As 5 igrejas mais bonitas do mundo (pra mim!)

postado por Marcelle Ribeiro e publicado em 11/12/2014
Compartilhar este artigo:

Sou daquelas que não pode ver uma igreja cheio de dourado, um rococó, um anjinho e um altar bonito que me apaixono. Sou católica não praticante, mas sempre que viajo gosto de conhecer as igrejas bonitas do lugar. Meu marido brinca dizendo que eu adoro um “tour carola” (enquanto ele adora um “tour museu”). Prefiro as igrejas grandes e ricas, repletas de detalhes. Mas também aprecio o charme bucólico de uma capelinha com bela fachada à beira-mar. Por isso, resolvi fazer uma lista das 5 mais belas igrejas/catedrais que já visitei nas minhas andanças por aí. Elas estão listadas abaixo, mas não por ordem de beleza, ok?

 

1 – Basílica de São Pedro – Vaticano (Itália)

Pense na maior basílica que você já entrou. Agora multiplique por 10 em tamanho e beleza. É a Basílica de São Pedro. Pena que tirar foto lá é um desafio, porque tem luz entrando por todos os lados. Ela impressiona pela grandiosidade, riqueza de detalhes e, claro, pela importância. São muitas estátuas, muitos órgãos (adoooooro) e bastante ouro!

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

(Leia mais sobre a Itália aqui)

 

 

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!
Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01279

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01280

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01301

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01303

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Foto: Marcelle Ribeiro

 

2 – Abadia de Melk (Áustria)

Na pequena cidade de Melk, na região do rio Danúbio, a 1h10m de trem de Viena, fica uma belíssima abadia, que chama a atenção pela quantidade de “ouro”. Estive lá em 2012 e fiz uma visita guiada (em inglês, por 11,50 euros). Com um guia, conhecemos, em cerca de uma hora, o salão de mármore e as salas imperiais, que têm objetos antigos, como cetros, e aquelas roupas que os religiosos usam para celebrar missas. Foi muito interessante. A parte mais legal foi a biblioteca, que tem livros dourados lindíssimos. E durante a visita, você ainda vê o visual maravilhoso do alto da cidade, com muito verde. No final do passeio, pudemos conhecer a igreja de Melk e vou te falar… é impressionante! Tudo bem, eu adoro visitar igreja, mas essa é imperdível. Eu não imaginei que ia gostar tanto do passeio, amei, amei. A abadia ainda tem um jardim, que é bem fofo, com rosas.

Veja como visitar a Abadia de Melk aqui

Veja como organizar um roteiro de viagem para a Áustria aqui

 

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

DSCN3315

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

DSCN3343

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

DSCN3356

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

DSCN3364

Abadia de Melk, na Áustria. Foto: Marcelle Ribeiro

 

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

 

3 – Igreja da Candelária (Rio de Janeiro)

No coração do Centro do Rio de Janeiro, a Candelária tem seu interior cheio de peças em mármore. Amo essa igreja por causa dos anjos gigantes que que ficam perto do altar, que são hipnotizantes de tão lindos. A cúpula foi trazida de Lisboa. A fachada também é muito bonita, ainda mais quando está iluminada à noite. A igreja tem histórias alegres (é disputada por muitos “pombinhos” para casar), mas também tristes, pois foi na porta dela igreja que menores de rua foram mortos por policiais em 1993, no episódio que ficou conhecido como “Chacina da Candelária”. Mas a região parece estar mais segura atualmente.

Veja como conhecer a igreja da Candelária em um roteiro pelo Centro do Rio de Janeiro

 

Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. Foto: Gustavo Calil

Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. Foto: Gustavo Calil

candelaria2

Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. Foto: Gustavo Calil

candelaria3

Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro. Foto: Gustavo Calil

 

Até dia 30/11/19 tem 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom NOVEMBER.

4 – Sagrada Família (Barcelona – Espanha)

A igreja da Sagrada Família (que fica na Carrer de Mallorca, 401, metrô Sagrada Família) não pode ser comparada com nenhuma outra do mundo, simplesmente por uma razão: é o mais importante trabalho do arquiteto Gaudí, o criador de 90% das atrações mais lindas de Barcelona, na Espanha. O cara é considerado um dos arquitetos mais audaciosos de todos os tempos, e fez prédios, igrejas, parques, enfim, um monte de coisa com um design meio louco, super diferente. Ele morreu em 1926.

Só que ele era tão audacioso, que a Sagrada Família, que é considerada a sua obra mais importante, até hoje ainda não está pronta (e mesmo assim já é imperdível!)! A construção começou em 1882 e quando eu fui, em 2007, só tinham sido construídas 8 das 18 torres gigantescas do projeto. Diz a lenda que em 1916 começou a faltar grana para o projeto e Gaudí abriu mão do seu salário e se dedicou ao trabalho até morrer. As obras continuam até hoje. A fachada é de cair o queixo, cheia de detalhes minúsculos. Por dentro, não é o ouro que impressiona, mas o formato exótico das colunas e do teto.

Leia mais sobre Barcelona aqui

 

 

Igreja Sagrada Família, em Barcelona. Foto: Marcelle Ribeiro

Igreja Sagrada Família, em Barcelona. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01123

Igreja Sagrada Família, em Barcelona. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01128

Igreja Sagrada Família, em Barcelona. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01129

Igreja Sagrada Família, em Barcelona. Foto: Marcelle Ribeiro

 

5 – Catedral de Notre Dame (Paris – França)

Uma das principais atrações de Paris, a catedral de Notre Dame tem um ar meio gótico, com vitrais lindos e gárgulas que inspiraram o desenho de Disney, o Corcunda de Notre Dame. A parte que achei mais legal foi a fachada da parte de trás, por causa arquitetura diferente e da posição das colunas de sustentação. Os vitrais coloridos (outra paixão minha) são demais!

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01437

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01447

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01454

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

DSC01459

Catedral de Notre Dame, em Paris. Foto: Marcelle Ribeiro

 

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *