Ahá, uhú, o Buracão é nosso!!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 12/11/2017
Compartilhar este artigo:

Nosso último dia na Chapada Diamantina, 10/08, foi fechado com chave de ouro. Fomo à Cachoeira do  Buracão, considerada uma das mais bonitas da região.

De Mucugê, percorremos 80 km de carro em asfalto até a cidade de Ibicoara, no extremo sul do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Lá, pegamos um guia local para ir ao Buracão, porque uma lei municipal de Ibicoara diz que só é possível entrar no parque onde está a cachoeira (o Parque Municipal do Espalhado) acompanhado de guia da cidade. Depois, pegamos 30 km de estrada de terra até o início da trilha, chacoalhando por 1h no carro. Dali, levamos 1h andando na trilha até o Buracão.

A maior parte da trilha é plana e leve, mas tem uns trechos de escada de pedra de nível moderado. São 3 km de trilha para ir e 3 km para voltar.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

No caminho, vimos a cachoeira do Buraquinho (que tem uma piscininha para tomar banho), e a cascata Recanto Verde, onde é bem perigoso tomar banho, por ser escorregadio.

DSCN0802

Cascata do Recanto Verde

 

A trilha acaba e você não vê a cachoeira do Buracão. Cadê a danada? Tudo que se vê é água e um cânion à direita e outro à esquerda. Colocamos o colete e pulamos na água. Nadamos uns 5 minutos contra a correnteza, no cânion à  esquerda e começamos a ver um paredão de pedras e uma fumaça de água, mas nada de cachoeira. Subimos o paredão de pedras, com cuidado para não escorregar. Mais um metros e agora assim: a cachoeira do Buracão aparece, escondida no paredão. O volume de água era tão forte, que formava uma fumaça de gotinhas que atrapalhava a visão completa.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Pulamos na água de novo, chegamos mais pertinho da queda, mas não deu para entrar debaixo dela, porque estava muito forte. Depois tomamos um solzinho e nos deixamos flutuar pela força da correnteza até a trilha. Saí morrendo de frio, mas maravilhada com o visual.

DSCN0812

No fundo, a fumacinha de água anuncia onde está a cachoeira. Foto: Marcelle Ribeiro

 

DSCN0821

Enfim, a cachoeira do Buracão. Foto: Marcelle Ribeiro

 

 

Eu e minha mãe na cachoeira do Buracão!

Eu e minha mãe na cachoeira do Buracão!

Dá para chegar na cachoeira passando por uma pinguela (uma “ponte” bem improvisada com um toco de mandeira, no alto), ao invés de nadar contra a correnteza, mas estava mais perigoso andar na pinguela que nadar.

E ainda apreciamos ela de cima, depois de mais um trecho de trilha.

DSCN0867

A cachoeira do Buracão vista de cima. Foto: Marcelle Ribeiro

 

 

No caminho para o carro, paramos para o nosso “almoço” na sombra de umas pedras: sanduba, sucos e frutas. O ruim é que para voltar a trilha é plana, mas o sol das 14h bate na cara… Do estacionamento a Lençóis levamos umas 3h20…

Mas valeu! A cachoeira do Buracão é realmente a mais bonita que vi na Chapada.  Já tô com saudades daquele lugar…

Distância total em caminhadas: 6 km
Distância total percorrida em veículo nesse dia: 360 km.

VEJA A LISTA COM OS POSTS SOBRE A CHAPADA DIAMANTINA

Reserve sua hospedagem na Chapada Diamantina pelo Booking clicando aqui e ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Anonymous
    02 set 2011

    Realmente essse lugar é emocionante. Para empatar com ele, só a cachoeira da fumaça.
    Parbéns pelas fotos. Essa é uma cachoeira dificil de fotografar pq o vão é apertado e a máquina tem que ser a prova dágua.
    Camille

  2. 03 set 2011

    À minha câmera nem era à prova d’água não… Fiquei morrendo de medo de quebrar, porque a névoa de água era f…. mas deu tudo certo!
    Mas mesmo assim, o Buracão é daqueles lugares que é difícil a foto transmitir a sensação maravilhosa que é estar lá…
    bjs

  3. 03 set 2011

    Ops, esse “A” do início não tem aceto não… SOrry

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *