O que fazer em Washington: guia completo de atrações!

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 08/10/2019
Compartilhar este artigo:

Maridão esteve em Washington sozinho para assistir a jogos de futebol americano e turistar por três dias e voltou para contar tudo para nós. Ele fez um relato completo sobre o que fazer em Washington e ainda deu dicas de onde comer e onde ficar. Ele avisa: Washington DC não é uma cidade enorme, mas tem tanta história que as atrações são muitas! Acompanhe!

Atrações
Washington: montando seu roteiro
O que fazer em Washington: roteiro de 1 dia
O que fazer em Washington: roteiro de 3 dias
O que fazer em Washington no inverno
O que fazer em Washington com chuva
Onde ficar em Washington
Onde comer em Washington
Como circular em Washington

o que fazer em washington national mall

O National Mall é o coração de Washington.

 

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

Atrações

Quase todas as principais atrações da sua lista de o que fazer em Washington ficam concentrados em uma região: o National Mall. É lá que você encontra, por exemplo, os memoriais de Lincoln e Thomas Jefferson e vários museus Smithsonian. É uma área gigantesca e que vai exigir muita disposição (e provavelmente mais de um dia) dos turistas. Outras atrações, como a Casa Branca, o Newseum e o Teatro Ford ficam próximas ao National Mall. Vou explicar um pouquinho sobre cada uma delas a partir de agora.

Para facilitar, primeiro vou colocar aqui um mapa de Washington com todos os locais que vou citar a seguir.

Para aluguel de carro em qualquer lugar do mundo, eu recomendo a Rentcars. Pague parcelado e sem IOF.

 

Casa Branca

Construída no século 18, a residência oficial do presidente dos Estados Unidos é um dos lugares mais conhecidos de todo o planeta. Nem precisa dizer que é item obrigatório na sua lista de o que fazer em Washington, né? Quem vê nos filmes pensa que é uma construção enorme, mas as dimensões são até modestas perto de outras residências oficiais espalhadas pelo mundo.

Por lá, uma verdadeira multidão de turistas se aglomera para tirar fotos. Eles se misturam com artistas de rua e também muitos manifestantes tentando ser ouvidos pelo homem mais poderoso do mundo. É por isso que o policiamento é super rigoroso!

Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 5% de desconto com o cupom VICIADAEMVIAJAR5! Atendimento 24h em português!

É até possível fazer um tour, mas é preciso procurar a embaixada brasileira em Washington para fazer o pedido. Você pode encontrar as informações no site oficial da Casa Branca. Detalhe: a Casa Branca não fica no National Mall, mas é relativamente perto.

o que fazer em washington casa branca

A Casa Branca atrai muitos turistas e manifestantes.

Capitólio

É o prédio mais importante do National Mall e, por isso, não pode ficar de fora da lista de o que fazer em Washington. O Capitólio é onde a Câmara dos Deputados e o Senado dos Estados Unidos se reúnem. Ele começou a ser construído no século 18 e já passou por algumas ampliações. Além disso, outros prédios próximos e que também servem ao Poder Legislativo foram sendo erguidos ao longo dos anos.

O grande domo que fica no centro da construção separa as alas destinadas aos deputados e senadores.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!

Eu fiquei apenas do lado de fora, mas pode ser interessante fazer um tour pelo Capitólio. Para isso, é possível fazer o pedido com antecedência por este site. Todas as visitas são gratuitas.

O Centro de Visitantes do Capitólio funciona de segunda a sábado, das 08h30 às 16h30. Ele fecha apenas no Dia de Ação de Graças, no Natal, no Ano Novo e nas posses de presidentes dos Estados Unidos.

o que fazer em washington capitolio

O Capitólio é a sede do Congresso americano.

Memorial de Lincoln

O prédio que homenageia um dos mais importantes presidentes dos Estados Unidos fica na ponta oposta ao Capitólio no National Mall e também é muito procurado pelos turistas.

A construção branca e com uma estátua enorme de Abraham Lincoln no centro também foi palco de momentos históricos, como o discurso “I have a dream” de Martin Luther King. Em frente ao prédio, há um grande espelho d’água muito usado pelos turistas para fotos e até para molhar o pezinho.

O Memorial de Lincoln fica aberto todos os dias do ano e funciona 24 horas por dia. A entrada é gratuita.

Acaba dia 11/10/19 a promoção de 20% de desconto do chip internacional para celular. Saia do Brasil já internet. Clique aqui e use o cupom CUIDESE.
o que fazer em washington lincoln memorial

A estátua gigante é o destaque do Memorial de Lincoln. Foto: Guilherme Calil.

Memorial de Franklin Delano Roosevelt

Não cheguei a visitar este memorial, mas ele conta um pouco da história do presidente que comandou os Estados Unidos depois da Grande Depressão e durante quase toda a Segunda Guerra Mundial.

Também é possível conhecer um pouco mais da história da esposa de Franklin, Eleanor Roosevelt.

O Memorial não fecha nunca (isso mesmo, é 24h) e a entrada é de graça.

Monumento de Washington

Um dos principais símbolos da cidade, o Monumento de Washington é o obelisco que fica na região central do National Mall, nos jardins da Constituição. É a estrutura mais alta de toda a capital americana e uma homenagem a um dos homens mais importantes da democracia americana, George Washington.

Infelizmente, o monumento estava fechado para manutenção da estrutura quando eu passei por lá e ele deve continuar assim até agosto de 2019. Você pode acompanhar as informações sobre a reabertura do espaço neste site.

Memorial de Thomas Jefferson

Este prédio lembra um dos pais da democracia americana e autor da Declaração de Independência. Ele tem um estilo clássico e uma grande estátua de Thomas Jefferson no centro. Nas paredes, é possível ler trechos da Declaração e outras passagens do presidente americano.

É um local que atrai menos público do que Memorial de Lincoln. Até por isso, pode ser um bom lugar para descansar as pernas e conhecer mais sobre a história dos Estados Unidos.

O Memorial de Thomas Jefferson funciona os 365 dias do ano e está aberto 24 horas por dia. A entrada é grátis.

o que fazer em washington memorial jefferson

Fachada do Jefferson Memorial é inspirada em templos antigos.

Memorial de Martin Luther King Junior

Um dos mais importantes líderes da luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, Martin Luther King também ganhou um memorial no National Mall, inaugurado em 2011.

Ao contrários dos anteriores, esse não tem uma construção, mas uma grande estátua do ativista. Lá também é possível ver algumas frases de Martin Luther King Junior e entender um pouco mais sobre a luta dos negros para conquistar direitos iguais nos Estados Unidos. Vale muito a pena conhecer!

O Memorial fica aberto todos os dias do ano e funciona 24 horas por dia. A entrada é gratuita.

o que fazer em washington memorial martin

Martin Luther King ganhou um memorial no National Mall. Foto: Guilherme Calil.

Homenagem aos mortos no Guerra do Vietnã

Algumas das guerras mais importantes da história dos Estados Unidos são lembradas no National Mall. Uma delas é a do Vietnã. Neste espaço, todos os nomes dos mais de 58 mil americanos mortos na guerra estão gravados em pedra e na ordem cronológica.

É um espaço para reflexão e muito visitado por militares que participaram do confronto. Nele, é possível perceber um silêncio grande em respeito aos mortos.

O espaço, que fica próximo ao Memorial de Lincoln, funciona todos os dias do ano e durante 24 horas por dia. Não há cobrança de entrada.

Homenagem aos mortos na Guerra da Coreia

Aqui, a Guerra da Coreia é lembrada em 19 esculturas de soldados em tamanho real. Elas estão espalhadas em um pequeno campo. Ao lado, um muro de granito tem uma inscrição que diz “Freedom is not Free” (Liberdade não é grátis).

O espaço ainda lembra os 22 países que participaram do conflito. A entrada no local, que funciona todos os dias do ano, é grátis.

Memorial da Segunda Guerra Mundial

Essa área que relembra a Segunda Guerra Mundial é uma das mais novas do National Mall e foi inaugurada em 2004. Ela tem mais de 50 pilares separados em 2 semi-círculos para lembrar os estados e territórios americanos e mais de 4 mil estrelas douradas, cada uma delas representando 100 soldados que morreram durante o conflito.

No entorno, é possível ver esculturas em baixo relevo sobre a rotina dos soldados na guerra. No meio do monumento, uma grande fonte com chafariz é um ótimo local para descansar durante o passeio.

O Memorial está sempre aberto ao público e a entrada é gratuita.

o que fazer em washington memorial guerra

Memorial da Segunda Guerra é um bom ponto de descanso.

Museus Smithsonian

Outro destaque da região do National Mall é a quantidade de museus que você pode visitar. Só o Instituto Smithsonian tem 9 deles e o melhor: são todos gratuitos!

É claro que é impossível visitar todos eles em apenas um dia. Eu diria que não dá pra fazer isso nem em 3 dias, especialmente se você pretende ver todo o acervo com calma. Durante a minha viagem, eu passei com mais calma em dois deles: o de História Natural e o que fala da aviação e do espaço.

Vou fazer um pequeno resumo deles, mas sem esquecer de falar sobre os outros. Assim fica mais fácil decidir qual deles vai entrar na sua lista obrigatória de o que fazer em Washington. Se você quiser, uma boa alternativa é visitar o Centro de Visitantes, que fica em um castelo, para pegar todos os detalhes sobre os museus.

 

National Musem of Natural History

 

Ele é o mais visitado museu de história natural do mundo e há vários motivos para isso. O museu tem uma coleção incrível de 127 milhões de itens! Tem múmia do Egito, ossos de dinossauro, uma enorme coleção de animais e diversas áreas onde você pode conhecer um pouco da história do planeta e acompanhar a evolução do humano.

Ele é ideal para crianças, mas os adultos também podem se divertir e aprender muito por lá.

O prédio é enorme e é fácil perder algumas horas do seu dia apenas neste museu. Recentemente, foi inaugurada uma nova lanchonete, que pode ser uma boa opção para um lanche rápido.

O Museu de História Natural abre todos os dias, das 10h às 17h30, mas tem horários estendidos ao longo do verão. O endereço é a esquina entre a Rua 10 e a Avenida da Constituição.

 

National Air and Space Museum

 

Pra mim, o museu mais legal de todo o National Mall. Quem gosta de história e se interessa por aviação vai ficar impressionado com a coleção deste museu. Tem um pouco de tudo, aeronaves históricas, usadas nas guerras ao redor do mundo, naves espaciais, réplicas de satélites…

Eu destaco a exibição que conta detalhes da viagem à Lua. Tem muito material interessante e dá pra conhecer bem a história de uma aventuras mais incríveis da humanidade.

Para nós, brasileiros, só é desagradável ver o destaque os irmãos Wright (concorrentes de Santos Dumont) receberam do museu, mas faz parte, né?

O National Air and Space Museum está aberto ao público todos os dias (menos no Natal), das 10h às 17h30. Ele está passando por uma reforma prevista para durar 7 anos. O Museu fica na esquina da Rua 6 com a Avenida da Constituição.

 

National Museum of African American History and Culture

 

Esse é o único museu dos Estados Unidos dedicado exclusivamente à história e à cultura dos afro-americanos. Tem exibições que falam sobre a escravidão, a luta pelos direitos civis, mas também exaltam as contribuições dos negros para a história e a cultura do país.

São cerca de 37 mil itens no Museu, que abre todos os dias, menos no dia 25 de dezembro, das 10h às 17h30. Antes das 13h e nos fins de semana, é preciso pedir um passe online neste site. O endereço é Avenida da Constituição, 1400.

 

National Museum of the American Indian

 

Esse museu é dedicado a contar a história dos índios das Américas do Norte, Central e Sul. O prédio em si já é uma atração, com suas paredes cheias de curvas.

Ele foi elaborado com a contribuição de tribos de todo o continente e a direção do museu diz que a visita em novembro é interessante porque este é o mês que celebra a cultura indígena nos Estados Unidos.

O National Museum of the American Indian fica na esquina entre a Rua 4 e a Avenida da Constituição e abre todos os dias (menos no Natal), das 10h às 17h30.

 

National Museum of American History

 

Com mais de 3 milhões de objetos que contam a história dos Estados Unidos, este museu é bastante popular em Washington. Entre eles, é possível encontrar a bandeira que inspirou a criação do Hino Nacional, o chapéu usado por Abraham Lincoln e até a cozinha da apresentadora de TV Julia Child.

O National Museum of American History só não abre no Natal e funciona das 10h às 17h30.

 

National Museum of African Art

 

Se você não conhece a África e está em Washington, este é o lugar. Neste museu, que tem cerca de 9 mil itens, você vai conhecer um pouco mais da cultura africana. Entre os objetos, estão artigos religiosos, instrumentos musicais e itens do Egito Antigo.

Este museu funciona todos os dias do ano, exceto 25 de dezembro, das 10h às 19h30. O endereço é Avenida da Independência, 950.

 

National Gallery of Art

 

Dividida em dois prédios, a National Gallery of Art tem uma grande coleção, passando por quadros, esculturas, gravuras e objetos. Entre os artistas conhecidos com obras expostas estão Leonardo da Vinci, Rembrandt, Rafael, Van Gogh e Monet. Além das obras de arte dentro do prédio, há um jardim de esculturas que se transforma em um ringue de patinação no gelo durante o inverno.

A National Gallery of Art fica na Avenida da Constituição entre as Ruas 3 e 9. O museu funciona todos os dias, menos no Natal e no dia 1 de Janeiro. De segunda a sábado, das 10h às 17h. Aos domingos, das 11h às 18h.

 

Hirshhorn Museum

 

Este museu tem uma boa coleção de arte moderna e contemporânea, inclusive com obras de Pablo Picasso e Yoko Ono. O Hirshhorn fica na esquina entre a Rua 7 e a Avenida da Constituição e abre todos os dias, exceto 25 de dezembro, das 10h às 17h30.

 

Newseum

Um dos melhores museus que já visitei. Ele se dedica a mostrar o trabalho da imprensa e tem diversas exposições interessantes mostrando o desafio enfrentado por esses profissionais na hora de contar uma história.

Um destaque é a exibição sobre o ataque ao World Trade Center. Um pedaço da antena de um dos prédios está lá e um vídeo conta como os repórteres encararam a tarefa de mostrar todos os detalhes da tragédia.

Logo na entrada, é possível ver capas de jornal de vários países do mundo. Lá dentro, capas históricas também estão em exposição. É um prato cheio para quem gosta de história e de jornalismo.

Não perca os pequenos filmes exibidos nas 15 salas dentro do museu. Se você tiver tempo, dá pra ficar horas apenas conhecendo melhor o trabalho dos jornalistas.

O Newseum funciona todos os dias, menos no Dia de Ação de Graças e no Natal. De segunda a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 10h às 17h. O endereço é Avenida Pensilvânia, 555. O ingresso para adultos custa US$ 24,75 (R$ 95,75) mais os impostos.

 

Suprema Corte

Para completar o seu passeio pelo National Mall, visite a sede da Suprema Corte dos Estados Unidos. É um prédio simples, mas muito simbólico e sempre há movimento de jornalistas, advogados e manifestantes. O prédio está aberto ao público de segunda a sexta, das 09h às 16h30, menos nos feriados nacionais. O endereço é Rua 1, número 1.

Biblioteca do Congresso

É a instituição cultural mais antiga dos Estados Unidos e possui o maior acervo de livros de todo o planeta. A Biblioteca do Congresso já foi palco de vários filmes e pode ser uma visita interessante para quem tem mais tempo na capital dos Estados Unidos.

A Biblioteca do Congresso funciona de segunda à sábado, das 08h30 às 16h30. Ela não abre no Natal, no Dia de Ação de Graças e no Ano Novo. O endereço é Rua 1, 10.

Futebol Americano

Um dos meus dias em Washington foi usado para acompanhar uma partida de futebol americano no estádio do Washington Redskins. Eu falo mais sobre esta experiência neste post.

Washington: montando seu roteiro

Como disse no começo do post, a capital americana tem muitas atrações históricas e artísticas e decidir o que fazer em Washington não é moleza. E a pergunta mais difícil que você terá que se fazer é “quantos dias ficar em Washington?” Se você tiver mais tempo, vai conseguir aproveitar melhor todos os museus e ainda conhecer um pouco mais da capital americana que não está no centro.

Mas se você tiver pouco tempo, dá pra circular por vários locais. Vou montar duas opções de roteiro por aqui.

O que fazer em Washington: roteiro de 1 dia

Aqui não tem muitas alternativas. Para decidir o que fazer em Washington em 1 dia não tem alternativa: é gastar as pernas e circular por toda a área do National Mall. Pela minha experiência, eu sugiro começar pela Casa Branca e depois passear por todo o complexo a partir do Memorial de Lincoln.

A ideia é ir “subindo” o National Mall, passando pelos Memoriais de Guerra, pelos Smithsonians (escolha um que mais lhe agrade pra entrar e conhecer a coleção), o Capitólio e os prédios da Suprema Corte e da Biblioteca do Congresso.

Se você tiver disposição e quiser abrir um pouco o mapa, visite o Memorial de Jefferson e o de Martin Luther King, que ficam um pouco mais distantes, mas ainda dentro do National Mall.

Mas é preciso se preparar para andar bastante. Não há circulação de carros dentro do National Mall e  cumprir toda sua longa lista de o que fazer em Washington em apenas um dia vai ser cansativo, não vai ter jeito. Se estiver calor, use as lanchonetes espalhadas para se hidratar e comer algum lanche rápido. Outra alternativa é lanchar nos cafés que ficam dentro dos museus.

o que fazer em washington memorial coreia

Estátuas lembram os soldados mortos na Guerra da Coréia.

O que fazer em Washington: roteiro de 3 dias

Com 3 dias, já é possível explorar um pouco melhor os museus e não forçar tanto as pernas nas caminhadas pelo National Mall. Ou seja, você consegue ticar a sua listinha de o que fazer em Washington com mais calma. Vou separar as atrações por ordem geográfica. Desse jeito, fica menos cansativo.

Dia 1 – Casa Branca e Memorial de Lincoln

Esse é o dia de conhecer a área mais a oeste do National Mall e também a Casa Branca. A primeira parada é a residência oficial do presidente dos Estados Unidos. E essa decisão é meramente logística porque ela fica próxima de pontos de ônibus e do metrô.

Depois, a ideia é circular pela área do National Mall com o Memorial de Lincoln, os memoriais de guerra e que lembra Martin Luther King Junior. Depois disso, pare pra almoçar nos food trucks que ficam espalhados pelo complexo e descanse um pouco. Durante a tarde, passe pelo Monumento à Washington e pelos Memoriais de Jefferson e Franklin Delano Roosevelt.

Dia 2 – Museus Smithsonian

Se você gosta de museus, aproveite este dia para visitar o complexo do Instituto Smithsonian. São muitos museus e você não terá tempo de ver todos com calma, mas dá pra visitar os que mais te interessam com tranquilidade.

Para chegar lá, use o metrô e desça na estação Smithsonian. Assim, você poupa um pouco das pernas para poder caminhar bastante dentro dos museus.

Almoce ou faça um lanche rápido nos cafés que ficam dentro dos museus.

o que fazer em washington museu aviao

O Smithsonian tem um museu dedicado à aviação e ao espaço.

Dia 3 – Capitólio, Newseum e Biblioteca do Congresso

Use o metrô e desça na estação Capitol South. Comece o dia fazendo um tour pelo Capitólio. Depois, passeie na Biblioteca do Congresso e passe na Suprema Corte dos Estados Unidos.

Você pode aproveitar para almoçar depois desses passeios. A minha sugestão é encerrar o a sua lista de o que fazer em Washington no Newseum. Se você for jornalista ou gostar muito de jornalismo, recomendo que você separe a tarde toda para visitar o museu.

O que fazer em Washington no inverno

A sua lista de o que fazer em Washington não precisa sofrer muitas alterações por causa do inverno em Washington.

A sugestão que eu faço é que você inclua o passeio ao jardim de esculturas da National Gallery porque lá é montado um ringue de patinação no gelo.

Só se prepare para enfrentar o frio. Use e abuse dos casacos e meias. Outra alternativa é reduzir o tempo nas atrações a céu aberto e investir nos museus.

O que fazer em Washington com chuva

Se você vai conhecer Washington, fique de olho na previsão do tempo. Se em algum dia a chance de chuva for maior, aproveite esta oportunidade para conhecer o item “coberto” da sua lista de o que fazer em Washington: os museus!

Com isso, você pode usar os dias com céu mais claro para visitar as atrações a céu aberto.

Onde ficar em Washington

Eu fiquei no Highroad Hostel DC, que fica na Belmont Road, no bairro de Dupont Circle. Esse hostel fica na zona noroeste de Washington, considerada uma das regiões mais interessantes da cidade, com muitos bares, restaurantes e escritórios.

O Highroad fica na esquina com a 18th Street, que tem, literalmente, dezenas de restaurantes. Tem comida americana, bares, comida mexicana e até comida da Etiópia. É uma ótima opção para comer e se divertir sem gastar com táxi na noite da capital americana. Vou falar mais sobre onde comer um pouco mais abaixo.

O hostel é muito bem cuidado e tem bons quartos e banheiros (todos compartilhados). Mesmo assim, não tive problemas para encontrar um banheiro livre sempre que precisei.

O hostel também tem uma grande cozinha e uma geladeira para você guardar suas compras. A área de convivência também é bem legal, com uma grande televisão e mesas para os hóspedes conversarem.

Onde comer em Washington

Não tive muito tempo para experimentar muitos restaurantes em Washington. Em um dos dias, lanchei na casa de amigos e a grana já estava apertada porque estava no fim da viagem.

Se você se hospedar em Dupont Circle e quer tomar um café da manhã no estilo americano, recomendo o The Diner.

Ele funciona 24 horas por dia e serve todo o tipo de comida. Fiz um lanche por lá na minha primeira noite e o hamburguer estava bem gostoso.

Mas o destaque mesmo é o café da manhã. Comi ovos mexidos, bacon, torradas e panquecas com maple syrup. A porção é muito bem servida e é possível dividir entre 2 pessoas com menos fome. Também tomei um chocolate quente. Tudo isso custou US$ 23 (R$ 88,98) já com a gorjeta.

Outro lugar onde comi foi no National Mall, onde aproveitei os food trucks. Os preços e os cardápios variam muito, mas eles são as melhores alternativas para um lanche rápido e não tão caro durante o passeio pelo complexo.

o que fazer em washington comida

Café da manhã reforçado servido no The Diner.

Como circular em Washington

O transporte público em Washington funciona razoavelmente bem, mas ele não chega a todos os pontos da cidade, muito por medidas de segurança. Como a cidade tem muitas áreas sensíveis do governo, o metrô não circula dentro do National Mall, que é enorme. Mesmo assim, é possível montar um roteiro usando o transporte público como principal meio de locomoção.

Transporte Público em Washington

A melhor maneira de usar o transporte é comprar um cartão SmartTrip nas estações de metrô. Ele custa US$ 10 (R$ 38,68) e você pode colocar crédito nele para andar de metrô e ônibus. Se você der sorte (foi meu caso), o seu hostel pode te emprestar um desses cartões e você economiza.

Um problema é que o metrô cobra pelo tamanho do trajeto. Com isso, fica mais difícil calcular quanto você vai gastar com transporte ao longo da viagem. Isso vai depender de onde você vai se hospedar e o que você vai visitar. Uma passagem de ônibus custa US$ 2 (R$ 7,73). Você pode saber mais sobre o transporte público de Washington neste site.

o que fazer em washington metro

O transporte público é o melhor jeito de andar em Washington. Foto: Guilherme Calil.

Táxi e Aluguel de Carro em Washington

Se você quiser usar um táxi, prepare o bolso. A corrida não é barata por lá. Eu usei apenas uma vez porque estava chovendo e gastei US$ 17 (R$ 65,77) para sair das imediações do Museu de História Natural até o meu hostel, um percurso de uns 15 minutos.

Alugar um carro não é uma boa opção. As áreas de estacionamento são raras e muito disputadas e isso faz com que os preços fiquem nas alturas. Muitas pessoas moram perto de Washington não usam o carro para ir ao trabalho por causa disso.

Para ir ao aeroporto de Dulles, preferi contratar um Shuttle porque a viagem no transporte público exigiria muitas baldeações e demoraria um tempo razoável.

 

De ônibus Hop-on Hop Off

A capital americana também é servida de ônibus naquele estilo hop-on hop-off, de roteiro circular por atrações turísticas, com várias paradas e entradas ilimitadas. O bilhete custa US$ 49 para 1 dia por pessoa ou US$ 50,20 para dois dias (incluindo aí entrada para Museu Madame Tussauds). Ele para em várias dos pontos turísticos que mencionei acima.

 

De Segway

Para não cansar tanto andando, outra alternativa é fazer um tour guiado pelo National Mall de segway, aquele “andador” motorizado. Ele custa US$ 60 mas dura só 2,5 horas. Ou seja, é apenas para quem tem muito pouco tempo e quer ter apenas uma visão geral.

 

De bicicleta

Outra forma de gastar menos as pernas é fazer um tour guiado de bicicleta. Com duração de 3,5h e ao custo de US$ 39, ele passa por vários dos itens da sua lista de o que fazer em Washington.

 

Leia também:

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Adelia
    29 jul 2019

    Olá Marcelle,
    Adorei a dica do tour guiado pelo National Mall de segway.
    Deve ser bem divertido!

    • 29 jul 2019

      Oi, Adelia, quando você experimentar o tour, passe aqui para nos dizer o que achou!
      Abs,
      Marcelle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *