Hotéis baratos em Viena

postado por Marcelle Ribeiro em 10/10/2012 - Atualizado em: 08/02/2019
Compartilhar este artigo:

Quando estive em Viena no início de junho fiquei em dois hotéis diferentes. É que a viagem foi repartida em duas: chegamos na Áustria por Viena, passamos uns dias na capital, fomos para o interior do país, e depois dormimos mais uma noite em Viena, para de lá ir para Istambul pegar o nosso voo de volta para o Brasil.Na chegada, ficamos num hotel barateiro da rede Accor, chamado Etap (que é meio como o Formule 1 dos europeus). Há vários Etap em Viena e nós ficamos no Etap Wien Messe (que acabei de descobrir que mudou de nome, e agora se chama Ibis Budget Wien Messe). Escolhemos esse hotel porque era o mais barato e relativamente próximo do centro que achamos. Viena é uma cidade cara, e achar hospedagem a menos de 80 euros o casal a diária foi bem difícil. No início de junho, pagamos 60 euros a diária num quarto de casal, sem café da manhã.

O hotel fica entre as estações de metrô U-Praterstern e U-Vorgartenstrasse, a uns 500 metros de cada uma delas. E estas estações do metrô ficam a umas poucas paradas do centro mais turístico de Viena. Em uns 10 minutos de metrô, já estávamos nos lugares que queríamos visitar.

ibis-budget-viena

O Ibis Budget tem quartos simples, mas confortáveis. Foto: Divulgação.

O problema é que a região é bem ruim para jantar fora. Não vimos nenhum restaurante por lá, apenas umas vendinhas de cigarro. Como chegamos meio mortos de cansado à noite, acabamos tendo que comer no restaurante do hotel Ibis, vizinho ao nosso hotel, que não era nada demais.

Procurando hotel? O Booking  tem opções para todos os bolsos. Reserve por  esse link, que tem o meu código, e ajude o blog.

O quarto era limpo, clean e bem básico, mas bonitinho. O banheiro é um capítulo à parte. A pia fica num canto do quarto e a cabine com chuveiro é de vidro fosco (não transparente), também num canto do quarto, mas sem porta separando do quarto. Ou seja, você vê a pessoa tirando a roupa para entrar no box. O vaso sanitário fica numa cabine com porta. Para nós, que somos casados há mais de 3 anos, foi super tranquilo. Mas não indico para pessoas que não têm muito intimidade uma com a outra.

O café da manhã custou uns 6 euros por pessoa. Meio caro, mas tinha bastante coisa e você pode se servir à vontade. Valeu a pena.

Na segunda passagem por Viena, ficamos em um hostel (albergue) porque chegamos na cidade de trem, pela estação de Westbahnhof, vindos de Salzburgo. Como chegaríamos quase às 23h, preferi ficar num albergue perto da estação, para podermos ir andando. Ficamos no Wombats City Lounge.

Pensando em alugar um carro? Compare em mais de 100 locadoras com a Rentcars! Pague em reais, sem IOF e parcelado em até 12X!

Em volta da estação Westbahnhof há vários hotéis e albergues mais baratos que no centro turístico da cidade. A estação é um pouco mais distante da maioria dos lugares que você vai visitar em Viena, uns 20 ou 30 minutos de metrô mais ou menos. Só que ao redor desta estação há vários restaurantes bonitinhos e charmosos, vários supermercados e lojas. Ou seja, é uma região bem melhor para se hospedar do que no hotel Etap Wien Messe, apesar de ser um pouco mais distante do centro. A Mariahilfer Strasse, rua onde ficava o nosso albergue, é enorme e bem comercial, cheia de lojas.

A rede de hostels Wombats tem várias unidades em Viena e também em outros países. Perto da estação de trem Westbahnhof há inclusive outro albergue da rede, mas pelas resenhas que li na internet, o nosso era melhor localizado.

viena-wombats

O Wombats é uma boa pedida para os solteiros. Foto: Divulgação

Pagamos uns 70 euros de diária, sem café da manhã. Mas eles oferecem café da manhã lá bem barato, a menos de 4 euros por pessoa, com uma oferta razoável de alimentos.

Seguro saúde viagem internacional: escolha entre as melhores operadoras e pague com 5% de desconto! Atendimento 24h em português!

O albergue é limpo, disponibiliza quilos de informações sobre a cidade para os turistas, e é boa pedida para os solteiros, pois no subsolo há um bar que reúne a galera. Só não gostei mais porque o quarto de casal privativo que nós reservamos tinha um banheiro acessível para cadeirantes, o que significa que é ruim para não-cadeirantes. É que ele não tinha box, nem sequer uma cortina. Ou seja, o banheiro ficou completamente encharcado depois que tomamos banho! E nem tinha pano para o chão, usamos a toalha de rosto para tentar amenizar a situação. Como passamos apenas uma noite lá, deu pro gasto. Mas eu só ficaria lá novamente se tivesse um banheiro com box.

Veja a lista com todos os posts sobre a Áustria

 

Passeio guiado de 1 dia e ingressos sem fila? Contrate aqui!
Compartilhar este artigo:
Publicado por Marcelle Ribeiro

Jornalista, baiana, mas há mais de 20 anos moradora do Rio de Janeiro. Nos seus mais de 30 anos de vida, já viajou sozinha e acompanhada. Casada com o Guilherme, petlover e viciada em pesquisar novos destinos.

Comentários

  1. Monique
    18 nov 2012

    como voces fizeram para ir do aeroporto de vienna até o Hotel Etap

  2. 19 nov 2012

    Monique,
    Nós pegamos o metrô dentro do aeroporto e fomos até a estação U-Praterstern. Da estação, andamos uns 500 metros.
    Mais dicas de transportes estão no post:

    http://viciadaemviajar.blogspot.com.br/2012/10/desconto-em-atracoes-em-viena-e-dicas.html

    Abs,
    Marcelle

  3. maria isabel
    12 set 2016

    Ficamos hospedados num hotel na rua em frente à estação Sudbanhoff, já que vinhamos de Praga. Hotel muito bom e com um atendente que morou no Brasil e falava bem o português, ajudou-nos muito, inclusive serviu de intérprete quando um primo de meu marido foi nos conhecer. Estação de metrô a menos de 100 metros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *