O que fazer em Mucugê (BA)? Guia definitivo pra Chapada Diamantina

postado por Marcelle Ribeiroe atualizado em: 05/11/2020

Está montando um roteiro para a Chapada Diamantina, mas tem dúvidas sobre o que fazer em Mucugê ou até mesmo se vale a pena ir para lá? Pois já te digo que essas cidade da Bahia é conhecida pelas belas cachoeiras, mas também tem outros pontos turísticos para visitar.

Mucugê, assim como Lençóis, é um bom lugar para montar base para conhecer a Chapada Diamantina. A partir dessa cidade, você pode fazer vários passeios pela região O acesso é um pouco difícil, porque não tem aeroporto perto. Por outro lado, não falta o que fazer em Mucugê e tenho certeza de que você vai adorar conhecer. Confira abaixo o índice do post:

Como ir para Mucugê
Cachoeiras de Mucugê
Outros pontos turísticos de Mucugê
Guia em Mucugê
Pousadas em Mucugê

 

o que fazer em mucuge cachoeira buracao

Cachoeira do Buracão, na Chapada Diamantina. Foto: Marcelle Ribeiro.

Como ir para Mucugê

Como o município não tem aeroporto, você deve ir para Mucugê de carro ou de ônibus. No entanto, é possível fazer diferentes trajetos.

O aeroporto mais perto é o da cidade de Lençóis, a 126 km, mas as rotas de avião são bastante limitadas. Outra opção é o aeroporto de Vitória da Conquista, que fica a 272 km. De qualquer forma, você terá que partir de Salvador para essas duas cidades e, depois, pegar o carro até Mucugê. Então, vale considerar ir direto da capital baiana. Embora seja um pouco mais longe, esse caminho pode sair mais barato.

Abaixo, veja a distância de cada uma dessas cidades para Mucugê:

  • Salvador – Mucugê: 449 km
  • Lençóis – Mucugê: 146 km
  • Vitória da Conquista – Mucugê: 263 km

Como economizar na passagem aérea

Para conseguir passagens aéreas com desconto, vale a pena dar uma olhada nos sites MaxMilhas, Viajanet e Passagens Promo. Todos esses sites são parceiros aqui do blog e indicados por nós.

o que fazer em mucuge flutuacao poco azul

Flutuação no Poço Azul, na Chapada Diamantina.

Como ir de Salvador para Mucugê?

Basicamente, existem duas maneiras de ir de Salvador para Mucugê direto: de carro e de ônibus. Se você resolver ir de carro, saiba que a distância entre as cidades é de 449 km, o que dá uma viagem de cerca de 6h30. A vantagem é que depois você pode utilizar o veículo para os passeios na região da Chapada Diamantina, já que essa é a melhor forma de se deslocar por lá.

Aproveite para reservar seu carro pela Rentcars. Você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e ainda colabora com o Viciada em Viajar!

No entanto, se preferir fazer o trajeto de ônibus, esse percurso pode levar entre 7h20 e 8h25, dependendo da rota escolhida. Os preços também variam: de R$ 99 até R$ 133. A empresa que opera esse trajeto é a Cidade Sol e você pode comprar suas passagens no site da Clickbus, parceira do blog que sempre oferece descontos.

Leia também: Chapada Diamantina de carro próprio: veja dicas de como ir

Distância de Mucugê para Lençóis

Como já falei, o Aeroporto Horácio de Matos, em Lençóis, é o mais perto de Mucugê. Entretanto, sua rota é bem limitada e a viagem pode acabar não valendo a pena. Isso porque todos os voos comerciais para o aeroporto de Lençóis partem apenas de Salvador e são realizados pela Azul. Além disso, eles acontecem somente às quintas-feiras e aos domingos, com alguns voos extras na alta temporada.

Depois, para ir de uma cidade a outra, você terá que pegar um carro, porque não existem ônibus para essa rota. A distância de Lençóis para Mucugê é de 146 km, o que dá aproximadamente 2h20 de carro, de acordo com o Google Maps.

o que fazer em mucuge cascata recanto verde

Cascata do Recanto Verde, na Chapada Diamantina.

A terceira opção de trajeto para chegar a Mucugê é indo de avião até o Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista. Diariamente, existem voos partindo de Belo Horizonte, Campinas, São Paulo e Salvador para lá, realizados pelas companhias Azul, Gol e Voepass (antiga Passaredo). O problema é que esse aeroporto não é tão perto de Mucugê e você vai gastar mais 4h30 de carro, já que não há ônibus ligando as cidades.

Como a redução de tempo de viagem não é tão grande, pode ser mais vantajoso financeiramente ir de Salvador direto para Mucugê do que fazer os trajetos Salvador x Lençóis x Mucugê ou Salvador x Vitória da Conquista x Mucugê. A não ser que você tenha algum outro passeio programado por essas cidades, vale considerar essa dica.

O que fazer em Mucugê? Cachoeiras

Não faltam opções de cachoeiras e trilhas para quem ainda não sabe o que fazer em Mucugê. Além disso, a região fica perto de outros pontos turísticos da Chapada Diamantina. Isso facilita bastante o deslocamento, caso você queira conhecer as cidades próximas, como Nova Redenção, Itaeté, Ibicoara e Igatu.

É sempre bom lembrar…

Não custa lembrar que o ideal é fazer trilha com um sapato apropriado, seja um tênis ou uma botinha de trekking. A gente sempre recomenda o site da Amazon para acessórios de vários tipos, entre eles botinhas de trilha e calças legging. E no caso das trilhas descampadas, é uma boa você ir de boné ou viseira.

o-que fazer em mucuge flutuacao poco azul raio

Raio de sol durante flutuação no Poço Azul.

Poço Azul

O Poço Azul, na verdade, fica em Nova Redenção, a 95 km do centro de Mucugê. Para chegar lá, você leva cerca de 2h de carro. O acesso não é difícil: você deixa o carro no estacionamento e depois desce 213 degraus a partir do estacionamento.

Como o nome já diz, o poço tem uma água intensamente azul, devido ao raio de luz que incide dentro da caverna. Por isso, a melhor época para visitar o Poço Azul é de fevereiro a outubro, de preferência no horário do início da tarde. Assim, você aproveita mais o fenômeno. Nem preciso dizer que é uma das principais atrações em Mucugê, né?

O mergulho no Poço Azul é uma experiência incrível. Com profundidade que varia de 4 m a 21 m, a água tem uma temperatura gostosa. Além disso, você pode fazer flutuação com snorkel e colete. Vale ressaltar que é preciso usar capacete para entrar e os visitantes só podem ficar lá dentro por cerca de 20 minutos.

Durante o passeio, um guia local conta a história do descobrimento do poço e explica que, na água, quase tudo que se vê é reflexo do teto da gruta. A entrada no Poço Azul é paga e o valor já inclui os equipamentos para flutuação.

o que fazer em mucuge flutuacao poco azul espera

Pessoas esperando para fazer flutuação no Poço Azul. Foto: Marcelle Ribeiro.

Poço Encantado

O Poço Encantando é um passeio imperdível e outra ótima opção quando o assunto é o que fazer em Mucugê. Ele também tem água de cor azul intensa por causa da incidência de raios de sol na caverna. A melhor época para observar o fenômeno é entre fevereiro e outubro, no horário entre 10h e 13h30. Além disso, a visita é paga, mas lá não é permitido mergulhar na água. Nesse caso, o passeio é apenas para contemplação e para tirar fotos, é claro.

Localizado em Itaeté, o Poço Encantando fica a cerca de 46 km de Mucugê (cerca de 1h). Normalmente, os passeios para lá e para o Poço Azul são feitos no mesmo dia, uma vez que os locais ficam relativamente perto: são 88 km e 1h45 de carro.

A boa notícia é que não é necessária a presença de guia em nenhuma das atrações. Por isso, dá para fazer a visita de carro. Quando estive na Chapada Diamantina, preferi fazer o passeio com um guia de agência de viagem e, no caminho, ainda paramos rapidamente em Andaraí para ver a cachoeira da Donana.

o que fazer em mucuge poco encantado

Poço Encantado, na Chapada Diamantina. Foto: Marcelle Ribeiro.

Cachoeira do Buracão

A Cachoeira do Buracão é a mais bonita que vi na Chapada Diamantina e deve estar no seu roteiro do que fazer em Mucugê. Para chegar, percorremos 80 km de carro de Mucugê até a cidade de Ibicoara, no extremo sul do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Lá, pegamos um guia local para ir ao Buracão, porque uma lei municipal de Ibicoara só permite entrar no Parque Municipal do Espalhado, onde está a cachoeira, acompanhado de guia da cidade.

Em seguida, continuamos no carro por mais 30 km em uma estrada de terra até o início da trilha.

Então, levamos mais 1 hora andando por 3 km na trilha até o Buracão. A maior parte da trilha é plana e leve, mas tem uns trechos de escada de pedra de nível moderado. No caminho, vimos a cachoeira do Buraquinho, que tem uma piscininha, e a cascata Recanto Verde, onde é perigoso tomar banho, por ser escorregadio.

No entanto, a trilha acaba e você não vê a cachoeira do Buracão, apenas água e dois cânions. Para seguir o caminho, colocamos o colete e pulamos na água. Nadamos uns 5 minutos contra a correnteza, no cânion à esquerda, e começamos a ver um paredão de pedras e uma fumaça de água. Depois, subimos esse paredão com cuidado para não escorregar e seguimos por mais um metro. Então, a cachoeira do Buracão aparece, escondida no paredão.

o que fazer em mucuge canions buracao

Cânions perto da Cachoeira do Buracão. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

A queda d’água

O volume de água era tão forte que formava uma fumaça de gotinhas, atrapalhando a visão completa. Pulamos na água de novo e chegamos mais pertinho da queda, mas não deu para entrar debaixo dela, porque estava muito forte. Depois, tomamos um solzinho e nos deixamos flutuar pela força da correnteza até a trilha. Saí de lá morrendo de frio, mas maravilhada com o visual. Depois de mais um trecho de trilha, ainda apreciamos ela de cima.

Há ainda outra forma de chegar na cachoeira do Buracão, passando por uma pinguela (uma “ponte” bem improvisada com um toco de madeira, no alto). No entanto, estava mais perigoso andar na pinguela que nadar.

o que fazer em mucuge cachoeira buracao mae marcelle

Eu e minha mãe na Cachoeira Buracão.

Outras cachoeiras em Mucugê

Mucugê é repleta de cachoeiras para visitar. Não cheguei a conhecer todas elas, mas são muito bem recomendadas. Então, vou deixar a indicação aqui, caso você queria incluir em seu roteiro. Algumas opções do que fazer em Mucugê para quem gosta de cachoeiras são:

  • Tiburtino;
  • dos Funis;
  • Cachoeira da Piabinha;
  • da Moça Loira;
  • Cachoeira das Andorinhas.

O que fazer em Mucugê? Pontos turísticos

Além das cachoeiras de Mucugê, existem outros pontos turísticos para visitar na região. Se você gosta de passeios históricos, uma dica sobre o que fazer em Mucugê é conhecer o Museu Histórico de Mucugê e aprender um pouco mais sobre a Chapada Diamantina.

Vale visitar também o Parque Natural Municipal de Mucugê, onde está o Parque Sempre-Viva, que promove educação ambiental. Lá também fica o Museu Vivo do Garimpo, que conta um pouco do período de exploração mineral.

Abaixo, separei outras opções do que fazer em Mucugê para você incluir em seu roteiro.

Cemitério Bizantino de Mucugê

Quando você pensa em o que fazer em Mucugê, se imagina visitando um cemitério? Pois é, mas é uma atração bem famosa! O Cemitério Bizantino fica na beira da rodovia BA-142 e tem túmulos em cima das pedras de um paredão de rocha. Todos os túmulos dos ricos são branquinhos e ornamentados, e foram construídos no começo do século XIX, quando houve um surto de varíola e cólera na região. No entanto, não achei o passeio tudo isso.

o que fazer em mucuge cemiterio bizantino

Cemitério Bizantino de Mucugê. Foto: Marcelle Ribeiro.

Vila de Igatu

A Vila de Igatu é um distrito de Andaraí, uma das cidades próximas a Mucugê. O local, entre o final do século XX e a década de 1930, foi habitado por cerca de 3 mil garimpeiros, que procuravam lá diamantes. Agora, a região é uma vila quase deserta, onde moram apenas cerca de 200 pessoas. Isso aconteceu porque, com a descoberta de diamantes na África, mais baratos e melhores que os de Igatu, o lugar perdeu a “concorrência” para os africanos.

Na vila, visitamos a Galeria Arte e Memória de Igatu, um pequeno museu a céu aberto, com peças usadas pelos garimpeiros e algumas esculturas do curador, Marcos Zacaríades. Vale falar que as pedrinhas espalhadas por lá são, na verdade, os diamantes na forma em que eram encontrados na região

Além disso, também tomamos sorvete gostoso e um capuccino delicioso. O endereço da galeria é Rua Luís dos Santos, e ela fica aberta das 9h às 18h. A entrada é paga.

o que fazer em mucuge vila iguatu

Vila Iguatu na Chapada Diamantina. Foto: Marcelle Ribeiro.

Guia em Mucugê

Durante a minha viagem para a Chapada Diamantina, contratei um guia privativo na cidade de Lençóis que nos acompanhou em todos os passeios na região. Assim, a dica para encontrar um guia em Mucugê é verificar com as agências de viagem. Mesmo que você não feche os passeios com elas, várias oferecem a possibilidade de contratar o guia para ir no carro do turista. A diária desses profissionais costuma ficar entre R$ 100 e R$ 120.

Em Mucugê, um dos passeios que fizemos com o guia foi para os Poços Encantado e Poço Azul, com uma parada na Cachoeira Donana. Nesse mesmo dia, ainda seguimos para a Vila de Igatu e voltamos para conhecer o Cemitério Bizantino de Mucugê.

Outra alternativa é verificar com a Associação dos Condutores de Visitantes de Mucugê se eles têm guias disponíveis para o período em que você estiver por lá. O telefone é (75) 3338-2414.

Pousadas em Mucugê

Encontrar pousadas em Mucugê é uma tarefa fácil. A região é uma das que oferecem mais opções de onde ficar durante a viagem à Chapada Diamantina. Por isso, é um bom lugar para montar base, assim como Lençóis.

Você pode pesquisar no Booking as melhores opções de pousadas para aproveitar as promoções. Duas sugestões de lugares muito bem recomendados no site e que oferecem ar-condicionado nos quartos são a Pousada Monte Azul (nota 8,8) e o Garimpo da Terra Suítes (nota 9,7), que é uma hospedagem domiciliar.

Com relação aos preços, na primeira, duas diárias saem por R$ 486, enquanto na segunda elas estão custando R$ 306, em média.

o que fazer em mucuge cachoeira buracao cima

Cachoeira do Buracão vista de cima. Foto: Marcelle Ribeiro.

Conclusão sobre o que fazer em Mucugê

Para concluir, há muito o que fazer em Mucugê. O município é cercado de belíssimas cachoeiras e ainda fica perto de outras atrações da Chapada Diamantina. A melhor forma de chegar e se locomover é de carro, mas você pode contratar um guia privativo para te ajudar nos passeios.

Leia também:

Comentários

  1. Anonymous
    26 set 2011

    Muuito boom o bloog, pois nos ajuuda em traabalhos de escoola .

  2. Anonymous
    10 fev 2012

    Já fui e amei!!!!!

  3. Alberto
    13 nov 2014

    Muito bem feito, gostei muito, dicas legais e inspiradoras

  4. Taty Theodoro
    17 jan 2017

    Estou em lençóis e visitei o Poço azul e o Poço Encantado nunca vi tamanha beleza em toda minha vida, mesmo sem a incidência do feixe de luz que segundo os guias a melhor época e junho e julho os dois atrativos e espetacular.

  5. Marcella
    21 set 2017

    Boa tarde farei o mesmo roteiro de vcs, mas estou com uma dúvida: fazer o poço azul e depois fazer o encantado para ir a Igatu fica difícil? O melhor caminho então é poço encantado e azul para seguir a Igatu? Muito obrigada

    • 26 set 2017

      Oi, Marcella,
      De onde você vai sair? De Lençóis? Se sim, creio que não há problema. Pergunte na sua pousada, eles certamente estão bem informados sobre a condições das estradas.
      Abraço,
      Marcelle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *