O que fazer em São Luís (MA): 12 pontos turísticos e guia completo!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 22/09/2019
Compartilhar este artigo:

Como a lista de o que fazer em São Luís não é tão grande e os principais pontos turísticos estão concentrados no centro histórico, além de não requererem muito tempo de visitação, não é preciso passar muitos dias na cidade para conhecê-la. No entanto, isso não significa que a capital do Maranhão não tenha atrações interessantes! Confira as dicas imprescindíveis para montar seu roteiro na cidade.

O que fazer em São Luís do Maranhão – Roteiro de 1 a 3 dias
Pontos turísticos de São Luís
Praias de São Luís: vale a pena ir?
Festas típicas de São Luís do Maranhão
O que fazer em São Luís à noite
Onde se hospedar em São Luís
Melhores restaurantes de São Luís
O que comprar em São Luís do Maranhão

o que fazer em sao luis casa do maranhao

Casa do Maranhão. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em São Luís do Maranhão – Roteiro de 1 a 3 dias

Se você quer saber quantos dias ficar em São Luís do Maranhão, te digo para ficar um dia inteiro. Se você só tiver algumas horas, tudo bem. Se tiver mais tempo, tudo bem também!

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

O que fazer em São Luís em 1 dia

Meu roteiro de 1 dia inteiro na cidade começou às 8h30, com um city tour da Taguatur Turismo* que achei ótimo para fazer um reconhecimento inicial. Tivemos tempo para, durante o city tour, entrar em atrações bacanas. Além disso, as explicações da nossa guia ajudaram a entender não apenas a capital, como também um pouco mais sobre o Maranhão. E mais: a nossa van passou por pontos turísticos fora do centro histórico, que eram rapidinho de ver. Ele durou 3h30 e não foi corrido, foi um tempo bem bom.

Às 8h30 fomos levados para ver a orla da cidade e para fotos no Monumento aos Pescadores. Em seguida, paramos no Espigão da orla e no letreiro da Ilha do Amor. Depois, rumamos para o centro histórico de São Luís do Maranhão. Fizemos a visita guiada do Palácio dos Leões, caminhamos nas ruas de calçamento e entramos na Catedral da Sé, onde nossa guia nos explicou sobre a construção. Logo após disso, participamos da visita guiada ao Museu da Gastronomia Maranhense. Por fim, fomos andando até o Mercado Casa das Tulhas, onde após algumas explicações, nosso tour acabou.

Depois do city tour: conta própria

Já era hora do almoço e fomos num famoso restaurante típico ali bem ao lado. Depois disso, continuamos conhecendo o centro por conta própria e entramos no Museu do Reggae e na Casa do Tambor de Crioula. Fizemos a visita guiada ao Teatro Arthur Azevedo e passamos rapidamente na Casa da Festa. Concluímos nossas andanças na Casa do Maranhão.

Para aluguel de carro em qualquer lugar do mundo, eu recomendo a Rentcars. Compare preços de várias locadoras e pague parcelado!

Logo depois, pegamos um Uber para ver o pôr do sol no Espigão da orla. Em seguida, passamos no hotel e saímos para jantar. Apenas não paramos na Lagoa do Jansen, que vimos do carro.

Quer saber mais detalhes dos pontos turísticos da nossa lista de o que fazer em São Luís? Veja mais abaixo.

casa do maranhao o que fazer em sao luis

Casa do Maranhão. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em São Luís em 2 dias

Nós fizemos esse roteiro acima no nosso primeiro dia e no segundo passamos a manhã e parte da tarde relaxando na linda piscina do nosso hotel, o Blue Tree, até a hora do nosso vôo. Depois de tanto caminhar na cidade e de dias subindo e descendo dunas nos Lençóis Maranhenses, vale a pena “giboiar”. ;). Após o almoço o transfer da Taguatur Turismo* nos pegou no hotel e nos levou ao aeroporto, que fica a 17km de distância.

Outra opção para seu roteiro de 2 dias é ir a um lugar próximo a São Luís. Você pode, no segundo dia, ir à cidade de Alcântara, a cerca de 100 km de distância, para um bate-volta a ruínas históricas e casario antigo.

O que fazer em São Luís em 3 dias

Você pode fazer São Luís em um dia, Alcântara no outro e no terceiro fazer um bate-volta para Raposa e Fronhas Maranhenses, a 22km da capital. Outra opção é ficar em São Luís no primeiro dia e nos 2 seguintes ir sentir um “cheiro” da beleza dos Lençóis Maranhenses (veja aqui roteiros prontos que eu mesma montei de 1 a 7 dias nos Lençóis).

Pontos turísticos de São Luís

Pontos turísticos de São Luís no Centro Histórico

Você vai ver que a sua listinha de o que fazer em São Luís estará cheias de atrações no centro histórico. Lá é que estão os museus e prédios históricos mais visitados da capital do Maranhão. Ah, e é praticamente tudo de graça. A seguir, na ordem do mais interessante para o menos interessante, os pontos turísticos de São Luís localizados no centro histórico.

Não vou colocar na lista de o que fazer em São Luís os casarões azulejados do centro histórico como um ponto turístico da cidade. Estive lá em agosto, caminhei bastante não encontrei 1 só prédio restaurado. Os azulejos estão destruídos e as casas também em péssimo estado. O centro histórico de São Luís vale a visita sim, mas pelos centros culturais, pelo teatro e pelo palácio. Não pelo casario. Uma pena.

Se você quiser conferir, basta ir à Rua Estrela, Rua do Giz e Rua Portugal, onde estão boa parte dos pontos turísticos de São Luís que menciono aqui. E é justamente nelas em que ficam os casarões que no passado já foram atração da cidade.

1 – Casa do Maranhão

É o melhor museu da cidade e, se você só tiver algumas horas nela, recomendo que esse seja o principal item da sua lista de o que fazer em São Luís. A Casa do Maranhão reúne objetos, painéis, vestimentas, dentre outros itens que mais representam as tradições populares e culturais do estado.

Lá você aprende sobre o Bumba Meu Boi (que é tema das festas juninas), com vídeos, painéis, bonecos vestidos com roupas típicas e até um boi gigante! Também tem um pouco sobre o reggae e o tambor de criola, que são até tema de museus específicos na cidade, mas que estão muito bem representados na Casa do Maranhão. E tem ainda informações sobre quilombolas, carnaval maranhense… É programa para 1h30 ou mais.

Endereço: Rua do Trapiche, s/n Praia Grande, centro histórico de São Luís. Abre de terça a sábado, das 9h às 18h e aos domingos, das 9h às 13h30. Grátis.

casa do maranhao sao luis o que fazer

Casa do Maranhão. Foto: Marcelle Ribeiro.

2 – Palácio dos Leões

Sem dúvida alguma, quem pesquisa o que fazer em São Luís não pode deixar esse lugar de fora. Além de apreciar a beleza da fachada do Palácio dos Leões, você pode fazer uma visita guiada de pouco mais de 30 minutos para conhecer o interior dele, que tem belos lustres, móveis, quadros, esculturas, porcelanas, pratarias e mais. Sede do governo do estado, ele está super bem conservado. A visita guiada não tem hora marcada. É só chegar que um guia vai te acompanhar.

Ele fica aberto de terça a sexta-feira, das 9h às 18h e fica na Av. D. Pedro II, S/N, no centro histórico de São Luís.A entrada é grátis.

 

palacio dos leoes sao luis o que fazer

Palácio dos Leões. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Teatro Arthur Azevedo

Outro prédio bem preservado do centro histórico de São Luís, o Teatro Arthur Azevedo é daqueles teatros com assentos em vários andares, balcões bonitos e pomposos, assim como os lustres. A visita guiada é curtinha, demora de 30min a 40min. Ele é palco de apresentações culturais no dia a dia.

Só é possível conhecer o teatro nas visitas guiadas, que acontecem de terça-feira a domingo, às 14h, 14h30, 15h, 15h30, 16h, 16h30, 17h. Chegamos uns 15min antes e conseguimos vaga. A entrada custa R$ 5. O endereço é Rua Godofredo Viana, 132, centro histórico de São Luís.

4 – Catedral de São Luís (Igreja da Sé)

Inaugurada em 1622, a Igreja da Sé ou Catedral de São Luís, fica numa praça bonita, com chafariz, e está super bem preservada (foi reaberta em 2014 após restauração). Ela tem altar douradinho e teto colorido, no estilo barroco, do jeito que eu gosto! É daqueles itens da sua lista de o que fazer em São Luís que em poucos minutos você conhece! Tombada pelo IPHAN, ela foi construída para comemorar a vitória dos portugueses contra os franceses, que haviam invadido o Maranhão. Com entrada gratuita, ela fica na Avenida Dom Pedro II, no centro histórico de São Luís.

o que fazer em sao luis catedral

Catedral de São Luís. Foto: Marcelle Ribeiro.

5 – Casa do Tambor de Crioula

Curiosa por tradições culturais típicas, eu tinha que visitar esse pequeno centro cultural. Uma pena que não consegui assistir a uma roda de tambor de crioula. Essa dança de origem africana em que mulheres rodam em torno de três tambores tocados por homens é cheia de significados, que aprendi lá em São Luís. Sabia que para para tocar os tambores maiores é preciso ter mais experiência? E que tem uma parte da coreografia chamada umbigada? Até a cachaça tem uma participação especial nesta manifestação cultural.

A Casa do Tambor de Criola fica na Rua da Estrela, 309, bairro da Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís. A visita é gratuita e pode ser feita de terça a sábado das 9h às 18h e aos domingos das 9h às 13h.

o que fazer em sao luis casa tambor de crioula

Casa do Tambor de Crioula. Foto: Marcelle Ribeiro.

casa do tambor de crioula o que fazer sao luis

Casa do Tambor de Crioula. Foto: Marcelle Ribeiro.

6 – Museu da Gastronomia Maranhense

É bem verdade que as explicações do guia do Museu da Gastronomia poderia ser um pouco menos longa, mas foi interessante aprender um pouco sobre as comidas e bebidas típicas do Maranhão. A razão disso é que lá estão representados as ervas maranhenses (como a vinagreira, presente na comida mais famosa do estado, o arroz de cuxá), os peixes, camarões, cachaças, doces, aipim e até o famoso guaraná de Jesus, aquele refrigerante rosa.

Aprendemos também sobre as tradições de preparo do passado e do presente. O Museu da Gastronomia Maranhense fica na Rua Estrela, 82, no centro histórico de São Luís. Inaugurado em 2019, ele está aberto de segunda a sexta, das 8h às 19h e aos sábados, das 8h às 12h.

museu da gastronomia maranhense sao luis o que fazer

Museu da Gastronomia Maranhense. Foto: Marcelle Ribeiro.

7 – Casa da Festa (Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho)

A ideia desse museu é boa: abordar festejos populares como Bumba Meu Boi, carnaval, festa do Divino, festa de Santos Reis, festas juninas, tambor de mina, dentre outros. São 4 andares de exposição permanente, com objetos, vestimentas, etc. Porém, o museu está caindo aos pedaços. As paredes estão cheias de infiltração e descascando. E o primeiro andar, dedicado ao candomblé, não tem uma placa ou painel explicativo. Fica super difícil e desmotivante entender o que está se vendo.

Em consequência, eu nem me animei a subir os muitos e íngremes degraus para o segundo piso, mesmo com a guia da Casa de Festa oferecendo um tour grátis. Ou seja, é um item dispensável na sua lista de o que fazer em São Luís.

Endereço: Rua do Giz, 205/221 – Praia Grande, centro histórico de São Luís do Maranhão. Visitação: terça a sábado, das 9h às 18h e domingo, das 9 às 13h. Grátis.

8 – Museu do Reggae

O reggae é um dos ritmos musicais mais famosos do Maranhão, que lá se dança coladinho em casal. A visita ao Museu do Reggae é curta, pois além de ele ser pequeno (são 3 salas apenas), não há muito o que ver. Então talvez seja um item dispensável na hora de decidir o que fazer em São Luís. Ele expõe vinis antigos principalmente de artistas internacionais, uma simulação de paredões de caixa de som, bonecos com as cores da Jamaica. O interessante é a visita guiada, rápida (10 ou 15 minutos), mas suficiente para entender por que o Maranhão é a “Jamaica brasileira” e a razão da dança coladinha.

A entrada é grátis e para fazer a visita é só chegar. Os guias do museu vão te explicar tudo.

Na detonada e pequena praça ao lado do museu acontecem apresentações de reggae gratuitas, com aula rápida para dançar como os maranhenses.

O museu fica na Rua da Estrela, centro histórico de São Luís e abre de terça a sábado, das 10h às 20h e aos domingos, das 10h às 13h.

museu do reggae o que fazer em sao luis

Museu do Reggae. Foto: Marcelle Ribeiro.

9 – Mercado Casa das Tulhas (ou Feira da Praia Grande)

O mercado Casa das Tulhas é aquele lugar para comprar castanhas, doces maranhenses e ver as coloridas garrafas de aguardente com frutas ou crustáceos dentro. Bem pequeno, ele poderia estar mais bem conservado. Ainda asso, vale dar uma passada rápida, porque os preços valem a pena.

Ele tem três entradas, uma delas é na R. da Estrela, 184. Abre de 2ª a 5ª das 7h às 20h; 6ª das 7h às 21h; sábado das 7h às 18h e domingos das 7h às 13h.

garrafas mercado das tulhas sao luis

Garrafas de cachaça no Mercado das Tulhas. Foto: Marcelle Ribeiro.

Pontos turísticos de São Luís fora do Centro Histórico

1 – Espigão Costeiro e letreiro Ilha do Amor

Espigão é como chamam uma espécie de quebra-mar de São Luís, na praia de Ponta da Areia, que é point para ver o pôr do sol. Comprido, esse braço de pedras adentra o mar por 572 metros. Muita gente faz exercício ali ou vai para apreciar o fim da tarde. Há carrinhos de pipoca, batata-frita, crepe no palito e cachorro-quente, além de bicicletas duplas para alugar e brinquedos infláveis para crianças. É onde fica o letreiro Ilha do Amor, muito fotografado.

Ao lado do letreiro e do espigão está o Forte Santo Antônio da Barra, que tem alguns canhões apontados para o mar.

por do sol espigao sao luis

Pôr do sol no Espigão de São Luís. Foto: Marcelle Ribeiro.

letreiro sao luis ilha do amor

Letreiro no Espigão de São Luís. Foto: Marcelle Ribeiro.

cachoes forte sao luis

Forte em São Luís. Foto: Marcelle Ribeiro

2 – Monumento aos Pescadores

Daqueles pontos turísticos de São Luís que você vê rapidinho, apenas para uma foto, o Monumento aos Pescadores fica na orla da praia de São Marcos, na altura do número 4626 da Avenida Litorânea.

o que fazer em sao luis monumento aos pescadores

Monumento aos Pescadores. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Lagoa do Jansen

Cercada de prédios de classe média alta, a Lagoa do Jansen é um local usado pelos maranhenses não apenas para uma corridinha ou caminhada, como também para apreciar o fim de tarde. Poluída, ela tem vários bares no entorno.

lagoa do jansen o que fazer em sao luis

Lagoa do Jansen. Fotoo: Marcelle Ribeiro.

Praias de São Luís: vale a pena ir?

Descarte as praias quando for decidir o que fazer em São Luís do Maranhão. Com águas bem marrons, as praias da cidade não são próprias para banho e nem são bonitas. O calçadão de praias como São Marcos, Praia do Calhau e Praia do Caolho é usado para caminhadas e exercícios e há quiosques e até restaurantes nele.

Para quem se pergunta qual a melhor praia de São Luís a resposta é: as praias de cidades vizinhas! Quando querem ir à praia, os maranhenses vão à praia do Araçagi (em São José do Ribamar, a 15km de distância da capital), Mangue Seco e Carimã (em Raposo, 25 km distante de São Luís). Estas são próprias para banho, mas pelas fotos que vi, não se destacam pela beleza.

praia sao luis o que fazer

Praia de Ponta da Areia. Foto: Marcelle Ribeiro.

Festas típicas de São Luís do Maranhão

Quem vai em junho deve aproveitar para conferir de perto as festas juninas, que contam com a ilustre presença do Bumba Meu Boi. Dizem que as vezes até em julho ainda rola festa junina. Eu fui no início de agosto e já não estava rolando mais. 🙁

Já as rodas de Tambor de Crioula não têm uma data certa para acontecer, mas ocorrem mais no Carnaval, nas festas de São João. As rodas são promovidas também a partir do 2° sábado de agosto, às quartas-feiras, a partir de 17h30, ao lado do Museu do Tambor de Crioula.

Comemorada em maio, a Festa do Divino Espírito Santo tem cortejos populares percorrendo as ruas de São Luís e de Alcântara entoando cânticos. Saiba mais sobre as festas populares no site da Secretaria de Turismo.

O que fazer em São Luís à noite

Na cidade chamada Jamaica Brasileira, o reggae é a dica mais famosa para quem busca o que fazer em São Luís à noite. Eu não cheguei a ir, mas li que os mais conhecidos locais são:

  • Bar do Nelson – Funciona nas noites de quinta e sábado. Fica na Avenida Litorânea, 135, Praia do Calhau.
  • Chama Maré – Funciona aos domingos, das 16h às 23h. Fica na Av. Ivan Loureiro, 8, Ponta d’Areia.
  • Rotatória Roots – Funciona aos sábados, das 22h às 3h. Localizado na Av. Guaxenduba, 68, Centro.
  • Porto da Gabi – Localizado no Aterro do Bacanga. Tel: (98) 3301-8106.
  • Bar do Porto – Rua do Trapiche, nº49, Praia Grande (Centro Histórico de São Luís). Tel: (98) 3232 1115.
  • Praça da Criança – Ao lado do Museu do Reggae, às 19h. É gratuito. Para saber os dias, entre em contato com o museu.

Para saber mais sobre o que fazer em São Luís à noite, recomendo checar em sites de veículos de comunicação locais, como O Imparcial.

Outra opção noturna é ir aos bares da Lagoa do Jansen ou simplesmente ir comer num restaurante gostoso (confira dicas na seção Onde Comer em São Luís).

Onde se hospedar em São Luís

Antes de falar onde ficar em São Luís, deixo dicas de bairros classe média e classe média-alta na cidade: São Marcos, Ponta da Areia, Calhau e Renascença. Eu tentaria me hospedar neles ou em volta da Lagoa do Jansen. Não achei o centro histórico uma boa opção de onde se hospedar em São Luís.

Com piscinas lindas e com bar, escolhemos o Blue Tree para ficar em São Luís. Localizado na primeira quadra da praia de Calhau (alguns quartos têm vista pro mar), ele já foi da rede Pestana e tem nota 8,2 no Booking. Tem sauna, spa (pago à parte), academia e área para crianças.

O café da manhã era uma delícia. O atendimento era muito muito bom e a localização idem. Era bem perto da orla e de restaurantes bacanas (veja abaixo). O wi-fi era ótimo e o nosso quarto muito grande. A cama era gigante, tinha ar-condicionado geladinho, TV, frigobar. Tudo estava muito limpo.

Para melhorar só se o hotel tivesse passado por uma pintura na fachada. A impressão que ficou é que eles estão reformando primeiro o interior (tava rolando obra num salão no térreo), para depois mexer na parte externa.

blue tree sao luis piscina

A piscina do Blue Tree fica num belo jardim. Foto: Marcelle Ribeiro.

blue tree hotel sao luis

Quarto espaçoso com varanda do Blue Tree. Foto: Marcelle Ribeiro.

cafe da manha blue tree hotel sao luis

Café da manhã super variado e delicioso. Foto: Marcelle Ribeiro.

Melhores restaurantes de São Luís

Conhecemos 3 dos melhores restaurantes de São Luís.

No centro histórico (Rua Estrela, 220), fomos no Flor de Vinagreira, especializado em peixes e frutos do mar. É um bom local para provar um dos pratos mais típicos do Maranhão, o arroz de cuxá, que leva camarão seco e a erva vinagreira, que dá um gostinho amargo e forte ao prato. Provamos peixe grelhado com molho de alcaparras. A comida estava boa, mas foi o único lugar do estado em que não veio super bem servida (veio a conta para duas pessoas, talvez até pouco).

Com caipirinha de cachaça de aipim e refri, a conta para duas pessoas deu R$ 128.

restaurante flor de vinagreira sao luis

Peixe com camarões e alcaparras do Flor de Vinagreira. Foto: Marcelle Ribeiro

O melhor restaurante de São Luís foi o maravilhoso Cabana do Sol, que tem duas unidades na cidade. A carne do sol de filé é o prato carro chefe da casa. Pedimos para 2 pessoas (cerca de R$ 130) e veio uma quantidade que dava para umas 4. Acompanha baião de dois, aipim, feijão, farofa de care seca e mais quilos de coisas. Detalhe: o pastel de carne de entradinha é grátis, a qualquer hora, para todo mundo que senta lá. :).

Gostamos tanto que voltamos no dia seguinte. Mas daí pedimos um petisco de carne do sol como almoço e pasmem, veio muita comida de novo! O petisco “almoço” para duas pessoas, e dois refris custaram R$ 75 no total.

petisco restaurante cabana do sol sao luis

Petisco do Cabana do Sol vem com farofa de carne e aipim. Foto: Marcelle Ribeiro.

Dica de restaurante romântico

Para um jantar romântico ou em amigos, indico o Armazém do Chef, que funciona no jardim de uma casa no bairro de Calhau (Rua Uriacica 15). A iluminação especial à beira da piscina dá um toque especial. A música ao vivo estava legal e o risoto de camarão estava maravilhoso (e veio comida pacas!). O aipim frito de entradinha e a caipirinha também agradaram. A conta deu cerca de R$ 150.

O que comprar em São Luís do Maranhão

Apesar de meu objetivo na viagem não ser fazer compras, vou dar algumas dicas. Vale a pena comprar em São Luís do Maranhão:

  • Castanhas.
  • Doces típicos, como o “doce de espécie”, feito em Alcântara e vendido também em São Luís.
  • Chocolates com recheio de frutas da região, como cupuaçu, bacuri, muriqui.
  • Cachaças diferentes, com frutas ou até caranguejos dentro da garrafa ou feitas de aipim.
  • Produtos de renda feitos no estado, como redes, mantas…
  • Guaraná Jesus, caso queira trazer de lembrança esse super adocicado refrigerante de cor rosa.

Com exceção dos produtos de renda, você acha tudo isso no Mercado das Tulhas. O Guaraná Jesus você pode comprar em supermercados e em qualquer lugar. Já os produtos de renda podem ser comprados em lojas próximas ao Mercado das Tulhas, no centro histórico de São Luís.

doce de especie sao luis

Doce de espécie: lembra uma queijadinha, com coco. Foto: Marcelle Ribeiro.

*O Viciada em Viajar fez o city tour em São Luís e o transfer do hotel ao aeroporto como cortesia da Taguatur Turismo. Esse texto representa a nossa real opinião.

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. 30 set 2019

    sou suspeita porque tenho familia la, mas sao luis é demaissssss todos tem que ir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *