O que fazer em Conservatória: dicas essenciais no Vale do Café (RJ)!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 09/12/2019

Conhecida como cidade da seresta, Conservatória, distrito de Valença (RJ) no Vale do Café, também tem belas vistas de montanhas, antiga locomotiva, e fazendas históricas de café em seus arredores. Confira o que fazer em Conservatória e em cidades vizinhas, quanto tempo ficar, onde comer e onde ficar.

Como chegar em Conservatória
Quando ir a Conservatória
O que fazer em Conservatória – Pontos Turísticos
Onde ficar em Conservatória
Onde comer em Conservatória

o que fazer em conservatória serra da beleza

Balanço em restaurante com vista para a Serra da Beleza.

Como chegar em Conservatória

Como chegar em Conservatória de carro

A melhor maneira de ir para Conservatória é de carro próprio, para você poder conhecer fazendas históricas de café da região, para as quais na maioria das vezes não há transporte público ou excursões e que não podem ficar de fora da sua lista de o que fazer em Conservatória. As estradas são boas e asfaltadas.

A distância do Rio de Janeiro a Conservatória é de 156 km. Pegue a Rodovia Presidente Dutra até a cidade de Piraí e de lá a RJ 145 até Barra do Piraí. Em seguida, pegue a rodovia RJ 137 de Barra do Piraí até Conservatória. A viagem dura cerca de 3h. O pedágio custa R$ 15,20.

Por sua vez, a distância de São Paulo a Conservatória é de 386 km. Siga pela Rodovia Presidente Dutra até Volta Redonda, onde você deve pegar a RJ 393 até Barra do Piraí. Em seguida, pegue a RJ 137 de Barra do Piraí até Conservatória. São cerca de 5h de viagem.

Como ir para Conservatória de ônibus

Para ir de ônibus do Rio de Janeiro para Conservatória, compre passagens da empresa Útil. No sentido Conservatória, há um horário saindo às sextas-feiras, às 20h15. O preço é de R$ 53. No sentido Conservatória, há uma saída aos domingos, às 16h. O retorno custa R$ 47 . A viagem dura 3h. Há outras empresas que fazem viagens do centro de Valença ou de Barra do Piraí para Conservatória.

Quem vai de ônibus para Conservatória pode conhecer as atrações do centrinho a pé e pegar uma excursão para visitar os arredores. Vi uma placa de uma pessoa chamada Bidu (24-99918-2255) oferecendo esse tour, passando pelo Mirante da Serra da Beleza, Túnel que Chora, fazenda histórica de café e outros.

Quando ir a Conservatória

Qualquer época é boa para ir conferir in loco o que fazer em Conservatória. Nos meses de novembro a março chove mais, mas ainda assim eu arriscaria, porque nem todo o tempo você vai ficar em locais descobertos.

O inverno é mais friozinho, com temperaturas de 14 a 25 graus de junho a agosto.

Confira a média histórica de chuvas e temperaturas mês a mês em Conservatória.

Uma época bacana de ir é durante o Festival Vale do Café, o mais importante evento da região, que costuma acontecer todo ano em julho. É quando a lista de o que fazer em Conservatória cresce um pouco, com os shows e apresentações culturais em toda a região.

O que fazer em Conservatória – Pontos turísticos

Na hora de decidir o que fazer em Conservatória, reserve 1 dia para as atrações do distrito, que pertence à cidade de Valença. Se quiser conhecer fazendas históricas de café de cidades próximas, passe mais um dia ou mais.

Nosso roteiro resumido de 2 dias foi assim:

Sexta-feira à noite: chegada em Conservatória.

Sábado: Manhã no centrinho de Conservatória. Passada pelo Túnel que Chora + visita à Casa de Cultura de Conservatória (onde fica o Museu da Seresta) + fotos com antiga locomotiva de trem + show de chorinho na praça. Almoço e fotos nos mirantes da Serra da Beleza. Tarde: visita à Fazenda Cachoeira Grande, perto de Vassouras, cidade próxima. Noite: jantar no centrinho de Conservatória.

Domingo: Check out e visita à Fazenda Vista Alegre, em Valença, mas perto de Vassouras. Tour rápido no centrinho de Vassouras (praça principal, catedral, trem antigo), onde almoçamos. Tarde: visita ao jardim ecológico Uaná Etê, na cidade de Engenheiro Paulo de Frontin. Retorno para o Rio de Janeiro.

Leia também: o que fazer em Vassouras (RJ)

O que fazer em Conservatória – no centrinho

1 – Casa de Cultura de Conservatória e Museu da Seresta

É um pequeno museu, com apenas 3 salas. Uma delas é onde está o acervo do Museu da Seresta, composto por fotografias de serestas, letras de canções, e algumas informações sobre os seresteiros mais famosos. Uma pena que não explica muito bem como surgiu a tradição de fazer serestas na cidade. Nas outras salas há réplicas de prédios históricos de cidades do Vale do Café e de trens.

A Casa de Cultura de Conservatória tem entrada grátis e fica na Avenida Monsenhor Paschoal Librelloto, 307, no centrinho. Funciona de quarta a sexta-feira, das 9h às 17h; sábados, das 9h às 18h e aos domingos, das 9h às 12h30.

o que fazer em conservatória museu da seresta

Fotos de seresteiros e outras personalidades. Foto: Marcelle Ribeiro.

casa de cultura o que fazer em conservatória

Réplica de prédio em miniatura. Foto: Marcelle Ribeiro.

2 – Estátua do seresteiro

Conservatória é famosa pela tradição da seresta, com músicos tocando violão e cantando ao mesmo tempo em que andam pela cidade. Então, uma paradinha para foto com uma estátua de seresteiro famoso vale a pena. Ela fica na Rua do Lazer, no centrinho.

o que fazer em conservatória estatua seresteiro

Monumento ao seresteiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Antiga locomotiva e Estúdio Marco do Tempo

Apesar de não haver mais trem de passageiros para a cidade, vale tirar uma foto com uma locomotiva histórica que fica em frente à antiga estação do distrito. Grátis.

Em frente à locomotiva histórica fica o estúdio Marco do Tempo, que oferece o serviço de aluguel de roupas e objetos de época para fotografar em frente ao vagão. Os valores variam de acordo com a quantidade de pessoas por foto, mas começam em R$ 38. O fotógrafo do estúdio tira a foto e manda por e-mail. Endereço: Rua Pedro Gomes, 80, centro de Conservatória.

Foto antiga trem o que fazer em conservatória

Posando com roupas antigas. Foto: Marcelle Ribeiro.

4 – Apresentações musicais gratuitas

Uma lista de o que fazer em Conservatória não poderia estar completa sem um show grátis, seja de chorinho ou uma seresta, que rolam sempre. São eles:

Roda de Chorinho – Todo sábado, das 11h às 13h, na praça do Clube, no centrinho de Conservatória. Tem cadeiras para o público, toldo para proteger de chuva e sol, e alguns foodtrucks com bebidas e comidas.

Solarata – Aos domingos acontece a Solarata, nome dado às serenatas diurnas. Vai das 10h30 às 12h, na Travessa Geralda Fonseca, conhecida como Rua do Meio ou Rua de lazer.

Seresta – Os músicos saem tocando violão e cantando pelas ruas do centro, com saída e retorno da Casa de Cultura de Conservatória. Grátis, das 23h às 0h, todas as sextas, sábados e domingos. Eu li que às 20h começaria a seresta dentro da Casa da Cultura, mas quando estive lá só tinha um pessoal conversando e não tocando…

Além disso, é comum haver shows de outros ritmos musicais gratuitos na praça do Clube. Quando eu fui, era de Jovem Guarda.

o que fazer em conservatória chorinho show

Show de chorinho de graça. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

5 – Cine centímetro

O Cine Centímetro uma recriação daqueles cinemas de antigamente, com letreiro em neon, inspirado no antigo cinema Metro da Tijuca. O dono do local é um cinéfilo que comprou cadeiras, lustres, tapetes e projetores e outros itens quando o Metro Tijuca fechou, na década de 1970. Em seguida, ele fez um cinema em Conservatória, mas com menos assentos. São 60 no total. Na entrada tem projetores usados no passado. Para visitar é preciso agendar.

O Cine Centímetro fica na Rua José Ferreira Borges, 205, Parque Veneza – Conservatória.

O que fazer em Conservatória – fora do centrinho

6 – Serra da Beleza

Uma cadeia sem fim de montanhas verdinhas: esta é a bela vista que o mirante da Serra da Beleza proporciona. Por isso, é item obrigatório quando o assunto é o que fazer em Conservatória. Basta estacionar gratuitamente no recuo da Estrada Conservatória – Santa Isabel, na Serra da Beleza.

Além disso, você pode ver a serra do mirante particular do restaurante Mirante da Serra, caso queira tirar fotos em um balanço ou em um acessório de asas. O restaurante fica a cerca de 200m do mirante público da Serra da Beleza, na Estrada Conservatória – Santa Isabel, na Serra da Beleza. Mas o mirante do restaurante só abre na hora do almoço, de sexta a domingo e feriados.

mirante serra da beleza o que fazer em conservatória

Mirante público da Serra da Beleza.

serra da beleza mirante o que fazer em conservatória serra da beleza

Brincando com asas no mirante do restaurante.

7 – Túnel que chora

Não é exatamente um ponto turístico de Conservatória, mas você vai passar por ele. O túnel que chora foi inaugurado em 1883, com a presença da família imperial, para criação de uma ferrovia para transportar café. Construído por escravos, todo de pedra bruta, sem revestimento, o túnel é pequeno. São só 95m de extensão, 5m de largura e 3,5m de altura. Ele é iluminado com lampiões antigos. A razão desse nome é porque das rochas do teto pingam gotas de água em quem passa por baixo.

o que fazer em conservatória tunel que chora

Túnel que Chora. Foto: Marcelle Ribeiro.

8 – Fazenda Florença

É um das fazendas do Vale do Café mais próximas do centrinho de Conservatória, a 4km de distância. Além de promover visitas guiadas, ela também funciona como uma pousada. Não chegamos a fazer a visita, mas há vários preços, dependendo do que está incluído. Saiba mais aqui.

9 – Fazendas históricas de cidades vizinhas

Vale muito a pena incrementar a sua lista de o que fazer em Conservatória indo a uma fazenda histórica um tiquinho mais distante, porque elas são muito interessantes! A cerca de 50 minutos de carro de Conservatória, na área rural da cidade de Vassouras, a Fazenda Cachoeira Grande tem visitas guiadas de 2h a 3h para turistas, com direito a muita história! Lá você entende a importância do café para a região na época da escravidão, e vê um casarão restaurado cheio de objetos de decoração de outros séculos.

Além disso, a área verde da fazenda é linda, com muita mata e palmeiras imperiais. Veja como é a visita à Fazenda Cachoeira Grande.

Outra fazenda interessante, mas que fica na estrada de Conservatória para o centro de Valença é a Fazenda Vista Alegre, onde já foram filmadas novelas como A Viagem. O casarão também é bem preservado e os jardins são lindos!

10 – Compras

Se na sua lista de o que fazer em Conservatória não podem faltar umas comprinhas, vale dar uma passada na lojinha de chocolate e doces Zermatt Parada do Chocolate, na R. Coronel Cristiano, 21, distrito de Ipiabas, na cidade de Barra do Piraí, mas já na entrada de Conservatória. Lá tem ainda licores e outras lembrancinhas.

Outra dica é a Cachaçaria Vilarejo, que aos sábados e domingos abre das 8h às 16h e fica um pouco antes do centrinho de Conservatória, na estrada RJ 143, número 1120.

11 – Cachoeira da Índia

É uma queda d’água pequena e com uma estátua dourada em cima. Li que a água anda meio fedida, então não vale a pena ir. Eu deixei de fora na hora de decidir o que fazer em Conservatória.

12 – Jardim Ecológico Uaná Etê

Apesar de não estar em Conservatória, e sim na cidade de Engenheiro Paulo de Frontin, a cerca de 60km de distância (perto da cidade de Vassouras), eu não poderia deixar de indicar uma visita ao Jardim Ecológico Uaná Etê*, uma dos lugares mais lindos que conhecemos no final de semana.

É um jardim bem diferente, no alto de uma montanha, com muitas instalações interativas que remetem à noção de som, tempo, espaço. Tem desde tambores para tocar, gongos, garrafas com água, entre outros. Tem também redes presas entre as montanhas para você descansar, e até um acessório de asas gigantes, onde você pode tirar fotos lindas! Eu amei, passei 2h30 por lá curtindo cada cantinho. Fora que a vista das montanhas do Vale do Café lá de cima é linda!

A entrada custa R$ 53 (adulto, inteira) e o jardim abre de 9h às 17h de quinta à segunda. No verão, ele fecha mais tarde às sextas e sábados, às 19h.

Na hora de organizar o que fazer em Conservatória, vale incluir um tempinho para conhecer o Jardim Ecológico Uaná Etê na ida ou na volta desde o Rio de Janeiro, porque é caminho. E você pode aproveitar e dar uma passada no centrinho de Vassouras, outra cidade do Vale do Café, que fica a 15min de carro do Uaná Etê e a  49km de Conservatória. Vassouras tem igrejinha e praça lindinhas, além de uma antiga locomotiva de trem. Você pode optar por almoçar mo Uaná Etê ou no centrinho de Vassouras.

jardim ecologico uana ete asas

Brincando de pássaro mais uma vez, no Jardim Uaná Etê.

Onde ficar em Conservatória

Nós nos hospedamos na Pousada Monteiro, localizada num sítio a uns 5 minutos de carro do centrinho da cidade. Ficamos num quarto com vista para o jardim, cama de casal e de solteiro, TV, frigobar e banheiro privativo. O chuveiro esquentava bem, era bem bom e o banheiro estava bem limpinho.

O café da manhã era gostoso, com pães, uns bolos deliciosos, sucos, frutas, frios, ovos, aipim e iogurte.

O atendimento também era ótimo e nos deram boas dicas. A Pousada Monteiro tem nota 8,8 no Booking.

Na parte externa tem um lago no jardim, com banquinhos e um parquinho para crianças. Foi uma estadia bem agradável.

lago pousada monteiro o que fazer em conservatória

Lago da Pousada Monteiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

casa da pousada monteiro conservatória

Pousada Monteiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

café da manhã pousada monteiro conservatória

Café com bolos e muito mais. Foto: Marcelle Ribeiro.

quarto pousada monteiro conservatória

Quarto da Pousada Monteiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

banheiro pousada monteiro conservatória

Banheiro renovado da Pousada Monteiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

Onde comer em Conservatória

Recomendo um almoço na Serra da Beleza, onde há dois restaurantes. Nós comemos no Mirante da Serra, que tem um mirante particular para a Serra da Beleza, com balanço e acessório de asas para tirar fotos. A comida é um buffet a quilo no fogão a lenha, bem gostosa e barata.

Eu provei a linguicinha, o feijão, farofinha, couve e salada e estavam gostosos. O quilo custa cerca de R$ 45. O restaurante só abre para almoço de sexta a domingo (e feriados) e fica a uns 200m do mirante público da Serra da Beleza, na Estrada Conservatória – Santa Isabel, na Serra da Beleza.

restaurante mirante da serra conservatória

Comida mineira no fogão a lenha! Foto: Marcelle Ribeiro.

No Centrinho de Conservatória, indico o Bistrô do Poeta, que tem mesinhas na varanda ou no interior. Comi um bom cheeseburguer com fritas (R$ 25) mas eles também têm refeições a R$ 45, sopas e crepes. Como em vários restaurantes de Conservatória, ele tem música ao vivo. O endereço é Rua Luiz de Almeida Pinto, 66.

hambúrguer bistrô do poeta conservatória

Hambúrguer com fritas: ótimo preço! Foto: Marcelle Ribeiro.

*O Viciada em Viajar se hospedou na Pousada Monteiro e conheceu a Fazenda Cachoeira Grande e o Jardim Ecológico Uaná Etê como cortesia. O texto reflete nossa real opinião.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *