O que fazer no Parque Ibirapuera e como organizar a visita

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 24/06/2021

O que é que um paulista faz quando quer curtir o sol e não pode viajar para a praia? Muito provavelmente ele vai para o Parque do Ibirapuera! Tá, tudo bem, não dá para tomar banho no lago, nem tem piscina pública lá. Mas é a área verde mais bonita que já fui até hoje em São Paulo. E, sim, mesmo para turistas vale muito a pena conhecer. Afinal, há muito o que fazer no Parque Ibirapuera.

Antes de mais nada, esqueça a possibilidade de conhecer o parque todo num dia. E olha que eu sou daquelas que quer ver tuuudddo de uma vez só. Mas não, não dá. É que são 1,6 milhões de metros quadrados!!! Realmente há muito o que fazer no Parque Ibirapuera. Além da área verde para fazer caminhadas, andar de bicicleta e fazer piquenique, tem museus, jardim japonês, planetário, auditório para shows, lagos com patos, área para patinação, jardim de esculturas… Ufa!

o que fazer no parque ibirapuera lago

Lago no Ibirapuera. Foto: Marcelle Ribeiro.

 

Aliás, o Parque Ibirapuera fica aberto das 5h às 0h. As ruas que circulam o parque são: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n (portões 2, 3 e 10), Av. IV Centenário (portões 6 e 7A) e Av. República do Líbano (portão 7). Para facilitar, veja o índice do post:

Mapa do parque
O que fazer no Ibirapuera
O Parque Ibirapuera é pago?
Como chegar ao Parque Ibirapuera
Onde comer no Parque Ibirapuera
Hotéis perto do Parque Ibirapuera

Mapa do Ibirapuera

Antes de ler sobre o que fazer no Parque Ibirapuera, é bom você dar uma olhadinha no mapa com as atrações que citamos aqui no blog, para entender onde elas estão. Você pode ver outros mapas no site do parque.

O que fazer no Parque Ibirapuera

1 – Monumento às Bandeiras

Vamos começar a lista sobre o que fazer no Parque Ibirapuera com um clássico. O Monumento às Bandeiras fica na área da Praça Armando de Salles Oliveira. Com 12 metros de altura, a estátua representa os bandeirantes que desbravaram o país no período colonial. Então, planeje uma foto no local no seu roteiro pelo parque.

2 – Passeio de bicicleta

Pedalar é um programa indispensável quando o assunto é o que fazer no Parque Ibirapuera. Você pode pegar uma Bike Itaú nos portões 3 , 5, 6, 7, 8 e 10 e numa estação perto do auditório.

Você pode pagar R$ 4,30 por viagem de até 30 minutos. Se for de Bike Elétrica, há uma taxa adicional de R$ 4 a cada 15 minutos. Além disso, há o pacote lazer, de R$ 20, em que a pessoa viaja quantas vezes quiser por 48 horas. Dessa forma, essa modalidade é a ideal para um fim de semana na capital paulista. Enfim, há a mesma cobrança de R$ 4 adicional para cada 15 minutos em bikes elétricas.

Os preços são de 2020. Todas as informações da Bike Sampa estão no site.

3 – Lago

Minha dica é: vá caminhar lá, ver os patinhos nos lagos, ver as diferentes “tribos” que frequentam o local. Enfim, o lugar é super bacana e tem gente de todo tipo, nacionalidade e classe social.

o que fazer no parque ibirapuera sp

Foto de uma das pontes do parque. Foto: Marcelle Ribeiro.

4 – Pavilhão Japonês

Ao decidir o que fazer no Parque Ibirapuera, não deixe de fora uma visita ao Pavilhão Japonês, que é fofinho. O parque tem entrada gratuita, mas o Jardim Japonês é uma das atrações dele em que se cobra ingresso. Lá no Pavilhão Japonês você vai ver bonsais, umas armas japonesas (meio meia-boca) e um lago cheeeiiiio de carpas! Uma gracinha.

O Pavilhão Japonês fica aberto às quartas, sábados, domingos e feriados, das 10h às 12h e das 13h às 17h. O ingresso custa R$ 10 (preço de 2020). Em 20 minutos você vê. A entrada mais próxima é a do portão 10, perto do Planetário.

As carpas no lago do Pavilhão Japonês. Foto: Marcelle Ribeiro.

5 – Jardim das Esculturas

Outro lugar onde você pode caminhar no Ibirapuera é o Jardim das Esculturas, que nada mais é do que um monte de esculturas espalhadas próximo ao Auditório (portão mais perto: 3). São bem abstratas, bem viajantes. A visita é rápida, ou seja, em 10 minutos você aprecia.

6 – Auditório

É legal ver a fachada super diferente do Auditório, que é o palco do Ibirapuera. Lá rolam shows variados (mas são pagos, tá?). Mesmo que você não vá a um, vale uma foto da parte externa.

7 – Patins e skate na Marquise

Pra quem optar pelo aluguel de patins no Ibirapuera, vale saber que além de andar por todo o parque, a Marquise é point pra galera das rodinhas, seja patins ou skate. Fica nos arredores do portão 3.

8 – Museu de Arte Moderna (MAM)

O MAM tem um acervo com mais de 5 mil obras de arte moderna e contemporânea, principalmente brasileiras.

Além disso, há exposições temporárias e mostras temáticas durante o ano todo.

Funciona de terça-feira a domingo, das 12h às 18h (com entrada até 17h30). O ingresso custa R$ 20 (com meia entrada de R$ 10 para professores e estudantes). Os preços são de 2020. Maiores de 60 anos, pessoas com deficiência e crianças de até 10 anos não pagam. Aos domingos, a entrada é gratuita para todos. Porém, é necessário fazer a reserva de ingressos antecipadamente.

9 – Oca

Outro ponto bacana para você considerar ao que fazer no Parque Ibirapuera é uma visita à OCA – Museu da Cidade de São Paulo. Mas só vale ir a esse prédio circular se estiver rolando uma das exposições temporárias sempre maravilhosas e interativas que acontecem por lá. Mas já aviso que a entrada costuma ser cara.

Para exemplificar, no fim de 2019, o espaço recebeu a maior exposição de Lego do mundo: “The Art of the Brick: DC Super Heroes”. Na época, a entrada era de R$ 40 (mas tinha meia entrada de R$ 20).

10 – Planetário

Quando o assunto é o que fazer no Parque Ibirapuera, uma das minhas atrações preferidas é o planetário. Porém, ele requer um pouquinho de planejamento prévio, porque é difícil achar ingresso na hora. Por isso, é melhor entrar no site antes, escolher a sessão que você quer ir (tem para crianças e para adultos, sempre à tarde) e comprar o ingresso, que custa R$ 8 (preço de 2020).

11 – Museu Afro Brasil

O museu tem mais de 7 mil obras dos universos culturais africanos e afro-brasileiros. Aliás, o acervo conta com quadros, pinturas e fotografias sobre religião, escravidão, trabalho e arte.

Funciona de terça a domingo, das 11h às 17h. Fica perto do portão 10. O ingresso custa R$ 15 (mas tem meia entrada de R$ 7,50). Os preços são de 2020.

12 – Show de luzes

Na época de Natal e do aniversário de São Paulo, há um show de luzes bacana no lago principal do parque (o que se vê de uma das avenidas que circunda ele). É lindo e se você for numa dessas épocas, não deixe de fora ao decidir o que fazer no Parque do Ibirapuera.

O Parque Ibirapuera é pago?

O parque em si é gratuito, mas há atrações pagas, como museus, shows no auditório e o Pavilhão Japonês.

O estacionamento cobra uma taxa única de R$ 10 nos dias de semana e R$ 12 aos sábados e domingos. Ou seja, sem número de horas definido para deixar o veículo. Os preços são de 2020.

o que fazer no parque ibirapuera pavilhao japones

Os bonsais do Pavilhão Japonês. Foto: Marcelle Ribeiro.

Como chegar ao Parque Ibirapuera

Agora que você já sabe o que fazer no Parque Ibirapuera, vamos falar de como chegar.

Mas antes, uma dica: se você for de táxi ou Uber, avise, assim que entrar no carro, que você não quer que ele entre no parque. É que apesar do parque ter vários portões de entrada, são poucos os portões em que é permitida a entrada de carros (só pode carro nos portões 3 e 7A). Ou seja, sempre rola fila de carro e você vai ficar nela pagando a mais pelo táxi.

Peça para o motorista parar numa das ruas que circulam o parque, e atravesse a rua andando. Um exemplo: peça para o motorista do táxi ou Uber te deixar perto da Assembleia Legislativa de São Paulo, atravesse a rua e entre pelo portão mais próximo (que fica a uns 200 metros da Assembleia). Desta forma, você já vai ficar pertinho do Auditório do Ibirapuera, de um lago e do Pavilhão do Ibirapuera.

Ah, outra dica: antes de entrar no táxi, decida o que você vai querer ver lá, porque, como eu disse, tem muito o que fazer no Parque Ibirapuera e ele é enorme. É melhor você entrar pelo portão próximo às atrações que você quer ver.

Como ir para o Ibirapuera de metrô

As estações de Metrô mais próximas são Santa Cruz, Vila Mariana, Ana Rosa, Paraíso e Brigadeiro. Todas ficam a cerca de 2 km ou mais de lá, então sugiro pegar um Uber se quiser evitar a caminhada de uns 20 minutos.

Onde comer no Parque Ibirapuera

O único e principal “porém” do Ibirapuera é que é meio ruim de almoçar lá. Em primeiro lugar, preciso dizer que tem um restaurante colado no Museu de Arte Moderna, mas que não me parece barato não… Além desse restaurante, tem um ou outro quiosque de suco, e vários ambulantes vendendo picolé, água de coco e biscoitos baratinhos.

Hotéis perto do Parque do Ibirapuera

Quem quer aproveitar bem tudo o que há para fazer no Parque Ibirapuera e ficar perto do local, pode encontrar ótimas acomodações.

O Ibis São Paulo Ibirapuera tem ótimo custo benefício, com nota 8,3 no Booking (com base em mais de 1.700 avaliações). A diária para o casal custa a partir de R$ 210.

Da mesma forma, o Intercity São Paulo Ibirapuera fica a 2km do parque, com elogios pela localização, conforto e estrutura (piscina, academia, etc). A nota no Booking é de 8,5 (com mais de 3 mil opiniões) e o quarto duplo custa a partir de R$ 378.

o que fazer no parque ibirapuera intercity

Piscina do Intercity São Paulo Ibirapuera. Foto: Booking

Por fim, o 4 estrelas Green Place Ibirapuera é outro dos hotéis próximos ao parque do Ibirapuera, a apenas 16 minutos a pé. A nota é de 8,2 no Booking, com diárias a partir de R$ 371 para duas pessoas. O café da manhã é elogiado e a localização e tamanho dos quartos estão entre os destaques dos hóspedes.

Telefone do Parque Ibirapuera

Os telefones do Parque Ibirapuera são (11) 5575-5045 e (11) 5573-4180.

Programação do Parque Ibirapuera

Para saber o que fazer no Parque Ibirapuera hoje ou na data da sua viagem, você pode conferir a programação nos sites dos jornais locais. Sem dúvida, Folha de S. Paulo e Estadão são as melhores opções.

O que fazer no Parque Ibirapuera – Conclusão

Em conclusão, o Ibirapuera é um lugar para todas as tribos, perfeito para fazer atividades ao ar livre. Além disso, o parque também proporciona espaços culturais fechados, que podem ser aproveitados mesmo em dias de chuva em São Paulo. Enfim, há muito o que fazer no Parque Ibirapuera e esse é um passeio imperdível para turistas.

Leia também:

Comentários

  1. 05 ago 2011

    acho que o restaurante do MAM é caro mesmo, o jeito é levar a marmita e fazer um piquenique!

  2. Rubens
    03 jul 2015

    No próximo dia 23, eu e minha família, partiremos aqui de Floripa para conhecer sua grande cidade, será uma aventura inesquecível, o GPS será nosso guia, suas dicas são preciosas, parabéns!. Pena que teremos apenas 3 dias para conhecer as melhores atrações da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *