O que fazer em Itaipava (RJ): Melhores dicas e roteiro pronto

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 04/10/2021

Distrito da cidade de Petrópolis (RJ) mais amado pelos moradores do estado, Itaipava atrai casais em busca de um destino romântico, para relaxar e comer bem, mas não só isso. Também atrai quem quer turistar mesmo e fazer passeios ao ar livre. Tem muito mais o que fazer em Itaipava (RJ) do que você provavelmente imagina!

O que fazer em Itaipava

Mirante do Cristo

Na subida da serra para Petrópolis, antes de chegar na cidade (e bem antes de chegar a Itaipava), o Mirante do Cristo é uma boa para apreciar a vista das montanhas da região. Tem uma estátua de Cristo e bolsões para estacionamento dos dois lados da pista. A entrada é grátis.

mulher mirante do cristo O que fazer em Itaipava

Mirante do Cristo. Foto: Maridão.

Castelo de Itaipava

Este é um dos principais passeios em Itaipava. O castelo foi foi construído em 1920 por um barão, que trouxe 20 famílias da Europa para erguer a edificação. Além disso, vários materiais vieram de países como Áustria, Itália, Portugal, França e Inglaterra… Entre eles o mármore de carrara do piso, pedras, vitrais, ferragens…

Na minha adolescência, o Castelo de Itaipava foi palco de festas à fantasia icônicas e eu sempre quis ir, mas minha mãe não deixava. rsrsrs.

Hoje ele ainda abriga festas em parte dos salões, mas de casamento e 15 anos. E um hotel funciona lá, com diárias a partir de R$ 250.

Logo no estacionamento (que é gratuito) você vê uma estátua enorme de cavaleiro. Na visita ao interior você aprecia o piso, os vitrais e os lustres dos salões, que têm poucos móveis. Uma saleta tem quadros. Também há peças de armaduras e algumas poucas armas.

No lado de fora é legal tirar fotos com as torres pontudas e uma piscina. Achei a visita interessante, mas não vá esperando nada parecido com um castelo desses da Europa. Ou seja, é uma dica mais despretensiosa para você que está buscando o que fazer em Itaipava.

A entrada custa R$ 20, mas é muito importante entrar em contato com o castelo antes de programar a visita, porque em dias de festas, eles não abrem. Em dias sem festas, funciona diariamente das 9h às 18h.

Ah, e se você vai com crianças, há mais o que fazer no Castelo de Itaipava, uma vez que no estacionamento há um parquinho com vários brinquedos. E para quer saber o que fazer próximo ao castelo de Itaipava, tem a feirinha de Itaipava, ótima para compras (mas tem que ir de carro pra lá). Além disso, há restaurante aberto ao público no castelo e é possível se hospedar no castelo por diárias a partir de R$ 250.

castelo itaipava O que fazer em Itaipava

Castelo de Itaipava. Foto: Marcelle Ribeiro.

Lojas do centrinho

O centrinho de Itaipava é cheio de pequenos shoppings e lojas de rua. Porém, não espere lojinhas de lembrancinhas e artesanato. Por lá, o forte são lojas de marcas conhecidas como as de shoppings de grandes capitais mesmo. Além disso, é importante explicar que o centrinho de Itaipava fica num trecho da Estrada União Indústria (que é enorme e por vezes parece rua, por vezes, estrada mesmo).

Alguns shoppings:

mulher guarda-sois shopping tarrafas

Shopping Tarrafas tem área bem instagramável. Foto: Maridão.

Pôr do Sol no Mirante da Estrada Itaipava-Teresópolis

A cerca de 30 minutos de carro do centrinho de Itaipava, na Estrada BR-495, que liga Itaipava a Teresópolis, fica um mirante onde as pessoas vão para ver o pôr do sol nas montanhas. Tem bolsão de estacionamento grátis e ambulante vendendo bebidas.

mirante pôr do sol O que fazer em Itaipava

Mirante na estrada Itaipava – Teresópolis. Foto: Marcelle Ribeiro.

Compras na Feirinha de Itaipava

Vai por mim: ao decidir o que fazer em Itaipava, não deixe de ir na feirinha. Ela é diferente por algumas razões. Em primeiro lugar, porque não é uma feirinha de artesanato, e sim basicamente de roupas e acessórios de vestuário. Em segundo lugar, porque a qualidade das roupas é excelente. Alguns stands têm inclusive vitrines lindas como as de shopping (com manequins e fachada de vidro e tudo). Aliás, alguns têm seu próprio provador. Eu já comprei lá.

E, por fim, porque a feirinha não fica no centrinho do distrito. Fica na beira de uma rodovia. Para chegar lá tem que ir de carro. Mas o estacionamento é enorme e gratuito.

A Feirinha de Itaipava fica na Rodovia BR 040, KM 63. Ela funciona às sextas-feiras das 10h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 19h. A entrada é grátis. Há banheiro e lanchonete no local.

roupas feirinha O que fazer em Itaipava

Roupas da Feirinha de Itaipava. Foto: Marcelle Ribeiro.

Trilha Pedra de Itaipava

Uma maneira diferente de apreciar as montanhas da região é do alto de uma delas. A Pedra de Itaipava tem 1370 metros de altura e dele você tem uma vista 360º não só do distrito mas também da serra e outras montanhas.

Eu e o maridão, que temos um condicionamento físico médio (malhamos, mas não muito), subimos em cerca de 2h, com muitas paradas para fotos. Para descansar e descer levamos mais 2h, num passeio de 4h no total.

A trilha do Pico de Itaipava é basicamente de subidas, e, por isso, considero ela de nível de dificuldade médio. São cerca de 4 Km no total (ida + volta), numa área totalmente descampada, com zero sombra. Por isso, vá preparado com muita água, protetor solar e boné ou viseira.

pedra de itaipava O que fazer em Itaipava

Subindo a Pedra de Itaipava. Foto: Maridão.

Além disso, eu recomendo muito que, mesmo se estiver calor, você vá de calça e camisa de manga comprida (pode ser daquelas que ajudam a transpirar). É que o trecho final da trilha tem mato alto e você vai ficar roçando na vegetação, o que pode te deixar desconfortável se estiver de braços e pernas de fora.

Para chegar até o início da trilha da Pedra de Itaipava a estrada é boa, asfaltada. Nós pagamos R$ 200 por um guia que mora em Petrópolis (Luiz – 21 99811-0144) para nos levar de forma privativa, mas vimos muita gente sem guia por lá. Contudo, não vi nenhuma placa nem no caminho para a trilha nem na trilha propriamente dita.

Não há nenhuma estrutura de banheiro ou venda de água por lá. Por isso, leve tudo que for precisar. A entrada é grátis.

Eu achei bem cansativa, mas a vista é linda. Por isso, considero uma boa dica para quem busca o que fazer em Itaipava e curte trilhas.

mulher pedra de itaipava O que fazer em Itaipava

Vista do primeiro platô da Pedra de Itaipava. Foto: Luis Cieth.

Cachoeira da Macumba ou do 13

Um dos pontos turísticos de Itaipava que me surpreendeu foi a Cachoeira da Macumba, ou Cachoeira do 13. Ela é bem mais bonita e mais alta do que eu esperava. Além disso, o banho lá é muito gostoso (apesar se super frio)!

A cachoeira tem 35 metros de altura, e três níveis. Nos dois mais baixos há poços melhores para banho. No mais alto o bacana é tirar uma foto no ponto que os moradores chamam de “Janela do Céu” pela semelhança com um local em Ibitipoca (MG). Mas não vá muito para a beirada, pois já houve acidente fatal com uma pessoa que se empolgou pra tirar uma foto.

E mesmo se você é sedentário, vale a pena optar por essa cachoeira ao decidir o que fazer em Itaipava, porque a trilha até ela é fácil e curtinha, uns 300 metros só. Em 10 minutos você chega. Tem alguns trechos de escadaria natural, mas nada complicado. Já se você quer ir ao trecho da “Janela do Céu”, terá que subir mais uns 10 minutos.

A entrada da cachoeira fica na Estrada BR-495, que liga Itaipava a Teresópolis (a mesma do mirante que mencionei anteriormente). Não há placas para a entrada da trilha, mas saiba que do terminal de ônibus de Itaipava até lá, são 13 Km. Marque os 13km no painel do carro. A entrada fica num ponto bem acentuado à direita da estrada, no sentido Teresópolis, ao lado de uma ponte branca.

Há quem pratique rapel por lá. Não é necessário ir com guia e não há cobrança de ingresso nem de estacionamento.

Eu fui num domingão de sol no final do outono e estava bem movimentada (mas só eu e o maridão tivemos coragem de entrar na água).

mulher cachoeira da macumba O que fazer em Itaipava

No segundo nível da Cachoeira da Macumba. Foto: Maridão.

Comer bem nos restaurantes

Para quem quer saber o que fazer em Itaipava à noite ou de dia, a dica são os restaurantes maravilhosos de lá. O centrinho está cheio deles, um do lado do outro. E tem opções para todos os bolsos. Vários são super charmosos, com mesas na varanda ou ar livre.

A seguir, minhas dicas de onde comer em Itaipava:

Bordeaux (Estrada União Indústria 10.341) – Tem mesas na varanda com o correto distanciamento em tempos de pandemia. Comemos uma picanha mista super bem servida para 2 por R$ 125.

Antonino Bistrô e Pizzeria Itaipava (Estrada União Indústria 10.310) – Tem almoço executivo a bom preço mesmo no final de semana. Vem com uma saladinha simples e você pode escolher entre algumas opções de prato principal e sobremesa, tudo por R$ 45 por pessoa. Nós provamos o picadinho e o estrogonofe de carne e estavam gostosos. A torta alemã também. Tem mesas na varanda.

Perugino (Estrada União Indústria 10.500) – Massas maravilhosas! Que jantar! O melhor entre os lugares para comer em Itaipava! Eu comi uma massa com carne e molho de cogumelos perfeito e o maridão, nhoque divino. Os pratos individuais custam cerca de R$ 65. A meia garrafa de vinho sai a R$ 55. O petit gateu também estava ótimo. Com cerveja, vinho, entrada, prato principal e sobremesa, a conta deu cerca de R$ 150 por pessoa.

massa O que fazer em Itaipava

Massa do Perugino. Foto: Marcelle Ribeiro.

Vale do Amor

Apesar de tecnicamente estar na Fazenda Inglesa, outra região de Petrópolis, o Vale do Amor entra aqui na nossa lista sobre o que fazer em Itaipava porque é perto. São 30 minutos de carro do centrinho de Itaipava até lá (18 Km). Além disso, é um lugar incrível, que vale a pena uns minutinhos de estrada pra você conhecer.

O Vale do Amor tem uma energia muito boa. É um jardim cheio de imagens de várias religiões num paisagismo lindo! Muita gente aproveita para praticar meditação ou vai apenas para tirar fotos mesmo. O acesso é um pouco difícil, portanto, não recomendamos levar idosos ou pessoas com dificuldade de locomoção. Não é possível levar pets.

Endereço: Estrada Mata Cavalo, s/n, Fazenda Inglesa – Petrópolis (RJ). Só dá para ir de carro. Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h. Preço: R$ 15.

vale do amor o que fazer em itaipava

Vale do Amor. Foto: Marcelle Ribeiro.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Ao decidir o que fazer em Itaipava, vale a pena dar uma esticada para conhecer as cachoeiras do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. A entrada de Petrópolis do parque fica em Corrêas, a 30 minutos de carro do centrinho de Itaipava (13 Km).

São mais de 20 mil hectares de uma floresta preservada, com cachoeiras, piscinas naturais, grutas e paisagens impressionantes. Dá para chegar a várias cachoeiras por trilhas leves. Para outras, a caminhada é de nível médio.

Para os com bom preparo físico, a dica é fazer a travessia Petrópolis-Teresópolis. Em 3 dias você vai de uma cidade a outra caminhando pelo Parque Nacional da Serra dos Órgãos, dormindo em campings ou abrigos.

Endereço: Estrada do Bonfim, s/n, Corrêas – Petrópolis (RJ). Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 17h. Preço: R$ 21.

mulher cachoeira parque nacional serra dos orgaos

Poço no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Foto: Maridão.

Passeios em Itaipava que eu não consegui fazer:

Não consegui ir a algumas atrações em Itaipava nas minhas 2 viagens para lá, mas coloquei aqui para vocês saberem outras dicas sobre o que fazer em Itaipava:

Pôr do sol no Vale da Lua – O Vale da Lua (não confundir com o Vale do Amor) é um morro cheio de eucaliptos na Estrada BR-495, que liga Itaipava a Teresópolis, onde é bacana ir ver o sol se por entre as árvores. Dizem que a trilha até lá é leve e rápida. Tem placas sinalizando na estrada. Não deu tempo de ir.

Pastel no Hortomercado – O Hortomercado de Itaipava é um local para comprar frutas, legumes, etc. Não fui porque não vi um apelo grande turístico, acho que é mais frequentado por moradores para as compras do dia a dia mesmo. Mas dizem que tem um pastel famoso lá. Fica no centrinho de Itaipava.

Parque Municipal de Itaipava – Outro local mais visitado por moradores. O parque é enorme e muita gente caminha e anda de bicicleta por lá. Eu vi umas fotos e achei que ele aparentava estar meio mal cuidado (posso estar enganada), daí acabei não indo. Fica na Estrada União Indústria 10.000 (no centrinho de Itaipava). Funciona de quarta a domingo, das 7h às 18h. É grátis.

Casa do Pequeno Príncipe (La Grande Vallée) – Nesta casa Antoine de Saint-Exupéry, autor do clássico livro “O pequeno príncipe” se hospedou. Lá funciona uma espécie de museu sobre o livro e o autor e também sobre pilotos franceses que se refugiaram na serra petropolitana durante a Segunda Guerra Mundial. Não consegui vaga nas visitas guiadas (só com agendamento).

O que fazer em Itaipava no inverno?

Não tem muito segredo sobre o que fazer em Itaipava no inverno. Você pode fazer basicamente as mesmas coisas que em outras estações do ano. Só que não vai ter coragem de entrar na água da Cachoeira da Macumba (porque vai estar muuito frio). Contudo, ela é tão linda que vale a pena visitar mesmo que seja só para fotografar.

mulher vista O que fazer em Itaipava

Vista da “Janela do Céu”, na Cachoeira da Macumba. Foto: Luís Cieth.

Roteiro Itaipava

Eu estive duas vezes por lá e fiz roteiros diferentes em ambas as vezes. O meu último roteiro em Itaipava foi assim:

  • Sábado: Saída do Rio de Janeiro + Mirante do Cristo + Castelo de Itaipava + Almoço no centrinho + Pôr do sol no Mirante da Estrada para Teresópolis + Feirinha de Itaipava + jantar no centro.
  • Domingo: Trilha Pedra de Itaipava + Cachoeira da Macumba + Almojanta no centro. Retorno pro Rio de Janeiro.

Mas se eu fosse pela primeira vez, meu roteiro em Itaipava seria assim:

  • Dia 1: Saída do Rio de Janeiro + Mirante do Cristo + Castelo de Itaipava + Almoço no centrinho + Pôr do sol no Mirante da Estrada para Teresópolis + Feirinha de Itaipava + jantar no centro.
  • Dia 2: Vale do Amor + Cachoeira da Macumba + Almoço no centro + Pôr do sol no Vale da Lua.

Confira abaixo o vídeo sobre o que fazer em Itaipava!

O que fazer em Itaipava em 3 dias

E com 3 dias, o que fazer em Itaipava? Eu faria os dois dias como falei logo acima e no terceiro dia faria a trilha da Pedra de Itaipava + Casa do Pequeno Príncipe. E deixaria para ir às cachoeiras o Parque Nacional da Serra dos Órgãos numa outra viagem a Petrópolis, pois é um tipo de passeio que combina também com um fim de semana mais no centro da cidade.

Petrópolis é uma cidade cheia de atrações e o ideal é você ir conhecendo as que são próximas umas das outras e deixar as mais distantes para outra oportunidade. Por exemplo: vale passar um final de semana só conhecendo os pontos turísticos do centro e mais próximos a eles. Vale um final de semana só para Itaipava. Um outro só para o distrito de Araras e um só para o distrito de Secretário.

Desta maneira, você evita fazer grandes deslocamentos numa mesma viagem. Sim, porque apesar de ser interior do Rio, não é tão pequeno não. Veja mais sobre o que fazer em Petrópolis.

Confira abaixo o vídeo sobre a trilha da Pedra de Itaipava!

Onde ficar em Itaipava

Depois de decidir o que fazer em Itaipava é importante analisar onde se hospedar, porque, dependendo do seu roteiro e objetivo na viagem, pode ser mais interessante ficar no centrinho ou não. Abaixo algumas dicas específicas em Itaipava. Mas se quiser recomendações em outras regiões de Petrópolis, vale a leitura do post sobre Onde ficar em Petrópolis.

Mais isolado:

A Pousada Cantagalo fica no Vale do Pavão, numa área verde muito bonita, a 15 minutos do centrinho de Itaipava. Tem um gramadão e um pequeno parquinho infantil. A piscina é gostosa, tem um tamanho bom para a pousada, que é bem pequena e com poucos quartos. Ela também tem sauna e quadra de tênis.

O café da manhã da pousada é básico, mas bem gostoso. Eu fiquei num quarto básico, mas amplo, aconchegante e bem decorado. Tem TV, frigobar, lareira e ar-condicionado. O banheiro é novinho, super limpo. A varanda tem uma rede gostosa. As desvantagens são o sinal de wifi fraco nos quartos e não ter restaurantes próximos. Contudo, a pousada serve almoço e jantar (pagos à parte). A nota no Booking é 9. Paguei cerca de R$ 400 a diária.

pousada cantagalo o que fazer em itaipava

Pousada Cantagalo. Foto: Marcelle Ribeiro.

Se você sempre quis saber como é se hospedar num castelo, saiba que é possível fazer isso no Castelo de Itaipava, que tem desde quartos a partir de R$ 250, a até acomodações mais luxuosas. Ele fica no meio de uma rodovia. Portanto, não muito perto dos restaurantes do centrinho de Itaipava.

Dicas de amigos:

Já o resort Quinta da Paz é dica de amigos do blog e tem nota 9,3 no Booking. A diária custa em torno de R$ 950. O local é cercado por montanhas, super agradável. A decoração do quarto e de todas as instalações são muito bonitas e aconchegantes. A piscina é bem gostosa. Além disso, o atendimento da pousada é excelente. Alguns quartos ficam a 500 metros da cidade, mas a pousada tem carrinhos de golf para levar e buscar os hóspedes.

A pousada Quinta dos Pássaros (nota 9,2) fica a 6 minutos de carro (4,5 km) do centrinho de Itaipava. Ela é bem estruturada e agradável, e o atendimento também é impecável. Amigos do blog acharam o chalé superior com banheira até um pouco grande demais para duas pessoas. A decoração é mais antiga, mas é super ok.

A Pousada Tankamana também fica no Vale do Cuiabá e tem diárias a partir de R$ 1.230. Os chalés têm banheira de hidromassagem ou ofurô. O café da manhã funciona até o último hóspede tomar café e é muito variado. Além disso, a comida do restaurante é muito boa e ele serve no quarto. A pousada possui também piscina natural, sala de cinema e spa. Até o centro de Itaipava você vai demorar, pelo menos, uns 40 minutos. A nota no Booking é 9,6.

Onde ficar em Petrópolis, Pousada Tankama

Chalé geminado com banheiro da hidromassagem. Foto: Bianca Lavouras

Mais no centrinho:

Outra dica de onde ficar em Itaipava é o Estudio Itaipava, um apartamento estilo flat no enorme condomínio Granja Brasil, no início do centrinho do distrito. Á área comum tem piscina grande, hidromassagem, quadras, jardins e restaurantes.

Eu dormi apenas 1 noite e não tive tempo de usufruir a área comum, mas adorei o quarto. Parece um hotel, só que mais cômodo. Tem sanduicheira elétrica, frigobar e micro-ondas. Tudo limpíssimo e novinho. Cama confortável. Chuveiro maravilhoso. Voltaria. Nota 9 no Booking. Paguei R$ 380 a diária.

A Pousada Altenhaus fica uns 200 metros do centrinho de Itaipava, mas bem no meio da mata. Com nota 9,2, tem piscina, sauna, jogos como sinuca e totó. Além disso, também tem uma churrasqueira que pode ser alugada por uma taxa extra.

Como chegar a Itaipava

Agora que você já tem ideia do que fazer em Itaipava, vamos às dicas de transporte! O ideal é ir de carro, porque vários dos lugares para visitar em Itaipava ficam fora do centrinho, espalhados pelo distrito ou até mesmo fora dele. Mas vi ônibus circulando sim.

Além disso, também tem Uber, mas como a região é grande, os motoristas nem sempre aceitam de fato as corridas. Eu usei apenas para ir do restaurante ao meu hotel (que era quase no centrinho) e mesmo assim teve um motorista que recusou a corrida após saber para onde eu ia.

Para chegar a Itaipava, coloquei no GPS um endereço de lá, porque não é necessário passar pelo centro de Petrópolis para ir a Itaipava.

Se precisar alugar um carro, recomendo a Rentcars, empresa onde eu sempre alugo carro. (Veja o post “Rentcars é confiável?“).

Por usa vez, se você decidir ir de ônibus, deve pegar um até a rodoviária de Petrópolis e de lá um outro até Itaipava. A viagem até Petrópolis dura cerca de 1h.

E você, tem mais dicas sobre o que fazer em Itaipava? Escreva nos comentários!

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *