O que fazer em Cascais (Portugal): não viaje sem ler esse guia

postado por Marcelle Ribeiroe atualizado em: 05/05/2020

Cascais é um dos bate e volta mais tradicionais para quem está em Lisboa (Portugal) e é uma cidade com opções para todas as estações do ano. Praias, outras atrações naturais e palácios históricos podem fazer parte do seu roteiro por lá. Quer saber o que fazer em Cascais e como aproveitar ao máximo seu dia? Nós preparamos um roteiro com todos os passeios em Cascais para você! Fizemos um índice com os principais pontos sobre a cidade e também um mapa com as atrações citadas. Confira abaixo!

História de Cascais
Como ir de Lisboa a Cascais
Quando ir para Cascais
Praias de Cascais
Outros pontos turísticos de Cascais
O que fazer em Cascais em 1 dia
O que fazer em Cascais à noite
O que fazer em Cascais no inverno
Onde ficar em Cascais
Onde comer em Cascais
Vale a pena conhecer Sintra e Cascais no mesmo dia?

História de Cascais

Cascais era uma pequena aldeia de pescadores até o século XII, quando foi reconquistada pelos portugueses dos árabes. Logo depois, a vila passou a ser mais concorrida por causa da beleza da baía. No século XIV, D. Pedro I concedeu à aldeia o status de vila. Na era dos Descobrimentos, foi em Cascais que desembarcou Nicolau Coelho, o primeiro capitão da armada de Vasco da Gama a chegar da Índia.

No século XVI, tropas espanholas desembarcam em Cascais e a conquistam. A independência da vila só foi reconquistada em 1640. A partir daí, os portugueses constroem um grande sistema de defesa com mais de 10 fortalezas.

Com o passar do tempo, Cascais vai ficando mais conhecida, se torna a praia de veraneio da corte portuguesa.

o-que-fazer-em-cascais-centro-estatua

Estátua de D. Pedro no Centro Histórico de Cascais. Foto: Maridão

No começo do século XX, Cascais se torna um destino internacional de turismo, principalmente após a construção do casino em Estoril, que fica bem perto da vila. Durante a Segunda Guerra Mundial, Cascais se tornou um centro de refugiados e também de espionagem. Várias personalidades, como o Rei Humberto II da Itália, transformaram a vila em refúgio.

Outra personalidade que morou em Cascais é o cantor Brian Adams. Ele viveu por lá por 3 anos durante sua infância, entre as décadas de 60 e 70, enquanto seu pai trabalhava na embaixada do Canadá em Portugal.

Como ir de Lisboa a Cascais

Cascais é um destino ideal de bate e volta para quem está em Lisboa porque fica muito perto da capital portuguesa. Apenas 30 quilômetros separam Lisboa de Cascais! Se você se pergunta como ir de Lisboa a Cascais, a resposta é: de trem ou de carro.

De trem

Os trens de Lisboa para Cascais partem da estação Cais do Sodré ao longo de todo o dia. Nos horários de maior procura, o intervalo entre as partidas é de apenas 12 minutos. Os trens começam a circular às 5h30 e a última partida de Lisboa ocorre à 1h30 (isso mesmo, de madrugada!). As viagens demoram cerca de 40 minutos.

Dica para economizar

Uma passagem de ida e volta entre as duas cidades custa 4,50 euros (R$ 21,25), mas você pode economizar essa grana se estiver usando o Lisboa Card, já que esse bilhete faz parte do pacote promocional do cartão. Eu explico se o Lisboa Card vale a pena neste post.

A passagem do trem pode ser paga também usando o cartão Viva Viagem, o mesmo usado para o transporte público em Lisboa. Se você preferir carregar a tarifa Zapping, a passagem de ida e volta para Cascais custará 3,80 euros (R$ 17,95). Saiba tudo sobre o transporte em Lisboa e como funcionam as tarifas neste post.

o-que-fazer-em-cascais-estatua

Estátua perto da praia da Ribeira. Foto: Maridão

De carro

A viagem de carro entre Lisboa e Cascais também é fácil e rápida. Existem duas opções de trajeto:

  1. Você pode ir pela rodovia N6, uma estrada que vai beirando o litoral português. Muitos turistas elogiam o visual da estrada, mas a viagem é um pouquinho mais lenta nela e dura cerca de 50 minutos. Esta rodovia não tem pedágio.
  2. Outra alternativa é a rodovia A5, que não vai margeando o litoral. Essa rodovia tem um pedágio de 1,35 euro (R$ 6,38). Por esta estrada, a viagem demora cerca de 40 minutos.

Como economizar no aluguel de carro em Portugal?

Você pode economizar ao alugar o carro usando o Rentcars. Pelo site, você compara preços de várias locadoras, pode pagar online em reais, sem IOF e parcelado, ou decidir pagar lá em Portugal. É o site que sempre usamos

Muitos turistas falam que é difícil estacionar em Cascais. As ruas do Centro Histórico são concorridas e as vagas são raras. Se você der sorte e achar uma vaga na rua, fique de olho na calçada e confira se existe alguma máquina que cobra o uso da vaga.

Outra alternativa é utilizar os estacionamentos. Existem alguns espalhados pelo Centro Histórico de Cascais e os preços variam. Uma boa alternativa é o estacionamento do Largo da Estação. Ele fica bem ao lado da estação de trem e a diária custa 15 euros (R$ 70,80), mas você também pode pagar por hora. A primeira hora custa 2,10 euros (R$ 9,92).

Quando ir para Cascais

Há muito o que fazer em Cascais, por isso, é possível visitar a cidade ao longo de todo o ano. Mas se o seu objetivo é curtir uma praia, o período ideal é entre junho e setembro. É nesta época que as temperaturas estão mais altas e há pouca possibilidade de chuva. Em julho e agosto, chove muito pouco em Cascais. Na média, a temperatura fica na casa dos 25° C neste período.

Entre outubro e fevereiro, o volume de chuvas aumenta e a temperatura cai, mas ainda há o que fazer em Cascais, como conhecer os museus, o Centro Histórico e outras atrações.

Obrigatório para ir a Cascais e como economizar

Não esqueça que para ir a Portugal é obrigatório ter seguro viagem, que pode ser exigido pela imigração. Ele tem que ter uma cobertura mínima de 30 mil euros. Saiba como escolher o melhor seguro viagem Europa e não errar. Veja aqui qual o maior cupom Seguros Promo disponível.

Praias de Cascais

Quando as pessoas pensam sobre o que fazer em Cascais, as praias aparecem nas primeiras posições. Afinal, foram elas que colocaram a cidade no mapa do turismo internacional. Todas têm uma água azul mais escura (não vá esperando águas caribenhas…) e bem gelada. Tipo congelante, sabe? O maridão teve que criar muita coragem para mergulhar, mas o calor que fazia acabou ajudando…

o-que-fazer-em-cascais-praia-conceicao

A praia da Conceição tem a maior faixa de areia de Cascais. Foto: Maridão.

Existem algumas praias mais procuradas em Cascais. Abaixo, vou separar as informações delas para te ajudar a escolher a que mais te agrada.

Praia das Moitas

Fica entre Estoril e Cascais. Para quem tem disposição, é possível descer do trem na estação Monte Estoril e ir caminhando pelo calçadão até Cascais. A praia das Moitas fica logo no começo dessa caminhada.

O maridão não esteve lá, mas pesquisou que é possível alugar um guarda-sol grande e duas cadeiras de praia para passar o dia inteiro por cerca de 20 euros (R$ 93,40). A praia é mais rochosa, por isso, é importante tomar cuidado na hora de entrar na água.

Praia da Conceição

Essa foi a praia que o maridão aproveitou para tomar banho de mar. Ela é bastante movimentada porque é a que tem a maior faixa de areia (branquinha e fina) e é a que fica mais perto da estação de trem de Cascais.

É uma praia com excelente estrutura. Por isso, deve estar na sua listinha de o que fazer em Cascais no verão! Tem bar, aluguel de guarda-sol e cadeira de praia (mais ou menos 20 euros), ducha de água doce… Dá até pra alugar uma prancha de stand up paddle para aproveitar o mar calminho e sem ondas, mas muito gelado.

A única coisa que incomoda (mas bem pouco) é o vem e vai dos vendedores ambulantes. Tem gente vendendo até sonho de creme na areia!

Para chegar à areia, existem escadas e rampas. Esta praia é considerada amigável para os portadores de deficiência física e para quem tem mobilidade reduzida.

Praia da Rainha

É uma praia menor, com águas bem calmas, e que fica bem no meio das falésias. A praia tem esse nome porque era nela que a Rainha Dona Amélia costumava se banhar quando a família real portuguesa passava temporadas em Cascais.

o-que-fazer-em-cascais-praia-rainha

A praia da Rainha fica bem no Centro Histórico. Foto: Maridão.

A faixa de areia é bem menor, mas ela também tem alguma estrutura. Um bar foi instalado em um dos cantos e também é possível alugar guarda-sol e cadeiras de praia. Ela também fica próxima do Centro Histórico.

Praia da Ribeira

É a praia onde ficam concentrados os barcos dos moradores de Cascais. Apesar disso, muita gente aproveita a areia para se bronzear, praticar esportes e curtir o verão. E é claro que a água também fica cheia de banhistas.

Ela também é bem próxima do Centro Histórico, mas o maridão não viu estrutura de bares ou de aluguel de guarda-sol e cadeiras de praias por lá.

o-que-fazer-em-cascais-praia-ribeira

A praia da Ribeira fica perto da Marina de Cascais. Foto: Maridão.

Praia de Santa Marta

Essa é uma praia bem diferente…. Quase não tem faixa de areia e as pessoas ficam espalhadas pelas pedras no entorno. Na verdade, ela nem parece uma praia.

Apesar disso, é muito procurada pelos banhistas que aproveitam para admirar o Farol de Santa Marta, que fica por lá. As águas são super calminhas.

o-que-fazer-em-cascais-praia-santa-marta

A praia de Santa Marta quase não tem faixa de areia. Foto: Maridão.

Ela só é acessível por escadas e fica bem perto de uma rua onde passam carros e pedestres. Não há qualquer serviço de aluguel de cadeiras ou bares.

Outros pontos turísticos de Cascais

Além das praias, há muito o que fazer em Cascais. Se você prefere não encarar a água gelada, a cidade oferece outras atrações turísticas para um excelente passeio. Vou começar falando da mais famosa de todas elas.

Boca do Inferno

Apesar do nome, é um lugar lindo enão pode ficar de fora ao decidir o que fazer em Cascais! É onde o mar atinge as falésias da região com mais força, criando buracos onde as ondas fazem um grande barulho.

É um destino super procurado pelos turistas e a movimentação é sempre muito grande. A Boca do Inferno fica a cerca de 20 minutos de caminhada a partir da praia de Santa Marta. Se o dia estiver quente, não esqueça o protetor solar porque existem poucas sombras no caminho.

o-que-fazer-em-cascais-boca-inferno

A Boca do Inferno é muito procurada por turistas em Cascais. Foto: Maridão

Durante o trajeto, você vai passar por uma feirinha de artesanato bem simpática. Você vai saber que chegou à Boca do Inferno pelo movimento de turistas. Lá também foram montadas pequenos bares que vendem biscoitos, doces e água.

Se preferir evitar a caminhada, é possível ir de carro alugado ou usando um ônibus da linha 427, que faz o trajeto circular entre a estação de trem de Cascais e a Boca do Inferno. O bilhete custa 1,15 euro (R$ 5,36).

A entrada para a Boca do Inferno é gratuita e o local está sempre aberto. Só é preciso tomar cuidado em dias chuvosos e com ressaca por causa da força das ondas.

Cabo da Roca

Se você estiver com um pouco mais de tempo ou gosta muito de geografia, uma dica sobre o que fazer em Cascais é visitar o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa continental.

Por lá, é possível admirar a vista e fazer um lanche no restaurante. Também há um centro de visitantes onde é possível conseguir um certificado de presença por lá.

Para chegar lá, você pode ir de carro alugado pela N247 até a Estrada do Cabo da Roca. Há estacionamento no local. Outra alternativa é usar a linha 403, que liga Cascais e Sintra. Entre as duas cidades, o Cabo da Roca é uma das paradas. O ônibus parte em vários horários e o bilhete para cada trajeto custa 4,30 euros (R$ 20,07).

Centro Histórico

O Centro Histórico de Cascais é uma delícia para caminhar! São várias pequenas ruas com construções antigas, muitos restaurantes e lojas de souvenirs. Outro local que não pode ficar de fora ao decidir o que fazer em Cascais.

o-que-fazer-em-cascais-centro-historico

Centro Histórico de Cascais é uma delícia para caminhar. Foto: Maridão.

Uma boa alternativa é começar seu passeio pela rua Frederico Arouca, que liga a Praia da Conceição à Alameda Combatentes da Grande Guerra. Você deve terminar seu passeio pertinho da praia da Ribeira, onde é possível observar o vai e vem dos banhistas pelo balneário.

Museus

A cidade de Cascais tem um bairro dos museus (sim, eu disse que tinha muito o que fazer em Cascais, né?). Ele é formado, em sua maioria, por antigos casarões da aristocracia portuguesa que foram transformados em espaços de arte. São mais de 10 opções para todos os gostos.

Um dos destaques é o Museu Condes de Castro Guimarães, que fica em um palácio do século XIX e abriga a coleção construída pelo conde ao longo da vida. O museu fica aberto de terça a domingo, das 10h às 18h.

o-que-fazer-em-cascais-museu-condes-castro-guimaraes

Fachada do Museu Condes de Castro Guimarães. Foto: Maridão.

Outro museu bastante conhecido é Casa das Histórias Paula Rego, que tem uma arquitetura bem diferente e que guarda a obra da pintora que dá nome ao espaço. A Casa funciona de terça a domingo, das 10h às 18h.

Cascais também tem um Museu de Arte Urbana e Contemporânea, um Museu do Automóvel e até um Museu no Farol de Santa Marta, com diferentes temáticas.

Se você quiser conhecer todos os museus em um dia, é possível comprar um bilhete único para todos os equipamentos por 13 euros (R$ 60,70). Se preferir conhecer as instalações em 3 dias, o bilhete custa 19 euros (R$ 88,71). Você pode conferir todas as informações no site do Bairro dos Museus.

O que fazer em Cascais em 1 dia

Como falamos lá no começo do post, Cascais é um destino muito procurado pelos turistas para um bate e volta saindo de Lisboa. E decidir o que fazer em Cascais em 1 dia vai depender do estilo de cada um.

Quem curte praia pode ficar na cidade o dia todo e nem circular pelos museus ou pelo Cabo da Roca. É possível conhecer todas as praias da cidade em apenas 1 dia desde que você tenha disposição para andar um pouquinho.

Ou você pode aproveitar o dia para fazer um circuito histórico/cultural, passeando pelo Centro Histórico e pelo Bairro dos Museus.

o-que-fazer-em-cascais-falesia

Parte do litoral de Cascais é bem rochosa. Foto: Maridão.

Vou passar aqui o roteiro que o maridão fez na viagem dele com os pais.

O dia começou por volta das 9h30 na praia da Conceição, onde ele ficou por cerca de 1 hora e meia aproveitando o sol. Em seguida, ele passou rapidamente pelas praias da Rainha e da Ribeira, mas não chegou a entrar no mar.

Por volta das 12h, ele caminhou no Centro Histórico e parou para almoçar em um dos restaurantes da região. Logo após o almoço, por volta das 14h, ele caminhou até a Boca do Inferno, passando pela praia de Santa Marta. Chegando na Boca do Inferno, os pais dele estavam um pouco cansados e pararam para tomar um café.

Por volta das 16h, ele pegou o ônibus 427 para a estação de trem de Cascais, onde embarcou de volta para Lisboa.

Se você tiver mais disposição ou quiser ficar mais um pouco em Cascais, é possível visitar um dos museus antes de ir para a Boca do Inferno. Também dá para encerrar o passeio com um jantar no Centro Histórico antes de pegar o trem de volta para Lisboa.

O que fazer em Cascais à noite

Cascais tem boas opções de restaurantes e bares para quem quiser esticar a visita até a noite, principalmente no Centro Histórico. O Largo de Luís de Camões concentra muitos deles, com diferentes opções de música e de gastronomia.

Além disso, as cidades de Cascais e Estoril recebem eventos esportivos e culturais ao longo de todo o ano, tudo para manter o interesse dos turistas. Um dos destaques é um festival de jazz. O site da Visit Cascais atualiza todos esses eventos ao longo do ano.

O que fazer em Cascais no inverno

Durante a temporada mais fria, a visita às praias não é uma opção, então é natural que a sua lista de o que fazer em Cascais no inverno seja um pouco menor. Faz muito frio e a possibilidade de chuva também aumenta. Mesmo assim, é possível fazer um bate-volta de Lisboa para conhecer o Centro Histórico, o Bairro dos Museus e a Boca do Inferno.

Se você tiver mais tempo, também dá para conhecer o Cabo da Roca. Para completar, é possível aproveitar os restaurantes da região.

Onde ficar em Cascais

Como falamos, muita gente acaba fazendo um bate-e-volta, mas se você acha que tem muito o que fazer em Cascais e deseja esticar a permanência, a cidade tem muitos hotéis de todos os tipos e para todos os bolsos.

Separei aqui 3 opções perto do Centro Histórico, bem no meio de todos os lugares que citamos no post. Todos eles estão com nota acima de 8 e têm quartos com ar condicionado e banheiro privativo.

O Ljmonade Hostel fica a 400 metros do Centro Histórico e tem quarto duplo com banheiro privativo. Se você quiser economizar um pouco mais ou quer conhecer mais pessoas, lá também existem os dormitórios mistos com banheiros compartilhados. Eles ainda disponibilizam uma cozinha de uso comum para você preparar suas refeições.

o-que-fazer-em-cascais-ljmonade-hostel

Quarto duplo do Ljmonade Hostel. Foto: Booking.

Já o Villa Vasco da Gama tem uma estrutura um pouco maior e oferece uma piscina climatizada ao ar livre. Outra coisa bem legal é que eles emprestam bicicletas gratuitamente para os hóspedes e essa pode ser uma forma bem interessante de completar a sua listinha de o que fazer em Cascais. Todas as diárias incluem o café da manhã.

o-que-fazer-em-cascais-villa-vasco-gama

Quarto duplo da Villa Vasco da Gama. Foto: Booking.

Uma opção para quem gosta daqueles hotéis grandes e com mais estrutura é o Vila Galé Cascais, que fica bem perto da Marina da cidade. Ele tem piscina, sauna, parquinho para as crianças e, muito importante para quem está de carro, um estacionamento gratuito.

o-que-fazer-em-cascais-vila-gale

Quarto duplo do Vila Galé. Foto: Booking.

Onde comer em Cascais

Se você quer saber um pouco mais sobre a produção local e aproveitar para almoçar, lanchar ou jantar, o Mercado da Vila Cascais é uma ótima alternativa! Inaugurado há quase 70 anos, o Mercado se tornou um ponto de encontro de moradores e turistas.

Por lá, é possível provar comida portuguesa, comida japonesa, doces, salgados, cervejas… Enfim, opções não faltam! E o melhor: o Mercado da Vila Cascais só fecha no Natal. Fora isso, ele abre todos os dias do ano, das 08h às 24h. O horário é estendido até 2h todas as sextas e sábados.

O Mercado fica na Rua Padre Moisés da Silva e fica perto da estação da trem.

Vale conhecer Sintra e Cascais no mesmo dia?

Em resumo, não recomendo. Mas vou detalhar um pouco mais para você entender o raciocínio e tomar a melhor decisão para o seu roteiro.

É até possível conhecer Sintra e Cascais no mesmo dia. Se você procurar na internet, vai encontrar vários relatos de pessoas que fizeram esse roteiro. Lendo atentamente, você vai ver uma coisa em comum: ninguém consegue conhecer os principais pontos turísticos das duas cidades em apenas 1 dia. Sempre fica alguma coisa importante de fora. Lembra que eu disse que há muito o que fazer em Cascais? Pois é. Também há muitas atrações em Sintra para conhecer.

Ou você deixa de conhecer as praias de Cascais ou passa rapidamente pelo Centro Histórico… Em Sintra, certamente você não conseguirá ver todos os palácios se dividir o dia com outra cidade. Acaba ficando tudo muito corrido, o que pode frustrar muita gente.

Sintra e Cascais são próximas (apenas 17 quilômetros as separam) e até existem duas linhas de ônibus que ligam as duas cidades (a 403 e a 417), mas tudo acaba sendo feito com pressa e não acho essa a maneira mais legal de conhecer lugares tão interessantes e diferentes um do outro.

Leia mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *