Passeios em Barreirinhas | Lençóis Maranhenses – Dicas para não errar

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 30/08/2019
Compartilhar este artigo:

Cidade que mais atrai turistas nos Lençóis Maranhenses, Barreirinhas tem muita oferta de o que fazer, principalmente para quem gosta de bate-volta a vilarejos vizinhos. A maior parte dos passeios em Barreirinhas são de dia inteiro. Todos precisam de agências para serem feitos, pois só carros adesivados pelo Ibama têm autorização para entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

É importante dizer que todos os passeios em Barreirinhas que envolvem carro são feitos em 4×4 estilo “pau de arara”. As lagoas são todas mornas e em volta delas não há nenhum tipo de vendedor ambulante ou infraestrutura de barracas, guarda-sol, cadeiras. Leve água, lanche e capriche no protetor. Não é permitido levar bebida alcoólica. A areia não fica quente, por causa do vento constante (que também não dá a sensação de calor).

Listei abaixo os passeios em Barreirinhas na ordem do que eu mais gostei para o que eu menos gostei. Os que eu não fiz estão no final da lista.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Bate-volta para Santo Amaro
Passeio para a Lagoa Bonita
Passeio para a Lagoa Azul
Bate-volta para Atins/Canto do Atins
Passeio de lancha pelo Rio Preguiças
Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses
Passeio de Quadriciclo
Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses
Flutuação no Cardosa
Passeio para a Lagoa da Esperança

como chegar nos lençóis maranhenses toyota 4x4 pau de arara

Um 4×4 Toyota tipo “pau-de-arara”: é nele que você faz 90% dos passeios nos Lençóis.

Bate-volta para Santo Amaro

Santo Amaro do Maranhão é a cidade dos Lençóis Maranhenses onde estão as lagoas mais bonitas. Se você não puder passar alguns dias dormindo lá, vale a pena pelo menos fazer um passeio bate-volta. É certamente dos passeios em Barreirinhas que você vai mais gostar, mesmo tendo que pegar 1h30 de estrada (boa e asfaltada) para ir e 1h30 para voltar.

A Rios Tour*, empresa com quem fizemos o passeio, cobra R$ 180 por pessoa (não inclui almoço). Saímos de Barreirinhas às 8h e às 9h30 já estávamos em Santo Amaro. Encomendamos o almoço no restaurante, pegamos a guia e por volta das 10h já estávamos entrando no Parque Nacional no trecho de Santo Amaro.

Até 30/09, desconto de 6% em aluguel de carro com a Rentcars para pagamento online! Retire o carro até 31/12/19!

Primeiro paramos na lagoa do Peixe, onde tivemos 40min para banho.

Depois, vimos, sem sair do carro, a Lagoa da Gaivota, que apesar de ser famosa, estava com muitas algas e não muito legal para banho. Paramos 2min para fotos.

Em seguida, paramos na lagoa das Andorinhas, onde novamente tivemos uns 40min a 1h para banho.

Já era por volta das 12h30 quando chegamos na Lagoa do V (também ficamos uns 40min).

Depois, fomos para o restaurante Sol do Amaro, almoçar. Chegamos lá quase 14h. Pedimos uma carne de sol com feijão, arroz e salada (cerca de R$ 90 para duas pessoas), mas não gostei da carne de sol, estava pura gordura. tem PFs individuais por R$ 30.

A 4×4 sai do restaurante por volta das 15h30 para voltar a Barreirinhas.

 

Lagoa do Peixe Santo Amaro do Maranhão

Lagoa do Peixe, Santo Amaro do Maranhão. Foto: Marcelle Ribeiro.

Lagoa da Gaivota, Santo Amaro do Maranhão.

Lagoa da Gaivota não estava tão boa para banho. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Lagoa das Andorinhas, Santo Amaro do Maranhão.

Lagoa das Andorinhas, Santo Amaro do Maranhão.

Lagoa do V Santo Amaro do Maranhão

Lagoa do V, Santo Amaro do Maranhão. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio para a Lagoa Bonita

Apesar de ser super cansativo, esse é um dos passeios em Barreirinhas que definitivamente vale o esforço e o cansaço. A 4×4 da Taguatur* nos pegou às 14h no centrinho da cidade, atravessou a balsa do Rio Preguiças, e depois de 45min sacolejando na estrada de areia, chegamos ao início da trilha. Esta é a parte ruim: a duna é altíssima e super inclinada. Cansa mesmo, eu perdi o fôlego. Mas em 10 a 15min você cumpre a tarefa e recupera o fôlego vendo uma das vistas mais incríveis dos Lençóis Maranhenses: uma sucessão de dunas e lagoas de cair o queixo.

Depois da pausa para fotos e descanso ali mesmo, você caminha uns 20min pelas dunas para a primeira parada para banho: a lagoa do Clone. Após uns 40 minutos de banho, caminhamos mais uns 15min para a Lagoa Bonita, onde nos banhamos por uns 40min.

Em seguida, voltamos para aquele trecho super inclinado para ver o pôr do sol. Como ele é a principal atração do passeio, prefira fazer à tarde. Pena que tem muita gente neste ponto.

Nosso grupo combinou de descer a duna para voltar ao carro logo que o sol estivesse “nos finalmente”, para evitar esperar horas para atravessar a balsa do rio Preguiças na volta. Ouvimos dizer que tem quem espere 2h na fila dos carros.

passeios em barreirinhas dunas lagoa bonita

Depois da subida íngreme, esse presente!

passeios em barreirinhas lagoa bonita

Lagoa Bonita. Foto: Marcelle Ribeiro.

lagoa do clone passeios em barreirinhas

A lagoa do Clone leva esse nome por causa da novela. Foto: Marcelle Ribeiro.

pôr do sol lagoa bonita passeios em barreirinhas

Pôr do sol de cair o queixo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio para a Lagoa Azul

É um dos passeios em Barreirinhas em que se vê várias lagoas e não apenas a que dá nome ao passeio. Como é de meio dia, pode entrar na sua lista de o que fazer em Barreirinhas com outro no período oposto ou no dia de chegada e partida da cidade. Custa R$ 80 por pessoa.

Depois de atravessarmos a balsa do rio Preguiças com o carro, seguimos com o 4×4 por cerca de 40 minutos chacoalhando na trilha de areia até o estacionamento. Em umas 4h no total, conhecemos 5 lagoas, fazendo caminhadas curtas entre elas. São uma do lado da outra.

Acho que no total do passeio, caminhamos só 1h. Paramos para banho em apenas duas delas: na Lagoa Azul e na Lagoa do S. As lagoas do Toyoteiros, da Preguiça e da Esmeralda apenas admiramos e tiramos fotos.

Cada parada para banho foi de cerca de 40 minutos. A lagoa Azul não estava legal: como o volume já estava baixando na segunda semana de agosto, havia muitas algas e a cor não estava tão bonita. Já a Lagoa do S impressiona, pelo formato e pela cor.

passeios em barreirinhas lagoa dos toyoteiros

Lagoa dos Toyoteiros. Foto: Marcelle Ribeiro.

lagoa do s passeios em barreirinhas

Lagoa do S: a mais bonita! Foto: Marcelle Ribeiro

Bate-volta para Atins/Canto do Atins

Eu havia lido que era um dos mais cansativos passeios em Barreirinhas, por conta do longo tempo da estrada (e das condições dela) mas não achei isso não. Me cansei bem mais no passeio da Lagoa Bonita, que chacoalha mais.

Atins é um distrito afastado de Barreirinhas e muita gente decide passar alguns dias hospedado lá. Ele atrai muitos grigons e praticantes de kitesurf e windsurf. Eu decidi não me hospedar lá algumas noites porque as pousadas ou eram pagáveis e simplérrimas ou eram melhorezinhas e carésimas. Então, a maneira que encontrei de conhecê-la foi incluindo esse bate-volta na minha lista de o que fazer em Barreirinhas.

O 4×4 da Rios Tour* nos pegou umas 8h da manhã e depois de 1h40 de estrada chegamos na foz do Rio Preguiças, onde o rio encontra com o mar. Ficamos ali 30 minutos admirando os praticantes de kitesurf e até entramos na água, mas como venta muito e o fundo é lodoso, saímos logo.

Mais uns 30 minutos de pau de arara e passamos no restaurante da Luzia para encomendar o almoço. Depois, fomos de carro até a praia de Atins. Não achei nada demais, porque apesar de ser enorme, a água é meio marrom, não tem uma cor muito bonita.  E não tem nenhuma infraestrutura de apoio.

Em seguida, fomos a uma das lagoa do Atins, cujo nome acabei esquecendo de anotar. A água é bonita e o banho, de 40 minutos, foi gostoso.

passeios em barreirinhas foz do rio preguiças

Kites no encontro do rio com o mar. Foto: Marcelle Ribeiro.

praia de atins passeios em barreirinhas

Ficamos 40 min na Praia de Atins, que é deserta. Foto: Marcelle Ribeiro.

passeios em barreirinhas lagoa atins

Lagoa em Atins, Lençóis Maranhenses. Foto: Marcelle Ribeiro.

passeios em barreirinhas lagoa atins

Ficamos uns 40 min nesta lagoa em Atins. Foto: Marcelle Ribeiro.

Camarão da Luzia: atração do passeio

Por fim, o almoço! Comemos o famosíssimo camarão do restaurante da Luzia, com feijão, arroz, farofa e saladinha. Um dos melhores camarões que provei na vida: grelhado, temperado, sem casca, graúdo e em grande quantidade. Pagamos R$ 40 por pessoa pelo prato.

Os guias vão te estimular a ir ao restaurante do Antônio, ao lado do da Luzia. Ele é cunhado e ex-funcionário da Luzia e veio depois dela. Mas como foi a Luzia quem começou essa história de camarão divino no meio das dunas dos Lençóis Maranhenses, eu sugiro que você coma lá. O restaurante é bem simples, não repare. Tem, como todos os da região, rede para siesta.

Após o almoço, foi hora de voltar a Barreirinhas, onde chegamos no fim da tarde.

camarão luzia atins lençóis maranhenses

Camarão da Luzia: R$ 40 por pessoa. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio de lancha pelo Rio Preguiças

A lancha estilo “voadeira” da Taguatur* nos pegou no cais da nossa pousada em Barreirinhas e depois de cerca de 30 minutos navegando no Rio Preguiças paramos por 40 a 50 minutos no povoado de Vassouras, o chamado Pequenos Lençóis. Lá tomamos banho na lagoa (que era meio escura, mas tinha até rede dentro) e tiramos fotos da dunas. Alguns turistas aproveitam para fotografar macacos.

De volta ao barco, a segunda parada foi no Farol do Mandacaru. Como ele está fechado para visitas, apenas ficamos por lá por 15 minutos, para uma foto e um sorvete. No trajeto de barco, nosso guia parou para nos mostrar um camaleão escondido na vegetação. O trajeto em si é bonito, pois a vegetação em volta do rio é linda e ainda tem torres e mais torres de energia eólica perto.

Por fim, chegamos ao povoado de Caburé por volta das 12h e ficamos lá até às 15h30. Tempo mais que suficiente para encomendar o almoço, ver a praia deserta de Caburé, tomar banho no rio Preguiças, almoçar e cochilar na rede à sombra.

Dá para fazer passeios de quadriciclo saindo dos restaurantes de Caburé também, e não é tão caro. Custa R$ 60 pelo quadri (cabem 2 turistas) cada 30 minutos. É tempo suficiente para dirigir o quadri até as torres eólicas ou até o encontro do rio Preguiças com o mar.

O retorno é de voadeira também e às 15h30 já estávamos na pousada de volta. Este passeio custa R$ 115 com a Taguatur.

passeios em barreirinhas rio preguiças lancha

Vegetação do rio Preguiças. Foto: Marcelle Ribeiro.

passeios em barreirinhas torres eólicas

Parque eólico e duna para banho. Foto: Marcelle Ribeiro.

Passeio de Quadriciclo

Este é para quem quer um passeio bem diferente na lista de o que fazer em Barreirinhas. Você mesmo dirige seu quadriciclo a partir de Barreirinhas até Caburé, passando pelas dunas do Pequenos Lençóis. Depois da pausa para o almoço e descanso em Caburé, você retorna de quadri. Custa R$ 400 (cabem 2 turistas e um deles tem que dirigir). Um guia acompanha o grupo no quadri dele todo o tempo. É um passeio de dia inteiro.

Eu achei que seria cansativo e que acabaríamos vendo as mesmas coisas que vimos no passeio de lancha pelo Rio Preguiças, então não fiz.

passeios em barreirinhas quadriciclo

Nos passeios de quadriciclo, o turista vai dirigindo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses

Para quem não tem medo, esse é um dos passeios em Barreirinhas mais imperdíveis, pelo que dizem. Cabem umas 4 ou 5 pessoas apenas no monomotor que faz um voo de cerca de 30 a 40 minutos em dunas e lagoas dos Lençóis Maranhenses. São 3 rotas. Custa R$ 350 por pessoa. Eu cogitei ir, mas desisti quando li que teve acidente com vítimas em estado grave em 2016.

Flutuação no Cardosa

Parece ser um dos mais tranquilos passeios em Barreirinhas. Depois de ser levado de 4×4 (1h de estrada) até o povoado do Cardosa, você pega uma bóia para flutuar calmamente pelo rio Preguiça, com guia e leve correnteza. Custa R$ 90 na Taguatur e é um passeio de meio dia.

Passeio para a Lagoa da Esperança

É um dos passeios em Barreirinhas que você pode fazer o ano todo, porque esta lagoa é perene, não seca. Mas em compensação, não é tão bonita, pois tem vegetação perto das dunas. E a cor da água parece menos bonita que as outras. Ou seja, entra na sua lista de o que fazer em Barreirinhas se você foi na época das lagoas secas. Ou se está com metade de um dia livre, já que esse é um passeio de meio dia.

Eu não fiz esse passeio.

*O Viciada em Viajar fez os passeios de bate-volta de Barreirinhas a Santo Amaro e Atins/Canto do Atins como cortesia da Rios Tour, e os passeios de Lagoa Bonita e de barco pelo Rio Preguiças como cortesia Taguatur.

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *