Como ir, onde ficar e o que comer em Nobres / Bom Jardim (MT)

postado por Marcelle Ribeiro e publicado em 29/07/2016
Compartilhar este artigo:

Apesar de belos passeios e paisagens incríveis (sobre as quais já falei neste post aqui), Nobres (MT) ainda não é um lugar com muitas opções de hotéis, pousadas e restaurantes. Na verdade, Nobres é um distrito da cidade de Bom Jardim (que fica a 65 km de distância).

Mesmo assim, é possível encontrar pousadas com boa estrutura e restaurantes com uma comida caseira bem temperadinha. Mas antes de tudo, vou falar sobre como chegar lá.

 

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Como chegar

O aeroporto mais perto de Bom Jardim é o de Cuiabá, a 155km. É preciso ir de carro, porque não há ônibus até lá e as agências de viagem não costumam oferecer serviço de transfer saindo de Cuiabá. Não dá para alugar carro em Bom Jardim, que é uma vila minúscula, com uma rua principal.

A estrada de Cuiabá até Bom Jardim é asfaltada e está em boas condições. A viagem dura aproximadamente 2 horas, mas tem algumas pegadinhas para quem não conhece a região. Por exemplo: em determinado momento, você não pode seguir as placas nem o GPS para Nobres, tem que olhar placa para Bom Jardim.Se não, vai fazer uma volta desnecessária e parar no lugar errado. Para uma viagem tranquila, basta ler as dicas do blog do Ricardo Freire.

 

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Onde ficar

Chegando na vila de Bom Jardim, você vai perceber que ela é realmente muito simples, com várias ruas de terra e poucas opções de comércio. Há um mercadinho e uma farmácia e poucos restaurantes e bares.

Praticamente todas as pousadas com site estão concentradas na beira da estrada e a uma pequena distância entre elas. Além de oferecerem a estadia, muitas delas funcionam como agências de turismo e agendam os passeios para as principais atrações de Bom Jardim.

Nós ficamos no Hotel Bom Jardim porque tinha um bom custo-benefício e ar condicionado, um luxo absolutamente necessário, principalmente nos fins de tarde por lá. Bom Jardim é quente!!

O café da manhã era bem gostoso, com opções de frutas, queijos, presunto e até um ovinho mexido (para alegria do maridão)! Os quartos eram simples, mas o banheiro era limpo e a cama era gostosa. Os travesseiros é que poderiam ser um pouco mais baixos. O Hotel foi construído como uma nova ala da Pousada Bom Jardim e tudo ainda está bem novinho. Hotel e Pousada funcionam no mesmo terreno, com área de café e recepção em comum. A diferença é que os quartos da pousada ficam mais no meio do terreno e são mais simples. Já os do hotel ficam mais no fundo do terreno, com mais privacidade e são mais bonitos.

Quarto tinha ar condicionado. importante para as noites quentes. Foto: Marcelle Ribeiro.

Quarto tinha ar condicionado, importante para as noites quentes. Foto: Marcelle Ribeiro.

IMG_5679

Banheiro da pousada era simples, mas bem limpo. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que comer

Não espere comida refinada e restaurantes inesquecíveis em Nobres, mas dá pra contar com um arroz e feijão bem temperadinho e peixes deliciosos. Os restaurantes são BASTANTE simples e alguns lembram mais um rancho. À noite não há nenhum atrativo, mesmo em feriados. Jante e leve um baralho para jogar com amigos na pousada.

O curioso é que os moradores e comerciantes da região entraram em um acordo e não pescam e nem compram peixes que venham das áreas protegidas de Nobres. Tudo isso para preservar o meio ambiente e garantir os melhores passeios possíveis para os turistas.

Falando de comida, a opção mais saborosa é o restaurante da pousada Kabanas. Você paga R$ 25 e pode comer à vontade. A comida é simples: arroz, feijão, macarrão, batata frita, salada… Mas o diferencial mesmo é o peixe assado na brasa. Delicioso!!! Além da carne, o peixe era assado com uma farofa dentro. Com isso, a gordura do peixe derretia e parava na farofa, que ficava ainda mais gostosa. Difícil era parar de comer…

Outro restaurante que provamos foi o do Chapolin. Chapolin é uma figuraça que se veste como o personagem da TV para receber os clientes. O restaurante fica em uma rua próxima aos hotéis e é super recomendado por todos os moradores. A comida é boa, mas não é a melhor da cidade. Além disso, ele sempre está cheio e a comida é feita na hora para todo mundo. Com isso, a galera fica indócil e forma uma fila enorme logo que o jantar é liberado.

Em ambos os restaurantes, não adianta chegar cedo demais para jantar. Antes de o peixe ficar assado, eles não servem nada, nem um petisquinho. Aliás, os restaurantes não têm nem cardápio. Funciona assim: na hora em que os peixes ficam prontos (normalmente por volta das 20h), os garçons servem ele com os acompanhamentos e possíveis outras opções de carne num mesão no salão e todos os clientes levantam-se das mesas e vão lá se servir.

Peixe assado do Kabanas. A farofa feita na barriga dele é imbatível! Foto: Marcelle Ribeiro.

A farofa feita na barriga do peixe do Kabanas é imbatível! Foto: Marcelle Ribeiro.

Peixe na brasa no restaurante do Chapolin. Foto: Marcelle Ribeiro.

Peixe na brasa no restaurante do Chapolin. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

 

Leia também:

5 razões para  conhecer Nobres (MT)

Veja o índice de posts sobre Bom Jardim / Nobres

 

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Fabiola
    15 nov 2016

    Quero viajar pra nobres, mais quero mais informações pra chegar e valor e etc e etc… … me ajude.??

  2. Pedro
    19 mar 2017

    Link do hotel não está funcionando. Como vejo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *