Gili Trawangan: quantos dias ficar, o que fazer e onde comer

postado por Marcelle Ribeiro em 21/07/2018 - Atualizado em: 07/09/2018
Compartilhar este artigo:
gili-trawangan-viagem

Olha a tartaruga no mergulho do Gui! Foto: Guilherme Calil

 

As praias mais bonitas da Indonésia não ficam apenas em Bali. Sim, Bali tem praias lindas. Mas aquele azul Caribe, lindo de vidrar, fica a cerca de 2h de lancha rápida de Bali, nas ilhas Gili. Por isso, uma excelente dica de viagem é uma delas, a Gili Trawangan. A água é paradinha, sem ondas, e a temperatura é ótima, meio morninha. Melhor impossível!

São 3 ilhas: Gili Meno, Gili Air e Gili Trawangan. A maior e com mais oferta de pousadas e restaurantes é a Gili Trawangan, que foi a única que consegui conhecer. Mas mesmo sendo a maior, Gili Trawangan é minúscula. Em umas 3h você caminha pela orla inteira.

A gente escolheu se hospedar em Gili Trawangan (chamada de Gili T) para conhecê-la e fazer bate-volta para Gili Meno e Gili Air, pois tem passeios de barco de dia todo em que visita essas duas ilhas menores. Mas infelizmente como tive um contratempo de saúde e acabei conhecendo só Gili Trawangan mesmo.

Já tem seguro de saúde internacional? Faça pela Mondial por esse link e ganhe desconto

 

Vamos às dicas práticas?

 

Gili T: Quantos dias ficar

Vai para as Gili Islands e quer dicas de o que fazer e quanto dias ficar? Montar um roteiro para Gili Trawangan é molezinha: praia linda de dia, almoço gostoso à beira-mar e drinks no pôr do sol. Pronto! 😉 Nós passamos 4 dias lá. O roteiro que eu havia programado era:

Dia 1 – Chegada em Gili Trawangan no final da manhã, de lancha vinda de Bali. Tarde na praia de Gili T, com almoço na praia. Pôr do sol na praia.

gili-por-do-sol

O pôr-do-sol lindo é imperdível em Gili. Foto: Marcelle Ribeiro.

Dia 2 – Mergulho de cilindro em Gili T: treino na piscina de manhã e mergulho mesmo no início da tarde. Resto da tarde: dar a volta de bicicleta na ilha.

Dia 3 – Tour de barco (com snorkel) por Gili Air e Gili Meno.

Dia 4 – Pegar outro barco para conhecer um pouco mais de Gili Meno.

Dia 5 – Dia de voltar de lancha rápida para Bali pela manhã.

 

Mas como tive um probleminha de saúde, o roteiro de viagem em Gili Trawangan acabou sendo:

Dia 1 – Chegada em Gili Trawangan no final da manhã, de lancha vinda de Bali. Tarde na praia de Gili T, com almoço na praia. Pôr do sol na praia.

Dia 2 – Mergulho de cilindro em Gili T: treino na piscina de manhã. À tarde, meu marido foi mergulhar mesmo e como eu não estava me sentindo bem, fiquei tomando sol na praia de Gili T.

Dias 3 e 4 – Ficamos na praia de Gili T relaxando e na piscina do hotel, com direito a mais pôr do sol na praia.

gili-praia2

Pessoal curtindo a água calminha de Gili. Foto: Marcelle Ribeiro.

Dia 5 – Dia de voltar de lancha rápida para Bali pela manhã.

 

Fazendo seu seguro para viagens internacionais pela Mondial por esse link, você ajuda o blog e ainda tem desconto

 

O que fazer em Gili T

1 – Ir a praias lindas

Quais as melhores praias de Gili Trawangan? A ilha é bem pequena, mas tem trechos de praia que são bons só durante o dia e outros só para o pôr do sol. O melhor lugar para você descansar e se bronzear é na faixa de areia que fica em frente aos hoteis Vila Ombak, Ko-Ko-Mo e o Pearl of Trawangan Resort. Ali a areia é fininha, limpa, a água é gostosa e tem um trecho sem muitas lanchas paradas. Eu fiquei nas espreguiçadeiras do hotel Vila Ombak e eles cobram 100 mil rúpias (US$ 6,90 ou R$ 26,60) pelo conjunto de guarda-sol mais duas espreguiçadeiras e toalhas. Os hóspedes, claro, não pagam.

Procurando hotel em Gili Trawagan? Pesquise por este link do Booking (que tem o meu código), faça sua  reserva e ajude blog.

gili-praia

Gui aproveitando a água morninha de Gili. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Em outro dia nós tomamos sol em frente ao Samba Villas, com canga na areia mesmo. Mas nesse trecho, quando fomos, havia muito entulho de obra na areia, o que não deixa o visual tão bacana.  É que os indonésios, infelizmente, não pareciam dar tanto valor àquela praia que estava na nossa frente e resolveram que a faixa de areia era lugar de colocar entulho. 🙁

Outro trecho em fomos tomar sol foi o em frente ao hotel Wilson’s Retreat. Ali tem restaurantes com espreguiçadeiras super bonitinhos na areia. Almoçamos por lá  e pagamos 260 mil rúpias (US$ 17,95 ou R$ 69,17) por dois pratos e bebidas. Só que o mar ali não é tão gostoso, porque tá sempre muuuito raso.

 

2 – Tomar um drink vendo o pôr do sol

A parte de praia para curtir o pôr do sol não é boa para você curtir de dia (porque tem muuuuitas pedras), mas é imbatível no fim da tarde! Tem vários balanços e outros objetos legais para tirar aquela foto! E tem o bar mais bonitinho de todos para drinks, o Pink Coco, que, para melhorar, serve petiscos de graça na hora do pôr do sol. O clima tava tão gostoso que acabamos jantando. Comemos um frango com salada, um espaguete de frutos do mar, uma cerveja, um drink de vodka om frutas e uma coca zero. Tudo isso nos custou 295 mil rúpias (US$ 20,36 ou R$ 78,48).

gili-por-do-sol2

Beber um drink e ver o sol se pôr em Gili são imbatíveis! Foto: Marcelle Ribeiro.

3 – Alugar um snorkel e ver peixinhos

Você pode usar o seu próprio snorkel ou alugar um na rua da praia, perto do cais, por 100 mil rúpias (US$ 6,90 ou R$ 26,60) e ir sozinha mesmo para ver os peixinhos. O trecho de praia onde essa atividade é mais praticada é o que fica perto de Turtle Hatchery. A gente não experimentou, mas dizem que é bem bacana.

 

4 – Fazer um mergulho de cilindro

Gili Trawangan e as ilhotas ao redor são lugares super famosos de mergulho na Indonésia. Tanto que há vários escolas de mergulho (“dive clubs”) em Gili T. Mesmo se você nunca tiver mergulhado de cilindro na vida, você pode fazer o chamado “batismo”, em que você ficará a uma profundidade de cerca de 10 metros, na companhia de um guia.

gili-mergulho2

Maridão no fundo do mar azul de Gili. Foto: Bruno Lyra.

O maridão fez o batismo dele lá e ficou apaixonado. Ele contratou a empresa Blue Marlin Dive, que, além de ser uma das mais bem avaliadas no site Tripadvisor, tem um instrutor brasileiro super indicado por amigos meus mergulhadores brasileiros, o Bruno. Meu marido mergulhou com ele e achou ótima a experiência.

Faça sua reserva de hotel em Gili Trawagan por este link do Booking (que tem o meu código). Você economiza e ajuda o blog.

 

Em primeiro lugar, o instrutor conversou com a gente e deu várias explicações sobre o mergulho por cerca de 30 minutos, tirando todas as dúvidas. Na sequência, fizemos um teste na piscina, usando o equipamento completo, para aprender os sinais que usamos embaixo d’água, como tirar água da máscara, e outros procedimentos.

Só depois disso é que o maridão mergulhou mesmo. Lá, eles colocam até 3 ou 4 pessoas para cada instrutor, mas, no dia do Gui, só tinha ele e outro turista com o instrutor. Debaixo d’água, ele fotografou peixes, tartaruga e corais.

O pacote completo para um mergulho (incluindo o treinamento) custou 900 mil rúpias (US$  62,13 ou R$ 239,45).

 

5 – Dar a volta na ilha de bicicleta

Há várias lojinhas de aluguel de bicicleta em Gili Trawangan. Não cheguei a alugar, mas vi que elas custam em média 50 mil rúpias por dia  (US$ 3,45 ou R$ 13,30). Dá para dar a volta à ilha por todas as praias em cerca de 1 hora (sem paradas). Boa parte do percurso é pela rua principal da orla, que tem calçamento. Mas tem uns trechos de areia batida também.

gili-comida

Hamburger delicioso do Tir na Nog. Foto: Marcelle Ribeiro.

6 – Fazer um passeio de barco até Gili Air e Gili Meno

Esse também estava nos nossos planos, mas acabou não rolando. Normalmente você vai em um barco de madeira com fundo de vidro, para ver peixinhos enquanto ele navega. O comum é vários turistas irem no mesmo barco.

Se você quiser saber  um pouquinho como as ilhas são, o blog “Esse Mundo é Nosso” conta sobre Gili Air e Gili Meno.

 

Onde comer  em Gili Trawangan

A gastronomia não é muito o forte de Gili T. Existem até alguns lugares legais, mas muitos outros são bem feinhos. Tem até uma feirinha de comida em uma praça que eu não recomendo a ninguém. O lugar é bem feio e a impressão era de sujeira.

Já tem seguro de saúde internacional? Faça pela Mondial por esse link e ganhe desconto

Mesmo assim, fizemos algumas boas refeições. Além desses lugares que já falei mais em cima, recomendo bastante o Tir na Nog, onde jantamos duas vezes. É um bar irlandês que fica na beira da praia e tem um clima super gostoso, com uma música legal e gente bonita.

gili-comida2

Um pouquinho do clima do Tir na Nog, em Gili. Foto: Marcelle Ribeiro.

Em uma das vezes que fomos, comemos um hamburger, um prato de frango à parmegiana e dois refrigerantes. Tudo estava muito bom e a conta ficou em 248 mil rúpias (US$ 17,12 ou R$ 65,98).

Outro lugar muito bom é o Scallywags. Eles têm um cardápio com muitas opções, mas escolhemos comer uma carne com um bufê liberado de saladas e outras comidinhas. O Gui comeu um filé mignon muito gostoso (uma das  poucas vezes que ele comeu carne vermelha na Indonésia) e eu escolhi um frango que estava mais ou menos. O bufê era bom e tinha muita variedade. Com as bebidas, a conta ficou em 310 mil rúpias (US$ 21,40 ou R$ 82,47).

Pra concluir a nossa listinha, tivemos um almoço super agradável no Pearl Beach Lounge, um restaurante na beira da praia. Dois pratos, uma cerveja e um refrigerante custaram 234 mil rúpias (US$ 16,15 ou R$ 62,25).

 

Reservando seu hotel em Gili Trawagan por este link do Booking (que tem o meu código), você ajuda blog.

Já tem seguro de saúde internacional? Faça pela Mondial por esse link e ganhe desconto

Se quiser alugar um carro para conhecer Bali, alugue pelo Rentcars. Você paga menos e ainda ajuda o blog.

 

Leia também:

Mais fotos e curiosidades da Indonésia no nosso Facebook, Instagram , Twitter e Pinterest

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *