Onde ficar no Rio de Janeiro: que bairros são melhores e seguros?

postado por Marcelle Ribeiro e publicado em 03/02/2022

Escolher onde ficar no Rio de Janeiro não é uma tarefa tão simples quanto parece. Há um enorme número de hotéis, mas você sabe quais os melhores bairros do Rio de Janeiro? Vou te ajudar.

Se você vai para turistar, ficar próximo aos principais pontos turísticos pode fazer toda a diferença. Algumas atrações, como o Cristo Redentor, não são perto do metrô, mas contam com integrações que levam até o destino. Apesar do metrô não cobrir a cidade toda, ele costuma levar às principais praias e pontos turísticos. Geralmente, as regiões do Rio de Janeiro que ficam no entorno das estações costumam ser mais movimentadas e, consequentemente, mais seguras.

Além disso, alguns bairros são mais seguros do que outros. E a cidade é enorme. De Uber, uma viagem da Barra da Tijuca ao Centro pode custar R$ 70 e até o Cristo fica por cerca de R$ 60. Confira abaixo o índice desse post!

Principais regiões do Rio
Mapa dos bairros do Rio
Onde ficar com segurança
Primeira vez no Rio: onde ficar
Melhor praia para se hospedar
É importante ficar perto do metrô?
Bairros da Zona Sul
Bairro a bairro: Zona Oeste
Bairros da região Central

praia ipanema onde ficar no rio de janeiro

Praia de Ipanema. Foto: Marcelle Ribeiro.

Principais regiões do Rio de Janeiro

Ao decidir onde ficar no Rio de Janeiro é importante saber que a cidade é dividida em zonas: Sul, Norte, Centro e Oeste.

A maior parte das atrações turísticas, como o Cristo e o Pão de Açúcar, e hotéis fica na Zona Sul. Mas a região é bem grande, com quase 20 bairros e nem todos têm praias próprias para banho.

De qualquer forma, se você vem pela primeira vez ao Rio ou vai passar poucos dias, vale a pena se hospedar na Zona Sul. Além de mais segura, você pode andar a pé, de bicicleta, de transporte público ou pedir um carro por aplicativo facilmente. Os bairros da Zona Sul são: Ipanema, Botafogo, Catete‎, Copacabana, Lagoa, Flamengo, Gávea, Glória, Humaitá, Jardim Botânico, Laranjeiras, Leme, Urca‎, Cosme Velho, São Conrado, Santa Teresa e Leblon.

Já a Zona Oeste, a maior em extensão territorial, fica mais afastada dos principais pontos turísticos, mas tem muitos hotéis, como nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Barra de Guaratiba. A região tem boas praias, que costumam ficar mais vazias do que as da Zona Sul. A desvantagem está na menor oferta de transporte.

piscina hotel copacabana onde ficar no rio de janeiro

Piscina de hotel em Copacabana. Foto: Booking.

E o Centro e a Zona Norte?

O Centro é onde fica a parte histórica, museus, espaços culturais, comércio barato e boemia. Conhecer a região leva de um a dois dias. Por isso, você não precisa ficar necessariamente hospedado lá.

A área acaba valendo a pena para quem viaja a negócios, pois fica próxima de muitas empresas. A oferta de transporte é vasta. Além disso, os hotéis pelo Centro são mais baratos. Contudo, andar à noite por lá pode ser bem perigoso.

Por fim, a Zona Norte é bem tradicional na cidade, mas não tem praia e nem muitos pontos turísticos. O destaque é o estádio do Maracanã, na região do bairro da Tijuca. Por isso, há menos hotéis. Então, quando for escolher onde ficar no Rio de Janeiro, prefira outras áreas.

E onde tem favelas? Elas estão por toda parte, inclusive nos bairros chiques da Zona Sul. Algumas são mais tranquilas do que outras.

Bairros do Rio de Janeiro Mapa

A seguir um mapa com os principais bairros do Rio de Janeiro para um turista, separados por cores:

  • Laranja: Zona Oeste.
  • Roxo: Zona Sul.
  • Verde: Região Central.
  • Vermelho: Zona Norte.

Onde ficar no Rio de Janeiro com segurança

Se você quer bairros seguros no Rio de Janeiro, procure hospedagens na Zona Sul ou na Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. Claro, você nunca estará 100% seguro em uma capital como o Rio e existem bairros até na área nobre que não são tão seguros, como Santa Teresa (sobretudo à noite) e Catete. Mas, em comparação com o Centro, por exemplo, a Zona Sul geralmente é mais tranquila.

Apesar do policiamento, em Copacabana os turistas costumam ser mais visados por criminosos. Outro bairro para ficar atento é a Lapa. A região com os famosos Arcos é muito agitada à noite, principalmente aos finais de semana, mas costuma ter bastante assalto.

Primeira vez no Rio de Janeiro Onde ficar:

Se você vem pela primeira vez para turistar e pode pagar um pouco mais, o melhor lugar onde ficar no Rio de Janeiro é Ipanema. Além da praia linda e boa para banho, o bairro é um dos mais seguros da cidade e tem bastante opção de transporte, lojas, restaurantes e vida noturna.

Se você vem a turismo, mas quer economizar na hospedagem, vale a pena ficar em Copacabana. O famoso bairro não é tão caro quanto Ipanema e Leblon, tem muita opção de comércio, transporte e praia própria para banho. Uma dica é escolher um hotel em Copacabana mas já bem perto de Ipanema, como o Atlantis Copacabana Hotel.

Agora, se você está fazendo uma viagem rápida ou vem para o Rio a negócios, o Centro é uma boa alternativa, já que concentra muitas empresas.

quarto hotel atlantis copacabana

Hotel Atlantis Copacabana, quase em Ipanema. Foto: Booking.

Melhor praia pra ficar no Rio de Janeiro:

Segue na ordem da minha preferência, levando em conta como principal fator a beleza da orla e a estrutura na faixa de areia. Para ter mais detalhes, leia o post sobre as praias do Rio de Janeiro. Em todas elas é fácil alugar cadeira, guarda-sol, beber e petiscar.

1º – Ipanema:

Uma das melhores praias do Rio, com um visual incrível para o Morro Dois Irmãos e um pôr do sol de tirar o fôlego. É o melhor lugar onde ficar no Rio de Janeiro na minha opinião.

A praia é extensa e cada trecho dela é frequentado por um público completamente diferente. Tem o point das crianças, o do público LGBTQIA+, o do pessoal mais jovem e descolado, o das famílias… Há quiosques charmosos no calçadão e outros mais simples.

2º – Leme:

Ampla, com mar muito bom para banho e muito frequentada por jovens e famílias. Costuma estar mais vazia que Ipanema. Também está entre os melhores bairros onde ficar no Rio de Janeiro.

3º – Barra da Tijuca:

Praia extensa cercada de condomínios de alto padrão e com mar geralmente agitado. Assim como Ipanema, a praia da Barra também tem vários points com públicos diferentes.

4º – Recreio:

Com areia extensa, é boa para banho e bastante frequentada aos finais de semana. Também conta com outras ótimas praias nos arredores, como a Prainha e Grumari.

5º – Leblon:

Vizinha de Ipanema, costuma atrair turistas na ponta direita da praia, altura do Posto 12, pelas ondas grandes. No entanto, não são todas as áreas da praia que tem ondas fortes. Porém, muitas vezes a água do mar não está própria pra banho. Atrai muitas famílias.

6º – Copacabana:

Dona do famoso Calçadão com pedras portuguesas e palco da maior festa de Ano Novo do país, Copacabana é muito frequentada por turistas e moradores da região.

praia de copcabana

Praia de Copacabana. Foto: Marcelle Ribeiro.

É importante ficar perto do metrô?

Na hora de escolher onde ficar no Rio de Janeiro, precisa mesmo ser perto do metrô?

Estar perto de uma estação ajuda, principalmente se você quer conhecer praias famosas como Ipanema e Copacabana ou fazer um tour pelo Centro.

Confira as estações de metrô disponíveis nos principais bairros para você se hospedar no Rio:

  • Centro: Cinelândia, Carioca, Uruguaiana, Presidente Vargas, Central, Praça Onze
  • Glória: Glória
  • Catete: Catete, Largo do Machado
  • Flamengo: Flamengo
  • Botafogo: Botafogo
  • Copacabana: Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos, Cantagalo
  • Ipanema: General Osório, Nossa Senhora da Paz
  • Leblon: Jardim de Alah, Antero de Quental
  • São Conrado: São Conrado
  • Barra da Tijuca: Jardim Oceânico
centro prédios onde ficar no rio de janeiro

Centro do Rio. Foto: Alexandre Macieira | Riotur.

Onde ficar no Rio de Janeiro – Zona Sul (pins roxos no mapa)

Para selecionar os melhores lugares para se hospedar no Rio de Janeiro, usei como base valores de quarto duplo para um final de semana comum (fora de férias e feriados) em março de 2022. São esses os preços que aparecem entre parênteses após o nome de cada hospedagem. Todos os hotéis têm nota de pelo menos 8 no Booking.

Ipanema

Além de ter uma excelente praia, é o bairro mais badalado do Rio de Janeiro, com uma vida noturna agitada, muitas e excelentes lojas e ótimos restaurantes. É considerado um bairro de classe A, então o custo de tudo é mais caro. É um bairro bem seguro.

Ipanema tem duas estações de metrô: General Osório e Nossa Senhora da Paz. Como na maior parte da cidade, o bairro também tem uma favela, localizada no morro do Cantagalo.

Se você busca onde ficar no Rio de Janeiro bom e barato a dica é o Ipanema Beach House (R$ 264).

Alguns hotéis que parecem bons: Arena Ipanema Hotel (R$ 643), Mar Ipanema Hotel (R$ 745) e Ipanema Inn Hotel (R$ 768).

Outros mais luxuosos são o Sol Ipanema Hotel (R$ 891), o Hotel Arpoador (R$ 1.028) e o Hotel Fasano (R$ 2.443), que já hospedou celebridades internacionais.

piscina praia ipanema onde ficar no rio de janeiro

Hotel Sol Ipanema e praia de Ipanema. Foto: Booking.

Copacabana

Para muitas pessoas Copacabana é o melhor bairro para se hospedar no Rio de Janeiro e, além da famosa praia, conta com uma grande oferta de lojas, comércio, bons restaurantes e bares.

No entanto, pela grande presença de turistas, é importante ficar atento à segurança. O bairro também possui quatro favelas: Pavão Pavãozinho, Cantagalo, Morro dos Cabritos e Ladeira dos Tabajaras. Copacabana tem três estações de metrô: Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo.

Se você busca lugares baratos para se hospedar no Rio de Janeiro e quer ficar em Copacabana as dicas são:

Por um bom custo x benefício, você pode escolher um desses abaixo:

Um dos hotéis mais luxuosos onde ficar no Rio de Janeiro é o Copacabana Palace (R$ 2.486). Veja como é passar uma noite lá.

praia copacabana onde ficar no rio de janeiro

Praia de Copacabana. Foto: Alexandre Macieira | Riotur.

Leblon

Lojas, restaurantes finos e, claro, a praia, fazem parte das principais atrações por lá. Com duas estações de metrô disponíveis, Jardim de Alah e Antero de Quental, o bairro é bastante seguro, tem boas alternativas de transporte e muitas ciclovias.

Algumas dicas de onde ficar no Rio de Janeiro para quem prefere o Leblon são o Im Hostel RJ (R$ 275) e o Brazilodge All Suites Leblon (R$ 353).

Para quem busca algo mais luxuoso, o Ritz Leblon (R$ 921) é uma opção interessante. E se você quer um hotel no Rio de Janeiro em frente à praia, veja o JANEIRO Hotel (R$ 1.666).

praia leblon onde ficar no rio de janeiro

Praia do Leblon. Foto: Pedro Kirilos | Riotur.

Leme

O Leme é um dos melhores bairros para ficar no Rio de Janeiro por conta da tranquilidade da região. Com uma belíssima praia, ele é pequeno e bastante familiar. A vida noturna se resume aos poucos restaurantes da orla. Também não se destaca pelo comércio. Fica bem colado em Copacabana.

Não há estações de metrô no Leme (a mais próxima é a Cardeal Arcoverde, em Copacabana). As favelas do bairro, Babilônia e Chapéu Mangueira, são muito conhecidas pela vista.

Evite se hospedar na Avenida Princesa Isabel, onde assaltos e prostituição são comuns. Apesar disso, de maneira geral, o bairro é seguro.

Se você procura hospedagens com um bom custo x benefício, veja os hotéis abaixo:

Porém, se você busca um dos melhores lugares para se hospedar no Rio de Janeiro confira o Hilton do Leme, que tem diárias a partir de R$ 698.

praia leme onde ficar no rio de janeiro

Praia do Leme vista do Forte do Leme. Foto: Marcelle Ribeiro.

Botafogo

Botafogo tem muitos bares, restaurantes e comércio, além de uma estação de metrô. A praia não é própria para banho e nem muito segura pra caminhar. Tampouco há pontos turísticos no bairro. A vantagem é ser um bairro de “passagem”, já que a partir dele é fácil e rápido chegar a vários pontos da cidade.

A favela Santa Marta fica no bairro, mas não é muito comum haver confrontos por lá.

Entre as opções de hospedagem barata em Botafogo confira:

Já as hospedagens com bom custo x benefício são o Novotel Praia de Botafogo (R$ 555) e o Yoo2 Rio de Janeiro by Intercity (R$ 647).

hotel praia botafogo onde ficar no rio de janeiro

Hotel Yoo2 e vista da praia de Botafogo. Foto: Booking.

Laranjeiras e Cosme Velho

Laranjeiras e Cosme Velho são regiões vizinhas que têm como atrações o Cristo Redentor e o Parque Guinle. Os bairros não possuem metrô perto, mas atraem visitantes pela tranquilidade e pelo visual.

Essas regiões são uma boa dica de onde se hospedar no Rio de Janeiro com segurança.

Se você está buscando hostel, veja o Hotel e Hostel Rio Laranjeiras (R$ 170).

Para quem busca hotel bom e barato no Rio de Janeiro, a região conta com o Villa 25 (R$ 227).

Para um bom custo x benefício, há o Rio Boutique Suites (R$ 600).

parque guinle onde ficar no rio de janeiro

Parque Guinle, atração de Laranjeiras. Foto: Marcelle Ribeiro.

Flamengo

O Flamengo é outra boa opção de onde ficar no Rio de Janeiro. A praia não é própria para banho, mas o Aterro do Flamengo é um excelente lugar para passear e praticar esportes durante o dia. Contudo, ele fica perigoso à noite.

Além disso, dá para apreciar o belo visual dos morros da Urca e do Pão de Açúcar, além da Baía de Guanabara.

O bairro tem metrô e transporte para vários locais da cidade. A vida noturna não é o ponto forte, porém, existem locais como a praça São Salvador que são famosos por receber jovens, além de alguns restaurantes.

A principal favela do bairro é o Morro Azul, mas a comunidade costuma ser pacífica.

Se você busca por hotéis bons e baratos no Rio de Janeiro, o Flamengo pode ser o seu lugar. Entre as alternativas disponíveis por menos de R$ 300 no bairro estão:

Mas se você procura um hotel com piscina, tente o Windsor Flórida (R$ 398).

aterro flamengo onde ficar no rio de janeiro

Aterro do Flamengo. Foto: Alexandre Macieira | RioTur

Catete e Largo do Machado

Catete e Largo do Machado têm como principais atrações o Aterro do Flamengo e o Museu da República. Apesar de não serem bairros muito perigosos, é preciso ficar atento à noite. Há muitos moradores de rua. Existem estações de metrô nos dois bairros e uma favela, a Tavares Bastos.

Ficar aqui pode ser uma alternativa para quem está pensando em ficar no Centro, porque é próximo e mais seguro e movimentado. Prefira o Largo do Machado ao Catete, pois há alguns restaurantes por ali, além de sala de cinema e comércio.

Entre os hotéis baratos no Rio de Janeiro localizados no Catete ou Largo do Machado estão o Royal Regency Palace Hotel (R$ 246) e o Riale Imperial Flamengo (R$ 288). Uma dica com bom custo benefício é o Petit Rio Hotel (R$ 465).

piscina hotel riale imperial

Hotel Riale Imperial. Foto: Booking

Santa Teresa

Santa Teresa fica no alto da cidade e tem uma vista panorâmica da cidade toda. No entanto, tem muita ruas (ladeiras) desertas, mesmo de dia. Não é dos bairros mais seguros, até por que é cercado de comunidades em constante confronto.

A área mais movimentada é a do Largo dos Guimarães, que tem restaurantes, ateliês e lojas coloridas. É um ponto que enche no Carnaval.

O transporte é bem complicado na região, sem metrô e com pouquíssimas linhas de ônibus. Além disso, é difícil achar carro de aplicativo. O bondinho de Santa Teresa é uma das atrações, mas não conte com ele para transporte de fato, porque nem sempre está funcionando e demora.

Além do bondinho (não confundir com o Bondinho do Pão de Açúcar), as atrações são o Parque das Ruínas (onde tem a vista linda da cidade) e o Museu da Chácara do Céu, que não é tão interessante.

Santa Teresa tem uma aura de “lugar charmoso”, mas acho que há outros lugares melhores onde ficar no Rio de Janeiro.

Contudo, se você resolver ficar lá mesmo assim, dê uma olhada nestas hospedagens:

bondinho santa teresa onde ficar no rio de janeiro

Bondinho de Santa Teresa. Foto: Marcelle Ribeiro.

São Conrado

Em São Conrado fica o acesso à Pedra Bonita, onde tem uma trilha para ver uma vista linda de boa parte das praias e lagoas da cidade. Entretanto, a praia de São Conrado propriamente dita normalmente está imprópria pra banho.

O bairro tem ainda um shopping de alto padrão com cinema e teatros, mas a vida noturna não é animada. Há poucos restaurantes. Por lá fica a maior favela do Brasil, a Rocinha, onde conflitos são comuns. Além disso, o bairro também conta com uma estação de metrô.

O bairro não está na minha lista de melhores onde ficar no Rio de Janeiro. No entanto, se você optar por ficar por lá, cheque essas hospedagens:

praia são conrado onde ficar no rio de janeiro

Praia de São Conrado. Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Onde ficar no Rio de Janeiro – Zona Oeste (pins laranjas):

Barra da Tijuca

Também chamada apenas de Barra pelos cariocas, o bairro é certamente uma boa dica sobre onde ficar no Rio de Janeiro. Porém, é importante não confundir com a Tijuca, outro bairro do Rio, mas que fica na Zona Norte.

Além da praia, que é boa pra banho, a região conta com muitos shoppings, restaurantes, comércio e boates famosas. Contudo, saiba que é um bairro feito para andar de carro, já que é muito extenso. O metrô acessa apenas o início da Barra, na estação Jardim Oceânico.

Além disso, assaltos são comuns nos sinais de trânsito e nas vias com poucos pedestres. Por isso, é preciso tomar cuidado com a segurança se for caminhar.

A parte mais fácil para pedestres é a do “Jardim Oceânico”, que tem comércio perto, prédios baixos e bons restaurantes.

Se você veio para a cidade para participar de um dos muitos eventos que acontecem nos hotéis e espaços da Barra, esta é uma ótima opção de onde ficar no Rio de Janeiro. Já se você veio turistar, mas já conhece outras regiões da cidade, o bairro também é uma boa, pois há muito o que fazer na Barra da Tijuca. Entre as atrações estão parques, a praia, shoppings, pista de patins no gelo, boliche, cinemas e teatros.

praia barra da tijuca onde ficar no rio de janeiro

Praia da Barra da Tijuca. Foto: Alexandre Macieira | Riotur.

Hospedagem na Barra

Se você busca hospedagem no Rio de Janeiro pela Barra e não quer gastar muito, confira o Room Office & Beach Guest House (R$ 237) e o Ibis Barra da Tijuca (R$ 261).

Entre as opções com um bom custo x benefício há o Novotel Barra (R$ 438) e o Lagheto Stilo Barra Rio (R$ 442).

Agora, se você está procurando hospedagens mais luxuosas, confira o LSH by Own (R$ 884) e o Hilton Barra (R$ 905).

Recreio dos Bandeirantes

O bairro é um dos principais destinos de quem procura praias mais vazias ou para surfar, como a do Recreio, Prainha e Grumari.

No Recreio ficam locais como o Parque Olímpico, Jeunesse Arena e Riocentro. Ou seja, se você veio à cidade para um dos grandes eventos nestes locais, o Recreio é uma boa opção onde ficar no Rio de Janeiro.

Com muitos condomínios de luxo, não costuma ser um bairro perigoso, mas também não é o melhor para andar a pé. O Recreio é um bairro feito para andar de carro, com pouca opção de transporte público, construções espaçadas entre si e sem estação de metrô.

Se você busca hospedagens baratas no Rio de Janeiro pelo Recreio, veja o KS Beach Hotel (R$ 275) e o Surf Club Longboard Paradise Hostel (R$ 317).

Agora, se você está atrás de mais conforto por um bom custo x benefício, indicamos o Ramada by Wyndham Recreio (R$ 500) e o CDesign Hotel (R$ 594).

praia recreio bandeirantes onde ficar no rio de janeiro

Praia do Recreio. Foto:  Ricardo Zerrener | Riotur

Onde ficar no Rio de Janeiro – Região Central (pins verdes):

Lapa

A Lapa é um bairro conhecido pela vida noturna. Casas de show famosas como o Circo Voador e Fundição Progresso ficam por lá, além de boates, casas de samba e uma imensidão de bares. O bairro fica próximo da estação do metrô Cinelândia e muitos ônibus passam pela região. Nele também ficam os famosos Arcos da Lapa e a coloridíssima Escadaria Selarón.

No entanto, costuma ser um lugar perigoso de dia (quando as ruas têm pouco movimento) e de noite. Por isso, não recomendo muito para quem busca onde ficar no Rio de Janeiro.

Mas há quem se hospede na Lapa, atraído principalmente pelos baixos preços das diárias.

Para quem busca hotéis mais baratos no Rio de Janeiro e quer ficar na Lapa as dicas são:

Se você busca uma hospedagem com mais conforto e um bom custo x benefício, o Vila Galé Rio de Janeiro (R$ 450) pode te atender.

piscina hotel onde ficar no rio de janeiro

Hotel Vila Galé. Foto: Booking.

Centro

Se você vem a negócios e vai dormir apenas 1 ou 2 noites, o Centro é uma boa dica de onde ficar no Rio de Janeiro. Com comércio farto e muitos centros empresariais, o bairro tem uma vasta estrutura de transporte, com muitas estações de metrô, VLT e ônibus.

Perto da estação Cinelândia fica um dos principais aeroportos da cidade, o Santos Dumont, que tem hotéis bem próximos. Além disso, há muitos pontos turísticos no bairro, como igrejas centenárias, excelentes museus e prédios históricos importantes. Veja no post sobre o que fazer no centro do Rio de Janeiro.

No entanto, é preciso ficar atento com a segurança. Furtos e assaltos são comuns em ruas mais vazias. Evite a região à noite e aos finais de semana. Além disso, há muitos moradores de rua.

Entre as hospedagens baratas no Rio de Janeiro pelo Centro está o Ibis Santos Dumont (R$ 198).

Já as opções com um pouco mais de conforto e com um bom custo x benefício são:

igreja candelária onde ficar no centro do rio de janeiro

Igreja da Candelária, no Centro. Foto: Gustavo Calil.

Zona Portuária

A Zona Portuária (ou Porto Maravilha) é uma região recém revitalizada no Rio de Janeiro e que tem atraído muitas pessoas pelas opções culturais, como o Museu do Amanhã, Museu de Arte do Rio, Aquário Marinho e Praça Mauá. Abrange os bairros de Santo Cristo, Gamboa e Saúde.

No entanto, não descuide da segurança. Apesar do projeto de modernização do espaço e da criação de muitas moradias, o bairro não é tão povoado. Por isso, dos bairros onde ficar no Rio de Janeiro é um dos que tem menos opções de hospedagem. Se você precisar ficar por lá, vale a pena optar pelo Ibis Porto Atlântico (R$ 293).

museu do amanhã onde ficar no rio de janeiro

Museu do Amanhã, na Região Portuária. Foto: Marcelle Ribeiro.

Melhores bairros para se hospedar no Rio de Janeiro: Conclusão

Em conclusão, não faltam opções de onde ficar no Rio de Janeiro, mas a escolha vai variar muito de acordo com o objetivo da sua viagem.

Se você vem pela primeira vez, a Zona Sul é a melhor pedida. Vale a pena olhar hospedagens em Ipanema, Copacabana e Leblon. Além disso, os bairros também são uma boa pedida para quem quiser curtir praia direto, junto com Leme, Barra e Recreio.

Para quem já veio antes, a Barra pode ser uma opção bem confortável para ficar. Entretanto, se você vem a negócios, o ideal é ficar pelo Centro.

Contudo, se você não quer pensar muito sobre isso e prefere ficar em um hotel da rede Ibis, veja as unidades que selecionamos para você:

Leia mais:

Comentários

  1. Antônio Carlos de Souza
    10 fev 2022

    Que legal. Li tudo
    Otimo post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.