Três belos templos budistas para conhecer em viagens pelo Brasil

postado por Marcelle Ribeiro e publicado em 25/12/2014
Compartilhar este artigo:

Eu não conhecia praticamente nada sobre o budismo e seus templos até descobrir, pesquisando para uma viagem que fiz com o maridão à Serra Gaúcha, que eu não precisava ir até a Ásia para conhecer os lugares coloridos e fascinantes onde os praticantes desta religião fazem suas preces. Pertinho de Gramado e Canela, na cidadezinha de Três Coroas, há um templo, e eu resolvi dar um pulinho lá para matar a minha curiosidade anos atrás. Depois desse, fui a outros dois templos no Brasil, porque achei estes centros budistas super interessantes, com suas estátuas e jardins cheios de história e significado. Aprendi um pouco sobre o budismo, e acho que, independentemente da religião que seguimos, os templos são uma ótima oportunidade de conhecer uma cultura diferente, além de serem lugares que transmitem uma enorme sensação de paz. E paz em uma viagem é tudo, né? Então aí vai um pouquinho dos templos budistas brasileiros que visitei, em ordem de preferência.

 

1 – Templo budista Khadro Ling – Três Coroas (RS)

Localizado na cidade de Três Coroas, a 39 km de Canelas, na Serra Gaúcha, o templo budista Khadro Ling é um lugar imperdível. Você entra no templo principal (onde os budistas oram) e já solicitam que você tire os sapatos. Daí você vê um videozinho de 8 minutos, que explica que o fundador do templo escolheu aquele lugar porque lembrava o Tibet, e fala um pouco dos rituais budistas. Ao lado do templo principal há vários “rolos” de papel com mantras escritos, que ficam girando no sentido horário e espalhando meditação, vibração positiva e mensagens de paz ao vento, para o mundo: são as rodas de oração. Atrás desse templo, tem outro, construído depois, chamado Terra Pura de Guru Rinpoche,com várias imagens dentro. Ainda tem as estupas: umas construções onde eles colocam vários tipos de substâncias (até as cinzas de budistas mestres).

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Veja como ir ao templo budista de Khadro Ling, em Três Coroas, aqui.

Leia todas as dicas sobre a Serra Gaúcha aqui.

 

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!
Templo budista de Três Coroas. Foto: Marcelle Ribeiro

Templo budista de Três Coroas. Foto: Marcelle Ribeiro

DSCN0100

Templo budista de Três Coroas. Foto: Marcelle Ribeiro

Templo budista de Três Coroas. Foto: Marcelle Ribeiro

Templo budista de Três Coroas. Foto: Marcelle Ribeiro

 

2 – Templo budista Zu Lai – em Cotia (SP)

 

Pertinho da capital paulista, na cidade de Cotia, está o templo Zu Lai. Logo na entrada dele, você vê a imagem de um buda gordinho, orelhudo e sorridente, super simpático. E em seguida os visitantes podem apreciar uma das coisas mais legais do templo, o jardim dos 18 Arhats, com 18 estátuas.  Os Arhats são monges iluminados que abandonaram todas as paixões e desejos das coisas do mundo e superaram a ganância, a raiva e a ignorância e, por isso, viraram inspiração para os budistas. As imagens dos 18 Arhats foram colocadas na entrada do Templo Zu Lai devido à sua capacidade de repelir o mal (eles estão vigiando atentamente o local). Alguns têm uma cara mal humorada, outros são mais simpáticos.

Na entrada da Sala de Cerimônias do templo, uma senhora muito simpática explica aos visitantes sobre como fazer um ritual de ofertar um incenso. Na porta da Sala de Cerimônias você pode pegar um papel enroladinho com o Darma, uma palavra de sabedoria. O templo Zu Lai ainda tem um museu pequenino, mas super interessante, com imagens lindas e algumas explicações sobre elas. Lá eu aprendi, por exemplo, que a suástica não tem necessariamente um significado negativo (Hitler se apoderou do símbolo e mudou o significado dele durante o Nazismo). Na saída, não deixe de ver o lago do templo, com tartarugas, e um jardim lindo em volta.

Saiba como visitar o templo budista Zu Lai, em Cotia (SP)

Leia todas as dicas de viagem sobre São Paulo

 

 

Templo budista Zu Lai, em Cotia, em São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista Zu Lai, em Cotia, em São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

foto_12

Templo budista Zu Lai, em Cotia, em São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Templo budista Zu Lai, em Cotia, em São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista Zu Lai, em Cotia, em São Paulo. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Templo budista de Foz Iguaçu (PR)

 

Mais simples e menor que os templos de Cotia e Três Coroas, o da cidade de Foz do Iguaçu também transmite uma sensação de tranquilidade e tem 120 estátuas curiosas. Entre elas, muitos dragões, figuras que representam diferentes virtudes e um buda sentado de sete metros de altura. O interior da casa de oração é bem simples. Uma coisa que achei curiosa foi uma plaquinha que tinha uma frase que, quando recitada, espanta aflições e sofrimentos (e é claro que eu recitei!).

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro.

Veja como visitar o templo budista de Foz do Iguaçu aqui

Saiba como organizar um roteiro de viagem para Foz do Iguaçu

 

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Bruno Sousa
    26 dez 2014

    Gostei muito do post! Não sabia que tinham tantos templos grandes e legais de conhecer aqui no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *