Parque da Catacumba: dica de trilha fácil e com vista bonita do Rio

postado por Marcelle Ribeiroe atualizado em: 29/07/2019
rio-de-janeiro-catacumba

Vista do Morro do Sacopã, no Parque da Catacumba. Foto: Caio Ribeiro.

Cercado por morros, o Rio de Janeiro tem inúmeros locais de onde é possível ver a beleza da cidade do alto. Quem tem um mínimo de disposição para fazer uma trilha pode aproveitar a vista da capital fluminense de pontos não tão óbvios como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar.Meu irmão, Caio Ribeiro, adora fazer passeios por trilhas e caminhos que levam a visões panorâmicas do Rio, como o Parque da Catacumba, na Lagoa Rodrigo de Freitas, e o Parque Nacional da Tijuca (sobre o qual falo em um outro post, ok?).

A trilha do Parque da Catacumba leva ao Mirante do Sacopã, de onde dá para ver a Lagoa e o mar de Ipanema e Leblon, além dos morros do entorno e do Jóquei Clube. É uma trilha fácil, que passa por uma área de floresta que está sendo regenerada. Segundo o meu irmão, em uma hora dá para subir, ver o visual, tirar fotos e voltar. E não tem risco de se perder lá não, não precisa de guia nem nada.

rio-de-janeiro-catacumba2

A trilha do Morro do Sacopã tem vistas lindas. Foto: Caio Ribeiro.

Lá no Parque da Catacumba tem uma empresa de atividades de aventura, a Lagoa Aventuras, que oferece atrações como tirolesa, arvorismo, muro de escalada e rapel. Ou seja, é uma boa dica para quem vai ao Rio com crianças e adolescentes. Mais informações, inclusive sobre preços no site da Lagoa Aventuras.

No dia em que você for fazer essa trilha, aproveite para conhecer as atrações do entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas, sobre as quais eu já falei neste post aqui.

O Parque da Catacumba fica na Avenida Epitácio Pessoa, 3000, na Lagoa Rodrigo de Freitas, perto do Corte do Cantagalo. Ele fica aberto de terça a domingo, das 9h30 às 16h30. A entrada no parque é gratuita.

Eu não conheço o Parque da Catacumba, mas adorei a dica dada pelo meu irmão e numa próxima visita ao Rio, vou lá dar uma conferida!

Leia também:

Comentários

  1. Orlando
    03 mar 2017

    Gostei da dica e pretendo fazer esta trilha o mais rápido possível!
    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *