Restaurantes em El Calafate: Onde comer e quanto gastar por dia

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 30/12/2019

Quem busca onde comer em El Calafate (Argentina) vai logo perceber que um prato muito comum nos restaurantes desta região da Patagônia é o cordeiro na brasa. Na verdade, não só na brasa: tudo lá tem a ver com cordeiro. Pastinha de cordeiro, patê de cordeiro, sanduíche de cordeiro…rsrsrs. Mas se cordeiro não é a sua praia, fique tranquilo! Tem muitas outras opções de restaurantes em El Calafate também!

Quanto vou gastar em El Calafate com comida?

Eu recomendo você reservar uma média de cerca de 1300 pesos (US$ 22 ou R$ 92) por refeição (almoço ou jantar), para fazê-las com 1 entradinha simples, um prato principal e uma ou duas taças de vinho mediano (sem sobremesa). A refeição mais barata que fiz lá foi uma deliciosa massa num restaurante sem frescura com uma água mineral, que deu 540 pesos (US$ 9 ou R$ 39).

Eu gastei com comida em El Calafate uma média de 1998 pesos por dia (US$ 33,40 ou R$ 141), considerando almoço, jantar, água e lanches. Em 2 dias meu almoço foi um lanche no Parque Los Glaciares, não foi comida “de verdade”. Em todos os meus jantares bebi vinho. E o café da manhã estava incluído na diária do meu hotel. Além disso, o almoço de um dos 4 dias que passei lá estava incluído no valor do passeio, então ele não foi contabilizado nesta conta. Como eu comia bastante no almoço, quase não comi biscoitos ou doces durante o dia.

Se você quer comer mais barato que isso em El Calafate é possível! Para isso, basta comer uma pizza ou um lanche de noite, não pedir vinho ou mesmo fazer um sanduba com itens comprados no supermercado. Ah, e mesmo quando falamos de restaurantes mesmo, é possível achar onde comer barato em El Calafate, viu? Vou dar dicas!

Leia também: Onde ficar em El Calafate: centro ou outros bairros? 6 dicas imperdíveis

Cubiertos: comuns nos restaurantes em El Calafate

E já que estamos falando de custos com restaurantes em El Calafate, saiba que é comum na Argentina eles colocarem na mesa logo que você senta uma cestinha de pão com uma pastinha ou maionese ou manteiga. É o cubierto. Os restaurantes em El Calafate trazem isso sem mesmo você pedir e normalmente cobram por mesa. Mas nem sempre o cubierto é gostoso. Às vezes o pão não tá quentinho ou a pastinha é sem graça. Se você não quiser, basta dizer ao garçom assim que ele colocar na mesa, que ele retira e não cobra, sem problemas.

Pagar 10% de serviço na Argentina é tão comum como no Brasil. O valor já vem na conta em geral.

Ah, e muito importante: reserve o restaurante escolhido com pelo menos 1 dia de antecedência, porque muitos restaurantes de lá enchem rápido. Por isso, chegar na hora e achar uma mesa para jantar é super difícil!

restaurantes em el calafate cubiertos pão

Cubiertos = pão + patê, manteiga ou pastinha. Foto: Marcelle Ribeiro.

Restaurantes em El Calafate – Onde comer:

1 – Casimiro Biguá: o melhor dos restaurantes em El Calafate!

Entre os melhores restaurantes em El Calafate está o Casimiro Biguá. Foi a melhor carne que eu comi na Patagônia Argentina! Não é um restaurante barato, mas é maravilhoso. E super aconchegante.

Começamos com uma maravilhosa empanada frita de carne e vinho.  De principal, eu pedi bife de chorizo, que vem um pedação gigante! Tava muito saboroso e no ponto que eu queria, bem passado (pronto, me julguem! rsrssr). Eu, minha mãe e meu padrasto (que também pediram carne) ainda pedimos uma porção de batatas fritas e uma super saladona. Tudo muito gostoso! A conta deu 1833 pesos por pessoa (US$ 31 ou R$ 130).

Se você quer comer cordeiro patagônico, dizem que o Casimiro Biguá é um dos melhores restaurantes em El Calafate para comer. Eu não estava com vontade de cordeiro, mas deixo a dica. Aliás, saiba que há dois restaurantes Casimiro Biguá no centrinho da cidade, um pertinho do outro: na Avenida del Libertador 993 e 963. Além disso, tem esse mesmo restaurante em Ushuaia, outra cidade da Patagônia Argentina.

Nós conseguimos jantar lá sem fazer reserva.

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!
empanada casimiro bigua restaurantes em el calafate

Empanada do Casimiro Biguá. Foto: Marcelle Ribeiro.

restaurantes em el calafate casimiro bigua salada

Saladona do Casimiro Biguá: para 4!. Foto: Marcelle Ribeiro.

restaurantes em el calafate

Carne do Casimiro Biguá: uma delícia. Foto: Marcelle Ribeiro.

2 – La Lechuza

O La Lechuza é uma excelente dica de onde comer barato em El Calafate. Eu comi um delicioso ravioli de ricota temperada com molho bolonhesa que, além de bem servido, estava muito bom! Com uma água, e sem cubiertos, eu paguei 540 pesos (US$ 9 ou R$ 39). Lá também tem pizzas e outras opções além de massas.

O La Lechuza fica na Avenida Del Libertador 1301, no centrinho de El Calafate. Como eu fui almoçar (horário em que muitas pessoas estão fazendo passeios), e cheguei bem cedo, o restaurante estava com muitas mesas vagas.

La Lechuza massa restaurantes em el calafate

Capeleti do La Lechuza. Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – El Quincho

Um pouco mais afastado do centrinho de El Calafate o El Quincho é o restaurante da Estancia 25 de Mayo, uma fazenda que faz tours para quem quer saber como é um dia no campo na Patagônia Argentina. Eu fiz o tour Tarde no Campo com Cena Show, que começou umas 18h e às 20h teve o jantar e o show de danças típicas. Parece super turistão, né? Mas eu adorei. Achei o tour interessante, o show é curto e bonito e a comida estava boa. E como é possível ir apenas para jantar no El Quincho e assistir ao show, ele veio para a nossa lista de onde comer em El Calafate.

Quem faz só o jantar com show começa com uma bebida aperitivo, pães e pastinhas de beringela e em seguida uma empanada de carne. Depois, você pode se servir à vontade num buffet de saladas. Em seguida, eles servem uma tábua quente de pedaços de carnes como cordeiro, frango, morcilla (aquela linguiça de sangue típica da Argentina), chorizo, batatas rústicas e tomates assados.

Inicialmente achei a tábua pequena para nós 3, mas logo o garçom nos avisou que poderíamos pedir mais do que nós quiséssemos (sem custo adicional) e assim fizemos.

Garanta 20% de desconto no chip internacional para celular. Saia do Brasil já com internet. Clique aqui e use o cupom AISIM até 24/01.

De sobremesa, eu escolhi uma torta de maçã com sorvete entre as opções. Tudo isso custa 1600 pesos (US$ ), com transfer ida e volta incluídos. Não inclui bebidas.

É preciso reservar, porque eles servem a comida num horário específico.

empanada vinho el quincho restaurantes em el calafate

Entradinha: empanada e vinho. Foto: Marcelle Ribeiro.

carne el quincho restaurantes em el calafate

Carne com batata e tomate do El Quincho. Foto: Marcelle Ribeiro.

sobremesa el quincho restaurantes em el calafate

Sobremesa de maçã com sorvete no El Quincho. Foto: Marcelle Ribeiro.

4 – Nativos da Patagônia

Apesar de não ser exatamente um restaurante, o Nativos da Patagônia entra na nossa lista de onde comer em El Calafate porque é bom, é barato e é a única opção de comida para quem visita as passarelas do Glaciar Perito Moreno, no Parque Nacional Todos Los Glaciares (saiba tudo sobre como visitar o Glaciar Perito Moreno).

Eu provei empanadas de carne e de milho (70 pesos cada ou US$ 1,16 ou R$ 5) e estavam bem boas! O brownie (95 pesos, ou US$ 1,58 ou R$ 6,73) é grande e também é gostoso. Ele funciona no esquema sirva-se nas geladeiras e estufas, pague e sente. Como o parque está sempre cheio, as mesas são disputadas e a galera pega seu lanche e come nos banquinhos olhando a geleira. 😉

Além disso, o Nativos da Patagônia tem também saladas, friturinhas (nuggets, batata frita smiles), e comidas em caixinhas, além de café com monte de opção de sobremesa e snacks. Um lanche lá que matou a minha fome na hora do almoço (empanada + batata Lays + água e brownie) deu 355 pesos (US$ 6 ou R$ 25).

5 – La Tablita

Outro dos mais famosos dos restaurantes de El Calafate para comer cordeiro, o La Tablita foi aprovado por minha mãe  e meu padrasto. Olhando a foto a carne parece crua, mas eles disseram que não estava não e que estava muito boa! Com acompanhamento e vinho, deu 1520 pesos por pessoa (US$ 26 ou R$ 107).

O La Tablita fica na Cnel Rosales, 28, no centro.

cordeiro la tablita restaurantes em el calafate

Cordeiro do La Tablita. Foto: Adelia Ribeiro.

5 – Pura Vida Resto Bar

O Pura Vida tem mesas com vista para o Lago Argentino e almofadões coloridos, além de um cardápio variado, que inclui opções vegetarianas e as famosas empanadas. Como a maioria dos restaurantes em EL Calafate, o Pura Vida funciona para almoço e jantar. Não cheguei a ir, mas sei que está entre os mais famosos restaurantes em El Calafate.  O Pura Vida fica na Avenida del Libertador 1876, no centro da cidade

6 – La Posta

O restaurante La Posta fica dentro da Pousada Los Alamos e tem cordeiro, parrilla e peixes assados, como trutas e salmão. Serve massas também. O restaurante possui uma horta orgânica e é aberto a não hóspedes. Fica na Ing. Hector Mario Guatti 1135, no centro. Eu não provei, porém, deixo a dica aqui porque é um dos restaurantes em El Calafate super bem recomendados.

Restaurantes em El Calafate – Onde não comer:

7 – Isabel Cocina al Disco

O Isabel Cocina al Disco é um dos mais famosos restaurantes em El Calafate. O ambiente é acolhedor, e as mesas são disputadas. Reserve com um ou dois dias de antecedência, ou então você muito provavelmente não vai conseguir jantar nem se chegar lá às 22h. Mas… a gente não gostou muito da comida.

Antes de mais nada “al disco” é um tipo de preparo comum na Patagônia Argentina. “Cocina al disco” significa que a carne que você escolher (pode ser frango, carne de boi, cordeiro, cerdo, coelho…) vai ser preparada numa arado circular (daí disco) de ferro, um instrumento redondo que era usado para arar a terra e virou uma espécie de assadeira, um utensílio de cozinha. Normalmente a carne vai ao forno com outras coisas como batatas, cebolas, cenouras e temperos.

Na Isabel Cocina al Disco há “discos”de todos os tipos de carne. Nós escolhemos o cerdo, que é porco, mas estava bem dura a carne e sem sabor, apesar de tantos tempeiros no disco. Se quiser experimentar o restaurante, sugiro que peça outro tipo de carne.

A entradinha de queijo fundido com pães estava boa, e o cubierto também estava bom. O restaurante tem uma adega ótima, onde você mesmo entra e pega a sua garrafa. A conta deu 1333 pesos por pessoa (US$ 22,30 ou R$ 95).

O Isabel Cocina Al Disco de El Calafate fica na Rua Perito Moreno, 95, esquina com a Avenida Gregores, no centro de El Calafate. Também há uma unidade na cidade de Ushuaia.

queijo isabel restaurantes em el calafate

Entradinha de queijo do Isabel Cocina Al Disco. Foto: Marcelle Ribeiro.

cordero al disco restaurantes em el calafate

Cordero Al Disco do Isabel. Foto: Marcelle Ribeiro.

8 – Pietro’s Café

Numa esquina da principal rua do centro de El Calafate, a Avenida del Libertador, o Pietro’s Café me atraiu porque era pertinho do meu hotel, o Quijote, e porque tinha uma cara simpática, de restaurante local, com janelões envidraçados para a rua. Além disso, tinha sempre gente lá e muitos pareciam moradores (tinha grupos comemorando aniversário).

Cansada de tanto comer carne, eu só queria uma massinha simples para ir dormir. O cardápio de lá é variado e eu pedi um nhoque à bolonhesa. Mas que decepção! A massa mais feia e sem sabor que comi na vida. A carne estava em pedaços enormes para um bolonhesa. Comi pouquíssimo, o suficiente para não acordar de fome de madrugada. Não vá.

petros cafe restaurantes em el calafate

Pietro’s Café: não vá. Foto: Marcelle Ribeiro.

Restaurantes em El Calafate: Conclusão

Em conclusão, encontrar bons restaurantes em El Calafate não é difícil e há opções para todos os gostos. E você, tem dicas de onde comer em El Calafate? Escreva nos comentários!

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *