Roteiros prontos na Chapada dos Veadeiros para 4, 5 e 8 dias

postado por Marcelle Ribeiro e atualizado em: 19/02/2021

Decidir o que conhecer na Chapada dos Veadeiros não é tarefa fácil: são muitas atrações lindas e eu tinha poucos dias. Com base na minha experiência, resolvi dar dicas para quem quer montar um roteiro incrível para a Chapada dos Veadeiros.

Confira o índice:

Mapa
Quantos dias ficar
Roteiro de 4 dias
Roteiro de 5 dias
Meu roteiro ideal na Chapada dos Veadeiros
Qual a melhor época para ir
Quanto tempo de Brasília à Chapada

Mapa

Separei as atrações do meu roteiro com cores diferentes por localidades, sendo roxo para São Jorge, azul para Alto Paraíso de Goiás (que vamos abreviar aqui para Alto Paraíso) e amarelo para Cavalcante.

Quantos dias ficar na Chapada dos Veadeiros

Estive no carnaval na Chapada dos Veadeiros por apenas 5 dias (contando com a ida e volta para Brasília). O ideal seria dedicar pelomenos de 7 a 10 dias para a região. Porém, se você não tiver esse tempo disponível, recomendo que fiquei pelo menos 4 dias inteiros, para conseguir conhecer parte das atrações.

A seguir, vou explicar o meu roteiro da Chapada dos Veadeiros, além de dar sugestões para roteiros com mais dias de viagem.

Leia também: Chapada dos Veadeiros – Onde ficar / quando ir / como ir

Como montar um roteiro para a Chapada dos Veadeiros

Com uma semana ou mais, indico dividir a hospedagem em pelo menos duas das três localidades da Chapada: Cavalcante, Alto Paraíso de Goiás e São Jorge (sendo que Alto Paraíso fica mais ou menos entre Cavalcante e São Jorge).

Ficando uns dias em cada cidade, é possível conhecer as cachoeiras mais próximas e evitar deslocamentos longos, e muitas vezes por estradas de terra, até as atrações. De São Jorge até cachoeiras famosas de Cavalcante, por exemplo, leva-se quase 2h para ir e mais 2h para voltar. Dividindo a estadia, poupa-se tempo e gasolina.

Além disso, é necessário entender que o clima afeta — muito — o roteiro na Chapada dos Veadeiros. Se você for no período de chuvas (de novembro a abril), nem adianta ir nas cachoeiras da região de Cavalcante, porque as águas estarão barrentas nesta época. Então, isso pode gerar uma decepção.

A melhor maneira de chegar é pelo Aeroporto Internacional de Brasília, que fica a 229 km de Alto Paraíso de Goiás, a 265 km de São Jorge e a 308 km de Cavalcante.

Como economizar na passagem aérea

Nós costumamos comprar passagens com desconto na MaxMilhas, Viajanet e Passagens Promo. Todos esses sites são parceiros aqui do blog e indicados por nós.

Roteiro Chapada dos Veadeiros 4 dias

Com apenas 4 dias inteiros disponíveis (sendo que no primeiro nós saímos de Brasília cedinho para ir até a Chapada e no último nós tivemos que dedicar a tarde à voltar para a capital federal), decidi montar base em São Jorge, pois a maior parte das cachoeiras que eu queria conhecer estava por ali, ou no caminho até a vila.

Nós recomendamos alugar um carro, para ter mais autonomia para montar seu roteiro pela Chapada dos Veadeiros. Quando eu fui, alugamos o veículo, como sempre, pelo portal Rentcars, em que pudemos escolher entre diversas locadoras, desde as maiores até as regionais. Retiramos o carro no aeroporto de Brasília e devolvemos lá. Enfim, tudo mega prático e seguro.

Então, chegamos no aeroporto de Brasília por volta das 22h, pegamos o carro que já havíamos pré-reservado pela Rentcars. Em seguida, fomos para o nosso hotel. Chegamos no Hotel St. Paul, no setor hoteleiro Norte por volta das 23h. Aliás, o hotel é excelente, super recomendo. Novo, amplo, com quarto grande, cama confortável, TV, banheiro impecável. Serviço de quarto bom, preços justos.

A diária foi barata, mesmo reservando com apenas uma semana de antecedência. O café da manhã estava muito bom e os funcionários foram super atenciosos. Exatamente em frente tem um estacionamento público gratuito, bem iluminado e com bastante vaga (até parecia estacionamento do hotel). Muito perto do hotel tem um shopping. O aeroporto fica a 15 minutos de carro.

Roteiro Chapada dos Veadeiros – Dia 1

No nosso primeiro dia mesmo, sábado de carnaval, pegamos a estrada para a Chapada às 7h. Ela estava ótima. Às 10h já estávamos na entrada da Fazenda São Bento, onde visitamos as cachoeiras Almécegas 1 e Almécegas 2, que ficam entre São Jorge e Alto Paraíso.

Sem dúvida, foi uma ótima maneira de começar nosso roteiro pela Chapada dos Veadeiros. Essas cachoeiras são formadas por 2 quedas d’água próximas. A trilha para lá é fácil e curta e tem placas, então não é necessário guia. Em primeiro lugar, siga as placas para o mirante, tire fotos e depois continue essa trilha para descer 600 metros de trilha íngreme para o poço d’água formado pela cachoeira Almécegas 1.

Esse poço é fundo, mas você pode ficar na parte rasa (pequena) ou nadar até debaixo da queda d’água (foi isso que fizemos). Depois, suba a escada de pedra e volte pela mesma trilha até encontrar a bifurcação onde verá as placas das “corredeiras”. Dali, ande mais uns metros e chegue até piscinas calmas formadas entre as pedras (no alto de Almécegas 1).

Depois, pegue o carro novamente, ande mais uns metros de estrada de terra e estacione perto da cachoeira Almécegas 2. Deste estacionamento são mais uns 400 metros (só de ida) para Almécegas 2. A queda d’água tem 15 metros e uma área ótima para banho (uma parte rasa e outra funda).

roteiro chapada dos veadeiros almecegas

Cachoeira de Almécegas 1. Foto: Marcelle Ribeiro

Vale da Lua

Depois de lanchar na trilha das Almécegas 1 e 2, pegamos o carro e seguimos rumo à Vila de São Jorge, mas paramos antes para conhecer o Vale da Lua, onde ficamos das 15h30 às 17h. É um passeio muito bacana, mas ficou a vontade de voltar para curtir mais. Como era um feriadão, o local estava cheio de turistas. Poderia ser muito mais legal se não estivesse lotado. Por isso, a minha dica é você ir cedinho para pegar o Vale da Lua mais tranquilo e sem muvuca.

Vale da Lua. Foto: Marcelle Ribeiro

Por fim, jantamos no restaurante Luar com Pimenta. Essa é uma boa dica para quem quer jantar bem na Chapada dos Veadeiros. O local é super aconchegante e tem música ao vivo. O cardápio tem pizzas, sanduíches e refeições. Nós adoramos tudo que comemos por lá.

Veja também: Tudo que você precisa ler sobre a Vila de São Jorge

Roteiro Chapada dos Veadeiros – Dia 2

Tentamos ir no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, mas como chegamos lá às 10h30, não pudemos entrar, porque já estava cheio. Então, essa dica é importante: chegue cedo ao local, já que há limite de visitantes por trilhas.

Então, fomos à Cachoeira do Segredo, numa trilha que levou o dia inteiro. São 16 Km (ida e volta), mas vale a pena: a queda tem mais de 100 metros de altura e uma ótima piscina para banho.

Começamos a trilha às 11h e terminamos às 18h. Nesse tempo, passamos diversas vezes, de bota e tudo, por rios no caminho. Os guias turísticos explicam que se formos tirar o sapato a cada vez que cruzamos o rio, não dá tempo de fazer o percurso.

Depois dos 8 Km de ida na trilha, tivemos um bom tempo para curtir a cachoeira. Mas, antes disso, fizemos apenas uma pausa de 30 minutos para tomar banho em um dos muitos trechos do rio que tem águas cristalinas. Aliás, a vontade era parar a toda hora, de tão linda que era a água. Mesmo assim, o guia controlou nosso tempo no trajeto, para não anoitecermos no mato.

Inclusive, normalmente esse passeio só pode ser feito com guias, pois o nível do rio pode subir, e eles, mais que ninguém, sabem conduzir os visitantes com segurança.

roteiro chapada dos veadeiros cachoeira segredo

Cachoeira do Segredo. Foto: Marcelle Ribeiro.

À noite, fomos para a pizzaria e creperia Papa Lua. A pizza era gostosa, com massa fina, e ainda tinha música ao vivo.

Confira também:Veja o que fazer na Chapada dos Veadeiros

Roteiro Chapada dos Veadeiros – Dia 3

Acordamos cedo e às 9h já estávamos no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Fizemos a trilha do Salto do Rio Preto, que é imperdível no seu roteiro pela Chapada dos Veadeiros, já que permite ver o cartão-postal da região: a cachoeira Salto do Rio Preto de 120 metros de altura.

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros descreve o nível de dificuldade da trilha do Salto como difícil. Apesar disso, meu pai, com 65 anos, fez esse passeio. Ah, ele frequenta a academia com regularidade.

Eu considero a dificuldade da trilha média, porque há muitos trechos que, apesar de planos, são ao céu aberto, sem uma sombra para fugir do sol. Além disso, o caminho conta com subidas com escadarias bem cansativas. Ah, você não precisa contratar guia para esse passeio e a trilha é bem sinalizada.

roteiro chapada dos veadeiros trilha do salto

Cachoeira do Salto do Rio Preto: Foto Marcelle Ribeiro.

Como é a Trilha do Salto

A nossa primeira parada foi em um mirante para ver o Rio Preto e sua cachoeira. Aliás, a cachoeira Salto do Rio Preto é a mais famosa da Chapada dos Veadeiros e tem 120 metros de altura! Porém, não dá para tomar banho nela.

Em seguida, caminhamos até a nossa primeira parada para banho, a Cachoeira do Garimpão. A queda d’água tem 80 metros de altura e um grande poço para banho. Além disso, tem uma área grande na sombra para descansar. Por outro lado, eu achei uma pena que as pedras nessa área não são lisas, então não dá para deitar.

Depois veio a pior parte da trilha: subir uma escadaria e caminhar em um trecho plano e aberto, mas que nos deixava bem expostos ao sol.

Mesmo assim, o sacrifício valeu a pena. Nós chegamos a um rio com piscinas naturais com “hidromassagem”! Depois de “almoçar” o nosso sanduba na beira do rio (tivemos que improvisar uma sombra esticando as cangas em cima das árvores, porque quase não há sombra ali), fomos nos esticar nas piscinas.

Acabamos a trilha às 15h.

À noite, saímos para jantar e comemos na Risoteria Santo Cerrado. Estava uma delícia e o restaurante é muito charmoso.

Roteiro Chapada dos Veadeiros – Dia 4

Era terça-feira de carnaval e foi dia de levantar cedo de novo, fazer as malas e o check out. Às 9h15 começamos a trilha da cachoeira Raizama, pertinho de São Jorge. São apenas 3,5 km de estrada de terra.

A trilha é leve, tem cerca de 2km no total e é circular, com algumas descidas em escadarias. Há muitas placas no percurso e dois lugares para banho. A Raizama mesmo é um salto de 40 metros de altura, escondido entre paredões de pedra e só é possível vê-la do alto. Mas você pode se banhar nos trechos do rio que formam piscinas de água corrente entre as pedras.

roteiro chapada dos veadeiros cachoeira raizema

Cachoeira Raizama. Foto: Marcelle Ribeiro.

No dia em que fomos a água estava meio escura, porque havia chovido bastante no dia anterior. Nós levamos 2 horas no total para conhecer a cachoeira e a piscina vizinha, porque fizemos tudo sem pressa.

A entrada custava R$ 20 por pessoa (em 2015). Na fazenda não há lanchonete, mas há um banheiro simples. O estacionamento era gratuito.

roteiro chapada dos veadeiros cachoeira raizema

Cachoeira Raizama, na Chapada dos Veadeiros.

Às 12h já havíamos trocado de roupa na fazenda onde fica a cachoeira e pegamos estrada para Brasília.

Chegamos em Brasília por volta das 15h e fomos direto para o Brasília Shopping almoçar. Em seguida, hora de devolver o carro e embarcar de volta pra casa.

Roteiro Chapada dos Veadeiros 5 dias

Se eu tivesse ficado mais um dia de roteiro na Chapada dos Veadeiros teria conhecido também, a Catarata dos Couros.

A minha mãe visitou esse ponto turístico e contou que o conjunto de quedas do Rio dos Couros é uma delícia para o banho. O grupo da minha mãe preferiu contratar um guia, mas dá para ir sem guia sem problema. O passeio, que tem dificuldade de fácil a moderada, tem uma trilha que vai margeando o Rio dos Couros, e permite paradas para apreciar as quedas d’água do alto, além de banhos.

Aliás, uma das quedas d’água se chama Almécegas 1000 e tem 50 metros de altura (não confundir com as cachoeiras Almécegas 1 e Almécegas 2, que são em outro lugar).

Veja os detalhes:O que fazer na Chapada dos Veadeiros: 16 passeios imperdíveis

roteiro chapada dos veadeiros catarata dos couros

Catarata dos Couros, na Chapada dos Veadeiros. Foto: Adelia Ribeiro

Roteiro ideal na Chapada dos Veadeiros

Minha sugestão de roteiro ideal seria de 8 dias de viagem. Assim, você consegue aproveitar os principais pontos turísticos, cachoeiras e trilhas.

Então, veja minha lista do que eu faria em 8 dias na Chapada dos Veadeiros abaixo. Ah, a ordem de hospedagem nas cidades, assim como a ordem dos dias e passeios, é indiferente, tá?

Mais perto de São Jorge:

  • Primeiro dia: Trilha dos Saltos
  • Segundo dia: Trilha dos Cânions
  • Terceiro dia: cachoeiras Almécegas 1 e 2 e Vale da Lua
  • Quarto dia: Cachoeira do Segredo

Mais próximo a Alto Paraíso de Goiás:

  • Quinto dia: Catarata dos Couros
  • Sexto dia: Cachoeira do Macaquinhos
  • Sétimo dia: Cachoeira dos Cristais e Loquinhas, que a Fabi do Loucos por Viagem conheceu.

Em Cavalcante:

Qual a melhor época para ir à Chapada dos Veadeiros

A melhor época para conhecer a Chapada dos Veadeiros é na seca, que vai de maio a setembro. É que as estações de lá são bem definidas, e, sem chuvas, as águas das cachoeiras e dos poços d’água ficam ainda mais bonitas e cristalinas.

Fui em fevereiro, torcendo para não chover. Mas, da próxima vez, pretendo me planejar para os outros meses.

Confira os detalhes:Chapada dos Veadeiros – Quando ir

Quanto tempo de Brasília a Chapada dos Veadeiros?

O acesso de Brasília a Alto Paraíso de Goiás, São Jorge e Cavalcante é feito pela BR-020.

Brasília fica a 229 km de Alto Paraíso de Goiás (cerca de 3 horas de carro), a 265 km de São Jorge (cerca de 3 horas de carro) e a 308 km de Cavalcante (4 horas de carro).

Veja mais:Como chegar à Chapada dos Veadeiros

Roteiro Chapada dos Veadeiros: Conclusão

Em conclusão: a viagem foi incrível, mas se a gente tivesse mais dias, teria conhecido mais belezas da região.

Confira o vídeo com a Chapada dos Veadeiros e outros parques nacionais do Brasil

Leia também:

Comentários

  1. Sarah
    24 mar 2015

    Oi, tudo bem? Vou agora em Abril e queria tirar uma duvida com vc! Vou chegar em brasilia as 8h e ja pegar o carro pra alto paraiso! Minha ideia eh nesse primeiro dia conhecer a fazenda sao bento (mais a cachu de mesmo nome e as almecegas) e tentar ir no vale da lua pra ja otimizar tudo! Acho q vale ir pra pousada e dps partir ou ganhar tempo e ir de carro direto pra sao bento? Sao bento eh perto do vale da lua? Beijos e obrigada!!

    • 01 abr 2015

      Oi, Sarah,
      Acho que não vai dar tempo de fazer tanta coisa no mesmo dia,a não ser que você fique bem pouco nas cachoeiras. Eu saí de Brasília às 7h, cheguei na fazenda São Bento às 10h (não passei na pousada antes, fui direto de Brasília para a fazenda). Vi Almécegas 1 e Almécegas 2 (onde almoçamos um lanche), não vimos a cachoeira São Bento. Chegamos no Vale da Lua às 15h30 (eles fecham às 17h). Saímos do Vale da Lua exatamente às 17h. E depois é que fomos fazer o check in na pousada, na vila de São Jorge. O vale da Lua é perto da fazenda de São Bento sim, uns 20 minutos de carro.
      Abraço,

  2. MARIANA
    28 abr 2015

    Olá, estou indo para a Chapada agora em Maio, encontrei muita informação por aqui, mas no fim fiquei um pouco perdida sobre o que fazer, não ficarei muitos dias. Fiz um roteiro baseada nos principais locais que queria conhecer, se possível gostaria da sua opinião, se é mesmo o melhor a fazer ou inverter alguns lugares.
    1 dia
    Vou alugar um carro e saio de BSB cedo,7h da manhã, ai pensei em logo no caminho conhecer a Macaquinhos, depois ir para Alto paraíso, almoço e depois vou para a cachoeira Loquinhas.
    Durmo em Alto paraíso
    2 dia
    Pensei em ir a Cachoeira de Sta. Bárbara, li que é um lugar que vale a pena e deve ocupar um dia inteiro
    Durmo em Alto paraíso
    3dia
    Pela manhã ir em são bento para visitar as Almécegas e tentar fazer o Voo do gavião. Nãos ei se isso ocuparia o dia todo, caso não, não sei o que faria de tarde.
    Durmo em São Jorge
    4 dia
    Pela manhã vou ao vale da lua e pela tarde gostaria de ir fazer a trilha do salto e o mirante da janela e se der tempo ir na Raizama.
    Durmo em São Jorge
    5 dia
    Pela Manha faria uma trilha pelo Parque , não sei ao certo quais os atrativos mas acredito que ser um passeio indispensável. E após o almoço volto para BSB.
    Se puderes me dar a tua opinião agradeço muito!!!!

    • 28 abr 2015

      Olá, Mariana,
      Os dias 1 e 2 são bem possíveis de serem feitos do jeito que você falou.
      No dia 3 você pode emendar Almécegas com Vale da Lua. Não conheço o Voo do Gavião.
      No dia 4, acho improvável você fazer tudo isso. Trilha do Salto é bem cansativa. Leva boa parte do dia (eu comecei a trilha por volta das 9h30 e terminei umas 14h) e tem muitos trechos íngremes. Li que a do Mirante da Janela também é de dia inteiro e é bem cansativa. Se você tiver muioto pique e começar cedo, acho que dá para emendar a Trilha do Salto com Vale da Lua OU Raizama, que são fáceis e próximas (as duas são em São Jorge), mas comece seu dia bem cedo.
      No dia 5, vocÊ terá meio dia apenas. Pode ir Raizama, se não tiver visto ainda.
      Mas a ideia de dormir alguns dias em Alto Paraíso e outros dias em São Jorge é ótima.
      Abraço,

  3. rafaela
    23 maio 2015

    Olá.. Tem alguma indicação de pousada baratinha?
    Estarei viajando para a Chapada em Julho com o meu namorado e estamos em dúvida entre acampar ou arrumar uma pousada mais em conta.. Obrigada =)

  4. Henrique Oliveira
    29 dez 2015

    Você recomenda conhecer a chapada no Carnaval? É muito cheio? Pelo seu post, há alguns inconvenientes…
    Obrigado

    • 12 jan 2016

      Oi, Henrique,
      Eu recomendo sim. É cheio, mas nada que inviabilize a visita. Porém, saiba que não é uma época boa para conhecer a cachoeira de Santa Bárbara, pois como é época de chuvas, as águas dela não devem estar verdes e transparentes e sim barrentas. O Vale da Lua estará bastante cheio, tente ir logo na hora que abrir.
      Abraço,

  5. Larissa
    07 jan 2016

    Olá, é possível fazer Almécegas I e II e Loquinhas no mesmo dia? Obrigada!

    • 11 jan 2016

      Oi, Larissa,
      Sim, é possível. Não conheci Loquinhas, mas li que é uma trilha curta e fácil até lá. E a trilha para Almécegas I e II também não é demorada.
      Abraço,

  6. Gabriel
    23 jan 2017

    Olá, estou montando um roteiro para o feriado de abril, porém estou no dúvida se será suficiente o número de dias.
    Você acha possível?
    dia 20 chegada em Brasília, pernoite
    dia 21 saída cedo de brasília e ir direto para Almácegas 1 e 2 e tentar encaixar mais uma cachoeira
    dia 22 cachoeira santa barbara e mais uma próxima
    dia 23 conhecer algo próximo de Alto Paraíso até as 14 horas, pois será minha cidade base, e voltar para Brasília para voar a noite

    Acha possível?

    • 27 jan 2017

      Oi, Gabriel,
      Super possível. Fiz um roteiro parecido. Mas prepare-se pq vc vai ficar meio cansado de dirigir. Melhor se hospedar em Alto Paraíso, que é mais perto desses lugares que você quer conhecer.
      Abs

  7. Fabio Pastorello
    11 fev 2019

    Obrigado pela indicação Marcelle. Sempre falta alguma coisinha para a gente conhecer, né? Nós, por exemplo, não fomos na Cachoeira do Segredo. Abração.

    • 12 fev 2019

      Pois é, Fábio. Eu já tô sonhando em ir de novo, porque a cachoeira de Santa Bárbara não sai da minha cabeça. Cada foto!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *