Onde comprar em San Francisco

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 07/02/2019
Compartilhar este artigo:

Quer saber onde comprar em San Francisco? Tenho boas notícias! Existem várias opções. Os mais práticos e/ou com menos tempo, podem aproveitar o próprio centro da cidade, que tem muitas lojas, quase todas na Union Square. Quem gosta de um outlet (e das pechinchas) tem opção também, embora seja possível chegar de transporte público a apenas um outlet dos vários que existem nas cidades vizinhas.

Eu passei todo um mês em 2015 em San Francisco estudando inglês. Li em blogs de muitos brasileiros que eu não precisava sair da cidade para achar bons preços e que a ida a um outlet era desnecessária. Mas…a maior parte das pessoas que diz isso não foi a um outlet. Por isso, resolvi fazer uma pesquisa nas lojas da Union Square antes de efetivamente comprar e decidir se eu iria até um outlet. E acabei fazendo os dois: comprei em outlet (no meu caso, o Livermore Premium) e também nas lojas de rua, como Macy’s, Uniqlo e Forever 21.

 

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.
IMG_4260

Union Square: lojas do Centro de São Francisco ficam nesta região. Foto: Marcelle Ribeiro

Onde comprar em San Francisco: Centro

Union Square

Se você não tem tempo de tirar um dia para ir até um outlet, não se afobe. Você vai encontrar muitas opções de lojas nas ruas da praça Union Square. Elas ficam, em sua maioria, na área delimitada pelas seguintes ruas: Sutter (ao norte), Kearny (a Leste), Market (sul) e Powell (oeste).  Algumas lojas que você encontra neste perímetro: Uniqulo, Victoria’s Secret, Forever 21, Banana Republic, Gap, Sephora, Puma, Converse, Urban Outfitters, Macy’s, Saks Fifth Avenue, Tiffany, Nike, Armani, Louis Vitton, Ferragamo, Armani Exchange, Disney Store, Apple Store, Diesel, Marshall’s, Chanel, Zara, Coach, H&M, North Face e muitas outras. Muitas ficam abertas até tarde (algumas até às 22h) e abrem todos os dias.

Duas observações importantes: TODAS as lojas de San Francisco cobram pelas sacolas que você usará para carregar as suas compras (US$ 0,10 por sacola). Quer economizar? Se o atendente perguntar se você quer uma sacola, diga “não, obrigada” e coloque suas compras na mochila. Isso é super comum!

Outra dica: a taxa de impostos em San Francisco é de 8,75%, para tudo que você vai querer comprar. Ou seja, saiba que ao preço da etiqueta, o caixa acrescentará 8,75% de impostos na hora de te cobrar.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Para vocês terem uma ideia de preço, segue o que comprei em março de 2015:

Uniqlo – Blusa social de manga comprida de botão feminina (US$ 30 + taxa de 8,75%), camisa de manga comprida de algodão feminina (US$ 10 + taxa de 8,75%) e camisa social de poliéster  (US$ 15 + taxa de 8,75%).

Macy’s – Blazer feminino lilás da Calvin Klein (US$ 93 + taxa de 8,75) e camiseta estampada da Calvin Klein masculina (US$ 22 +taxa de 8,75%). A Macy’s, para quem não sabe, é uma loja de departamento que vende várias marcas, entre elas Levi’s, Calvin Klein, Michael Kors e outras. Só a loja feminina ocupa 9 andares de um prédio grande. Ela vende de maquiagem (MAC inclusive) a bolsas, sapatos, roupas para todas as ocasiões, óculos e acessórios. As lojas masculinas e infantil da Macy’s ficam em prédios próximos. A dica para economizar na Macy’s é: todos os mapas de San Francisco têm cupons que, se apresentados no caixa na hora de pagar, dão 10% de desconto em todas as compras na Macy’s. Não tem cupom? Ao chegar na loja, vá no guichê de visitantes, apresente o passaporte e ganhe um voucher que dá o mesmo desconto, em tudo (só porque você é turista).

Black November até 21/11! Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 15% de desconto com o cupom BLACK! Atendimento 24h em português!

Victoria’s Secret – 5 cremes (que podiam ser cremes, esfoliantes ou água de colônia) por US$ 30.

Walgreens – A rede de farmácia que está em todas as esquinas da cidade vende de remédio a souvenir, passando por shampoos, cremes, comida pronta (saladas, tortas, sandubas) até chocolates importados. Foi lá que achei as barras de Lindt mais baratas: 2 barras por US$ 5 + taxa.

 

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!
mapa san francisco002

Mapa com principais lojas do entorno da Union Square.

Shopping Westfield

San Francisco não tem muitos shoppings como aqui no Brasil, mas no centro tem um que recomendo não para compras, mas sim para almoço. É o Westfield, que reúne lojas caras, como Adidas, Burberry, Guess, H&M, Rolex, Sephora, etc. Eu entrei lá várias vezes, mas para almoçar na praça de alimentação, que fica no subsolo e tem opções de comida “de verdade” (refeições, para almoço) para todos os gostos: restaurante árabe, italiano, brasileiro, tailandês, chinês, japonês, de saladas, americano, sanduíches, etc. Nós pagávamos em média uns US$ 15 a US$ 20 por refeição + taxas por pessoa lá (sem contar com a água, pois eu sempre estava com uma garrafinha de água mineral na bolsa e não precisava comprar).

O Westfield fica na 865, Market Street, pertíssimo da estação do metrô e do Bart da Powell Street. Ele abre de segunda a sábado das 10h às 20h30 e aos domingos das 11h às 19h.

 

Onde comprar em San Francisco: fora do Centro

Quem quer comprar eletrônicos em lojas conhecidas, sem ser a Apple, não vai encontrá-las no Centro. Nós tivemos que ir a uma Best Buy logo que chegamos, pois precisávamos comprar uma câmera fotográfica. Em San Francisco, as lojas mais próximas das áreas turísticas ficam na 1717 Harrinson Street e na 2675 Geary Boulevard. Nós fomos nesta segunda, pois achamos mais prático. Lá compramos máquina fotográfica, cartão de memória, HD externo e outros apetrechos.

Outlets perto de San Francisco

Eu resolvi ir a um outlet perto de San Francisco depois de pesquisar nas lojas do Centro. Vi que os preços eram bons, mas não havia nenhuma mega pechincha. Eu já tinha feito compras em um outlet perto de Nova York e sabia que os preços nesse tipo de lugar costumam ser muito bons. E, como eu tinha tempo de sobra, resolvi apostar e fiz excelentes compras.

Até dia 30/11/19 tem 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom NOVEMBER.

Por exemplo: na Banana Republic do Livermore Premium Outlet encontrei terninhos lindos e super baratos, de vários modelos e tamanhos. Na Banana Republic da Union Square, a área dos produtos com desconto fica totalmente bagunçada. Tanto que não comprei nada na Banana Republic da Union Square.

Escolhi ir no Livermore Premium Outlet, na cidade de Livermore, porque é o único outlet perto de San Francisco onde você consegue chegar de transporte público. Levei cerca de 1h para chegar e 1h40 para voltar. O outlet é um centro de compras a céu aberto, com dezenas de lojas (veja aqui a lista de lojas), mas não é algo impossível de andar. Dá perfeitamente para passar em uma loja, olhar rapidinho os preços e depois voltar lá. Tem praça de alimentação, banheiros e é muito organizado.

Na hora em que cheguei, fui direto no balcão de visitantes e pedi um folder com os descontos das lojas (chamado Vip Coupon Book). Todo mundo pede, é padrão e é grátis! Com ele, vá nas lojas que você quer e, na hora de pagar, mostre o folder para ganhar o desconto, que varia de loja para loja.

Quando eu fui, a Calvin Klein dava 15% de desconto em compras acima de US$ 150, a Gap dava 10% de desconto para quem gastasse mais de US$ 75, a Banana Republic dava 15% de desconto em compras superiores a US$ 100, e por aí vai. Ou seja, dependendo de quanto você vai gastar, vai conseguir desconto ou não.

Ah, importante: a taxa de impostos cobrada no Livermore é de 9%.

 

outlet001

Livro de descontos do Livermore Premium Outlets. Foto: Reprodução.

Alguns preços de março de 2015 para vocês terem uma ideia: calça de moletom feminina da Gap por US$ 10 mais taxa de 9%; óculos escuros da Emporio Armani feminino modelo clássico por US$ 95 mais taxa na Sunglass Hut; camiseta polo feminina de manga curta na Tommy Hilfiger por US$ 20 mais taxa; camisa social feminina de manga longa e botão na Tommy Hilfinger por US$ 30 mais taxa, suéter feminino da Tommy Hilfinger por US$ 27,25 mais taxa.

Este outlet funciona de segunda a sábado, das 10h às 21h e aos domingos das 10h às 19h.

Para ir, peguei o BART, que é um trem urbano que liga cidades da região de San Francisco, na estação Powell, no Centro. Desembarquei na estação East Dublin/Pleasanton  (a última estação dessa linha, que algumas placas mostram apenas como Dublin/Pleasanton), 45 minutos depois e paguei US$ 5,75 pelo bilhete. A volta custou o mesmo valor. Comprei o tíquete na maquininha que fica antes da roleta da estação, em dinheiro.

Na porta da estação do BART  de East Dublin/Pleasanton  peguei um ônibus comum que, em 15 minutos, me deixou em frente ao outlet (apenas tive que atravessar a rua em frente ao outlet). A passagem do ônibus custa US$ 2 e paguei ao motorista mesmo, na hora. Para ir ao outlet você pode pegar os ônibus das linhas 12, 12 X (mais rápido) ou o R (que na verdade é um diminutivo para Tri-Valley Rapid) no sentido East Avenue.

O R só circula em dias de semana e sai da estação do BART de 15 em 15 minutos a partir das 6h até as 19h30 (veja os horários nas figuras abaixo). Para voltar do Livermore Outlet para a estação do BART, os ônibus R também saem de 15 em 15 minutos, sendo que o  primeiro ônibus sai às 5h32 e o último às 19h02.

Aos sábados, pegue o 12 para ir ao outlet a partir das 9h01, de hora em hora, até às 21h01. E para voltar do outlet para o BART também de hora em hora, das 9h33 às 21h33 (último). Aos domingos, a linha 12 sai do BART para o outlet às 10h01, 12h01, 14h01, 16h01, 18h01 e 20h01 e faz o trajeto no sentido oposto com saída às 9h33, 11h33, 13h33, 15h33, 17h33 e 19h33 (último). Nos sábados e domingos a linha 12X não funciona.

 

Mapa mostra linhas de ônibus R e 12, que levam ao outlet. Foto: Reprodução.

Mapa mostra linhas de ônibus R e 12, que levam ao outlet. Foto: Reprodução.

 

BusR_ida_bart_aoutklet

Seta marca horários que o ônibus R sai do BART para outlet.

BusR_ida_outlet_bart

Seta marca horários que o ônibus R sai do outlet para o BART.

O ponto de ônibus você pega o 12 fica em frente ao outlet, na saída perto da Tommy Hilfinger e da loja Book Brothers.

Na hora de voltar, como saí com o outlet quase fechando, me informaram que haveria apenas mais dois ônibus para retornar a estação, um às 21h28 e outro às 22h28.

Só que ele ia demorar ainda 30 minutos e eu não quis ficar na rua em frente ao outlet sozinha. Apesar de haver movimento de carros, eu seria a única no ponto e fiquei receosa. Preferi pegar um ônibus gratuito de um cassino de Livermore (tipo shuttle), que passa no outlet com horários marcados, para no cassino e depois leva à estação do BART (a mesma da ida, a East Dublin/Pleasanton). Veja na figura abaixo os horários desse shuttle.

Mas atenção! O ponto onde o shuttle do cassino é em um lado do outlet e o ponto dos ônibus de linha R, 12 e 12X é de outro. O ponto 12 eu expliquei acima onde fica. O ponto do shuttle do cassino fica dentrodo outlet, no estacioanamento, em frente à loja da GAP e da Banana Republic.

O ruim é que, na volta, o ônibus do cassino ficou parado uns 20 minutos na porta do cassino, esperando para ver se pessoas que estavam lá jogando retornariam para o BART. Como ninguém apareceu, eu fui a única passageira no ônibus. A motorista já está acostumada a dar essa “carona” para consumidores do outlet e achou super normal. Ela inclusive me deixou esperar dentro do shuttle do cassino esses 20 minutos (o shuttle é bonitinho, é um ônibus executivo com ar).

outlet002

Horários do shuttle que liga o BART, o cassino e o outlet. Foto: Reprodução

Do cassino até a estação do BART são apenas 15 minutinhos de shuttle, mas quando desembarquei lá já eram quase 22h e aí veio a parte bizarra da aventura. Não faça como eu. Não deixe para voltar muito tarde, porque a estação e o BART de Livermore ficam muito vazios nesse horário. E o pior: as poucas pessoas que estavam lá, eram super mal encaradas. Entrei num vagão em que só havia uma pessoa, e ficamos esperando lá dentro por uns 15 minutos para o trem começar a andar. Enquanto isso, só gente estranha entrava, a maioria homens, com cara de poucos amigos. Fiquei tensa a viagem inteira, porque em todas as estações até chegarmos a San Francisco só entrava e saía gente bizarra. Graças a Deus não me aconteceu nada, mas fiquei gelada.

Há outros outlets perto de San Francisco e se você for conhecer outras regiões da Califórnia, pode ser interessante ir a outros, que podem ficar no meio do caminho. A Mariane, do blog  Hotel California, explica mais sobre eles nestes posts aqui: http://hotelcaliforniablog.com/category/outlets-ate-1-hora-fora-de-sf/ e http://hotelcaliforniablog.com/category/outlets-ate-2-horas-de-sf/ .

 

Leia também:

Mais fotos e curiosidades de San Francisco no nosso Facebook, Instagram , Twitter e Pinterest

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Francesca
    02 abr 2016

    Adorei as dicas!

  2. Janaina
    10 abr 2016

    Dicas sensacionais, muito obrigada por compartilhar!

  3. Juliana
    08 maio 2017

    Oi tudo bem?! Voce considera perigoso ir de onibus e voltar com uma mala cheia de roupa?! Riscos de assaltos ou eh normal os turistas irem de bart? Responde por email. Obrigadao

    • 29 maio 2017

      Oi, Juliana,
      Eu voltei de Bart muito tarde, quase no horário de ele fechar. Não me senti segura. Não estava com mala, mas só com sacolas. Não vi turistas usando o Bart, só moradores mesmo. Eu arriscaria ir de Bart, mas só se fosse voltar cedo, num horário bem movimentado.
      Abs

  4. Everton
    28 jun 2017

    Oi Juliana,
    Estou escrevendo para te agradecer das dicas de compras. Estou indo para SFO pela primeira vez (27/10 até 03/11) vindo de Las Vegas. Apesar de ficar na casa de amigo em SFO, e que pode me ajudar com dicas, já quero ir esquematizado com os outlets e transportes. Vou esticar por 3 dias em LAX para conhecer, e volta para SFO (30/10-01/11), mas já me falaram que e, LA tudo caro então vou deixar minhas compras para fazer em SFO mesmo, já que meu voo de volta para o Rio sai de SFO (questão de peso/mala).

    Muito obrigado,
    Everton

  5. Joana serra godoy
    27 out 2017

    Nossa fiquei super decepcionada com a indicação para almoçar no shopping westfield. Acho que foi a pior praça de alimentação que já fui,e olha que eu conheço os quatro continentes. Qto o shopping ele é legal. Mas a praça de alimentação horrível, mendigos,comida péssima nem parece fazer parte do shopping. Outro detalhe não possui estacionamento e qdo vc encontra o acesso é horrível.

    • 31 out 2017

      Oi, Joana,
      Em todos os dias em que fui não vi mendigos. Me pareceu uma praça de alimentação normal, dentro dos padrões que temos no Brasil.
      Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *