O que fazer em Óbidos (Portugal): guia completo da cidade!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 31/07/2019
Compartilhar este artigo:

Quem busca uma atração próxima de Lisboa para fazer um bate-volta, tem em Óbidos uma opção interessante. A cidadezinha medieval atrai turistas por ser cercada por uma alta muralha de pedra construída antes do século XII. Passear pela vilinha colorida e cheia de lojinhas e igrejinhas completa a lista de o que fazer em Óbidos.

A cidade fica a apenas 90km de Lisboa e também no caminho entre a capital e outros municípios turísticos portugueses. Para tirar todas as suas dúvidas sobre Óbidos, preparei esse guia caprichado!

Óbidos – atrações
Festivais de Óbidos
Como chegar em Óbidos a partir de Lisboa?
Quando ir a Óbidos?
Onde comer em Óbidos?
Onde se hospedar em Óbidos?
Quanto custa viajar para Óbidos
De Óbidos para onde?

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

 

Óbidos – atrações

Antes de mais nada, segue um mapa de Óbidos com tudo que eu vou citar! As muralhas não aparecem porque elas estão em volta de todas essas atrações do mapa.

Para aluguel de carro em qualquer lugar do mundo, eu recomendo a Rentcars. Pague parcelado e sem IOF.

Passeie na Muralha de Óbidos

Algumas horas são o suficiente para o seu roteiro em Óbidos. A muralha, é claro, é a principal atração. Mas antes de subir, observe os azulejos azuis do ano de 1750 com motivos alegóricos sobre a Paixão de Cristo do portal de entrada de Óbidos, chamado de Porta da Vila, e ouça o músico que está sempre por ali.

o que fazer em óbidos portal da vila azulejos

Azulejos do Portal da Vila, em Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

Subir na muralha é de graça, mas prepare as pernininhas. São muitos degraus e 1,5km de extensão. Esqueça do tempo caminhando pela muralha e vendo de um lado as casinhas cercadas pelas pedras e, de outro, os verdes campos da região.

Há vários pontos de acesso à muralha e sugiro que você suba em mais de um, para ver ângulos diferentes. Lá de cima dá para ver também o Aqueduto, mandado construir pela Rainha D. Catarina de Áustria, mulher de D. João III.

Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 5% de desconto com o cupom VICIADAEMVIAJAR5! Atendimento 24h em português!

A muralha de Óbidos é da época dos mouros. A história da vila remonta a 308 a.C, quando foi fundada pelos celtas. Diversos povos já viveram na vila, como romanos, visigodos e mouros. Em 1148 Óbidos foi tomada dos mouros pelo primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques.

Uma coisa curiosa sobre Óbidos é que a vila inteira foi presente de casamento de D. Dinis à sua esposa D. Isabel. A vila foi sendo reformada, mas em 1755 um terremoto derrubou partes da muralha, assim com templos e edifícios.

o que fazer em óbidos muralha

Muralha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

o que fazer em óbidos muralha

Casas e muralha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

Óbidos para crianças?

Não acho a melhor ideia levar crianças a Óbidos. A muralha é a maior atração e caminhar nela é um perigo para crianças. Ela é estreita e não há qualquer tipo de proteção para quedas lá do alto.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!
o que fazer em óbidos muralha

Muralha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

Caminhe pelas igrejinhas e pela vila

A vila de Óbidos é bem pequena, com uma rua principal (a Rua Direita) para você ir e voltar. As casinhas brancas com jarros de flores são fotogênicas, mas não espere nada como Paraty, no Rio de Janeiro. Há portas e janelinhas coloridas sim, mas também há casas mal cuidadas e com a parede descascando.

Andando pela rua central, entre nas igrejinhas, pois elas fazem parte da lista “obrigatória” de o que fazer em Óbidos. Elas são pequenas, mas pitorescas.

A Igreja Matriz de Santa Maria é a principal de Óbidos e fica em uma praça de mesmo nome. Ela já foi mesquita no tempo muçulmano. Foi bastante destruída no terremoto de 1553, mas depois reconstruída e restaurada no estilo barroco.

A Livraria de Santiago também vale a visita, pelo curioso fim que teve. Ela fica dentro da Igreja de São Tiago, templo iniciado no século XII e que hoje funciona como livraria, repleta de livros. Dá para tomar um café e participar de uma roda de leitura. A Livraria Santiago funciona às sextas e sábados das 10h às 21h e de domingo a quinta das 10h às 19h.

As lojinhas de Óbidos vendem artesanato, lembrancinhas e principalmente ginjinha. Opa, pera, mas o que é ginjinha? É uma atração de Óbidos.

Acaba dia 11/10/19 a promoção de 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já internet. Clique aqui e use o cupom CUIDESE.
rua de óbidos

Ruazinha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

altar de Igrejinha Óbidos

Igrejinha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

Igrejinha Óbidos

Igrejinha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

Tome ginjinha

Do mesmo jeito que não se vai a Lisboa sem comer pastel de nata, não dá para ir a Óbidos e não provar a ginjinha. É outro item que tem que estar na sua lista de o que fazer em Óbidos. A ginjinha é um licor adocicado, feito da ginja, um fruto parente da cereja, com aguardente. É muito comum ser servido em um copinho feito de chocolate. Ótimo para provar depois do almoço com um docinho e um pastel de nata.

Eu provei ginjinha na chocolateria Prazer e Vício e tava muito gostosa!

Ginjinha de óbidos

Ginjinha de Óbidos em copinho de chocolate. Foto: Marcelle Ribeiro.

Veja a fachada do Castelo

O Castelo de Óbidos é todo de pedra, mas infelizmente não é aberto a visitação. É que ele hoje funciona como hotel (aliás, eu vou contar daqui a pouco como é se hospedar lá).

De origem romana, ele funcionou como um forte no período árabe. Depois de conquistado pelos cristãos em 1148, foi várias vezes reparado e ampliado.

Mesmo que sua lista de o que fazer em Óbidos não tenha esse tópico de entrar no castelo, vale ver ele de fora.

Castelo de óbidos

Castelo de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Óbidos com chuva

Como boa parte das atrações da cidade ficam a céu aberto, a listinha de o que fazer em Óbidos com chuva é pequena. Dê uma pulinho nas igrejas, para uma visita rápida, porque elas não são grandes. Tome um café na Livraria Santiago e faça uma pausa para uma ginjinha numa chocolateria.

O que fazer em Óbidos à noite

Como boa parte dos turistas passa apenas algumas horas em Óbidos, a vila fica bem mais vazia à noite. O programa é sair para comer mesmo.

Festivais de Óbidos

A cidade é sede de alguns festivais interessantes. Por isso, dependendo da época do ano em que você for, você pode acrescentar à sua lista de o que fazer em Óbidos uma paradinha para ver um deles, como:

  • Festival de Chocolate – Costuma acontecer entre abril e maio;
  • Semana Santa – Óbidos é palco de encenações cristãs nessa época do ano, além de concertos;
  • Semana Internacional de Piano – Entre julho e agosto;
  • Mercado Medieval – Evento que transforma a vila em um burgo da idade média. Durante 12 dias, bobos, cuspidores de fogo, dançarinos e músicos invadem a cidade. Costuma acontecer entre julho e agosto;
  • Óbidos Vila Natal – Esse evento vai do final de novembro a janeiro, com brilhos, estrelas, luzes, enfeites, além de gnomos, renas, bonecos de neve, árvores de natal, etc.

 

Como chegar em Óbidos a partir de Lisboa?

De ônibus (chamados de “autocarros”)

É a melhor maneira de ir a Óbidos desde Lisboa. O ônibus (que os portugueses chamam de “autocarro”) sai bem do lado da estação de metrô da Campo Grande, na capital portuguesa. Uma hora depois, chega em Óbidos e te deixa bem na porta de entrada da vila murada.

O serviço de ônibus entre Lisboa e Óbidos se chama Rápida Verde, do grupo Rodotejo. Você chega na estação de metrô e segue as placas para um mini terminal urbano de ônibus ao lado, chamado Rodoviária do Oeste. Mas para pegar o ônibus propriamente dito não há sequer guichê. Não há placas e eu tive que ir perguntando para os funcionários onde era o ponto do ônibus Rápida Verde.

O ônibus sai no horário e você compra o bilhete (8,05 por pessoa, só ida) com o próprio motorista. Nos dias úteis, há saídas de Lisboa a partir das 7h, em cerca de 30 horários ao longo do dia, até às 0h30. Aos sábados e domingos também há várias saídas. Consulte os horários de ida e de volta entre Lisboa e Óbidos no site da Rápida Verde.

Mas o coletivo é confortável, no estilo “executivo”, com cadeiras boas e limpo. Não faz paradas no caminho.

 

De trem (os chamados “comboios”)

Como a estação de trem de Óbidos não é perto do centrinho turístico, ir de trem (que em Portugal se chama “comboio”) não é recomendável, porque anda-se bastante até a vila.

 

De carro

Os cerca de 90km de Lisboa a Óbidos podem ser percorridos em carro alugado pela auto-estrada A8 sentido Leiria. A vila de Óbidos fica antes, na saída 15. Há vários locais para estacionar, alguns grandes. Alguns deles são pagos e outros, gratuitos.

Os estacionamentos perto do Posto de Turismo e perto do aqueduto são pagos.

Para alugar carro em Portugal, eu recomendo o Rentcars, site que reúne diversas grandes locadoras, onde você reserva antecipadamente. Você pode optar por pagar antes, em reais e sem IOF e parcelar.

 

De passeio guiado

Para quem não quer se preocupar com transporte público ou com dirigir, pegar uma excursão de dia inteiro para Óbidos é uma ótima opção. A Get Your Guide tem diversas opções de tours saindo de Lisboa, desde os que vão apenas para Óbidos, até os que combinam Óbidos e outras cidades próximas num único dia, como Fátima, Batalha e Nazaré. Veja os passeios guiados para Óbidos.

o que fazer em óbidos campos

Campos verdes vistos da muralha de Óbidos. Foto: Marcelle Ribeiro

Quando ir a Óbidos?

Qualquer época do ano é boa para visitar Óbidos. Os meses em que mais chove são novembro e janeiro. Mas mesmo nessas épocas a chove em média 100mm, o que não é tanto. Os meses mais secos são de junho a agosto, no verão. Veja as médias mensais históricas de chuva e temperatura em Óbidos.

 

Onde comer em Óbidos?

Óbidos tem alguns restaurantes na vilinha, e o que o blog recomenda é o Comendador Silva, do autor de novelas brasileiro Aguinaldo Silva. Fica na Rua Padre Nunes Tavares, 6.

Ah, e o pastel de nata e ginginha na chocolateria Prazer e Vício, na Rua Direita! Uma dose de ginjinha sai a 1 euro e o pastel de nata a 1,50 euros.

Um lugar que o a gente não recomenda, pela comida sem sabor é o restaurante Petrarum, que fica na Rua Direita. Tem uma varandinha bonita e o interior aconchegante, mas o bacalhau com natas que pedimos não tinha gosto de nada.

onde comer em óbidos pastel de nata

Pastel de nata combina bem com ginjinha! Foto: Marcelle Ribeiro

Onde se hospedar em Óbidos?

Quem pretende dormir em Óbidos tem a chance de se hospedar em um castelo, o Castelo de Óbidos! Minha mãe teve experiência um ano atrás. A diária não é nada barata, mas da Pousada Castelo de Óbidos você pode ver a vila iluminada à noite ou apreciar do alto de dia, de mesinhas em área gramada. A pousada tem quartos com azulejos típicos portugueses e outros com paredes de pedras. Algumas camas têm dossel, para fazer bem o estilo “princesa medieval”…rsrsrs.

Pena que minha mãe achou o colchão meio duro.

Os banheiros são modernizados e tem café da manhã. Todos os quartos têm ar-condicionado. A pousada pertence à rede Pestana.

quarto pousada castelo óbidos

Quarto da pousada Castelo de Óbidos. Foto: Adelia Ribeiro

Quanto custa viajar para Óbidos

Fazer um bate-volta de Lisboa para Óbidos é barato. Você vai gastar:

  • Bilhete de metrô para ir até a estação de metrô Campo Grande (1,50 euros por trecho) = 3 euros
  • Ônibus de Lisboa a Óbidos (que sai do metrô Campo Grande) – 8,05 euros por trecho x 2 = 16,10 euros
  • Seu almoço em Óbidos (com meia garrafa de vinho, entradinha e bacalhau) = 16 euros por pessoa
  • Uma ginjinha = 1 euro
  • 1 pastel de nata = 1,50 euros

Total: 37,60 euros por pessoa

De Óbidos para onde?

Quem preferir seguir de Óbidos para outras cidades invés de voltar para Lisboa, pode continuar a viagem para outras atrações portuguesas ao Norte. É que Óbidos fica a 40km de Nazaré e de Alcobaça. Aliás sobre Nazaré: a Adelaide, do blog Turista Imperfeito, escreveu um post completinho sobre o que fazer em um dia em Nazaré.

Batalha está a 60km de Óbidos. Fátima está a 88km de Óbidos. A Lu, do blog Turistando com a Lu dá as dicas de como visitar o Santuário de Fátima, em Portugal.

 

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *