Dia de grutas e água azul incrível na Chapada Diamantina

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 12/11/2017
Compartilhar este artigo:

Nosso primeiro dia em Lençois (hoje), na Chapada Diamantina (Bahia!!) foi quase perfeito. Quase, porque o tempo perturbou um pouco. Nós fizemos um passeio de dia inteiro que todas as agências de viagem daqui oferecem. Vou falar um pouco do passeio e, num outro post, escrevo sobre o hotel, sobre a agência que contratamos aqui para fazer os passeios e dou outras dicas.

Hoje começamos o dia às 8h30, com uma visita à Gruta Lapa Doce, onde nós fizemos uma caminhada de 800 metros. Lá você vê estactites e estalagmites lindas. O passeio, com guia, demora 1h30 dentro da gruta, e é precedido por uma leve trilha. Tem um momento em que o guia desliga a lanterna e ficamos em silêncio, no breu total, só tentando escutar o barulho das gotinhas de água caindo do teto. O ingresso na Lapa Doce custa R$ 15 por pessoa.

Formação rochosa na Gruta Lapa Doce. Foto: Marcelle Ribeiro

Formação rochosa na Gruta Lapa Doce. Foto: Marcelle Ribeiro

De lá, seguimos com o nosso guia e mais um turista que contratou a mesma agência que nós para a Gruta da Pratinha.

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

A água da gruta da pratinha é de um azul incrível. Quem quiser, pode fazer tirolesa na água numa “piscina” que existe antes da entrada da gruta. Depois, na entrada da gruta, optamos por fazer flutuação lá dentro, com colete e snorkel (R$ 20 pela flutuação). Num, bote, um guia vai mostrando o caminho para os turistas, que vão flutuando. A gente estava com medo de ter morcegos lá dentro, mas graças a Deus nenhum deles deu as caras! A entrada da gruta é bem apertadinha, sobra um metro acima das nossas cabeças. Mas como a gente estava com máscara, olhando para a água, não teve problema nenhum.

O local na Pratinha onde a galera desce de tirolesa. Olha a cor da água!! Foto: Marcelle Ribeiro

O local na Pratinha onde a galera desce de tirolesa. Olha a cor da água!! Foto: Marcelle Ribeiro

A gente flutuando na saída da gruta da Pratinha.

A gente flutuando na saída da gruta da Pratinha.

Lá dentro, o guia mostra um buraco por onde só mergulhadores profissionais, com cilindro de oxigênio, passam, e que leva à gruta vizinha, a Gruta Azul. Na Gruta Azul, os turistas só olham por fora. O melhor horário para visitar é depois das 14h, mas a gente foi lá antes disso, logo após comer uma comidinha caseira gostosa no restaurante da Fazenda da Pratinha (onde está localizada a Gruta da Pratinha). Mesmo assim, deu para ver o azul da água, lindo.

O ingresso para Gruta Azul + Pratinha custa R$ 15.

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!
A Gruta Azul. Foto: Marcelle Ribeiro

A Gruta Azul. Foto: Marcelle Ribeiro

Na sequência, pegamos o carro mais uma vez e fomos fazer uma trilha, também leve, ao Rio Mucugezinho e ao Poço do Diabo. Se eu já achei a piscina que se forma com o Rio Mucugezinho linda, quando vi a cachoeira que forma o Poço do Diabo, amei. A água é escura, parece Coca-Cola, mas é uma delícia. Meio gelada no início, mas muito gostosa de tomar banho. Demos sorte, porque os chuviscos que ameaçavam o passeio, passaram.

Eu na cachoeira do Poço do Diabo. Foto: Adelia Ribeiro

Eu na cachoeira do Poço do Diabo. Foto: Adelia Ribeiro

O Poço do Diabo. Foto: Marcelle Ribeiro

O Poço do Diabo. Foto: Marcelle Ribeiro

Daí, otimistas, fomos tentar ver o visual mais clássico da Chapada Diamantina, do alto do Morro do Pai Inácio. A gente já tinha passado pelo Pai Inácio umas duas vezes, mas o tempo sempre estava nublado lá, e deixamos para tentar no final, na esperança de ver a vista legal lá de cima. Mas, ao começar a subir os 800 metros de trilha, São Pedro mostrou sua força e desabou a chover. Esperamos mais uns 5 minutinhos e nada. Resolvemos que vamos lá de novo amanhã, pois esse visual é imperdível. São Pedro, dependemos de você, ok?

VEJA A LISTA COMPLETA DE POSTS SOBRE A CHAPADA DIAMANTINA

Reserve sua hospedagem na Chapada Diamantina pelo Booking clicando aqui e ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Anonymous
    08 ago 2011

    Ai Má, tô viajando de novo com vc! Espero que curtam muito tudo aí!
    Só uma correção na legenda da foto: É Gruta Azul (que fica perto da Pratinha)… Poço Azul é um outro lugar que fica depois de Andaraí (Perto do Poço Encantado).
    Mille

  2. 08 ago 2011

    Adorei este blog. To querendo conhecer, Bonito ou Fernando de Noronha. Me ajuda! hehe!

  3. 08 ago 2011

    Oi, Jeniffer, que bom que está curtindo o blog. Pretendo escrever um post sobre Bonito até o fim do mês, com dicas minhas e de uma amiga que passou alguns dias lá recentemente. Os dois lugares são incríveis, depende do que você quer, de quanto quer gastar e do tempo que tem. Mas os dois têm um “quÊ” de aventura.
    Bjs

  4. 17 ago 2011

    Então Marcela, decidi que quero ir pra Bonito, e pretendo ficar uns 6 dias. Voce acha que eu consigo aproveitar bastante neste tempo, ou preciso de mais dias? E o que vc me recomenda de passeios? Quero fazer tudo, praticamente. E pousadas, comidas? Obrigada. :*

  5. 20 ago 2011

    Jennifer,
    Seis dias dá para conhecer muitas atrações em Bonito! Não precisa fazer tudo, mas é legal você ter pelo menos uma experiência de cada “tipo” de atração: um balneário, uma flutuação, uma gruta…
    Calma que estou organizando o material com os passeios que eu fiz (há uns 6 anos) e que uma amiga fez (nesse ano) sobre Bonito e em breve as dicas estarão no site.
    Abraço,
    Marcelle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *