Ayutthaya | Tailândia: Não cometa o mesmo erro que eu

postado por Marcelle Ribeiroe atualizado em: 01/07/2020

Fazer um passeio para a cidade histórica de Ayutthaya sempre esteve nos nossos planos para uma viagem à Tailândia. A antiga capital do Reino do Sião foi uma das cidades mais importantes da Ásia até ser praticamente destruída durante uma guerra no século XVIII. Com isso, muitos templos budistas estão pouco preservados.

Além disso, eles são bem diferentes dos templos de Bangkok, pois são de pedra aparente e não cobertos de dourado. Mas será que mesmo assim o passeio para Ayutthaya de dia inteiro vale a pena? Neste post, explico um pouco sobre a cidade histórica de Ayutthaya e mostro como fazer para visitá-la, roteiro e atrações. Além disso, dou dicas para você não cometer o mesmo erro que cometi. Veja o índice:

Como ir para Ayutthaya
O que visitar em Ayutthaya
Ayutthaya vale a pena?

Como ir para Ayutthaya | Tailândia

Ayutthaya fica a cerca de 80 quilômetros de distância de Bangkok. Até por sua proximidade, existem diversas formas para sair da capital da Tailândia para Ayutthaya. Você pode ir de trem, de ônibus, de van ou contratando uma agência de turismo que faça o passeio de bate e volta. Eu recomendo ir de passeio guiado e já já explico a razão.

De trem

Existem 32 trens entre Bangkok e Ayutthaya todos os dias. O serviço é operado pela State Railway of Thailand começa a funcionar às 04h20 e o último trem sai às 22h45. Normalmente, a viagem entre as duas cidades demora cerca de 1h30, mas os trens costumam atrasar. Por isso, é melhor considerar que o trajeto vai demorar 2 horas.

Já entre Ayutthaya e Bangkok também existem 32 trens por dia, mas os horários mudam um pouco. O primeiro trem sai às 02h27 e o último parte para a capital da Tailândia às 21h42.

De Bangkok, os trens saem da estação Hua Lamphong. Para chegar lá de transporte público, é preciso usar o metrô e descer na estação Hua Lamphong, que fica em frente ao terminal de trens. Em Ayutthaya, os trens saem da estação da cidade.

ayutthaya palacio real

O Bang Pa-In Palace fica no caminho para Ayutthaya. Foto: Marcelle Ribeiro

Como comprar bilhetes de trem

Os preços dos bilhetes variam bastante e dependem do tipo de assento e de trem que você escolhe. De maneira geral, quanto mais rápido o trem, mais cara a passagem.

Em relação ao tipo de assento, é preciso ficar atento às classes dos trens. Eles são divididos em terceira, segunda e primeira classes.

A terceira classe é a mais barata de todas. Não há assento marcado e os passageiros podem até viajar em pé se o vagão estiver cheio. Além disso, não há ar-condicionado. Isso pode ser bastante desconfortável, mas o bilhete custa cerca de 45 bath (US$ 1,40 ou R$ 8,15) por trecho.

Na segunda classe, os assentos são marcados e alguns trens já possuem ar-condicionado. Os preços variam entre 185 bath (US$ 5,75 ou R$ 33,50) nos vagões sem refrigeração e 1290 bath (US$ 40,10 ou R$ 233,47) nas composições climatizadas e com assentos que são camas. Esse valor é por trecho.

O problema é que a oferta de assentos de segunda classe é pequena e eles esgotam rapidamente. Se quiser garantir, tente chegar cedo na estação para fazer a compra. Outra alternativa é comprar com antecedência no site da 12GoAsia.

Na primeira classe, todos os vagões têm ar-condicionado e os assentos são bem mais confortáveis. Mas os preços são bem mais altos. Um bilhete de primeira classe chega a custar 1900 bath (US$ 59,06 ou R$ 343,87) por trecho.

Onde ver empresas, horários e preços de transporte na Tailândia?

São muitas opções de trem, van compartilhada e ônibus para Ayutthaya, na Tailândia. E nem sempre os sites dessas empresas são fáceis para os turistas. Alguns não estão nem traduzidos para o inglês! Por isso, a melhor maneira de ver todas as possibilidades de deslocamento é no site da 12GoAsia, um agregador de várias empresas não só na Tailândia, mas no Sudeste Asiático.

Você vê o nome da empresa, os trajetos, preços e horários e compra online antecipadamente pagando uma pequena taxa de conveniência.

De ônibus ou van

Outras opções para conhecer Ayutthaya, na Tailândia, são os ônibus e as vans. Muitas delas saem do terminal de ônibus de Mo Chit em vários horários ao longo do dia. Para chegar lá, basta pegar o BTS Skytrain e descer na estação Mo Chit.

A viagem até a cidade histórica dura cerca de 2 horas e os veículos possuem ar-condicionado, mas o local da parada em Ayutthaya varia. Por isso, é bom ficar atento na hora de escolher o seu transporte.

Você pode comprar na hora ou, se preferir, também pode garantir uma vaga com antecedência comprando pelo site 12GoAsia. Os preços variam entre 130 bath (US$ 4,04 ou R$ 23,52) a 280 bath (US$ 8,70 ou R$ 50,67) por trecho.

Ganhe um segundo chip internacional grátis na compra do seu para usar até 2 anos da compra. Use o cupom VAIPASSAR até 14/06.
ayutthaya tailandia templo

Esse templo abriga uma estátua dourada de Buda. Foto: Marcelle Ribeiro

A questão de circular por Ayutthaya | Tailândia

Se você for de trem, ônibus ou van para Ayutthaya, vai precisar contratar um tuk tuk ou alugar uma bicicleta para passear pelos principais templos porque eles não ficam tão próximos uns dos outros.

Você pode negociar com os motoristas de tuk tuk logo na chegada à cidade e é possível dividir o veículo com outras pessoas para baratear o custo. Contudo, o serviço não sai por menos de 500 bath (US$ 15,54 ou R$ 90,49).

Já as lojas de aluguel de bicicleta ficam próximas da estação de trem e o aluguel custa cerca de 50 bath (US$ 1,55 ou R$ 9,04).

Com agências de turismo

Contratar um tour guiado saindo de Bangkok é a maneira menos trabalhosa e com o melhor custo benefício para conhecer Ayutthaya, na Tailândia. Existem, literalmente, dezenas de agências de turismo em Bangkok que fazem o passeio para Ayutthaya. Muitas delas ficam na região da Khaosan Road, mas é possível encontrá-las em toda a cidade.

Para contratar um desses passeios, basta conversar com os atendentes nas lojas ou mesmo pelo Whatsapp e escolher a empresa mais adequada para você. O roteiro em Ayutthaya varia pouco e inclui o transporte do hotel até os templos, além de almoço e guia.

Por que vale mais a pena ir de excursão?

Se você colocar na ponta do lápis, verá que vale mais a pena contratar o passeio do que ir por conta própria.

Quem vai para Ayutthaya de trem de segunda classe sem ar-condicionado (185 bath) e contrata um tuk tuk (carrinho sem ar-condicionado) por 250 bath por pessoa (supondo que você tenha 1 pessoa para “rachar” o tuk tuk), gasta uns 435 bath (US$ 13,54 ou R$ 79,81).

Detalhe: neste valor não estão incluídos o transporte do hotel para a estação de trem de Bangkok (nem da estação para o hotel), almoço e as entradas para os templos.

Eu e o maridão pagamos cerca de 885 bath por pessoa (US$ 27,56 ou R$ 162,37) pelo passeio, com guia, van com ar-condicionado nos pegando e nos deixando na porta do nosso hotel em Bangkok, todos os ingressos incluídos e almoço simples, mas num lugar limpo e bonitinho. E tivemos o conforto de um ar-condicionado em todos os nossos deslocamentos, o que é fundamental numa cidade escaldante e com todas as atrações a céu aberto.

Vale a pena!

Como não cometer o mesmo erro que eu

Contratamos uma empresa quando já estávamos em Bangkok e o nosso guia falava um inglês super difícil de entender. A van era ótima e eles foram pontuais, mas a graça de conhecer Ayutthaya é saber mais da história do lugar.

Teria sido melhor contratar um passeio vendido pelo site da Get Your Guide, apesar de ser um tiquinho mais caro, porque lá dá para ver os comentários de mais de 300 pessoas que contrataram o tour. Assim, o risco de decepção com o guia seria menor. Outra vantagem do Get Your Guide é que o site deles é em português.

O que visitar em Ayutthaya | Tailândia

Há muito o que fazer em Ayutthaya. Vou falar aqui sobre os templos que visitamos no nosso bate e volta. Eles são os mais conservados da cidade, mas existem muitos outros que você pode visitar se preferir ir sem uma agência ou se tiver mais dias por lá.

Bang Pa-In Palace

O nosso roteiro em Ayutthaya começou, na verdade, antes mesmo de chegar à cidade. Visitamos o Bang Pa-In Palace, um complexo de mansões que é considerado o Palácio de Verão da Família Real tailandesa.

Por lá, existem vários prédios inspirados em estilos de arquitetura de diferentes épocas e continentes. Todo o complexo é bem conservado, mas só é possível visitar os jardins e ver os palácios por fora.

Ficamos por lá por cerca de 1 hora e o tempo foi suficiente para andar por tudo e ainda tirar muitas fotos.

O palácio fica aberto das 8h às 16h.

bang pa-in palace mansão

Mansão inspirada na arquitetura chinesa no Bang Pa-In Palace. Foto: Marcelle Ribeiro

Wat Yai Chai MongKhon

Foi o primeiro dos templos de Ayutthaya que visitamos e é o mais bem conservado de todos. A estrutura é do século XIV, mas as estupas ainda estão em bom estado, por isso não deve ficar de fora ao decidir o que fazer em Ayutthaya. Além disso, tem mais de 100 estátuas de budas no entorno das estupas, muitas delas cobertas por um tecido amarelo. Para os budistas, essa é a cor que traz boa sorte.

Além disso, há também uma grande estátua de um buda reclinado, mas essa não é a mais famosa delas na cidade. No total, ficamos cerca de 45 minutos neste templo.

ayutthaya tailandia wat chai

O Wat Yai Chaya Mongkol é o mais conservado. Foto: Marcelle Ribeiro

Wat Lokkayasutharam

Para os fãs de videogame, esse templo definitivamente tem que estar na lista de o que fazer em Ayutthaya! Isso porque foi esse local que inspirou o cenário do personagem Sagat, do jogo Street Fighter 2.

Na verdade, o templo nem existe mais. Apenas a estátua de um Buda reclinado resistiu à guerra do século XVIII. Mesmo assim, é um local bastante procurado pelos turistas.

wat street fighter 2

Maridão achando que é personagem de videogame. Foto: Marcelle Ribeiro

Wat Phra Mongkhol Bophit

Esse templo é antigo, mas foi restaurado nos últimos anos. Ele é muito parecido com o Wat Benchamabophit e com estruturas do Grand Palace, em Bangkok. Não o deixe de fora ao decidir o que fazer em Ayutthaya.

O principal destaque dele é uma grande estátua dourada de Buda em uma posição de meditação. A estátua também foi danificada na guerra contra a Birmânia no século XVIII, mas foi restaurada.

wat mongkhol ayutthaya

A estátua dourada de Buda é a maior atração deste templo. Foto: Marcelle Ribeiro

Wat Mahatat

É o templo mais conhecido da cidade e daqueles itens imperdíveis de qualquer lista de o que fazer em Ayutthaya. E tudo isso por causa de um detalhe: uma árvore que cresceu em torno de uma cabeça de Buda.

Não se sabe bem como isso aconteceu. O que se sabe é que, depois de vencer a guerra contra o reino de Sião no século XVIII, os soldados da Birmânia incendiaram os templos e destruíram muitas estátuas de Buda em Ayutthaya. Uma das cabeças dessas estátuas destruídas provavelmente acabou ficando no chão e a árvore foi crescendo no mesmo local ao longo dos anos.

Hoje, essa árvore é super procurada pelos turistas! Mas esse templo também tem uma importância histórica porque era nele que se realizavam as cerimônias da família real do Sião.

wat mahathat ayutthaya

Aproveitando o local mais fotografado de Ayutthaya. Foto: Maridão

Ayutthaya vale a pena?

Para quem me pergunta se Ayutthaya vale a pena, eu respondo “na lata”: sim! Vale muito a pena visitar Ayutthaya!

Eu digo mais: o ideal é contratar um passeio de bate e volta para lá. Se você fizer isso, não cometa o mesmo erro que o meu e tente se certificar que o guia fala um bom inglês. Isso vai tornar a sua experiência muito mais interessante. A gente teve que se virar buscando no Google sobre os templos de Ayutthaya que estávamos visitando.

 

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *