Rio: Trilha, Cachoeira do Chuveiro, Vista Chinesa e Mesa do Imperador

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 17/02/2016
Compartilhar este artigo:

Uma ótima opção de passeio diferente no Rio de Janeiro para quem gosta de fazer trilhas, tomar banho de cachoeira e ver vistas incríveis é fazer um “combo” de atrações na Zona Sul, visitando, de uma tacada só, a Cachoeira do Chuveiro + a Vista Chinesa + Mesa do Imperador, tudo no bairro do Jardim Botânico. Fiz esses passeios em um domingo desses e conheci tudo em cerca de 3h. E o melhor: dá para fazer tudo sozinho, sem guia, em segurança e sem gastar nada!

DSC06468

Vista da Vista Chinesa, no Rio. Foto: Marcelle Ribeiro

Todas essas atrações ficam no Parque Nacional da Tijuca, na área conhecida como Serra da Carioca (leia mais sobre o Parque no site oficial). O parque é gigantesco, tem várias entradas espalhadas por diferentes regiões da cidade e outras trilhas e cachoeiras. A minha meta é conhecer cada uma delas e ir postando aqui. Para vocês terem uma ideia, a região da Serra da Carioca abrange também o Parque Lage, o Corcovado e o Mirante Dona Marta (tudo isso na zona sul do Rio). Os outros setores do Parque Nacional da Tijuca são Pedras Bonita e da Gávea (em São Conrado, na divisa da zona sul com a zona oeste do Rio), Floresta da Tijuca (com entrada pela zona norte, na Tijuca) e Covanca/Pretos Forros. Veja um mapa do parque aqui para entender melhor.

Início da trilha para Cachoeira do Chuveiro, no Rio. Foto: Marcelle Ribeiro

Procurando hotel? O Booking tem opções para todos os bolsos. Reserve por esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

 

Começamos o nosso passeio pela Cachoeira do Chuveiro, uma queda d’água gostosa, que é alcançada após cerca de 20 minutos de caminhada. Para chegar lá, fomos de carro até a entrada da trilha, indo até o fim da Rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico e seguindo as placas para a Vista Chinesa. Passamos por um portão de entrada do Parque e paramos o carro numa lateral da pista assim que vimos a pequena piscina natural abaixo, com uma pequenina queda d’água escondida, chamada Cachoeira do Quebra.

Poço da Cachoeira do Quebra, no Rio de Janeiro. Foto: Ticianne Ribeiro

Poço da Cachoeira do Quebra, no Rio de Janeiro. Foto: Ticianne Ribeiro

A caminhada é curta, mas cheia de galhos no caminho. Teria sido fácil se não fosse por dois momentos. O primeiro é ter que segurar em uma corrente para passar por uma rocha lisa (foto abaixo). Deu nervoso na hora, mas foi bem fácil, mais do que parece (na volta é que este trecho foi mais chatinho).

DESCONTO DE 5% no Esquenta Black Friday para aluguel de carro na Rentcars, com o cupom NOVEMBER. Vale até 30/11, com retirada do carro até 31/12! Compare preços de várias locadoras!

Trilha para a Cachoeira do Chuveiro, no Rio de  Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

Trilha para a Cachoeira do Chuveiro, no Rio de Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

O segundo é ter que subir uma “escada de galhos de árvore”, bem complicadinha, em que tive que usar as mãos e ficar meio espremida entre os galhos. É aquele momento em que você pensa: “como é que eu vou passar daqui?”. Mas acaba passando. Por isso é que eu acho que essa trilha tem grau de dificuldade médio.

A escada de galhos na trilha para a Cachoeira do Chuveiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

A escada de galhos na trilha para a Cachoeira do Chuveiro. Foto: Marcelle Ribeiro.

A cachoeira não é tão alta e como o volume de água é médio, dá para ir caminhando pelo “piscininha” até debaixo dela. Por isso é que lembra um chuveiro. Em volta há pedras em que você pode se esticar e tomar um solzinho (a partir das 11h, quando o sol bate ali).

Cachoeira do Chuveiro, no Rio.

Cachoeira do Chuveiro, no Rio.

Uma dica importante é chegar lá cedo. Nós chegamos no início da trilha às 8h50 de um domingo e na cachoeira umas 9h30. Quando chegamos havia apenas mais umas 3 ou 4 pessoas. Até umas 10h estava bem tranquilo. Mas daí em diante começaram a aparecer grupos grandes e por volta das 10h30, quando saímos de lá, já havia umas dez pessoas “na fila” para tomar banho na queda d’água. Ok, elas estavam curtindo a piscininha formada pela cachoeira, mas ter que pegar fila para passar pelo trecho dos galhos na trilha deve ter sido bem chato.

Ah, e uma observação importante: achei suuuuper seguro fazer a trilha. Fui apenas com minha irmã e não teve nenhum perigo de assalto ou de nos perdermos no trajeto.

Dali, pegamos o carro e dirigimos mais uns 5 a 10 minutos ladeira acima para ver a vista incrível da Vista Chinesa. Estacionamos na área apropriada ali do lado, também sem ter que pagar nada. A Vista Chinesa é um mirante em formato de pavilhão chinês, construído entre 1902 e 1906 para homenagear os orientais que trouxeram o cultivo do chá para o Brasil. De lá, você tem uma vista incrível da Lagoa Rodrigo de Freitas e da zona sul do Rio.

foto 4 (8)

Vista Chinesa, no Rio de Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

Vista Chinesa, no Rio de Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

Vista Chinesa, no Rio de Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 4 (6)

Vista Chinesa, no Rio de Janeiro. Foto: Marcelle Ribeiro

Dali, dirigimos mais uns 3 minutos e chegamos a um lugar chamado Mesa do Imperador, onde mais uma vez apreciamos a paisagem (bem parecida com a da Vista Chinesa). A Mesa do Imperador é um mirante com uma mesa mesmo, onde os nobres faziam almoços campestres e onde o Imperador D. Pedro II ia quando fazia passeios pela floresta.

foto 5 (17)

Vista da Mesa do Imperador. Foto: Marcelle Ribeiro

 

Vale a pena também ler mais dicas sobre esses passeios nesses blogs aqui:

http://deixadefrescura.com/2012/01/cachoeiras-do-horto-vista-chinesa.html

http://aproveitandoorio.blogspot.com.br/2011/11/cachoeira-do-chuveiro.html

Reserve sua hospedagem no Rio de Janeiro pelo Booking clicando aqui e ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Leia também:

Trilha na Pedra Bonita, no Rio de Janeiro

Cachoeira perto do Rio de Janeiro, em Guapimirim

Mais dicas de passeios para montar seu roteiro de viagem no Rio de Janeiro

 

 

 

Compartilhar este artigo:

Comentários

  1. Diuceia Ribeiro
    02 fev 2015

    Oi, vou visitar o Rio de Janeiro em abril, junto com minhas duas filhas, 10 e 16. Estou pesquisando passeios que consiga fazer sozinha sem guia e em segurança, mas vou estar sem carro e ficarei na marques de Valença, fica longe pra fazer este passeio? tem alguma outra dica. Obrigada!

    • 02 fev 2015

      Oi, Diuceia,

      A Rua Marquês de Valença fica no bairro da Tijuca. Você terá que pegar um táxi para a Vista Chinesa. O mais perto é ir pelo Alto da Boa Vista, que levará cerca de 30 minutos e deve custar cerca de R$ 40. O problema é que depois de saltar na Vista Chinesa, você dificilmente encontrará um táxi que te leve até o início da trilha do Chuveiro, porque esta região não tem tantos táxis passando, já que é uma área apenas com mirantes e casarões. Ir a pé da Vista Chinesa até o início da trilha é uma descida, você vai caminhar por um trecho considerável, pode ser cansativo. Daí, depois de fazer a trilha, terá que conseguir um outro táxi para ir embora, pois não passa ônibus nessa região. Talvez seja mais confortável alugar um carro.

  2. maicon
    27 abr 2015

    como faço Pará a pé para a vista chinesa do Jardim Botânico.

  3. Liria
    15 nov 2015

    Oi Marcelle,
    Estou indo para o Rio com meu marido e mau filho de 9 meses. Tem alguma trilha que eh mais facil/segura para fazer com o bebe?

    • 25 nov 2015

      Liria,
      Não tenho filhos e não sei te dizer qual a dificuldade de fazer uma trilha com bebês. Em todas as trilhas que fiz no Rio, nunca vi mães com bebês, apenas com crianças de a partir de 4 anos. Sugiro que escolha uma trilha fácil e curta e considere que a maioria delas não tem banheiro por perto (ou quando tem, são banheiros precários, às vezes sem água.
      Abraço,

  4. Suellen
    13 jul 2016

    Bom dia! Essa trilha é gratuita? Ou precisa pagar alguma taxa para acesso?

  5. Gabriela
    16 out 2016

    Olá! Estou pensando em fazer essa trilha, mas queremos ir de carro e não sabemos se é seguro ou confortável a questão do estacionamento. É tranquilo ir de carro? Tem lugar para deixar durante a subida pra ir pra trilha ou só lá em cima na vista chinesa?

    • 17 out 2016

      Oi, Gabriela,
      Tem pouquíssimo lugar para estacionar: uma ou 2 vagas na entrada da trilha e mais umas 5 ou 6 lá em cima na Vista Chinesa. É seguro, mas tem pouca vaga. Se você vai de carro, vá bem cedo. Foi o que eu fiz.
      Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *