O que fazer em Sintra – Portugal: guia de palácios fascinantes!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 29/08/2019

Sintra, em Portugal, é uma cidade obrigatória na sua listinha de o que fazer no país. E eu ouso dizer que é tão bonita quanto Lisboa, tanto que gostei de lá. São muitos palácios, jardins e construções históricas cheias de história. A cidade foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco e tem atrações para lotar um dia de viagem. Eu confesso que me arrependi de não ter dormido lá e dividido as atrações em 2 dias, porque ficou bem corrido fazer tudo em um só. E olha que eu tive que escolher entre os pontos turísticos de Sintra que ia visitar e comecei meu dia super cedo!

Mapa de Sintra – Portugal
Como ir de Lisboa a Sintra
Pontos turísticos de Sintra
Roteiro em Sintra para 1 ou 2 dias
Como circular em Sintra
Onde comer em Sintra
Onde ficar em Sintra
Quanto custa visitar Sintra

 

O que fazer em Sintra Palácio da Vila cúpula

Palácio da Vila. Foto: Marcelle Ribeiro.

Mapa de Sintra – Portugal

Antes de eu começar a explicar cada atração, segue um mapa de Sintra (Portugal) para você ir acompanhando.

Como ir de Lisboa a Sintra

Trem de Lisboa a Sintra

Os trens da CP (Comboios de Portugal, a empresa de trens de Portugal) saem da estação do Rossio, no centro da capital, que é servida de duas linhas de metrô, a Restauradores (linha Azul) e Rossio (linha Verde). São inúmeras saídas ao longo de todo o dia, sendo a primeira às 05h40 e a última às 1h01. A viagem dura 45 minutos e custa 2,25 euros por pessoa por trecho. Dá para comprar na hora mesmo, na estação.

A estação de Sintra fica bem em frente ao ponto de ônibus dos hop-on hop-off que você provavelmente vai usar para conhecer a cidade. No sentido Lisboa, os trens saem de Sintra entre 5h20 e 0h20. Preço e duração são os mesmos.

Como ir de Lisboa a Sintra de carro

A distância entre as duas cidades é de 30km. Mas li que é difícil estacionar em Sintra e que, na prática, se você for de carro, muito provavelmente vai ter que deixá-lo estacionado e usar os ônibus hop-on hop-off para conhecer a cidade. Pode ser uma alternativa caso seu plano seja seguir viagem a partir de Sintra, indo, por exemplo, a Cascais pela estrada na serra que liga estas cidades. Para alugar carro, eu recomendo o site Rentcars, que reúne as maiores locadoras do mundo.

De passeio em grupo

Há inúmeras opções de passeios de Lisboa para Sintra em grupo, muitos combinando a ida para outras cidades no mesmo dia, como Cascais.

 

Pontos turísticos de Sintra

Palácio da Pena

Um dos lugares mais lindos que visitei em Sintra, Portugal, com certeza! O Palácio da Pena é aquela atração “pacote completo”: é lindo por fora, por dentro e ainda tem belas vistas! Item obrigatório na lista de qualquer um de o que fazer em Sintra.

A construção amarela fica no segundo ponto mais alto da cidade e foi construída no século XIX, num local de um antigo convento. Sua construção foi ideia de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a rainha D. Maria II em 1836 e resolveu fazer ali uma residência de verão.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

Seu interior tem aqueles candelabros lindos de viver e muitos brasões. Dá para ver como eram as salas de jantar, quartos, banheiro e até a cozinha do palácio. Tanto no interior quanto no exterior do prédio, há várias paredes cobertas com os famosos azulejos, pintados com muito azul e amarelo. Tem também vitrais retratando reis e até uma capela.

Mas não é só, de lá do Palácio, você vê o Castelo dos Mouros e sua muralha em meio à área verde da Serra de Sintra.

Foi a atração de Sintra em que passei mais tempo, sem dúvida. E olha que estava lotado quando eu fui, apesar de ser dia de semana e não ser férias europeias nem brasileiras ainda. Tente chegar cedo, mas saiba que ainda assim a chance de estar cheio é grande!

Bem bonito também é o parque que faz parte do complexo, com lagos em meio a uma mata exuberante e áreas de descanso com gazebos cheios de azulejos. Tudo muito bem preservado.

Eu passei umas 3h lá, entre o palácio e o parque.

Garanta 20% de desconto no chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom AUAU até 13/12.
O que fazer em Sintra Palácio da Pena fachada

Palácio da Pena. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Palácio da Pena detalhe

Palácio da Pena. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Palácio da Pena

Palácio da Pena. Foto: Marcelle Ribeiro.

Como visitar o Palácio da Pena

O Palácio da Pena, assim como várias atrações de Sintra (Portugal), é gerenciado pelo Parques de Sintra. Você pode comprar ingresso apenas para o palácio ou adquirir um bilhete conjunto que vale em outros locais de Sintra também, como o Castelo dos Mouros, Palácio Nacional de Sintra, Parque e Palácio de Monsserate, Convento dos Capuchos, Chalet e Jardim da Condessa d’Edla, Quintinha de Monserrate e Abegoaria e Quinta da Pena. E ainda no Palácio Nacional e Jardins de Queluz e na Escola Portuguesa de Arte Equestre, que ficam em outra cidade, Queluz.

O bilhete individual para o Palácio da Pena apenas custa 14 euros para pessoas entre 18 e 64 anos, 12,50 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. Dá direito a visitar também o parque em frente ao palácio e a entrada no Chalet da Condessa D’Edla. No site da Get Your Guide você compra online e evita as filas da bilheteria.

Quem tem o Lisboa Card tem 10% de desconto.

Já se você combinar quaisquer duas atrações do complexo Parques de Sintra que eu listei acima, tem 5% de desconto. Para o combo de 3, o desconto é de 6%. Para o de 4, 7%. Para o de 5 atrações, 8% e para 6, 10%.

A melhor maneira de chegar no Palácio da Pena é pegando um ônibus que sai de frente da estação de trem da cidade e que faz um circuito turístico, estilo hop-on, hop-off, sobre o qual eu explico lá mais no final do post.

O Palácio da Pena abre diariamente das 9h30 às 19h (última entrada às 18h30). O parque do Palácio fica aberto das 9h30 às 20h.

 

Palácio da Vila (Palácio Nacional de Sintra)

Foi a segunda atração que visitei em Sintra. O Palácio da Vila, ou Palácio Nacional de Sintra, fica na Vila de Sintra, que é o centrinho turístico, com restaurantes e lojinhas. Ou seja, é uma boa aproveitar para almoçar antes ou depois da visita ao Palácio da Vila.

Ele existe desde a época em que os muçulmanos dominavam a Península Ibérica e passou a ser do império português quando D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, conquistou Lisboa em 1147.

O palácio pode ser meio sem graça por fora, mas por dentro é interessante. Não é tão luxuoso quanto outros em que já estive, mas tem azulejos coloridos, lustres lindos, tetos todos trabalhados com madeira e desenhos coloridos, armários pesados e todos decorados com mil gavetinhas, quartos sóbrios e uma cozinha. Pena que parte dele estava em reforma e não pude caminhar nos jardins do complexo.

O mais divertido é um salão com brasões de várias famílias no teto, a Torre dos Brasões. Eu achei o brasão da família Silva (do meu marido) , Souza e Ribeiro (meus sobrenomes).

De lá do Palácio da Vila também dá para ver o Castelo dos Mouros ao alto. É uma visita que dura cerca de 1h, que você faz sem precisar de guia. Ah, lá acontecem concertos de música clássica de vez em quando.

Como visitar o Palácio de Sintra

 

O palácio funciona diariamente das 9h30 às 19h, com última entrada às 18h. A entrada individual custa 10 euros para pessoas entre 18 e 64 anos, e 8,50 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. Se comprar o ingresso com outras atrações dos Parques de Sintra, você ganha desconto no combo. Dá para comprar online. Quem tem o Lisboa Card tem 10% de desconto.

 

O que fazer em Sintra Palácio da Vila teto madeira

Palácio da Vila. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Palácio da Vila lustre

Palácio da Vila. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Quinta da Regaleira

A Quinta da Regaleira é outro item que não pode ficar de fora da sua lista de o que fazer em Sintra, Portugal. O poço é a maior atração: de lá dá para tirar fotos lindas. Fora que quem não tem curiosidade de descer num poço de 27 metros de profundidade e descobrir onde ele vai dar? Não vou dar mais detalhes para não estragar a surpresa de vocês, mas digo que vale a pena encarar alguns degraus mais escorregadios para ir até o final!

Esse local foi construído no final da monarquia, entre 1904 e 1910 por um nobre que era tão rico que era apelidado de Monteiro dos Milhões.

O poço, chamado Poço Iniciático, parece uma torre invertida e tem símbolos da Maçonaria. Aliás, ele recebeu esse nome porque acredita-se que era usado em rituais de iniciação da Maçonaria.

Mas o poço não é a única atração: o jardim do terreno faz referência à mitologia, ao Olimpo, a Dante, a Camões, à missão templária da Ordem de Cristo e a grandes místicos!

Logo na entrada há um palácio que era residência de verão da família Carvalho Monteiro, dona do local. Por fora, há muitas torres no estilo medieval. No seu interior o que atrai são os tetos e paredes trabalhados em madeira decorada, além de muito rococó. Tem ainda uma pequena capela.

Eu passei muito tempo na Quinta da Regaleira (entre 1h30 e 2h) porque andei bastante pelos jardins. Apesar de não estar tão florido quando estive lá (junho), é bonito e muito amplo. Ou seja, prepare-se para andar bastante por essas bandas!

Como visitar a Quinta das Regaleiras

 

A Quinta das Regaleiras fica perto do centrinho da Vila e se você não quiser esperar o ônibus hop-on hop-off e não tiver medo de encarar uma curta subida, dá para ir a pé até lá (eu fui e sobrevivi!! rsrs).

Eu fiz uma visita livre, sem guia, apenas andando com o mapa que ganhei na bilheteria, mas lá tem visitas guiadas também, um pouco mais caras.

A entrada para pessoas entre 18 e 64 anos custa 8 euros, e 5 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. As visitas guiadas custam 12 euros para adultos e 8 para crianças, adolescentes e idosos. Quem tem Lisboa Card tem 20% de desconto. Elas acontecem de terça a sábado, às 10h e às 14h e duram 1h30.

A Quinta da Regaleira funciona de 1º de abril a 30 de setembro das 9h30 às 20h (última entrada às 19h). De 1 de outubro a 31 de março das 9h30 às 18h (última entrada às 17h).

Não vi filas no local, foi tranquilo.

O que fazer em Sintra Castelo da Quinta da Regaleira

Castelo da Quinta da Regaleira. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Jardim Quinta Regaleira

Jardim da Quinta da Regaleira. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Poço Iniciático

Poço Iniciático, Sintra. Foto: Marcelle Ribeiro

Palácio e Parque de Monserrate

O Palácio de Monserrate pode não estar na lista obrigatória de o que fazer em Sintra de muita gente, mas deveria estar! É uma construção linda demais, tanto por fora quanto por dentro. Sabe quando você se apaixona por um prédio? Assim foi comigo. E olha que estava chovendo à beça quando estive lá.

E por que é tão lindo? Primeiro: porque você chega ao palácio depois de caminha pelos seus exuberantes jardins e ele parece estar ali só te esperando. Segundo, porque a construção é diferente: circular, uma cor meio salmão, um charme. Terceiro: porque no seu interior há arcos de branco de gesso trabalhado que encantam demais e contrastam com as paredes coloridas. Quarto: porque lá dentro rola apresentação de música clássica (quando eu fui, havia uma pianista ensaiando, coisa mais emocionante). Quinto: o teto tem cúpulas douradas e rosa, numa elegância sem fim. Te convenci? rsrs

A construção romântica é do fim do século XIX, mas tem influências góticas, indianas e mouriscas (!). Depois de passar por um período de abandono em que inspirou o poeta Lord Byron, que visitou o local, o palácio passou a ser a residência de veraneio de um industrial inglês milionário.

Ok, dentro do palácio quase não tem móveis ou objetos de decoração, mas dá para tirar fotos lindas das fontes e das varandas se vê o jardim. Aliás, vale dizer que o jardim tem espécies do mundo inteiro!

É uma visita de 30min a 1h de duração.

Como visitar o Palácio Monserrate

 

O palácio funciona diariamente das 9h30 às 19h, com última entrada às 18h30. Já o parque abre no mesmo horário, mas fecha uma hora mais tarde. A entrada para pessoas entre 18 e 64 anos custa 8 euros, e 6,5 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. Descontos para quem comprar mais de uma atração dos Parques de Sintra e 10% para quem tiver o Lisboa Card.

O que fazer em Sintra fachada Palácio de Monserrate

Palácio de Monserrate, Sintra. Foto: Marcelle Ribeiro.

O que fazer em Sintra Palácio de Monserrate cúpula

Palácio de Monserrate, Sintra. Foto: Marcelle Ribeiro.

Castelo dos Mouros

O Castelo dos Mouros mais lembra um forte do que um castelo. Do alto de seus muros de pedra dá para ver a bela serra de Sintra, o Palácio da Pena, a vila e o Oceano Atlântico. Ele foi construído no século X, quando da conquista muçulmana na Península Ibérica. Ali já funcionou um cemitério medieval cristão.

Infelizmente não fui ao Castelo, por falta de tempo mesmo, e me contentei em vê-lo do Palácio da Pena e do Palácio da Vila. A entrada para pessoas entre 18 e 64 anos custa 8 euros, e 6,5 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. Desconto de 10% para quem Lisboa Card e de outros valores para quem compra o combo de atrações dos Parques de Sintra. Bilhete com entrada rápida e sem fila com a Get Your Guide.

O local fica aberto das 9h30 às 20h, com última entrada às 19h.

Sintra O que fazer castelo dos mouros

Castelo dos Mouros visto do Palácio da Pena. Foto: Marcelle Ribeiro.

Palácio do Seteais

Dentro do Palácio do Seteais atualmente funciona o hotel Tivoli Palácio do Seteais. Quem não se hospeda por lá pode apenas ver a fachada e os jardins. Na construção, do final do século XVIII, costumam rolar chá da tarde bem chique nas tardes de outono e inverno. Ou seja, é um item que entra na sua lista de o que fazer em Sintra se você estiver com grana sobrando! Endereço: Rua Barbosa do Bocage, 8.

Convento dos Capuchos

É um convento franciscano pequeno de pedra, de construção austera, cercado de verde. Não me pareceu interessante pelas fotos. O Convento dos Capuchos fica aberto das 9h30 às 20h, com última entrada às 19h. A entrada para pessoas entre 18 e 64 anos custa 7 euros, e 5,5 para maiores de 65 anos e entre 6 e 17 anos. Quem tem Lisboa Card tem desconto de 10%. O desconto para atrações em combo dos Parques de Sintra se aplica.

Chalet e Jardim da Condessa d’Edla

É uma bela casa no estilo alpino que servia de refúgio para um casal de nobres na segunda metade do Século XIX, com pinturas murais e azulejos. Pelas fotos que vi, a fachada pareceu mas bonita que o interior. O Chalet da Condessa d’Edla é cercado de jardins.

Não visitei pois acabei priorizando outras atrações da cidade (já deu para perceber que a lista de o que fazer em Sintra é gigante e a gente tem que priorizar, né?). O local fica aberto diariamente das 9h30 às 20h, com última entrada às 19h. A entrada é grátis para quem visita o Parque da Pena ou o Palácio da Vila.

Abegoaria e Quinta da Pena

Local onde acontecem passeios a cavalo e de charrete, entre 10h e 16h30. Os passeios de cavalo custam de 15 euros (30 minutos) a 100 euros (6h) por pessoa. Os passeios de pônei custam 7 euros (15 min). Já os passeios de charrete são privados e sob consulta.

Quintinha de Monserrate

É uma área verde com plantações, pomar e animais a cerca de 3km do centro histórico de Sintra, onde acontecem atividades para crianças. É preciso agendar visita. Horários e preços sob consulta.

 

Roteiro em Sintra para 1 ou 2 dias

Com tantas atrações, afinal, como escolher o que fazer em Sintra? Vou te dar suas duas sugestões!

O que fazer em Sintra em um dia

Chegue bem cedo de Lisboa, para estar às 9h15 na estação de trem de Sintra e pegar o primeiro hop-on hop-off do dia. Vá direto ao Palácio da Pena. Veja também o parque. Desça de ônibus até a Vila de Sintra. Almoce e depois vá no Palácio da Vila. Compre um dos famosos doces da cidade na vila, a queijada e/ou o travesseiro e guarde para um lanchinho nos jardins que você vai visitar à tarde.

Em seguida, hora de conhecer a Quinta da Regaleira, ali perto. Para finalizar a sua listinha do que fazer em Sintra, vá ao Palácio Monserrate já no final do dia. Programe-se para chegar lá 1h antes de ele fechar.

Pronto! Pode pegar seu hop-on hop-off para te levar de volta à estação de trem de Sintra. Você vai estar cansado, mas extasiado! Ah, não repara: nesse dia você vai chegar em Lisboa tarde, já depois das 20h, ok?

Foi exatamente esse o roteiro que eu fiz.;)

Também há muitos passeios guiados que saem de Portugal e visitam no mesmo dia Sintra e outros locais como Cascais, Estoril e Cabo da Roca. Eu recomendo dar uma olhada no site da Get Your Guide, onde você encontra diversas opções, paga adiantado e há avaliações de pessoas que fizeram esses passeios.

Para os amantes de vinho, no site tem tours que combinam a ida a Sintra com degustação de vinhos. E para quem ama aventura há tours de escalada em Sintra, de trekking, e de bicicleta.

O que fazer em Sintra em 2 dias

Vou dar três sugestões de roteiro de 2 dias.

Roteiro A – Faça só Sintra com mais calma. No primeiro dia, visite o Palácio da Pena e seus jardins, almoce na Vila e veja as lojinhas e vá ao Castelo dos Mouros. Ou seja, as atrações da linha 434 do hop-on hop-off. No segundo, vá ao Palácio da Vila, à Quinta da Regaleira e ao Palácio Monserrate, que são servidos pela linha 435.

Roteiro B – Outra opção para um roteiro de dois dias é fazer, no primeiro dia, o Palácio da Pena e seus jardins, o Palácio da Vila, a Quinta da Regaleira e o Palácio de Monserrate. No segundo dia você pode ir de Sintra para Cascais de trem. São dezenas de saídas das 5h20 às 23h50, por apenas 3,15 euros por pessoa. A viagem dura entre 1h45 e 2h, pela CP, a empresa de trem (lá chamados de comboio) de Portugal. Uma vez em Cascais, ande na beira do mar e, dependendo da época do ano, dá até para curtir praia. Veja a Fortaleza de Nossa Senhora da Luz, o Farol de Santa Marta e a Boca do Inferno.

Roteiro C – Uma terceira opção é no primeiro dia fazer as mesmas atrações do roteiro B . No segundo dia, vá ao Palácio Nacional de Queluz, que fica na cidade de Queluz, a 20km de Sintra. Veja preços e horários de funcionamento do palácio. Mas vale lembrar que você pode conhecer este palácio estando em Lisboa também, porque ele fica a 15km da capital. Ou você pode ir de Sintra a Queluz e de lá voltar para Lisboa. Trens da CP ligam Sintra a Queluz em 22 minutos (1,95 euros por trecho por pessoa). De Queluz a Sintra a Lisboa leva-se 20min e paga-se 1,65 euros.

 

Como circular em Sintra

Andar de transporte público em Sintra é super fácil, até porque você vai basicamente usar apenas duas linhas de ônibus hop-on hop-off que passam por todos os pontos turísticos, pela estação de trem e pelo centrinho da vila. Mas atenção: os ônibus só circulam em um sentido.

Coloquei abaixo os horários de verão. Para os horários de inverno, procure no site da Scotturb, que opera o serviço (não estava disponível quando vi). O bilhete de ambas as linhas pode ser comprado no próprio ônibus, com o motorista.

Ah, não recomendo fazer tudo andando invés de pegar os ônibus. Sintra fica numa serra e é ladeira que só. Fora que as distâncias não são tão curtas. Gaste suas pernocas para andar dentro das atrações, que você já vai cansar bastante! 😉

Linha 434 – Circuito da Pena

A Linha 434 – Circuito da Pena tem paradas na Vila de Sintra (onde fica o Palácio da Vila, restaurantes e lojinhas), no Castelo dos Mouros e no Palácio da Pena, nesta ordem. Funciona no esquema hop-on hop-off e custa 6,90 euros por pessoa. Se você já tiver o cartão Viva Viagem, de transporte público de Lisboa, ele sai a R$ 6,40.

O primeiro ônibus sai às 9h15 da estação de trem de Sintra e o último chega de volta na estação de trem por volta das 21.

Paradas ônibus Circuito da Pena 434 Sintra

Paradas do ônibus Circuito da Pena 434, Sintra. Foto: Reprodução Scotturb.

Horários ônibus Circuito da Pena 434 Sintra

Horários do ônibus Circuito da Pena 434, Sintra. Foto: Reprodução Scotturb.

Linha 435 – Vila Express 4 Palácios

Esta linha também funciona no esquema hop-on hop-off e também sai da estação de Sintra, onde também é o ponto final. Ela para na Vila de Sintra (onde tem o Palácio da Vila), na Quinta da Regaleira, Palácio de Seteais e Palácio de Monserrate. O primeiro horário é às 9h30. O preço é 5 euros.

Paradas ônibus Vila Express 435 Sintra

Paradas do ônibus Vila Express 435 em Sintra. Foto: Reprodução Scotturb.

Horários ônibus Vila Expressa 435 Sintra

Horários do ônibus Vila Express 435 Sintra. Foto: Reprodução Scotturb.

Onde comer em Sintra

A Vila de Sintra é o local que concentra os restaurantes. Eu confesso que acabei não almoçando, porque durante a visita à minha primeira atração, o Palácio da Pena, a fome já bateu ali mesmo e comi um sanduba por lá. Aliás, no palácio tem lojinha de conveniência com sandubas frios e também um restaurante que serve refeições e lanches quentes. Vi muita gente comendo por lá.

Uma listinha de o que fazer em Sintra não estaria completa se não incluísse uma parada na vila para comprar os famosos doces da cidade: queijada e travesseiro. Na dúvida entre qual comprar, eu comprei os dois! rsrsrs. E fui comendo eles ao longo da tarde, a cada parada nos inúmeros jardins que visitei. Onde ir: Piriquita (Rua Padarias 1) e Queijadas da Sapa (Volta do Duche, 12).

Onde ficar em Sintra

Se você decidir se hospedar em Sintra para fazer tudo com mais calma, selecionei algumas hospedagens oferecidas pelo Booking. O Sintra Boutique fica no centro e é um 4 estrelas com nota 9,3 e diárias na casa dos 130 euros. Outra opção, também no Centro, é o Águamel Sintra Boutique Guest House, com nota 9,4 e diária em quarto duplo na casa dos 100 euros.

Os hostels ficam fora do centrinho. O Moon Hill fica pertinho da estação de trem (e portanto com fácil acesso ao ônibus também) e é um hostel charmosinho, com quarto duplo a 70 euros e cama em dormitório a 22 euros.

Para quem curte mais o esquema de resort e está querendo investir num hotel mais luxuoso, tem o Pena Longa, com nota 9,3 no Booking. Tem piscinas, campo de golfe, jardins e restaurante premiado. Na mesma linha luxo, o Pestana Sintra Golf Resort e Spa tem nota 8,2, quadra de tênis, campo de golfe e spa.

Quanto custa visitar Sintra

Para visitar Sintra em 1 dia eu gastei os valores abaixo:

  • Trem de Lisboa a Sintra: Grátis (pois usei o meu Lisboa Card, aproveitando as últimas horas de validade dele)
  • Hop-on Hop Off Linha 434: 6,90 euros
  • Entrada combinada para 3 atrações dos Parques de Sintra (Parque da Pena + Palácio da Vila + Palácio Monserrat): 29,44 euros
  • Hop-on Hop Off Linha 435: 5 euros
  • Entrada na Quinta da Regaleira: 8 euros
  • Lanches, doces e água: cerca de 20 euros
  • Trem de Sintra para Lisboa: 2,25 euros

TOTAL: 71,59 euros por pessoa.

O que fazer em Sintra Palácio de Monserrate teto

Palácio de Monserrate, Sintra. Foto: Marcelle Ribeiro.

Leia também:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *