O que fazer em Lençóis (BA)? Dicas essenciais pra Chapada Diamantina

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 22/02/2021

Se você tem dúvidas do que fazer em Lençóis (BA), saiba que a cidade é um dos melhores lugares para ficar durante uma viagem para a Chapada Diamantina, na Bahia. Lá você aproveita cachoeiras belíssimas e tem diversas opções de passeios, além de vários pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer. Tem, inclusive, muitos lugares apaixonantes que podem ser conhecidos sem muito esforço físico. Confira no índice abaixo:

Cachoeiras, pontos turísticos e passeios em Lençóis
Lençóis à Noite
Melhor época para visitar a Chapada Diamantina
Onde se hospedar na Chapada Diamantina
Mapa de Lençóis

o que fazer em lencois vista morro pai inacio

Vista do Morro do Pai Inácio. Foto: Marcelle Ribeiro.

Antes de tudo, vale explicar que Lençóis é a principal cidade da região, com mais opções de restaurantes e hospedagem. Por esse motivo, muitas pessoas optam por ficar lá. Além disso, é uma boa base para conhecer cidades vizinhas, onde estão boa parte das atrações.

 

o que fazer em lencois tirolesa pratinha

Tirolesa na Gruta da Pratinha. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Lençóis? Cachoeiras, grutas e mirantes

Poço Azul

Como o nome já sugere, o Poço Azul tem uma água intensamente azul e o mergulho é uma experiência incrível. Ele fica no Povoado Piruca, em Nova Redenção, a cerca de 95 km de Lençóis, aproximadamente 1h40 de carro, de acordo com o Google Maps.

A melhor época para visitar o Poço Azul é de fevereiro a outubro, devido ao raio de luz que incide dentro da caverna, na água cristalina, criando um efeito azul lindo. Além disso, o melhor horário para aproveitar esse fenômeno é no início da tarde.

Quando estive em Lençóis, fiz flutuação com snorkel e colete no Poço Azul. A água tem uma temperatura gostosa e a profundidade varia de 4 m a 21 m. Para entrar, tem que usar capacete e os visitantes só podem ficar lá dentro por cerca de 20 minutos.

o que fazer em lencois poco azul flutuacao

Flutuação no Poço Azul, em Lençóis.

O legal é que um guia local conta a história do descobrimento do poço e explica que, na água, quase tudo que se vê é reflexo do teto da gruta.

Para chegar até lá, basta descer 213 degraus a partir do estacionamento. A entrada é paga e o preço inclui os equipamentos para flutuação. É um passeio que não pode faltar ao decidir o que fazer em Lençóis.

Poço Encantado

O Poço Encantado fica em Itaeté, a 140 km de Lençóis (2h15, de acordo com o Google Maps). Normalmente, o passeio para lá é feito no mesmo dia da visita ao Poço Azul, porque que os lugares ficam relativamente perto: a distância entre ele é de 88 km (1h45 de carro).

O Poço Encantado também tem água de coloração azul intenso por causa da incidência de raios de sol na caverna. O fenômeno pode ser visto entre fevereiro e outubro, e o melhor horário para observá-lo é de 10h e 13h30. A visita também é paga, mas não é possível mergulhar na água.

Vale ressaltar que ambos os poços podem ser visitados de carro. Além disso, não precisa de guia. Porém, se você preferir, pode fazer um passeio guiado com traslado saindo de Lençóis, que é uma boa opção para quem não está de carro e procura o que fazer em Lençóis.

o que fazer em lencois poco encantado

Poço Encantado, em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Gruta Lapa Doce

Na Gruta Lapa Doce, você vê estalactites e estalagmites lindas. O passeio, com guia, demora 1h30 dentro da gruta, mas antes tem uma leve trilha. A gruta fica em Iraquara, a cerca de 66 km de Lençóis, aproximadamente 1h10 de carro. A entrada é paga, mas o preço pode variar de acordo com o tamanho do grupo de turistas.

o que fazer em lencois formacao rochosa gruta lapa doce

Formação rochosa na Gruta Lapa Doce. Foto: Marcelle Ribeiro.

É sempre bom lembrar…

Não custa lembrar que o ideal é fazer trilha com um sapato apropriado, seja um tênis ou uma botinha de trekking. A gente sempre recomenda o site da Amazon para acessórios de vários tipos, entre eles botinhas de trilha e calças legging. E no caso das trilhas descampadas, é uma boa você ir de boné ou viseira.

Gruta e Poço da Pratinha

Saindo da Gruta da Lapa Doce, você pode seguir para as Grutas Azul e da Pratinha, que ficam em Iraquara, a 48 km de Lençóis (cerca de 1h10 de viagem) e são visitadas em um mesmo passeio.

A água da Gruta da Pratinha é de um azul incrível. Quem quiser, pode fazer tirolesa em uma “piscina” que existe antes da entrada da gruta. Depois, optamos por fazer flutuação dentro da gruta, com colete e snorkel. Num bote, um guia vai mostrando o caminho para os turistas, que vão flutuando.

A entrada da gruta é bem apertadinha, sobra um metro acima das nossas cabeças. Mas como a gente estava com máscara, olhando para a água, não teve problema nenhum. A entrada também é paga.

o que fazer em lencois saida gruta pratinha

Saída da Gruta da Pratinha. Foto: Marcelle Ribeiro.

Gruta Azul

Dentro da Gruta da Pratinha, o guia mostra um buraco por onde só passam mergulhadores profissionais, com cilindro de oxigênio, e que leva à gruta vizinha, a Gruta Azul. Nela, os turistas só olham por fora. O melhor horário para visitar é depois das 14h, mas a gente foi lá antes disso. Mesmo assim, deu para ver o azul da água, lindo.

o que fazer em lencois gruta azul

Gruta Azul em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Poço do Diabo

O Poço do Diabo é uma cachoeira em Lençóis que está a cerca de 20 km (uns 25 minutos) do centro da cidade, onde ficam os hotéis. Para chegar, é preciso fazer uma trilha leve, que dá no Rio Mucugezinho e, depois, no Poço do Diabo.

O passeio vale muito a pena, porque a piscina que se forma com o Rio Mucugezinho é linda. A água é escura, parece Coca-Cola, mas é uma delícia. É meio gelada no início, mas muito gostosa de tomar banho.

Se você está procurando o que fazer em Lençóis, a dica é fazer os passeios para Gruta Lapa Doce, Gruta e Poço do Pratinha, Gruta Azul e Poço do Diabo no mesmo dia. Dá para contratar o pacote com alguma agência de viagem do local. Ou ir com seu carro.

Se você vai aligar carro, a gente recomenda reservar pela Rentcars, onde dá para comparar preços de várias locadoras.

o que fazer em lencois poco diabo

Poço do Diabo, em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Morro do Pai Inácio

O Morro do Pai Inácio também é uma daquelas pontos turísticos em Lençóis que são obrigatórios. De lá dá para ver vários morros da Chapada Diamantina.

O morro fica em Palmeiras, a 30 km da cidade de Lençóis e dá para ir rapidinho: são 35 minutos de carro até lá. Para chegar lá em cima você precisa subir umas escadas de pedra durante uns 20 minutos, mas o visual de lá compensa tudo. Na minha viagem, fui para ver o pôr do sol no Morro do Pai Inácio e fiquei admirada. A entrada é gratuita, mas sugere-se o pagamento de R$ 2.

o que fazer em lencois por do sol morro pai inacio

Pôr do sol no Morro do Pai Inácio. Foto: Marcelle Ribeiro.

Sítio Arqueológico Serra das Paridas

O Sítio Arqueológico Serra das Paridas é pra quem está pesquisando o que fazer em Lençóis e quer dar uma variada de tanta cachoeira. Ele fica em uma propriedade particular em Lençóis mesmo, a cerca de 45 minutos de carro (37 km para o centro da cidade). Por isso, é preciso pagar para entrar.

O passeio é relativamente curto, mas ainda assim é impressionante ver pinturas rupestres que parecem pessoas e animais, e que teriam sido feitas há cerca de 8 mil anos atrás, em rochas.

o que fazer em lencois pinturas rupestres sitio arqueologico paridas

Pinturas rupestres no Sítio Arqueológico Serra das Paridas. Foto: Marcelle Ribeiro.

Cachoeira do Mosquito

Pensa que acabaram as dicas sobre o que fazer em Lençóis? Está enganado! Uma das principais cachoeiras em Lençóis é a Cachoeira do Mosquito. Ela se chama assim porque “mosquito” é o nome dos diamantes pequenininhos, que foram encontrados nessa região.

o que fazer em lencois cachoeira mosquito

Cachoeira do Mosquito, em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

A cachoeira fica na cidade de Lençóis mesmo, mas a 40 km do Centro e quase 1h de viagem de carro. Depois, tem uma trilha de nível de dificuldade médio com muitas escadas naturais de pedras. A trilha tem 1,5 km para ir, mas vale a pena, porque a cachoeira é linda! A entrada é paga.

A queda d’água de 50 m é muito gostosa, apesar de ser gelada. Além disso, se você quiser, pode fazer mais uma trilha para ver a cachoeira de cima e tomar banho nas “piscinas” que se formam antes da cachoeira.

o que fazer em lencois piscina alto cachoeira mosquito

Piscina no alto da Cachoeira Mosquito. Foto: Marcelle Ribeiro.

Cachoeira do Pai Inácio

A Cachoeira do Pai Inácio foi o única das cachoeiras de Lençóis que me decepcionou um pouco. Ela é muito pequenininha, tem uma queda d’água baixinha (de uns 2 ou 3 metros de altura), bem rala. Apesar de ter um poço para tomar banho, ele fica completamente na sombra e a água é gélida mesmo no verãozão.

Quando estive na região, tive a impressão de que Cachoeirinha do Pai Inácio é mais para preencher um roteiro mais vazio na Chapada Diamantina, quando você não tem o que fazer em Lençóis. A cachoeira fica na cidade de Palmeiras, a 28 km de Lençóis (cerca de 40 minutos de carro). Como é perto da cidade, com acesso fácil, não é difícil encaixá-la num passeio na região.

o que fazer em lencois cachoeira pai inacio

Eu, meu pai e meus irmãos na Cachoeirinha do Pai Inácio. Foto: Virgínia Mascarenhas.

Cachoeira da Fumaça

A Cachoeira da Fumaça também fica na cidade de Palmeiras. São 16 km de distância de Lençóis, em um trajeto que dura quase duas horas de carro. Quando estive na Chapada Diamantina, não tive a oportunidade de conhecê-la, mas ela é muito bem recomendada e está na lista dos pontos turísticos de Lençóis.

A cachoeira tem cerca de 340 metros de queda d’água e é cercada por enormes paredões rochosos. É possível visitá-la tanto por cima quanto por baixo, mas se você for por cima, não terá como tomar banho nela (apenas em outra cachoeira do percurso, chamada Riachinho). O objetivo do passeio é admirar a cachoeira nos mirantes da região. Dizem que chegar por cima é mais fácil, não se engane: a trilha para a Cachoeira da Fumaça está entre as mais difíceis da Chapada Diamantina.

Cachoeira da Fumacinha

A Cachoeira da Fumacinha fica na cidade de Ibicoara, a mais de 250 km de Lençóis (4h30 de viagem de carro). Além disso, a trilha para ver a cachoeira por baixo é longa e difícil, porque leva cerca de 4 horas por trecho (ou seja 4h para ir mais 4h para voltar). No entanto, se você for por cima, o tempo reduz pela metade. Veja passeio com guia pra parte de cima no nosso parceiro Viator. Tem também para a parte de baixo.

Também não tive oportunidade de conhecer a Cachoeira da Fumacinha, mas ela também é um dos cartões-postais da Chapada Diamantina, com 100 metros de queda d’água e mais de 280 metros de paredões rochosos.

“Roteiro local” em Lençóis

O “roteiro local” é um passeio que as agências de viagem fazem pelas atrações próximas da cidade, que nem precisam de carro para serem visitadas. Por isso, é uma boa opção quando o assunto é o que fazer em Lençóis. Você reserva um único dia para conhecer vários lugares.

O roteiro começa no escorrega natural do Ribeirão do Meio. A trilha até lá é fácil, apesar de ter um trecho de degraus de pedra.

o que fazer em lencois escorrega natural ribeirao do meio

Escorrega natural do Ribeirão do Meio. Foto: Marcelle Ribeiro.

À tarde, depois de andar 10 minutos numa trilha plana, chegamos nos “caldeirões” do Rio Serrano, que são pequenas piscinas d’água numa pedra enorme, que lembram panelas borbulhantes. A quedinha d’água faz uma hidromassagem natural.

o que fazer em lencois calderoes serrano

Caldeirões de Serrano, em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Em seguida, a 5 minutos andando dali, visitamos o Salão das Areias Coloridas, que são pedras enormes que soltam areia de várias cores ao toque dos dedos. Achei meio bobo.

Logo após isso, fizemos mais uma trilha leve e paramos na Cachoeirinha, com água cristalina, bem diferente da água “cor de Coca-Cola” das demais cachoeiras que vimos. Mais adiante, fizemos a última parada para banho do dia, na Cachoeira da Primavera, que é alta e escondidinha atrás de uma rocha. No entanto, é meio difícil tomar banho lá, porque não tem uma piscina natural.

o que fazer em lencois cachoeira primavera

Cachoeira da Primavera, em Lençóis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Por fim, ainda conseguimos subir até o mirante para ver a cidade de Lençóis de cima. Só não deu tempo de ir no Poço Halley, que também fica na região.

o que fazer em lencois vista mirante

Vista do Mirante de Lençóis.

O que fazer em Lençóis, na Bahia, à noite?

Pra quem quer saber o que fazer em Lençóis à noite, a dica é sair para jantar, já que essa é a cidade com maior oferta de restaurantes e bares da região. Eles ficam concentrados no centro.

Qual a melhor época para visitar a Chapada Diamantina?

Entre maio e setembro é melhor, embora o clima seja um pouco mais seco nesse período. Isso porque nessa época chove bem menos. Já entre os meses de novembro e março chove muito por lá. Porém, eu já fui em fevereiro e não choveu.

o que fazer em lencois cachoeira mosquito cima

Vista de cima da Cachoeira do Mosquito. Foto: Marcelle Ribeiro.

Qual o melhor lugar para se hospedar na Chapada Diamantina?

Lençóis é a principal cidade da Chapada Diamantina, por isso, vale a pena se hospedar lá. Veja opções de pousadas em Lençóis no Booking.

No entanto, dependendo dos passeios que você deseja fazer pela região, vale se hospedar em outra cidade também, dividindo a estadia. Assim, você facilita seu deslocamento por lá. Por isso, também fiquei na Pousada Monte Azul, na cidade de Mucugê. Embora fique mais afastada do centro, também é uma boa opção de onde se hospedar na Chapada Diamantina.

Leia também: O que fazer em Mucugê

Mapa de Lençóis

A seguir, está uma mapa da cidade, com toda as atrações citadas nesse texto. Assim, já facilita na hora de você escolher o que fazer em Lençóis.

Leia também: Como ir à Chapada Diamantina

Conclusão sobre o que fazer em Lençóis

Em conclusão, você viu que existe muito o que fazer em Lençóis. Embora nem todos os passeios fiquem exatamente na cidade, não costuma ser difícil visitar as principais atrações. Muitos trajetos, inclusive, podem ser feitos de carro próprio.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *