San Francisco: Roteiro por Chinatown, Financial District e Grace Cathedral

postado por Marcelle Ribeiro em 20/09/2015 - Atualizado em: 20/09/2016
Compartilhar este artigo:

San Francisco tem uma das maiores e mais coloridas Chinatowns dos Estados Unidos. A quantidade de orientais vivendo na cidade é enorme e o bairro em que eles estão concentrados fica em uma região bem central e pertinho dos pontos turísticos da cidade. Diferentemente de outras Chinatown do país, andar por lá não é nem um pouco perigoso. Muito pelo contrário: é um passeio grátis e super agradável. Basta caminhar pelas ruas para se divertir vendo os prédios com a arquitetura típica da Ásia e cheio de cores.

Prédio em estilo asiático em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Prédio em estilo asiático em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Neste post, vou sugerir um passeio que combina 3 atrações dessa cidade da Califórnia: Chinatown, alguns lugares do bairro de Financial District que são bons para uma refeição, e a igreja cristã Grace Cathedral. Todos ficam a uma distância curta a pé um do outro e, apesar de você ter que subir algumas ladeiras, vale a pena combiná-los em um passeio só. Para fazer esse tour, você deve levar 1/2 dia.

Veja abaixo o mapa com o roteiro:

 

Você pode começar esse passeio almoçando na região de Financial District. Uma das opções é comer no Ferry Building Market Place, um prédio centenário que até hoje funciona como cais para algumas embarcações (como para uma empresa que opera o trecho San Francisco-Sausalito), mas que foi todo renovado e onde funcionam vários restaurantes bonitinhos e lojas de produtos orgânicos. Lá tem de tudo: restaurante mexicano, de carne, de frutos do mar, de comida variada, doceria, etc. Há preços para todos os bolsos. Como eu disse no post sobre a gastronomia de San Francisco, no Ferry Building a minha dica é o mexicano Mijita. Os horários de funcionamento variam de restaurante para restaurante, mas eles fecham no início ou meio da noite (então não dá para ir jantar). Em geral, eles funcionam diariamente, das 10h às 18h. O endereço é 1, Ferry Building.

Ferry Building Market Place. Foto: Marcelle Ribeiro

Ferry Building Market Place. Foto: Marcelle Ribeiro

Depois de conferir o Ferry Building Market Place, atravesse a rua e você terá outra opção de lugar agradável para almoçar: o Embarcadero Center, uma região com prédios comerciais, lojas, uma grande praça e vários restaurantes com mesinhas na calçada. Eu não comi lá, mas achei o lugar agradável. Fica mais movimentado no horário do almoço em dias de semana. Os restaurantes e lojas funcionam de segunda a sexta das 10h às 19h, aos sábados das 10h às 18h e aos domingos das 12h às 17h.O Embarcadero Center abrange as ruas Battery Street e Embarcadero, entre a Sacramento Street e a Clay Street.

IMG_3970

Obra de arte na praça de Embarcadero e, ao fundo, o Ferry Building. Foto: MR

IMG_3981

Embarcadero Center, em Financial District, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Do Embarcadero Center ande até a Clay Street para ver um dos prédios mais icônicos de San Francisco, o Transamerica Pyramid, que é um edifícil comercial com uma pirâmide no topo. O endereço oficial é 600, Montgomery Street. Você já estará quase entrando por Chinatown.

Transamerica Pyramid, prédio de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Transamerica Pyramid, prédio de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Na Clay Street você verá várias atrações, entre elas o Chinese Historical Society of America, um museu com peças históricas e fotografias sobre cultura chinesa e a ocupação de Chinatown, que fica no número 965 da via. Não entrei lá porque estava fechado no dia da minha visita. Funciona de terça a sexta, das 12h às 17h e aos sábados das 12h às 17h. A entrada é gratuita.

Outras atrações da Clay Street em que não entrei foram os templos religiosos Kong Chow (que ocupa o quarto piso do prédio da rua Stockton Street, número 855) e Tin How (no último piso do número 125 da Waverly Plaza).

Tin How Temple, em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Tin How Temple, em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Na sequência, vá para a Grant Avenue, uma avenida que é o coração comercial de Chinatown. Desça ela admirando os letreiros em chinês, as ruas decoradas com luminárias e os prédios coloridos.

Chinatown de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Chinatown de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

 

Chinatown de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Chinatown de San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

No caminho, faça um rápido desvio para ver a igreja Old St. Mary’s, que tem uma inscrição curiosa abaixo de seu relógio. O endereço oficial da igreja é 660 California Street. Caminhe pela Grant Avenue até o Chinatown Gateway, também conhecido como “Dragon’s Gate”, um portal decorado (que fica na Grant Avenue esquina com a Bush Street).

igrejachina

Old St. Mary’s Cathedral, em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

IMG_0054

Chinatown Gateway ou Dragon’s Gate, em San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Vale a pena comer em Chinatown? Bom, eu achei os restaurantes todos com uma cara meio esquisita, aspecto não muito limpo nem convidativo. Mas há quem arrisque.

Cardápio de restaurante em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Cardápio de restaurante em Chinatown, San Francisco. Foto: Marcelle Ribeiro

Do Chinatown Gateway, você pode seguir a pé ou de transporte público para a Grace Cathedral, que é uma igreja cristã muito bonita, com vitrais coloridos e labirintos desenhados no chão da nave central e também na parte externa. A fachada foi inspirada na igreja de Notre Dame de Paris. Dentro, há homenagens inusitadas a “heróis modernos”, como Albert Einstein. É um templo diferente porque está de braços abertos a pessoas de todas as religiões. Para se ter uma ideia, ele tem uma capela em homenagem às vítimas da AIDS com símbolos do Cristianismo, Islamismo, Taoísmo, Judaísmo, Budismo e outras fés.

O endereço é 1100 California Street. A entrada é gratuita. A igreja está aberta  de segunda a sábado das 8h às 18h e aos domingos das 8h às 19h,

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Labirinto interno da Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Labirinto interno no chão da Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Labirinto externo da Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Labirinto externo da Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Grace Cathedral, em San Francisco. Foto: Guilherme Calil

Reserve sua hospedagem em San Francisco pelo Booking clicando aqui e ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Contrate seguro de viagem internacional com desconto na Mondial clicando aqui.

 

Leia também:

San Francisco: 3 maneiras de passear pela baía de barco

Golden Gate Park: meu lugar preferido em San Francisco

Veja o índice de posts sobre San Francisco

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *