Trilhas em Fernando de Noronha (PE): veja 6 passeios incríveis

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 22/06/2021

As trilhas em Fernando de Noronha são lindas, sem dúvida. Há vários passeios desse tipo lá, mas você precisa se planejar para eles, já que muitas trilhas em Noronha só podem ser feitas com agendamento e com guia credenciado. Além disso, para a preservação ambiental, alguns atrativos possuem limite de pessoas por dia.

trilha em fernando de noronha atalaia

Trilha de Atalaia Longa, em Fernando de Noronha. Foto: Denise Peyró.

Confira o índice de algumas das melhores trilhas em Fernando de Noronha:

Morro São José
Atalaia Curta
Atalaia Longa
Capim Açu
Piquinho
Abreus

Trilhas em Fernando de Noronha

Como eu disse, algumas trilhas em Fernando de Noronha precisam de agendamento junto ao ICMBio. São essas abaixo, com o respectivo limite de vagas por dia:

  • Morro São José: 16 vagas
  • Abreu: 24 vagas
  • Pontinha-Caieira: 40 vagas
  • Atalaia: 6 grupos de 16 pessoas (96 vagas). Mas o número pode variar com a maré e o assoreamento da piscina
  • Capim-Açu: 40 vagas

A marcação é realizada presencialmente, pelo próprio turista, no Centro de Visitantes ICMBio – Vila do Boldró, diariamente, das 16h às 19h. O agendamento tem que ser feito com o ingresso do Parque Nacional e não pode ser feito pela internet. Além disso, as trilhas podem ser agendadas com, no máximo, 6 dias de antecedência. Veja os detalhes no site do Parque Nacional Marinho.

Ah, várias dicas aqui desse post foram dadas pela minha amiga Denise, que conheceu muitas trilhas em Noronha e contou o que viu por lá.

É sempre bom lembrar…

Não custa lembrar que o ideal é fazer trilha com um sapato apropriado, seja um tênis ou uma botinha de trekking. A gente sempre recomenda o site da Amazon para acessórios de vários tipos, entre eles botinhas de trilha e calças legging. E como às vezes as trilhas são descampadas, é uma boa você ir de boné ou viseira.

1- Trilha Morro São José

A trilha do Morro São José é bacana para ver peixes, arraias, tartarugas e, eventualmente, até tubarões.

Ela começa no Air France e só é liberada se as condições do mar estiverem boas. Esta é uma trilha em Fernando de Noronha que é feita na maré baixa, mas se as ondas estiverem grandes, o acesso não é liberado. De toda forma, precisa ser agendada com antecedência. Além disso, guia credenciado é obrigatório quando a maré está superior a 0,4. Ou seja, melhor já contar com o auxílio profissional.

É necessário o uso de máscara e snorkel, colete e pé de pato. Caso você não tenha, é possível alugar o equipamento no porto. O kit completo sai por R$ 30 reais por pessoa (preço de 2017). A travessia até o Morro São José é feita por mar. É possível fazer pelas pedras, mas o risco é maior porque as pedras “viram sabão” de tão escorregadias por causa do limo.

O guia vai dizer a melhor hora para subir as pedras. É preciso esperar a série de ondas passar para que você não seja pego de surpresa e jogado contra as pedras.

Depois de subir, você caminha por pedras até a lateral da ilha onde fica a piscina natural. De todas as piscinas que a minha amiga Denise visitou em Noronha, essa, na opinião dela, é a mais bonita. Ela é mais funda que as outras (tem aproximadamente 2 metros de profundidade e cristalina). Realmente de deixar o queixo caído.

Na volta, o percurso é o mesmo. Você caminha pelas pedras até o local de entrada e espera o guia te autorizar a pular no mar (mais uma vez depende da série de ondas). O tempo de banho na piscina é de 15/30 minutos, exatamente por causa da maré.

Dificuldade da trilha

A trilha do Morro São José é feita em cerca de 1h30 e tem grau de dificuldade médio. Enfim, o risco está no acesso à ilha pelo mar e no retorno, porque ele é feito pelas pedras e depende das condições do mar.

O trajeto é praticamente todo aberto, sem sombra. O preço é de R$ 100 (em 2017).

2 – Trilha Atalaia Curta

Uma das trilhas de Fernando de Noronha é a trilha Atalaia Curta, que não requer guia, e que leva à piscina natural do Atalaia.

A piscina é linda e cheia de vida. Dá pra ver muitos peixes, filhotes de tubarão, filhotes de polvo e até pequenas arraias. Não é possível ir sem colete, tocar nos corais ou colocar o pé no fundo. Existe um fiscal do ICMBIO dentro da piscina e ele é responsável por checar se os visitantes estão cumprindo as regras. Em caso de descumprimento, você pode e será retirado da piscina.

Passe o protetor solar antes de sair da pousada pois você não poderá passar lá.

3 – Trilha Atalaia Longa

A trilha de Atalaia Longa é uma das trilhas em Fernando de Noronha mais conhecidas. Na longa, é necessária a presença de um guia e você tem acesso a três piscinas naturais: do Atalaia, da Pontinha e Caieiras.

É preciso agendar antes, porque há limite de visitantes por dia e as piscinas só são acessíveis na maré baixa. As outras duas piscinas também têm bastante vida. O uso da máscara e do snorkel é indispensável, assim como o de tênis. Após cada piscina, reaplique o protetor solar porque a trilha é descoberta.

A trilha do Atalaia Longa leva de 4 a 6 horas, com dificuldade moderada. O trecho das pedras é o pior.

O trajeto é muito aberto, ou seja, sem sombra. Custou R$ 150 por pessoa, em março de 2017.

trilhas em fernando de noronha atalaia

Trilha de Atalaia Longa. Foto: Denise Peyró.

trilhas em fernando de noronha passeio

Trilha de Atalaia Longa. Foto: Denise Peyró.

4 – Trilha Capim Açu

A Capim Açu tem 8 km e é a mais longa das trilhas em Fernando de Noronha. Apesar de difícil, o caminho passa por mirantes sensacionais e piscina natural. Para terminar da melhor maneira, o percurso acaba na Praia do Leão, uma das melhores praias de Fernando de Noronha. Você só pode fazer o percurso com guia e agendamento. Custa R$ 250 por pessoa (preço de 2017).

Leia mais: Como é a Trilha Capim Açu? Vale a pena?

trilhas em fernando de noronha capim acu

Trilha do Capim-Açu. Foto: Denise Peyró.

5 – Trilha do Piquinho

O objetivo da trilha é alcançar o topo do Morro do Piquinho, que tem 321 metros de altura e é o mais alto aberto para visitação em Fernando de Noronha. É um dos melhores locais para ver o pôr do sol na ilha. O percurso tem cerca de 2,7 Km e a subida leva de 25 a 30 minutos. Como o trajeto tem trechos bastante íngremes, é melhor fazer o passeio apenas com guia, ainda que isso não seja obrigatório.

Confira: Como é a Trilha do Piquinho?

trilhas em fernando de noronha piquinho

Trilha para Morro do Piquinho. Foto: Rafael Rosas.

6 – Trilha dos Abreus

A Trilha dos Abreus é uma das mais famosas trilhas em Fernando de Noronha. Você terá vistas incríveis para o mar e poderá tomar banho em piscinas naturais. É necessário agendá-la para curtir esse passeio, ok?

Minha mãe fez o passeio e foi orientada a fazer a trilha dos Abreus com guia. A trilha, que começa na praia do Sueste, é fácil. Na opinião dela, numa escala de dificuldade que varia de zero a 10, a trilha é grau 5 (para quem faz exercícios físicos com alguma frequência). O trajeto da trilha dos Abreus tem um pedaço curto de descida pelas pedras. Por isso, não é recomendável para quem tem limitações de locomoção.

É um percurso curto. Você leva uns 20 minutos andando até chegar às piscinas naturais dos Abreus, onde pode tomar banho (uma delas não dá pé, mas as demais são mais rasas). Não é, no entanto, um lugar para quem quer se espichar para tomar sol, pois não há faixa de areia no local.

Ah, o passeio custou R$ 50 por pessoa (em 2013), incluindo guia (chamado Mestre Cueca, que é professor de capoeira e guia de turismo em Noronha) e transporte ida e volta entre o hotel e o início da trilha.

trilhas em fernando de noronha abreus

Piscina natural de Abreus. Foto: Fernando Castro.

trilhas em fernando de noronha dos abreus

Trilha dos Abreus. Na foto, o guia Mestre Cueca. Foto: Adelia Ribeiro.

trilhas em fernando de noronha abreus

Visual da trilha do Abreu. Foto: Adelia Ribeiro.

Quais são as melhores praias de Fernando de Noronha?

A Praia do Sancho, a Baía do Sueste e a Baía dos Porcos são as melhores praias de Fernando de Noronha.

Além do mais, a Praia do Sancho foi eleita várias vezes como a mais bonita do Brasil. Enfim, tem uma água azul lindíssima e muito transparente. É imperdível!

A Baía do Sueste é maravilhosa, com muitas tartarugas e biodiversidade marinha. Por fim, a Baía dos Porcos tem muitas pedras. Com isso, muitos peixes ficam concentrados lá, o que torna a orla maravilhosa para mergulho.

Qual o melhor lugar pra ficar em Fernando de Noronha?

Não é novidade que Fernando de Noronha é um destino turístico caro. Por isso, se prepare para pagar diárias com valores mais altos que outros destinos do Brasil, ok?

A Vila dos Remédios é tipo o Centro Histórico de Noronha, com algumas lojinhas e restaurantes. Outros bairros que ficam perto do Centrinho e também estão bem localizados são a Vila do Trinta, a Floresta Nova e a Floresta Velha. Nesses quatro lugares, é possível encontrar hospedagens em diferentes faixas de preço. Confira os detalhes sobre onde ficar em Fernando de Noronha.

trilhas em fernando de noronha atalaia

Trilha de Atalaia Longa. Foto: Denise Peyró.

O que fazer em Fernando de Noronha à noite?

Para encerrar o dia em Fernando de Noronha, eu recomendo que você procure algum lugar bacana para curtir o pôr do sol. Além disso, assistir às palestras do Projeto Tamar, sair para jantar e dançar forró também estão entre os programas noturnos no arquipélago.

Trilhas em Fernando de Noronha – Conclusão

Em conclusão, as trilhas em Fernando de Noronha são lindas e têm graus de dificuldade diferentes. Em algumas delas, você precisará agendar a visita e contar com um guia credenciado.

trilhas em fernando de noronha atalaia

Trilha de Atalaia Longa. Foto: Denise Peyró.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *