Baseball em San Francisco: Visita ao AT&T Park, casa dos Giants

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 05/09/2019
Compartilhar este artigo:

Meu marido faz parte do time dos “homens que adoram fazer visitas a estádios em viagens”, vocês já devem ter percebido, né? 😉

Um dos sonhos dele é conhecer os estádios mais famosos do mundo, especialmente os de baseball dos Estados Unidos. Já fui com ele ao estádio de futebol Camp Nou, do Barcelona, à La Bombonera, casa do Boca Juniors, em Buenos Aires (que visitamos fora de horário de jogo), ao estádio de baseball Fenway Park, em Boston, e ao Staples Center, de basquete (do Lakers!), em Los Angeles (que será tema de um post que você lerá em breve por aqui!). Em março, quando ele esteve por duas semanas em San Francisco, ele aproveitou que eu estava tendo aulas de inglês pela manhã e que ele estava “livre” e foi conseguir mais uma “figurinha pro álbum” dele: o AT&T Park, onde joga o time de baseball San Francisco Giants. E agora ele conta como é a visita guiada. Com a palavra, Guilherme Calil (a.k.a “maridão”):

 

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

“Depois de realizar meu sonho de ver um jogo do Red Sox no Fenway Park, o baseball ganhou ainda mais espaço no meu lado torcedor. Com isso, não tive dúvidas que iria aproveitar a viagem para San Francisco para conhecer o AT&T Park, casa do San Francisco Giants.

Atual campeão da MLB, o time tem um dos estádios mais bonitos da liga. Fica na beira da Baía de San Francisco e, dependendo do setor, tem vistas espetaculares.

Vista do estádio do San Francisco Giants. Foto: Guilherme Calil

Vista do estádio do San Francisco Giants. Foto: Guilherme Calil

Como fui em março, a temporada não tinha começado. Logo, só poderia realizar um tour. Mesmo assim, vale a pena.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Os Giants têm uma bela história, assim como o ballpark, e grande parte disso tudo gira em torno de um jogador: Willie Mays.

A estátua do Willie Mays fica em frente ao estádio. Foto: Guilherme Calil

A estátua do Willie Mays fica em frente ao estádio. Foto: Guilherme Calil

Um dos maiores jogadores de todos os tempos, Willie Mays é um verdadeiro ícone de San Francisco. Ele usava a camisa 24 e, por essa razão, várias coisas dentro do estádio têm relação com o número.

Por exemplo, o AT&T Park fica do lado ímpar da rua onde foi construído, mas o time conseguiu uma autorização da Prefeitura para que a arena ficasse no número 24 da Willie Mays Plaza.

Black November até 21/11! Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 15% de desconto com o cupom BLACK! Atendimento 24h em português!

Falando sobre o estádio, é uma construção simples, mas muito bem executada. Ele foi completamente custeado pelo clube, uma raridade nos Estados Unidos, e existe uma preocupação muito grande com todos os aspectos ambientais, assim como na cidade como um todo.

O estádio tem uma preocupação especial com o meio ambiente. Foto: Guilherme Calil

O estádio tem uma preocupação especial com o meio ambiente. Foto: Guilherme Calil

Durante o tour, você conhece vários setores do AT&T Park: arquibancadas, camarotes, campo, banco de “reservas”, área de treinamento e até os vestiários. Tudo isso com um guia que explica os detalhes do estádio e conta um pouco da história do clube. Pra quem gosta de baseball, é um prato cheio!

Eu gostei muito, mas algumas coisas chamam mais a atenção: a vista das arquibancadas é realmente espetacular. É possível ver a Baía de San Francisco, que é linda mesmo em dias nublados.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

Além disso, a visita ao campo é um momento especial. Ver de perto o local de trabalho de alguns dos maiores jogadores de baseball do mundo é muito legal. San Francisco enfrenta uma seca enorme e, mesmo assim, o gramado está em perfeitas condições. Você também pode sentar no banco de reservas e ter a visão que os técnicos têm do jogo.

Outra coisa que me impressionou foi o vestiário. Estivemos apenas no de visitantes e ele é gigantesco. Cada jogador tem seu armário e sofás e poltronas confortáveis estão espalhadas. Além disso, o vestiário tem banheiros e até uma cozinha. Para completar, os técnicos e auxiliares têm salas disponíveis para discutir a estratégia para os jogos. Igualzinho ao que vemos no Brasil… Só que não!

O vestiário do time visitante é enorme. Foto: Guilherme Calil

O vestiário do time visitante é enorme. Foto: Guilherme Calil

Bom, mas vamos para algumas dicas práticas. Os ingressos para o tour podem ser comprados em qualquer loja do time na cidade ou pela internet, clicando aqui. Eles custam US$ 22. Quando eu fiz o tour, tinha bastante gente, mas sei que o número de visitantes é limitado. Mesmo assim, é possível comprar ingresso na hora.

Chegar ao estádio é bem tranquilo. Ele fica em uma região bem central de San Francisco e o transporte público é, sem dúvida, a melhor opção. Você pode usar as linhas N-Judah e KT-Ingleside/Third Street do metrô ou as linhas 10, 30, 45 e 47 de ônibus. Todas tem pontos bem perto da arena. Para mais informações sobre como chegar, basta clicar aqui. (Veja como usar o transporte público em San Francisco neste post aqui).

 

Até dia 30/11/19 tem 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom NOVEMBER.

Veja também:

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *