, andar de bicicleta ou trilhas, sempre há o risco de acidentes.

Mesmo o “carinho” mais animado dos macacos de Bali pode causar um corte na pele e como os bichinhos transmitem raiva, já viu, né?

Eu usei meu seguro viagem internacional em Bali porque tive um problema de saúde em Gili Trawangan (veja aqui como foi a experiência).

Pela Seguros Promo você encontra seguros de 9 dias na Indonésia a partir de R$ 83,53. Ou seja, o seguro viagem internacional é um item fundamental na hora de calcular quanto custa viajar para Bali.

Cuidado com os golpes na Indonésia!

Já que estamos de falando de dinheiro na Indonésia, vale deixar o alerta para você ter muita atenção na hora de trocar seus dólares por rúpias! O Bruno, do blog Na Proa da Vida, escreveu um post sobre o golpe do câmbio em Bali relatando a bizarra experiência que ele teve lá e dando dicas de como não cair!

Se você tiver mais dias na Indonésia…

Se você tiver mais dias disponíveis para curtir a Indonésia, recomendo que fique 2 dias em Nusa Lembongan. Meus primos foram e dão as dicas de viagem para Nusa Lembongan e Cenigan aqui.

Outro lugar perto de Bali que pode ser visitado após um voo curto são as ilhas da região de Komodo, famosas pelo dragão de Komodo, um dos maiores répteis do mundo. Eu pensei em ir para lá, mas o maridão ficou com medo dos bichos (que têm uma saliva mortal) e não quis ir…rsrsrs. Mas a Liany, do blog Mochilão a Dois foi, e conta tudo sobre as Ilhas Komodo na Indonésia.

Conclusão

Em conclusão: afinal quanto custa viajar para Bali? Só para passar 7 dias apenas em Bali, gastamos US$ 642,85 por pessoa + US$ 1120 de passagem + US$ 21,55 de seguro viagem. Total: US$ 1784 por pessoa. O que na cotação de hoje dá R$ 6.908.

E os 4 dias em Gili Trawangan custaram mais US$ 523,41 por pessoa, que hoje são RS$ 2026.

Ou seja, 7 dias em Bali + 4 dias em Gili T = US$ 2307,41 por pessoa.

Não considerei nos cálculos de quanto custa viajar para Bali a quantia que gastamos a mais por termos feito uma viagem a Cingapura (que levam a mais gastos de transfers para o aeroporto e diária extra de hotel).

Leia também:

Comentários

  1. Pierre Aragão
    18 jul 2019

    Estou planejando sair da mesmice, Europa e América do Sul. Sua matéria está muito boa e e esclarecedora. Transitar pelo país é seguro?

    • 18 jul 2019

      Oi, Pierre.
      Sim, é super seguro! Os balineses acreditam que tudo que você faz nessa vida, volta para você na próxima. Então eles são extremamente tranquilos, receptivos e simpáticos. Vá sem medo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *