Templo budista de Foz do Iguaçu

postado por Marcelle Ribeiro em 05/10/2014 - Atualizado em: 17/02/2016
Compartilhar este artigo:

Templos religiosos sempre me atraíram, especialmente os coloridos, não importa de que religião. Adoro igrejas barrocas, mesquitas com seus tapetes e tetos impressionantes e também templos budistas, com suas estátuas belíssimas em amplos jardins. E quando fui a Foz do Iguaçu, em maio desse ano, eu aproveitei que tinha tempo e fui conhecer o templo budista da cidade, que é uma graça.

Como os outros templos que já visitei (fui ao de Cotia, na Grande São Paulo, e ao de Três Coroas, no Rio Grande do Sul), há estátuas lindas na área externa, cheias de simbolismo. Dos três, este é o menor e o que tem o interior menos interessante, mas não por isso deixa de ser bonito. Não é um lugar que atrai tantos turistas, mas é uma ótima oportunidade para os curiosos conhecerem um pouco do clima budista no Brasil mesmo, já que viajar para a Ásia, onde o Budismo é muito praticado, é caríssimo.

O templo de Foz fica num bairro pobre da cidade, mas não achei nem um pouco perigoso. Fui de ônibus normal e voltei usando esse mesmo meio de transporte.

No lugar há 120 estátuas, entre elas muitos dragões, figuras que representam diferentes virtudes e um buda sentado de sete metros de altura. O interior da casa de oração é bem simples, não tão impressionante como as de Cotia e Três Coroas. Mas mesmo assim, a sensação de paz que o lugar proporciona é bem bacana. Como os templos de São Paulo e do Rio Grande do Sul, este também fica num local alto (tem que subir uma ladeirinha pra chegar lá).

É bacana para descansar, fotografar e ver algo diferente. Mas senti falta de plaquinhas ou de alguém explicando um pouco sobre o que eu estava vendo. Há uma lojinha de artesanato com bibelôs à venda, mas os três orientais que estavam ali mal falavam português e não conseguiram me ajudar a ter mais informações sobre o templo.

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 2

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 3 (2)

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 4 (2)

Interior do templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 4 (5)

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

foto 5 (1)

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

Uma coisa que achei curiosa foi uma plaquinha que tinha uma frase que, quando recitada, espanta aflições e sofrimentos (e é claro que eu recitei!).

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

Templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

Eu passei cerca de uma hora lá, em um passeio agradável. O ideal é combinar a visita com a ida à Usina de Itaipu, pois o templo fica na mesma região da cidade. Para chegar lá de transporte público, basta pegar o ônibus 103 no Terminal de Transporte Urbano (TTU), no Centro de Foz, que passa a cada 40 minutos. Fotografei os horários das saídas do 103 do TTU pra vocês:

Horários da linha 103, que leva ao templo budista de Foz do Iguaçu. Foto: Marcelle Ribeiro

Horários da linha 103, que leva ao templo budista. Foto: Marcelle Ribeiro

O ônibus deixa bem perto do templo. Para voltar para o Centro de Foz, você pega o mesmo ônibus, no mesmo lugar em que saltou. Para saber os horários do ônibus da volta, basta você calcular: cerca de 40 minutos depois de ter saltado, vai passar outro ônibus no ponto.

Reserve sua hospedagem em Foz do Iguaçu pelo Booking clicando aqui e ajude o blog a ganhar uma pequena comissão sem pagar nada a mais! (saiba como funciona essa parceria aqui)

Ao reservar o seu carro pelo portal Rentcars por esse link, você compara preços de várias locadoras, consegue descontos e colabora com o Viciada em Viajar.

Leia também:

Cataratas do Iguaçu: o lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu: o lado argentino

Índice de posts sobre Foz do Iguaçu

Templo budista de Foz do Iguaçu:

http://www.visitefoz.com.br/pontos-turisticos/templo-budista/

Endereço: Rua Dr. Josivalter Vila Nova, 99, bairro Jardim Califórnia – Foz do Iguaçu. Para chegar lá, pegue o ônibus 103 no Terminal de Transporte Urbano (TTU), no Centro de Foz. O ônibus deixa bem perto do templo. Para voltar para o Centro de Foz, você pega o mesmo ônibus, no mesmo lugar em que saltou.

Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo, das 9h30 às 17h.

Preço: Grátis

 

Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Comentários

  1. elizete vieira
    12 fev 2015

    parabéns, seu site é ótimo, suas dicas são 10! Já fui para os mesmos lugares em foz e o legal é compartilhar com os outros para tornar a viagem mais prática.
    att
    Elizete

  2. Ana
    09 out 2016

    Olá!
    Ótimas informações no seu blog.
    Depois q sair do templo é possível pegar o mesmo ônibus e seguir p Itaipu?
    Obrigada

    • 10 out 2016

      Oi, Ana,
      Para voltar para o Centro de Foz, você pega o mesmo ônibus, no mesmo lugar em que saltou. Para saber os horários do ônibus da volta, basta você calcular: cerca de 40 minutos depois de ter saltado, vai passar outro ônibus no ponto.
      Abs

  3. Paulo
    14 nov 2017

    Pode ir de carro do centro de Foz ? É recomendável ? consigo estacionar no templo ?

    • 30 nov 2017

      Oi, Paulo,
      Sim, pode ir de carro sim. Não vi engarrafamentos em Foz quando estive lá. O templo tem estacionamento.
      Abraço,
      Marcelle

  4. Sabrina Braga Castanheira
    19 jan 2018

    Obrigada pelo post! Essa foto com os horários foi uma benção! Quanto tempo leva do TTU para o templo? É fácil achar o caminho do ponto em que desce ao templo? É só falar com o motorista que queremos descer lá que ele avisa quando chegar?

    • 21 jan 2018

      Oi, Sabrina,
      DO TTU para o templo eu levei uns 40 minutos. Sim, é super fácil ir do ponto até o templo, basta perguntar, todo mundo que mora lá sabe. E os motoristas de ônibus também.
      Abraço,
      Marcelle.

  5. Neusa Maria Hess
    24 ago 2018

    OBRIGADA PELAS DICAS. GOSTEI MUITO E VALEU. Muito obrigada. Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *