Onde ficar em Buenos Aires: melhores bairros e 16 dicas de hotéis

postado por Marcelle Ribeiroe atualizado em: 01/07/2020

Escolher onde ficar em Buenos Aires é um dos pontos principais no planejamento da sua viagem para a capital da Argentina. Vou compartilhar com vocês minhas dicas dos principais bairros e sugestões de hospedagem em Buenos Aires. Além dos hotéis, tem muitos hostels – ótimos para quem procura onde ficar em Buenos Aires pagando barato. Em alguns já fiquei, outros eu tive recomendações de familiares e amigos.

Para ajudar vocês a compararem os hotéis que citamos aqui, fizemos uma simulação no Booking, para checar quanto fica uma diária no quarto duplo mais simples de cada um, com a mesma data para todos, na segunda quinzena de março de 2020. Os valores informados podem variar. Se preferir, clique direto no índice para ler sobre o bairro:

Centro e Montserrat
Recoleta
Palermo: Palermo Soho e Palermo Holywood
Puerto Madero
San Telmo
Perto do aeroporto de Ezeiza ou no próprio aeroporto

Onde ficar em Buenos Aires: bairro a bairro

Criei um mapa com todos os hotéis e hostels mencionados aqui para ajudar você a visualizar melhor onde ficar em Buenos Aires. Os pins vermelhos são os do Centro. Os verdes são os Palermo Soho. Os rosas, em Recoleta. Os roxos, Palermo Holywood. Os pretos, Puerto Madero. Os amarelos, San Telmo. Os azuis, em Ezeiza. Você pode ver mais mapas dos bairros de Buenos Aires aqui.

Centro e Montserrat

Montserrat é um dos mais antigos bairros de Buenos Aires e faz parte da região central, onde estão muitos pontos turísticos da cidade, como a Plaza de Mayo, Casa Rosada, Obelisco e outros. Dá para fazer tudo a pé! Na mesma região fica a Galeria Pacífico, um dos principais shoppings, e o Café Tortoni, frequentado no passado por Carlos Gardel e Jorge Luís Borges.

Leia também: O que fazer em Buenos Aires: dicas valiosas de 31 atrações por bairro

Um ponto negativo do Centro é que ele morre depois do horário de expediente comercial. As ruas ficam vazias ou com gente estranha, mendigos, etc. Dá um medinho de sair andando. E o ponto positivo é que o acesso para outros lugares é bem fácil, pois há diversas linhas de ônibus e também algumas estações do metrô da Linha A (Plaza de Mayo, Perú, Sáenz Peña, Lima) e Linha C (Avenida de Mayo).

Não é o meu bairro preferido quando o assunto é onde ficar em Buenos Aires, mas dependendo do que você quer, avalie.

Hotéis que recomendamos no Centro

1 – Hostel Che Juan Centro

Fiquei num quarto compartilhado feminino, bem confortável e limpo. Tinha banheiro dentro do quarto, o que é sempre uma mão na roda. A cama do Hostel Che Juan era confortável, tinha lâmpada, interruptor e caixinha para pequenos pertences pessoais próxima à cama, mais um locker grande. O atendimento foi ótimo e eles me ajudaram a chamar um carro de aplicativo para ir ao aeroporto. Só não gostei de o quarto não ter chave individual e de a porta dele ficar só encostada. Em teoria, pessoas que não estão hospedadas poderiam entrar.

Não cheguei a provar o café da manhã. Tem recepção 24h. A internet é ótima. Está perto dos pontos turísticos e do metrô e é super bem avaliado no Booking, com nota 9,6 (793 avaliações) – sem avaliações no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 82.

2 – Milhouse Avenue

Minha amiga Aline ficou no Milhouse e amou! Aliás, muitos amigos elogiam o Milhouse, que tem duas unidades na cidade, então é uma ótima dica de onde ficar em Buenos Aires. Os quartos podem ser coletivos/compartilhados ou para duas pessoas apenas. Todos possuem banheiro privativo. Tem um bar e área para churrasco. A nota no Booking é 8,6 (1.539 avaliações) e é n° 5 (de 578) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 126.

3 – Ibis Buenos Aires Obelisco

Ainda no Centro, outra dica de onde ficar em Buenos Aires é o Ibis Buenos Aires Obelisco, que tem nota 8,3 no Booking (1.830 avaliações) e n° 145 (de 468) no TripAdvisor. Os quartos são duplos, com cama de casal ou de solteiro. Todos com ar-condicionado e TV e banheiros com secador de cabelos. O principal destaque de quem já ficou lá é a localização – menos de 500 metros do Obelisco e do Teatro Colón. E é um hotel que aceita pets. Diária para duas pessoas: R$ 220.

che juan hostel onde ficar em buenos aires

Che Juan Hostel. Foto: Booking.com

Recoleta

Já fiquei na Recoleta, bairro bem perto do Centro e mais residencial e gostei bastante. É um pouco mais caro, mas se tiver de escolher entre se hospedar na Recoleta ou no Centro de Buenos Aires, vale o custo benefício, apesar de ter menos locais “visitáveis”. Eu preferi porque queria ter outra impressão da cidade. E lá é cheio de prédios bonitos, ruas arborizadas, tranquilo de andar de noite. Tem lugares gostosos para comer, como o restaurante com as melhores empanadas, o San Juanino.

Lá estão o Museu Nacional de Belas Artes, Livraria El Ateneo (uma das mais bonitas do mundo), Floralis Genérica e Cemitério da Recoleta, que já se tornou um dos pontos turísticos de Buenos Aires. Para se locomover para outras regiões, há duas estações do metrô da Linha D (Pueyrredón e Agüero). Amei ficar na Recoleta, superindico.

Hotéis que recomendamos na Recoleta

4 – Hotel Bel Air 

Outra boa dicas de onde ficar em Buenos Aires é o Hotel Bel Air, onde fiquei hospedada com o maridão. Achei ótima a localização. Os quartos não têm carpete, são limpos, bonitos e espaçosos, todos com frigobar, TV de tela plana e camas queen-size. O café da manhã é gostoso, apesar de não haver muita variação a cada dia. Tem também academia. As fotos do site do hotel correspondem à realidade, vá sem medo de errar. Nota no Booking 8,2 (581 avaliações) e n° 153 (de 468) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 350.

5 – Hotel Etoile

Indicação do meu tio Juninho, O Hotel Etoile fica perto de uma bela praça de eventos, do metrô, do shopping e do Cemitério. A nota no Booking é 7,8 (2.317 avaliações) e n° 217 (de 468) no TripAdvisor. Tem quartos com vista para o Jardim da Recoleta, todos com ar-condicionado. Também tem bar, piscina e fica perto dos atrativos do Centro. Diária para duas pessoas: R$ 495.

hotel bel air onde ficar em buenos aires

Hotel Bel Air, na Recoleta. Foto: Booking.com

hotel etoile onde ficar em buenos aires

Hotel Etoile. Foto: Booking.com

Palermo: Palermo Soho e Palermo Holywood

O bairro Palermo é o maior da cidade e é subdividido em vários “Palermos”. Palermo Chico margeia o bairro da Recoleta e é onde estão o Malba (Museo de Arte Latinoamericano) e várias embaixadas. Os Bosques de Palermo é a área que concentra o Jardim Japonês, o Jardim Zoológico, o Rosedal, enfim, as atrações “verdes” da cidade.

E tem ainda Palermo Viejo, subdivido em mais dois, cada um de um lado da linha do trem. Palermo Soho tem várias lojinhas bonitas, restaurantes e um ar mais moderno. Palermo Holywood é mais animado à noite, devido aos restaurantes, bares e baladas. Esses dois são bons bairros para se hospedar em Buenos Aires. Há estações do metrô da Linha D (Plaza Italia, Palermo e Scalabrini Ortiz), mas pode ser necessário pegar táxi.

Hotéis que recomendamos em Palermo Soho

6 – Duque Hotel Boutique e SPA 

Dica da minha amiga Priscilla de onde ficar em Buenos Aires. “Uma delícia de lugar. Atendimento, instalação, serviço, tudo maravilhoso. Fofo demais!”, disse ela. O Duque Hotel tem buffet de café da manhã, piscina, sauna, hidromassagem, SPA, e quartos com TV a cabo e ar-condicionado. A nota no Booking é 9 (655 avaliações) e n° 11 (de 468) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 483.

7 – Mine Hotel 

Com piscina no jardim e quartos com TV a cabo e frigobar, o Mine Hotel é um dos hotéis mais bem avaliados na região, com nota 9,3 (312 avaliações) e n° 3 (de 468) no TripAdvisor. O café da manhã é incluído. E tem boa localização para quem pretende aproveitar a vida noturna de Palermo Soho. Diária para duas pessoas: R$ 920.

8 – Bulnes Eco Suites

Dica da minha amiga Cintia, que adorou, o Bulnes Eco Suites fica perto do metrô. “O quarto é enorme, tipo flat, com direito a varandinha”, disse ela. Tem nota 9 no Booking (1249 avaliações) e nº 32 de 468 no Tripadvisor.

duque hotel onde ficar em buenos aires

Duque hotel. Foto: Booking.com

Hotéis que recomendamos em Palermo Holywood

9 – Home Hotel 

Alguns quartos do Home Hotel têm banheira de hidromassagem, terraço privativo e vista da cidade. Os mais básicos contam com televisão e ar-condicionado. Tem café da manhã incluído e possui também um restaurante com pratos variados, de culinária local e internacional. Tem nota 9 no Booking (65 avaliações) e é n° 5 (de 468) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: 725.

10 – LOPEZ Hostel & Suítes

Uma opção mais em conta na mesma região é este hostel com nota 8,8 no Booking (324 avaliações) e n° 30 (de 578) no TripAdvisor. Os quartos são duplos, individuais ou coletivos (com banheiros privativos ou compartilhados). Tem café da manhã, lounge com TV, jardim e terraço. Diária para duas pessoas: R$ 230.

patos bosques palermo onde ficar em buenos aires

Um dos “sub bairros” de Palermo tem muita natureza. Foto: Marcelle Ribeiro.

Puerto Madero

Antiga zona portuária, foi reurbanizada e se transformou em uma área moderna e agradável, com muitas opções de lazer, cultura e gastronomia. Boa escolha para quem gosta de vida noturna.

Tem calçadão às margens do Rio Prata e a famosa Puente de la Mujer, um dos cartões-postais da cidade. O ponto negativo é que não tem pontos turísticos próximos e, para deslocamento, conta com apenas uma estação de metrô da Linha B (Leandro N. Alem). A melhor forma de se locomover é de ônibus ou táxi. Mas dá para ir a pé até vários lugares do centro.

Hotéis que recomendamos em Puerto Madero

11 – Alvear Palace Hotel

Com nota 9,2 no Booking (482 avaliações) e n° 14 (de 468) no TripAdvisor, o Alvear Palace é um hotel 5 estrelas. A construção é luxuosa, os quartos são espaçosos, oferece café da manhã e conta com piscina aquecida, hidromassagem, sauna, bar, academia, SPA, restaurante e área no terraço com vista da cidade. Diária para duas pessoas: R$ 2.000.

12 – Hotel CH Madero Urbano Suites 

É uma das opções mais em conta da região e fica a 600 metros da orla. Este hotel tem nota 8,2 no Booking (449 avaliações) e n° 103 (de 468) no TripAdvisor. Todos os quartos contam com cozinha compacta, além de TV e ar-condicionado – e há opção de suíte família com capacidade para até quatro hóspedes. Tem ainda piscina, SPA, academia, e café da manhã. Diária para duas pessoas: R$ 420.

San Telmo

Um bairro antigo e charmoso, ainda tem algumas ruas de pedra, construções com arquitetura clássica, perfeito para quem gosta de lugares históricos. Fica perto do Centro e do Puerto Madero e o bom preço de hospedagens e alimentação é o principal ponto positivo. A desvantagem é que pode ser um pouco perigoso para andar à noite.

O lugar mais procurado em San Telmo é o banco onde fica a personagem Mafalda. Tem também o Museu de Arte Moderna de Buenos Aires. E, aos domingos, a tradicional Feira de Antiguidades.

Hotéis em San Telmo

13 – Telmho Hotel Boutique

Quartos com televisão, banheiros com secador de cabelos, entre outras comodidades, são os destaques desse hotel, que fica bem no coração do bairro. Tem um restaurante que funciona 24h e café da manhã incluído. A nota no Booking é 8,2 (383 avaliações) e é o n° 125 (de 468) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 230.

14 – Monita Hostels

Com nota 8,5 no Booking (415 avaliações) e n° 185 (de 578) no TripAdvisor, o Monita possui quartos coletivos para até 12 pessoas – todos são mistos. Alguns possuem banheiro privativo, outros possuem varanda. Oferece café da manhã, tem terraço com vista para a cidade e área com churrasqueira. Diária para duas pessoas: R$ 125.

feira de san telmo buenos aires

Feirinha de San Telmo: uma das principais atrações do bairro. Foto: Marcelle Ribeiro.

Perto do aeroporto de Ezeiza ou no próprio aeroporto

Essa opção deve ser considerada em dois casos: se você tem outro destino final e uma conexão longa em Buenos Aires; ou se vai ficar na cidade, mas seu voo chega muito tarde ou sai muito cedo, e prefere não se deslocar à noite. Fora isso, não é uma localização boa, já que fica longe da parte turística.

Leia também: Tudo sobre transfer entre aeroportos em Buenos Aires + Transporte Ezeiza x Centro

Hotéis que recomendamos no aeroporto de Ezeiza ou perto dele

15 – Eze Inn Boutique Hotel 

Localizado a 3 km do aeroporto, tem nota 9,1 (411 avaliações) e é o n° 1 (de 3) no TripAdvisor. Os quartos  do Eze Inn Boutique Hotel têm ar-condicionado e TV e os banheiros têm secador de cabelos. Conta com bar e terraço ao ar livre. Diária para duas pessoas: R$ 442.

16 – Bernie’s Bed & Breakfast

Também a 3 km do aeroporto, este hotel oferece o serviço de traslado gratuito. Tem piscina, café da manhã e quartos para até quatro pessoas com ar-condicionado e aquecedor. É nota 7,9 (310 avaliações) e é o n° 2 (de 3) no TripAdvisor. Diária para duas pessoas: R$ 390.

O que fazer em Buenos Aires e Roteiro

Agora que você já tem uma ideia de onde ficar em Buenos Aires, veja o que fazer em Buenos Aires. A cidade oferece muitas opções para os turistas. Meus preferidos: Teatro Colón, Casa Rosada, Malba, Show de Tango, Museu Eva Perón, Jardim Japonês, Rosedal e Floralis Genérica.

Depois de listar os pontos que deseja conhecer, é hora de fazer seu roteiro em Buenos Aires, levando em consideração quantos dias você pretende ficar na cidade.

Onde ficar em Buenos Aires – Conclusão

Os hotéis que citamos e que não conhecemos pessoalmente foram selecionados no Booking, pois nos pareceram bons.

Agora que você já conhece melhor cada bairro fica mais fácil decidir onde ficar em Buenos Aires. Em conclusão, tudo vai depender do seu estilo de viagem e, claro, do seu bolso.

Leia também:

Comentários

  1. Adelia
    24 jan 2020

    Tá ótimo este post!
    Deu até vontade de voltar lá!

    • 24 jan 2020

      Ah, que bom que você gostou, Adelia! Buenos Aires é o tipo de cidade para onde sempre vale a pena voltar!
      Beijão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *